Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

E a bolha da Zynga pode ter estourado

Por em 23 de janeiro de 2012

dori_farm_23.01.11

De acordo com um relatório divulgado pelo analista de mercado Sterne Agee, da Arvind Bhatia, o sucesso que a Zynga alcançou nos últimos anos pode estar ameaçado e além de ter visto suas ações caírem de 10 para 9,02 dólares, a desenvolvedora estaria pagando um preço bem alto para conquistar novos consumidores.

Isso porque após terem gasto US$ 120 milhões em marketing, em setembro eles alcançaram 3,4 milhões de jogadores que gastavam em seus jogos, um aumento de apenas 400 mil em relação a dezembro de 2010, o que significa que podemos considerar que cada pessoa custou à empresa US$ 300.

Mas então você pergunta, ‘ok, e quanto cada uma delas gastou?’ Aí é que está o problema, já que a estimativa é de que em média esses jogadores invistam US$ 150, ou seja, para cada novo consumidor que a Zynga conquistou nos últimos meses, ela perdeu 150 dólares.

Como você já deve ter imaginado, não há empresa na mundo que consiga sobreviver a um cenário como este e por mais que possa parecer um investimento a longo prazo, o modelo adotado pela Zynga depende fundamentalmente de uma grande quantidade de novos jogadores para que assim possam ser encontradas as “baleias”, pessoas que gastam grandes quantidades e que servem para “manter” aqueles que jogam de graça.

O grande problema aqui é que as criações da Zynga são muito parecidas entre si e para o pessoal da Bhatia, a solução pode ser muito mais complicada do que parece, encontrar um novo FarmVille, mas será que eles conseguirão criar um novo jogo tão popular quanto aquele que os colocou em evidência?

[via Gamespot]

emComputadores

O impressionante trailer do Project CARS

Por em 19 de janeiro de 2012

Fundada em 2008, a desenvolvedora britânica Slightly Mad Studios ganhou destaque ao assumir a responsabilidade de aproximar a franquia Need for Speed da simulação, o que aconteceu com a série SHIFT. Após dois jogos eles mostraram que estão no caminho certo, mas visando voos mais altos, começaram a trabalhar em um novo jogo que tentará entregar uma experiência ainda mais realista, conhecido por enquanto como Project CARS.

Trazendo um modo carreira onde iniciaremos no kart e escolheremos as categorias que disputaremos na sequência, o jogo permitirá partidas cooperativas, com algum amigo podendo servir como copiloto e contará com um elaborado sistema de gerenciamento de equipe, mudanças dinâmicas de tempo e clima, além de conteúdo gerado pelos jogadores e ainda promete trazer uma simulação avançada de física, inteligência artificial e iluminação.

Tudo isso é muito interessante e já serve para nos deixar com vontade de colocar as mãos no jogo, que deverá chegar ao Playstation 3, Xbox 360, Wii U e PC apenas em 2013, mas se você quiser ter um gostinho de como ele está ficando, dê uma olhada no trailer abaixo, preferencialmente em Full HD, onde é mostrado um pouco do Project CARS rodando num computador com DirectX 11.

continue lendo

emComputadores Microsoft Nintendo Sony

Gaikai levará jogos hardcore ao Facebook

Por em 19 de janeiro de 2012

dori_gai_18.01.12

Depois de se mostrar uma excelente plataforma para os jogos casuais, algumas companhias estão tentando fazer com que o Facebook possa servir também como uma maneira de conquistar aqueles que procuram títulos mais elaborados e uma delas é a Gaikai.

Visando aumentar o seu público, eles anunciaram recentemente o serviço de streaming de jogos para TVs da LG e agora David Perry, CEO da companhia, revelou que já terem fechado um acordo com a rede social para disponibilizar o serviço por lá.

O Facebook já domina a categoria de jogos casuais, nós iremos ajudar eles a conquistarem os jogadores hardcore. Um click e boom, você está jogando o World of Warcraft,” declarou Perry, que justificou seu raciocínio afirmando que é preciso “levar o jogo para o jogador, não mover as pessoas, mover os jogos. A Zynga percebeu que precisamos colocar o consumidor na frente, muito agressivamente. Você clica uma vez e está jogando de graça, você compartilha isso com seus amigos e então paga à Zynga se gostar do jogo. É o mais favorável ao consumidor que pode existir e é por isso que sua valorização decolou.

Para provar o que disse, o executivo mostrou o MMO da Blizzard rodando direto do Facebook, mas tratou de deixar claro que o jogo não deverá estar disponível por lá, pelo menos não num futuro próximo.

O grande problema para nós brasileiro estaria na disponibilidade do serviço, pois o Gaikai ainda não está disponível para nós. De qualquer forma, esta é mais uma iniciativa que tenta vender a ideia de que o futuro dos jogos pode não estar nos consoles ou placas de vídeos mais poderosas e sim em qualquer dispositivo conectado a web e que tenha um navegador, mas se isso lhe parece impossível de ser alcançado, lembre-se que muitos duvidaram do Netflix ou mesmo do OnLive.

[via GamesIndustry]

emComputadores

Alienware revela PC de baixo custo (mas bom desempenho)

Por em 19 de janeiro de 2012

dori_x51i_18.01.12

Conhecida por seus computadores de alto desempenho e preços exorbitantes, a Alienware anunciou algo que pode fazer com que muitas pessoas adquiriam uma de suas máquinas, o X51.

O computador é a tentativa da companhia de brigar no mercado de máquinas com tamanho reduzido para jogos e embora sua configuração possa ser modificada de acordo com o gosto (e o orçamento) do comprador, o modelo inicial terá um preço de US$ 699 (que provavelmente no Brasil custaria uns R$ 2000).

Por este valor levaríamos, além do gabinete pouco maior que um Xbox 360, um processador Intel Core i3 Dual Core, uma GeForce GT 545 com 1GB, 4GB de memória RAM e um HD de 1TB. Tudo bem, não chega a ser uma máquina dos sonhos, mas a fabricante garante que com ela é possível rodar o Battlefield 3 com as texturas no máximo e o anti-aliasing no médio em uma resolução de 1080p e com uma média de 32 quadros por segundos.

Mas se o problema não for a parte financeira, a configuração máxima poderá ser adquirida por US$ 1.149 e traz um Intel i7-2600 3.4GHz, uma GeForce GTX 555, 8GN de memória e um HD semelhante ao anterior.

Alguns poderão dizer que com estes valores é possível montar um computador melhor, mas temos que levar em consideração que a ideia dele é entregar um equipamento com tamanho reduzido e que para mim cairia com uma luva na minha estante da sala, permitindo assim que eu pudesse jogar os games de PC na minha TV sem ter que fazer grandes mudanças.

[via Eurogamer]

emComputadores Games

Belos gráficos estão garantidos para MMO da Marvel

Por em 18 de janeiro de 2012

dori_mar_19.01.12

As informações sobre o Marvel Heroes, jogo massivo online que trará os principais nomes da editora de quadrinhos, ainda são escassas, mas um anúncio feito pela Gazillion Entertainment serve para mostrar que eles estão no caminho correto. A desenvolvedora revelou ter conseguido o licenciamento junto a Epic Games para que a Unreal Engine 3 seja o coração do MMO, o que já é garantia de que pelo menos bonito ele será.

Nós adoramos o sistema de streaming da Unreal Engine 3. Isso torna possível toda a nossa aproximação técnica e que seja fácil trabalhar com ela. Também adoramos a flexibilidade que obtemos com o Actor Components, que nos habilitou a fazer todos os tipos de customizações sem sacrificar as características nativas da engine,” declarou Jeff Lind, diretor do Secret Identity Studios, que está ajudando no desenvolvimento do jogo.

Já Joe Kreiner, gerente de licenciamento da Epic Games, disse que por terem crescido vendo os heróis e vilões da Marvel, é uma honra ajudar os envolvidos a atingirem suas visões criativas e o nível de qualidade que o título exige.

É importante lembrar que o game adotará o modelo Free-to-Play e ao utilizar a mesma engine que trouxe ao mundo megaproduções como a série Gears of War ou o Batman: Arkham City, a Gazillion promete sacudir o mundo dos MMOs gratuitos, entregando um jogo visualmente fantástico.

Claro que muitos outros aspectos são necessários para que um título seja considerado bom e consecutivamente faça sucesso, mas um deles os caras parecem ter garantido e tenho certeza que a expectativa dos fãs só aumentou ao saber disso.

[via GameInformer]

emComputadores MMO

Good Old Games passará a vender Syndicate original

Por em 18 de janeiro de 2012

dori_syn_18.01.12

Quando a EA revelou que incumbiria a Starbreeze Studios de criar um novo capítulo para a série Syndicate e que este seria um jogo de tiro em primeira pessoa, vários fãs do original se revoltaram e se você foi um deles, saiba que um novo jogo feito no antigo estilo ainda não foi anunciado, mas ao menos será mais fácil jogarmos o game lançado em 1993.

O pessoal do Good Old Games anunciou que a partir de amanhã, dia 19 de janeiro, estará disponível em seu catálogo o título desenvolvido pela Bullfrog, o que significa que ele rodará mesmo nas versões mais recentes do Windows e ainda trará alguns extras, como o manual, algumas artes conceituais e imagens para serem usada como avatar, tudo isso por apenas US$ 5,99.

Como o meu contato com a série foi mínimo, esta será uma boa chance de conhecê-la e sobre a versão mais moderninha da franquia, a Electronic Arts avisou que no final deste mês a PSN e a Xbox Live receberão uma demo que nos permitirá jogar cooperativamente uma missão do novo Syndicate, que tem lançamento previsto para o dia 21 de fevereiro, para Xbox 360, Playstation 3 e PC.

[via Rock, Paper, Shotgun]

emComputadores Museu

Trailer mostra o impressionante mundo de Dear Esther

Por em 18 de janeiro de 2012

dori_dear_18.01.12

Se você gosta de jogos artísticos e está cansado de ver lançamentos onde temos que atirar em tudo o que se move, acho que será uma boa ideia dar uma chance ao Dear Esther, jogo em primeira pessoa que será lançado pelo Steam no dia 14 de fevereiro.

Descrito como uma história de fantasma, nele estaremos perdidos em uma ilha deserta, sem saber ao certo como fomos parar ali e tendo como recordação apenas alguns trechos de um terrível acidente. O foco da jogabilidade estará na exploração do lugar, cabendo ao jogador tentar descobrir os mistérios da ilha ou simplesmente, quem somos, deixando a todo momento a dúvida sobre se tudo aquilo não passa de uma ilusão.

Para um jogo com tamanha pretensão, ter um mundo convincente é de suma importância e o trailer abaixo mostra que este deverá ser um dos aspectos mais elogiados do título. O mais impressionante é que Dear Esther nasceu como uma modificação do Half-Life 2, tornando-se um produto separado posteriormente, ou seja, por mais difícil que seja acreditar, o que você verá no vídeo é algo criado com a utilização da boa e velha engine Source, portanto, talvez seja a hora de repensarmos o conceito de que ela está ultrapassada.

continue lendo

emComputadores Preview Vídeos