Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Tá todo mundo se livrando do General Lee. Até a Apple

Por em 26 de junho de 2015 - 128 Comentários
Laguna_Confederate_Flag

Bandeira dos Estados Confederados foi banida dos EUA (crédito: Headline Politics)

O amor venceu na civilização: em decisão apertada, a Suprema Corte dos Estados Unidos aprovou o casamento homo-afetivo. O casamento gay tornou-se legal nacionalmente e, caso não haja reconsideração em três semanas, nenhum dos 50 estados poderá banir a união entre pessoas LGBT.

Enquanto a bandeira arco-íris está em alta, outra foi banida esta semana naquele país: a bandeira da armada confederada.

A bandeira vermelha com cruz azul estrelada de 1863, que virou sinônimo dos 13 Estados Confederados no século XX, infelizmente era usada por alguns grupos para justificar atos violentos de racismo, virando símbolo norte-americano de suposta “supremacia branca”.

O banimento da bandeira confederada atingiu inclusive os games.
continue lendo

emApple e Mac Celulares Destaques Jogos

Jogos mobile? Até o CEO da GungHo prefere jogar nos consoles

Por em 26 de junho de 2015 - 1 Comentário

Puzzle-&-Dragons

Sei que muitas vezes pareço chato em relação aos jogos mobile, mas o fato é que nunca consegui me dedicar a games em um tablet ou smartphone, pois mesmo aceitando que alguns deles podem funcionar muito bem em uma tela sensível ao toque, ainda prefiro um portátil dedicado.

Contudo, pelo jeito eu não sou o único que ainda acha muito melhor gastar o tempo com títulos geralmente mais complexos disponíveis em outros aparelhos como consoles, já que de acordo com uma entrevista concedida por Kazuki Morishita, CEO da GungHo, jogos mobile não chamam sua atenção.

continue lendo

emCelulares

Dragon Quest VI ganha versão para Android e iOS

Por em 25 de junho de 2015 - 2 Comentários

dragon-quest-6

Quando se trata de jogos para tablets e smartphones, a Square Enix costuma ser bastante criticada pelos preços que pratica, principalmente quando se trata de adaptações de seus RPGs clássicos. Por outro lado, acho que a empresa deveria receber o reconhecimento por nos permitir ter acesso a títulos que poderiam ter sido esquecidos e o mais novo a receber este tratamento é o Dragon Quest VI.

Baseado no remake Realms of Revelation que foi lançado em 2011 para o DS, o jogo serve como o capítulo final para a trilogia Zenithian e traz algumas diferenças em relação a aquele que apareceu no Super Nintendo japonês em 1995, como a impossibilidade de recrutar monstros após o fim das batalhas, um minigame tendo os Slimes como tema e a mudança no nome de alguns personagens.

continue lendo

emCelulares Museu

Game of War vai demitir Kate Upton

Por em 18 de junho de 2015 - 9 Comentários

How_the_abysmal_Game_of-7e5f25da0ac720ba78e4cf550eeb40d6

Existem alguns críticos que comparam o modelo de negócios dos jogos freemium com estratégia de traficantes, mas eu discordo. Um traficante é um comerciante ilegal honesto, que (ao menos nas histórias de terror contadas por avós) oferecem drogas em portas de escola, como amostra grátis.

O estúdio que trabalha com jogos freemium monta todo seu negócio em volta de recompensas ilusórias, conquistas falsas e uma estrutura irritante onde você apenas não consegue avançar depois de algum tempo sem comprar as malditas moedinhas verdes.
continue lendo

emCelulares Indústria Jogos

Final Fantasy Tactics finalmente ganha versão para Android

Por em 9 de junho de 2015 - 5 Comentários

Final-Fantasy-Tactics

Eu sempre gostei muito de RPGs, mas foi só no primeiro PlayStation que tive a oportunidade de conhecer um dos seus subgêneros mais fascinantes, o RPGs de estratégia. Isso aconteceu porque no meio de tantos ótimos jogos que eram lançados para o saudoso consoles da Sony, estava um tal de Final Fantasy Tactics e ao lhe dar uma chance percebi rapidamente o quão espetacular era a criação de Yasumi Matsuno.

Tal jogo acabou se tornando uma lenda e embora em 2013 os dispositivos iOS tenham recebido uma adaptação daquela versão lançada para o PSP, a The War of the Lions, somente agora o jogo dá as caras nos tablets e smartphones com Android.

continue lendo

emCelulares Jogos

Hipster Whale lançará jogo inspirado em famoso glitch do Pac-Man

Por em 25 de maio de 2015 - Nenhum Comentário

pac-man-256

Encontrar um glitch em um jogo é algo bastante comum, ainda mais hoje em dia, quando as produções chegam às lojas sem muito esmero, mas de todos eles um dos mais conhecidos é o do estágio 256 do Pac-Man.

Os poucos que conseguiam chegar tão longe no icônico jogo se deparavam com um erro incrível que costumamos chamar de “split-screen level” ou “kill screen”, já que ele é impossível de ser batido. Devido a limitação de memória do game e a uma falha de programação, nesta fase metade do labirinto aparece todo bagunçado, impedindo o progresso e assim acabando com a partida do jogador.

continue lendo

emCelulares Games Jogos

CEO da Konami diz que futuro está no mobile

Por em 15 de maio de 2015 - 38 Comentários

hideo-kojima

Para a tristeza de todos aqueles que cresceram se divertindo com as várias fantásticas criações da Konami, é muito provável que o tempo de ouro da companhia tenha passado e toda a reformulação que ela tem enfrentado infelizmente não parece ser apenas uma mirabolante jogada de marketing orquestrada por Hideo Kojima.

Esta semana ficamos sabendo sobre como os jogos para tablets e smartphones tiveram um grande papel no aumento do lucro da empresa japonesa e no final daquele texto eu disse o quanto temia que isso estivesse influenciando as tomadas de decisões, o que a julgar por uma entrevista concedida pelo CEO Hideki Hayakawa, de fato está acontecendo.

continue lendo

emCelulares Destaque Destaques Games Indústria Jogos