Digital Drops Blog de Brinquedo

Net libera Vírtua para não-assinantes de sua TV

Por em 21 de novembro de 2005

Se você ainda não aderiu ao Vírtua por não ser cliente da Net, a TV por assinatura, seus problemas acabaram.
“A Net anunciou que, a partir de agora, não mais exige a assinatura de sua TV a cabo de quem quiser aderir ao Vírtua, seu serviço de banda larga.
Segundo Márcio Carvalho, diretor de produtos da empresa, isso aconteceu porque o Vírtua passou a ser regido por uma licença de SCM (serviço de comunicação multimídia). “Até então a gente operava o Vírtua sob uma licença de TV por assinatura, e tínhamos uma limitação regulatória da Anatel”, explica. ”

Fonte: INFO online

emInternet

Windows Live Domains

Por em 20 de novembro de 2005

Muito boa a iniciativa da Microsoft de fornecer o serviço de email deles para usuários com domínio próprio. Para quem não entende muito de domínios e tal, deixe-me explicar: ao registrar um dominio, digamos dominio.com.br, o usuário tem que contratar um provedor de hospedagem para poder criar um site e usar email. A Microsoft criou o WIndows Live Domains que permite que o usuário que tenha um domínio registrado tenha email pelos serviços deles, gratuitamente. O Yahoo ja tem algo parecido há vários anos, mas é uma solução paga. Bem que o Gmail poderia oferecer algo assim também.

emInternet

Fasterfox

Por em 19 de novembro de 2005

Os donos de website estão ficando com raiva do pessoal que está usando a extensão Fasterfox (para o Firefox, claro) – basicamente o Fasterfox carrega todos os links de uma página que você está visitando para que depois você clique em algum deles e aí ele é carregado rapidamente (só links ‘estáticos’, para evitar que você finalize uma compra no submarino sem querer, por exemplo). Isso é chamado de Prefetching.

Por que isso irrita os webmasters? Porque eles têm de pagar se o tráfego mensal que eles têm direito for excedido – e o fasterfox pode aumentar muito isso – por exemplo, enquanto você lê este texto, o fasterfox fica carregando todos os links desta página para os que você clicar depois carregarem mais rápido (ou mesmo instantaneamente) – e é óbvio que você não vai clicar em todos os links de alguma página que você visita, então usá-lo pode ser caracterizado como um ‘egoísmo cibernético’ – como pegar um ou dois amendoins de uma tigela e jogar o resto fora (como disse um webmaster americano revoltado na página de extensões do Firefox). Os donos de sites estão procurando formas de bloquear o uso desta extensão.

Por outro lado o Fasterfox é altamente configurável, então você pode habilitar as opções que não prejudicam os webmasters e aceleram a sua navegação na net, como o pipelining, que faz o navegador criar X – um número que você define – conexões simultâneas em um site e assim carregar a página mais rapidamente. Além disso ele vem com um bloqueador de pop ups mais eficiente, já que vários sites contornaram os bloqueadores padrão do Firefox, Safari e outros navegadores.

Pegue o Fasterfox, mas não deixe ativado o prefetching, você estará prejudicando alguém para um ganho mínimo, além de encher o cache do seu browser de coisa que você nem vai ver.

emInternet

Virtua Mega Flash

Por em 19 de novembro de 2005

Recentemente troquei o Speedy pelo Virtua, e estou extremamente satisfeito, o downnload e upload são realmente feitos a 60, 70 kb/s e os testes de velocidade dão a velocidade como 600 a 650 kbps ao contrário do meu ex-Speedy 600, que dava 350 no máximo. E o upload é a 600 também, ótimo.

Só que esse lance do Mega Flash não é lá essas coisas não. Um teste de velocidade bem confiável é o do gratis.com.br – e o meu Mega Flash, que promete ‘até’ 4 Mbps de velocidade (para download), costuma ficar em torno de 1159.89 kbps – 1380.22 kbps (fiz umas medições em horários diferentes).

Não que esteja reclamando já que me encontrava satisfeito com 600k e o preço é o mesmo, mas eles estão prometendo mais do que podem. Se eu passar pelo menos uma hora navegando a 4 mega eu aviso aqui, mas duvido muito.

emInternet

Sticker do frappr.com/meiobit

Por em 19 de novembro de 2005




É um código gerado pelo próprio frappr pra você colocar onde quiser, exibindo um slideshow com as imagens das pessoas cadastradas no mapa.

Sua foto não aparece ai em cima? Clique no selo abaixo e venha fazer parte da nossa comunidade de leitores!
Check out our Frappr.com/meiobit !

emInternet

Microsoft ganha aliados contra o “phishing”

Por em 18 de novembro de 2005

Phishing é uma forma de engenharia social, caracterizada por tentativas de adquirir informações sensíveis/confidênciais, tais como senhas e números de cartão de crédito/débito, ao se fazer passar como uma pessoa/site confiável ou uma empresa enviando uma comunicação eletrônica oficial, como um e-mail ou uma mensagem instantânea. O Phishing usa cada vez mais sofisticadas artimanhas para “pescar” (fish) as informações sensíveis/confidênciais dos usuários.

Três novos provedores de dados (Cyota, Internet Identity e MarkMonitor) passarão a fornecer à M$ informações sobre websites utilizados para fazer phishing. A iniciativa busca melhorar a proteção oferecida pelo serviço Microsoft Phishing Filter e pela tecnologia Microsft SmartScreen.

O Phishing Filter, lançado em julho de 2005, ajuda a proteger os usuários contra phishing ao navegar na Internet. O serviço está disponível por meio do Phishing Filter Add-In presente no MSN Search Toolbar, e também no Internet Explorer 7 para Windows Vista e Windows XP Service Pack 2, ambos atualmente em versão de teste beta 1.

As informações sobre phishing oferecidas por essas empresas também serão utilizadas para auxiliar o Microsoft SmartScreen na detecção de phishing em mensagens de e-mail enviadas para clientes do MSN Hotmail e do Windows Live Mail beta.

Apesar de relatórios recentes indicarem que o problema do spam pode estar em declínio no mundo todo, a ameaça representada pelo phishing continua a crescer. De acordo com o APWG (Anti-Phishing Working Group), foram reportados 806 sites de phishing em agosto de 2004, número que saltou para 5.259 em agosto deste ano. Um absurdo!

Mais informações sobre o Microsoft Phishing Filter e outras abordagens do problema podem ser encontradas aqui. [em inglês]

A versão final do Add-In para o MSN Search Toolbar pode ser baixada aqui. [em inglês]

emInternet

C.E.S.A.R. e Alcatel juntas

Por em 18 de novembro de 2005

As casas do futuro vem ai.

O C.E.S.A.R (Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife), por meio da Jabil do Brasil, fornecedora de serviços de manufatura de eletrônicos e circuitos, e a Alcatel firmaram um convênio que fomenta trabalhos inovadores de pesquisa e desenvolvimento (P&D) em TI e telecomunicações.
Trata-se do projeto MoHCo (Mobile House Control), que tem por fim a criação de um sistema baseado em tecnologias convergentes para o gerenciamento remoto de residências.

O objetivo principal desta iniciativa é viabilizar serviços e aplicativos de mobilidade para o controle de residências equipadas com banda larga sobre a plataforma DSL, a partir de dispositivos inteligentes e que permitam a conexão em rede. Num primeiro momento, testes estão sendo realizados para o controle remoto da energia elétrica, mas a ambição é atingir equipamentos como microondas, geladeiras ou câmeras de segurança. No futuro, com o comando a partir de um celular, será possível operar todas essas interfaces, devidamente conectadas a um computador.
Demorou!!!

Serviços móveis inovadores estão em franco desenvolvimento e ascendência, assim como a adoção da banda larga por DSL. As operadoras poderão oferecer o MoHCo a partir da entrega de soluções integradas. Por ser baseado em Internet, a utilização em larga escala do gerenciamento remoto depende que os elementos a serem conectados na rede sejam interoperáveis e preparados para a comunicação via IP.

Essa parceria já vem de longa data. Em agosto de 2002 Alcatel e CESAR fizem em conjunto o LabCom (Laboratório de Telecomunicações) – dedicado ao estudo da convergência das redes de comunicação de voz e dados.

emInternet Wireless e Redes