Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Para combater pirataria, estúdio dá cópias de seu jogo

Por em 21 de novembro de 2014

this-war-of-mine

Recentemente eu comecei a jogar o This War of Mine e embora ainda tenha muito a explorar na aventura, já pude perceber que a minha expectativa inicial foi correspondida e que o título é um dos retratos mais fortes que um game fez sobre a guerra.

Desenvolvido pela 11 Bit Studios, o jogo não conseguiu escapar da pirataria e ao descobrir que ele estava sendo obtido facilmente através do The Pirate Bay, os criadores resolveram fazer algo que tem se tornado relativamente comum entre os estúdios independentes, que é dar cópias para os que estavam baixando o título ilegalmente.

continue lendo

emIndústria

Comemorem, o Child of Light deu lucro!

Por em 21 de novembro de 2014

child-of-light

Child of Light tinha tudo para ser um fracasso comercial. Com um direção artística muito diferente do que nos acostumamos a ver ultimamente, o jogo era um poema que funcionaria como um RPG japonês com visão lateral e que havia sido idealizado por Patrick Plourde, o diretor criativo do Far Cry 3. Porém, o conceito agradou a crítica e agora sabemos que o retorno financeiro foi muito bom.

Quem fez a revelação foi o próprio criador, que durante uma entrevista falou sobre o desempenho do game junto ao público.

continue lendo

emIndústria

Para Take-Two, games não estão prontos para a realidade virtual

Por em 20 de novembro de 2014

grand-theft-auto-5

Pelo jeito Strauss Zelnick não gosta mesmo dos dispositivos que prometem levar a realidade virtual para os games. Após criticar a tecnologia por considerá-la anti-social, o CEO da Take-Two concedeu uma entrevista à Bloomberg TV e ao ser questionado se a indústria está preparada para essa novidade, ele disse o seguinte:

Ainda não. Parte disso é que precisamos ver como os headsets se saem e como podemos entregar a melhor experiência… Estamos preocupados porque as pessoas jogarão nossos games por longos períodos – não queremos que elas fiquem enjoadas e também, tendo tido a experiência, não tenho certeza sobre por quanto tempo você irá querer um imersivo headset em sua cabeça.

continue lendo

emIndústria

Para Miyamoto, outras empresas são “entediantes”

Por em 18 de novembro de 2014

Shigeru-Miyamoto

Como a Nintendo costuma ser comparada a casa do Mickey, acho que podemos dizer que Shigeru Miyamoto é “o Walt Disney dos games” e como tal, talvez não exista nenhuma outra pessoa na indústria com tanta autoridade para criticar o que outras empresas estão criando e em uma entrevista ao jornal Telegraph, o game designer não poupou palavras para reclamar do atual estado da indústria.

O que as outras companhias estão fazendo faz sentido do ponto de vista de negócios, mas é entediante. Os mesmos jogos aparecem em todos os sistemas. Na Nintendo queremos um ambiente em que os criadores possam colaborar e pensar em ideias para jogos que nunca existiram.

continue lendo

emIndústria Nintendo

A preocupante situação do Steam Early Access

Por em 18 de novembro de 2014

massive-chalice

Nos últimos meses temos falado sobre alguns problemas relacionados ao programa Early Access do Steam e agora a EEDAR, uma importante empresa de pesquisa do mercado de games, divulga algumas informações bastante preocupante sobre esta forma de financiamento.

Segundo Patrick Walker, apenas 25% dos projetos lançados antecipadamente foram terminados e embora ele admita que parte de problema se deva a grande quantidade de títulos disponibilizados recentemente, a situação não fica muito melhor quando olhamos para aqueles que deram as caras no ano passado, já que menos de 42% deles receberam uma versão final.

continue lendo

emComputadores Games Indústria

Para Double Fine, Metacritic tornou-se irrelevante

Por em 14 de novembro de 2014

metacritic

Há vários anos o Metacritic é encarado como uma ferramenta importante para a venda de jogo, pois de acordo com alguns executivos, conseguir uma boa média no agregador de notas pode fazer com que um título tenha um desempenho comercial muito melhor.

Porém, durante uma palestra realizada no International Game Summit que aconteceu esta semana em Montreal, o COO da Double Fine afirmou que isso não está mais acontecendo e o mesmo vale para a imprensa que cobre a mídia.

continue lendo

emIndústria

Blizzard apresenta Overwatch, sua nova franquia

Por em 8 de novembro de 2014

overwatch

A Blizzard é em muitos aspectos parecidíssima com a Apple. Assim como a empresa da maçã ela nunca adianta nada do que tem em mente (estou desconsiderando vazamentos por razões óbvias), apenas chega um belo dia surge com algo novo que ninguém esperava. Assim como ela, a Blizzard também não se concentra em tatear no escuro tentando ser inovadora. Ao invés disso ela absorve experiências e criações de outras companhias, as aprimora e entrega um produto de primeiríssima qualidade, fruto de anos de um trabalho minucioso, onde cada detalhe, cada píxel, cada polígono é cuidadosamente escovado, lapidado e lustrado.

Foi assim com Heroes of the Storm, que é um MOBA divertido e bem mais trabalhado do que seus concorrente DotA e League of Legends. Também foi assim com Hearthstone: Heroes of Warcraft, que é um passo além de tudo o que já foi feito com CCGs anteriores, como a franquia Magic: The Gathering e Shadow Era. E agora chega a vez de mirar no FPS, seguindo a fórmula da Valve com a franquia Team Fortress com Overwatch, sua nova IP anunciada ontem na Blizzcon.

continue lendo

emComputadores Destaque Destaques Games Indústria