Digital Drops Blog de Brinquedo

Campus Party Recife: inovação, conectividade e muita informação

Por em 24 de julho de 2014

campus_party_recife_1

Começou ontem a terceira edição da Campus Party Recife, que acontece no Centro de Convenções de Pernambuco até o próximo domingo, dia 27 de julho. Com mais de 4000 ingressos vendidos e 1500 barracas instaladas, a expectativa dos organizadores para o evento é de mais de 50.000 visitantes, dentro da arena e na Open Campus, espaço gratuito do evento. Serão mais de 300 horas de conteúdo com palestras, oficinas, hackatons e um foco em games e empreendedorismo. A área Startups & Makers, que fica na Open Campus, tem a presença de 50 startups, dentro de 300 indicadas.

A diferença em relação ao espaço do ano passado é imensa, e o evento em Recife tem pela primeira vez o clima de uma Campus Party, com um ambiente integrado com todos os palcos. Na cerimônia de abertura ontem de noite, o escritor Ariano Suassuna foi lembrado e homenageado com uma salva de palmas de pé por todos os presentes (ver foto abaixo).

homenagem_a_suassuna

Pela primeira vez na história das Campus Party, aconteceu uma apresentação no primeiro dia do evento, com a palestra de Daniel Matros da DICE, produtor dos jogos Battlefield, que contou como é possível usar os games para educação.

O evento continua hoje com a presença de Jon “Maddog” Hall, diretor executivo da Linux International, que vai falar no palco principal sobre como ganhar e poupar dinheiro usando software livre. Logo depois, teremos a presença de Matthew Reyes, estrategista da NASA e CEO da Exploration Solutions, uma empresa que cria conteúdo em alta definição para estimular no público o gosto pela educação científica.

O destaque do dia (e da Campus Party Recife) é Sean Carasso, fundador do Falling Whistles, um projeto que busca ajudar as crianças na guerra no Congo através da venda de apitos e investimento em programas sociais. O Falling Whistles é um grande sucesso, com mais de 100 mil pessoas participando da campanha. No sábado, o destaque é o gerente de marketing do Google, Daniel Sieberg.

barracas_campus_party_recife

Além de todo o conteúdo, a Campus Party também tem um outro atrativo para os campuseiros, a conexão de 10 Gb/s em uma rede dedicada de fibra óptica fornecida pela Telefonica Vivo, além de uma estação 4G e HSPA+ instalada dentro do evento para atender aos visitantes.

A Vivo também apresentou a nova versão do seu Kit IoT (Internet of Things) que conta com um controlador Arduino Leonardo, um Rapsberry Pi e sensores de iluminação, temperatura e presença, além de um modem 4G.

As inscrições para a arena estão encerradas, mas é possível visitar a Open Campus, que funciona de hoje a domingo das 10 às 21h. Confira a agenda completa da Campus Party Recife.

O MB está cobrindo a Campus Party Recife a convite de Telefonica Vivo.

emIndústria Meio Bit Miscelâneas

Desbloqueie seu Moto X com uma tatuagem adesiva

Por em 23 de julho de 2014

tattoo

Há algum tempo atrás, a ex-diretora do DARPA Regina E. Dugan trabalhava junto à equipe ATAP da Motorola, aquela mesma que foi absorvida pelo Google, restando à Lenovo ficar com o bagaço da laranja. Hoje, como VP de Engenharia, Tecnologia Avançada e Projetos de Mountain View, ela é a palavra final nos mais avançados planos que a gigante das buscas anda desenvolvendo, como o Project Ara. Só que há cerca de um ano atrás, antes da venda da Motorola ela apresentou uma nova forma de tecnologia de segurança que envolvia tatuagens adesivas e pílulas, e ao menos a primeira está sendo disponibilizada hoje pela sua antiga empresa.

continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Internet Mercado Miscelâneas Planeta Sem Fio Segurança Software

Sim, o mundo precisa de reconhecimento facial para manter gatos em forma

Por em 22 de julho de 2014

Grumpy Cat

Uma das indústrias que mais cresce é a dedicada aos animais de estimação. Cada dia mais pessoas criam bichos como se fossem gente, não poupando gastos com eles. Além da infinidade de coisas disponíveis nas pet shops, todo dia tem alguém pensando em uma nova maneira de ganhar dinheiro com esse (grande) nicho.
continue lendo

emBiologia Destaques Hardware Internet Miscelâneas Mundo Estranho Web 2.0

Artistas criam robô para transcrever a Torá, mas isso não é kosher

Por em 22 de julho de 2014

Fifteen Commandments

Reza a lenda que um belo dia um gentio chegou pro Rabino Hilel e desafiou:

“Se você me explicar a Torá inteira equilibrado em um pé só, eu me converto.”

O rabino assumiu a posição e falou:

“Não faças aos outros o que não queres que façam contigo. O resto é só comentário.”

Claro, hoje em dia eles não estão mais em fase de captação, então não é tão simples assim se converter ao judaísmo, mas a Torá permanece. Ela não só é um dos livros sagrados entre os judeus, como faz parte do cristianismo E do islamismo. No ocidente a conhecemos como Pentateuco, os 5 primeiros livros da Bíblia, escritos por Moisés.

Ao contrário da Bíblia, que depois de Gutemberg qualquer Edições Paulinas produz aos milhões, a Torá tem todo um procedimento. Ela só pode ser produzida por rabinos especializados, escribas treinados. Como cada marca tem significado divino, não pode haver qualquer tipo de rasura ou inconsistência. O texto é escrito em hebraico, usando tinta, penas de ganso ou outros instrumentos aprovados. Não se usa papel, mas pergaminho. Uma Torá finalizada tem exatos 304.805 caracteres.
continue lendo

emDestaques Miscelâneas Robótica

Malaysia Airlines, vôo MH-17 — Perguntas e Respostas

Por em 21 de julho de 2014
naonaoehjpg

Essa imagem obviamente de Lost está sendo repassada como a do MH-17 da Malaysia Airlines. Não conseguimos imaginar como alguém é tão canalha assim.

No dia 17 de julho uma agência de notícias russa noticiou a queda de um avião de passageiros na Ucrânia, próximo à fronteira com a Rússia. Minutos depois a queda foi confirmada por sites como o FlightRadar24, que acompanha em tempo real vôos no mundo todo, e o respeitado AVHerald, que informou mais detalhes, como as coordenadas onde o Boeing 777-200ER parou de enviar sinais de transponder.

A violência do acidente, sem contato, aviso ou pedido de socorro trouxeram à mente de todo mundo com mais de 30 anos casos como o 747 de Lockerbie. Aviões não explodem no ar, a não ser quando há explosivos envolvidos. 298 pessoas morreram e o mínimo que se espera é saber o motivo.
continue lendo

emDestaque Destaques Geologia Hardware Miscelâneas Mundo Estranho

Bot flagra Rússia editando wiki sobre queda do voo MH-17

Por em 21 de julho de 2014

malaysia-airlines

Enquanto todo mundo se pergunta o que diabos pode ter acontecido com o voo MH-17 da Malaysia Airlines, ninguém quer assumir a responsabilidade de tê-lo derrubado do céu. Está todo mundo tirando o seu da reta e pondo a culpa nos outros: o governo da Ucrânia diz que foram os separatistas, auxiliados por Moscou. Já a Rússia culpa a Ucrânia. Não vou entrar em detalhes, até porque em breve um artigo mais completo abordará as implicações gerais do ocorrido o Cardoso fez um trabalho bem melhor nesse sentido.

Na internet entretanto a guerra pelo controle de informação já começou. É fato conhecido que existe um bot de Twitter que rastreia edições da Wikipedia vindas de IPs do Capitólio dos Estados Unidos. O que pouca gente sabe é que há um equivalente russo, e ele flagrou o governo editando o wiki sobre a queda do voo.

continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Internet Miscelâneas Web 2.0

É famoso? Então o app Facebook Mentions é para você

Por em 18 de julho de 2014

facebook-mentions-001

Às vezes fica difícil entender o que se passa pela cabeça de Mark Zuckerberg no que diz respeito ao cenário mobile. É fato notório que ele abomina a plataforma, o Facebook foi mirado para smartphones e tablets por força de demanda, já que sua intenção era que ele permanecesse ligado apenas a desktops. Isso posto, parece que ele faz questão que seus apps sejam verdadeiros vampiro de bateria.

Digo “apps” pois como se não bastasse o Facebook comer recursos como a Magali, ele começou a fracionar funcionalidades em aplicações separadas (que torturam a bateria ainda mais). Temos o Messenger, o Paper, o Slingshot e o quase esquecido Home. Teve até o Poke, um app de cutucadas que não viveu muito. Agora a mais nova aplicação foi lançada, mas diferente das outras vezes ela não é para o bico da maioria das pessoas.

continue lendo

emComputação móvel Comunicação Digital Internet Miscelâneas Planeta Sem Fio Web 2.0