Fotografia
Fotografia
Digital Drops Blog de Brinquedo

3º NewBorn Photo Conference — nós participamos

Por em 15 de abril de 2014

Aconteceu nos dias 10 e 11 de abril de 2014 em São Paulo um dos eventos mais esperados para aqueles que trabalham na área de fotografia de recém nascidos. Estamos falando do NewBorn Photo Conference que já está chegando a sua a 3º edição. O evento é capitaneado pelo IIF (Instituto Internacional de Fotografia) que conseguiu manter o nível de qualidade dos eventos anteriores. Com o teatro lotado, com cerca de 400 a 500 pessoas, que se encontravam ali pelo mesmo motivo, aprimorar suas técnicas para este tipo de fotografia ou pegar os primeiros passos para começar neste ramo. Ali encontramos fotógrafos de todos os níveis de conhecimento, mas todos com um único foco, o newborn!

Foram 3 palestras por dia, e para estrear o evento, o fotografo Cristiano Borges, pela segunda vez no palco do Newborn  Conference, veio para quebrar o paradigma de que homem não sabe e pode fotografar recém nascidos. E ele mostrou tudo o que sabe, desde a preparação do estúdio, a higienização para lidar com os bebês, equipamentos essenciais para tornar uma foto melhor. Cristiano comenta a respeito do valor a se cobrar pelo trabalho e deixa claro: “Fotografia de Recém Nascido tem o seu valor, e não simplesmente um preço.
continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Promoção Resenhas

Resenha – Sem Medo do Flash de José Antonio Fernández

Por em 31 de março de 2014

Olha só que bacana. Tenho em minhas mãos esse grande lançamento da iPhoto Editora, o livro Sem Medo do Flash do fotógrafo José Antonio Fernández. O assunto é delicado e ao mesmo tempo cativante. Vejo muita gente dizendo por ai que não gosta de utilizar flash porque elimina a naturalidade da cena. Desconfio que 99% destas pessoas, na realidade, não sabem utilizar o acessório, visto que ele pode melhorar em muito a sua imagem. Os fotógrafos iniciantes pecam justamente no uso do flash e é por esse motivo que os workshops sobre o assunto sempre lotam e todos ficam correndo atrás de informações que parecem ser até de cunho místico. Aprender flash não é difícil, você só precisa de um pouco de raciocínio lógico e entender algumas teorias matemáticas.

Sem medo do flash_iphoto editora

 

continue lendo

emDestaque Resenhas

DVD Direção de Modelos de Faya – Resenha

Por em 11 de março de 2014

Direção de Modelos sempre foi um tema espinhoso dentro da fotografia. Todo workshop de iluminação de estúdio ou de Book Fotográfico coloca no cronograma que será falado sobre direção de modelo. Porém, a maioria dos aluns saem destes workshops sem ter muito o que dizer sobre o tema. Eu creio que, dentro da fotografia de moda e retratos, está é a parte mais difícil, pois vai determinar o posicionamento da pessoa fotografada na imagem e, acima de tudo, a sua postura. Embora existam vários exercícios bacanas para você aprender a posicionar a sua modelo (inclusive muitas poses para referência na internet), sempre achei que a melhor direção de modelo é conseguida quando o fotógrafo consegue se conectar a pessoa fotografada. Neste ponto, então, teria grande importância a própria personalidade do fotógrafo.

Mas, aprender é preciso e, já que vivemos em um mundo onde a informação está disponível para quem quiser adquirir, a iPhoto Editora colocou no mercado o DVD Direção de Modelos do fotógrafo carioca Faya. O DVD, basicamente, trabalha com a concepção de que para dirigir pessoas (modelos profissionais ou não) é necessário que o fotógrafo saiba passar comandos e orientações para a melhor execução das poses. E é exatamente isso que o DVD entrega. Aqui temos um conjunto de ações que criam uma metodologia eficaz para passar orientações para a modelo durante o ensaio fotográfico. A primeira parte do vídeo é destinada a mostrar que o fotógrafo deve entender o corpo da modelo dividido em três partes. Temos a base, composto pelas pernas, o tronco e a cabeça. Uma quarta parte seriam os acessórios. Muito bacana ver como o fotógrafo se preocupa em criar a pose levando em conta todas essas partes, a importância do posicionamento das mãos, por exemplo. Muito útil para quem nunca se preocupou com os pequenos detalhes do posicionamento de sua modelo. Essa primeira parte dura um pouco menos de meia hora.

A segunda parte do DVD é dedicado a ensaios práticos. São três ensaios que são executados em situações diferentes. O primeiro é feito em estúdio, com uma única fonte de luz e com produção bem carregada, bem fashion. O segundo ensaio é feito em uma locação interna e, o terceiro, em uma locação externa. Os três ensaios mostram como construir a pose tendo uma especial atenção para cada uma das três partes do corpo e como enfrentar problemas que possam aparecer durante o ensaio. A próxima parte é a análise das fotos. Gosto muito quando um DVD prático apresenta isso, pois podemos ter noção do resultado de todo o circo que foi armado para executar o trabalho. O DVD termina com uma sessão de dicas onde o fotógrafo fala um pouco do começo da carreira dele e como é sua metodologia de atendimento e trabalho. Dicas importantes para quem está começando na fotografia ou na área de books e ensaios de moda.

Ter esse DVD vai transformar completamente sua maneira de dirigir modelos? Vai depender muito de seu grau de conhecimento. A técnica de direção de modelo ensinada no DVD só serve se você já sabe onde quer chegar, se já possuí a referência necessária para montar as poses. Mas, é um grande passo para você melhorar consideravelmente as suas imagens de moda e book fotográfico. O DVD Direção de Modelos do Faya está disponível para compra no site da iPhoto Editora e o valor do investimento fica em R$ 99,00.

dire_o_de_modelos_dvd

emResenhas

Livro Direito Autoral para Fotógrafos de Marcelo Pretto

Por em 18 de fevereiro de 2014

Acabei de ler um dos livros técnicos de fotografia mais bacanas dos últimos tempos. E não estou falando de um livro que ensine técnica fotográfica ou arte. Estou falando do livro Direito Autoral para Fotógrafos escrito pelo Marcelo Pretto e lançado pela iPhoto Editora. Em minha opinião esse é um assunto muito importante para nossa profissão, e até para quem não tem a fotografia como profissão, mas se considera um amante do mundo das imagens. Em tempos em que uma imagem pode circular o mundo em apenas alguns cliques e que a privacidade é colocada a prova quase todos os dias, se torna necessário saber o que podemos fazer com nossas imagens, o que podemos fotografar, o que podemos divulgar, nossos direitos e nossos deveres. Mesmo com o tema sendo muito importante, vejo muitos fotógrafos não dando atenção para coisas básicas como contratos de serviço e entender até onde vão os seus direitos.

Marcelo Pretto é advogado especialista em Direitos Autorais pela FGV (Fundação Getúlio Vargas). Atua como professor de fotografia e consultor jurídico de fotógrafos em São Paulo. É autor do módulo “Direitos Autorais, Direito de Imagem e Direito de Fotografar”. Através de sua experiência como fotógrafo conviveu no dia a dia com as dificuldades e dúvidas sobre como trabalhar com os direitos autorais. A partir disso, criou uma bagagem riquíssima que compartilha e usa para orientar fotógrafos e profissionais de imagem. O livro possui 146 páginas, com papel de qualidade e vem ricamente ilustrado com figuras e exemplos práticos de todos os assuntos tratados.

Garanto que, mesmo não sendo uma leitura a que os fotógrafos estejam acostumados, não é nada chato ou entediante, pois estamos tratando de assuntos que nos importam. Óbvio que não é possível escapar de termos jurídicos ou da transcrição de leis, mas tudo é muito bem explicado e não há margem para dúvidas. O livro começa basicamente batendo em um assunto importante para quem fotografa: a questão do direito de imagem e a definição do que é uma pessoa pública. Pode parecer assuntos simples, mas não são. O livro segue determinando o que é Lugar Público e onde podemos fotografar, ou não. Esse é outro assunto muito recorrente em fóruns e listas de discussão de fotografia. Depois desta parte bem bacana, entramos realmente no assunto de direitos autorais da imagem e as definições de direito moral, direito patrimonial, o que são obras protegidas e não protegidas, direitos conexos e direitos de equipe. Coisas que muitos não sabem que existem. Outra discussão interessante é a respeito do portfólio on line e as limitações do que pode ou não pode ser publicado na internet. De quebra, jovem Padawan, você leva de lambuja vários modelos de contratos de prestação de serviços e de direitos de uso de imagem.

Porém, uma parte especialmente deliciosa do livro, são os casos verídicos de problemas jurídicos que são mostrados na parte final do livro. São 12 casos que aconteceram recentemente, tanto no Brasil quanto no exterior, de disputas que chegaram até a justiça. Com essa análise acabamos por perceber como a Lei Brasileira de Direitos Autorais e que as decisões judiciais nem sempre seguem o caminho que esperamos. É só acompanhar os jornais diariamente que poderemos encontrar notícias envolvendo Direitos Autorais. Essa é uma matéria que não podemos mais deixar de lado. O livro termina com uma lista de perguntas frequentes que todo fotógrafo já deve ter feito, como, por exemplo, o que acontece quando perdemos os arquivos, por quanto tempo temos que guardar as imagens de um serviço e participação em concursos fotográficos. Além de citar todas as leis que fazem parte da questão dos direitos autorais, o livro trás na íntegra a Lei 12.853/2013 (Lei de Direitos Autorais), que faz diversas alterações na Lei 9.610/1998.

Se você é profissional, ou leva a fotografia muito a sério, esse é o livro para ter na escrivaninha. Vai se tornar uma importante fonte de consultas para as diversas situações do dia a dia.

direito_autoral

emDestaque Resenhas

Nokia lança Lumias 1520 e 1320 e invade território do iPad Mini

Por em 18 de fevereiro de 2014

Os Lumias pelo visto vieram para ficar. Já são a segunda plataforma mais vendida no Brasil, o que não deixa de ser curioso, pois demonstra que o consumidor que rejeitou o Windows 8 não teve problemas com o Windows Phone, que com sua interface completamente diferente do “padrão”, sempre foi a grande incógina. Pelo visto ser bonito e elegante ajuda. Hora de comprar whey.

Depois do Lumia 1020 e sua câmera mágica, que na verdade troca as fotos de todos os homens pelo George Clooney e todas as mulheres pela Scarlett Johansson, foi a vez da Nokiasoft (too soon?) investir em um território novo: os telefones enormemente grandes demais da gota.
continue lendo

emCelular Celulares Destaque Destaques Especial Resenha Resenhas

DVD Newborn de Erika Muniz – Resenha

Por em 30 de novembro de 2013

Em alguns momentos, as modas americanas e europeias acabam aportando em terras tupiniquins. Algumas são muito estranhas e acabam não vingando por aqui. Por isso que tenho muito receio em comprar livros e DVDs técnicos de fotografia (casamento, book, gestante) de autores estrangeiros, pois a estética é diferente. Nem tudo que funciona no exterior acaba por ser eficaz por aqui, vide a propensão dos americanos em fazer montagens bregas.  Já existe uma linguagem do casamento brasileiro, por exemplo, e romper isso é muito complicado (embora alguns fotógrafos tenham tido sucesso).

Agora temos o Newborn ou, como gosto de falar, a fotografia de recém nascidos. Sou meio contra nomes estrangeiros, mas temos que pensar no marketing também. Recém nascidos se tornou o novo filão a ser explorado na fotografia brasileira. Tudo bem, já temos vários estúdios explorando o tema dos acompanhamentos de bebês, mas o Newborn é uma coisa diferente, uma coisa que pouca gente sabe como fazer e, muitos dos que dizem que fazem, não estão fazendo direito. Depois que assisti ao DVD Newborn – Ensaio de recém-nascidos da fotógrafa Erika Muniz, percebi que a coisa toda é mais um conceito do que uma técnica. Um serviço completo a ser prestado e não apenas a fotografia.

O DVD, ao contrário de outros lançamentos da iPhoto Editora, abre com uma entrevista com a fotógrafa. Erika Muniz explica de onde veio a ideia de fotografar recém-nascidos e de onde tirou as influências para começar a praticar no Brasil um tipo de fotografia que já era bem famosa nos Estados Unidos. Destacando a coragem da fotógrafa em largar outros segmentos da fotografia para apostar em algo que ainda não tinha um público cativo no Brasil. Os próximos 3 capítulos do DVD trazem temas que podem ser estranhos para a maioria dos fotógrafos. O objeto deste tipo de fotografia são bebês que estão, no máximo, em sua terceira semana de vida. Ou seja. existem cuidados que devem ser tomados para garantir a segurança do estúdio para os modelos (estamos falando de higienização e conforto térmico). O cuidado com a higienização do estúdio é tão grande que tudo é limpo depois de cada ensaio e a fotógrafa utiliza protetores descartáveis nos pés para não trazer nenhuma impureza para dentro do estúdio.

Outra coisa é que, praticamente, é só o fotógrafo que lida com o bebê, ou seja, é necessário aplicar técnicas para acalmar a criança. A maioria das fotos de Newborn são feitas enquanto a criança está dormindo, e por isso é necessário saber como lidar com a criança. Esses motivos já são suficientes para descartar esse tipo de fotografia para um estúdio comercial onde a quantidade é mais importante do que qualidade. Mas, também temos que lembrar que, por conta da instabilidade do humor da criança, uma ensaio como esse pode durar até quatro horas. Um trabalho muito específico e longo. O DVD segue mostrando os equipamentos necessários e a iluminação necessária para os ensaios. Na parte de equipamentos temos uma câmera e duas lentes de grande qualidade. Um investimento alto, mas centralizado em pouca coisa. A iluminação também é simples, mas aplicada de maneira inteligente. O importante é o local, o tratamento com o cliente, o jeito com as crianças e, acima de tudo, sensibilidade. Não é possível fazer um ensaio destes sem ter uma ligação sentimental para com as crianças. Talvez esse seja o motivo de que os fotógrafos mais famosos de Newborn sejam mulheres.

O DVD segue com 3 ensaios práticos onde podemos ver a fotógrafa em ação. Fotografar um recém-nascido é algo completamente fora da experiência da maioria dos fotógrafos. Quem fotografa book e está acostumado a matar o serviço em duas horas vai se sentir oprimido com a duração e a paciência necessária para se lidar com uma criança tão nova. Esse é um fator de seleção interessante. Nem todo mundo vai conseguir realizar esse tipo de fotografia. Um bom desafio para quem está pensando em encarar os newborn. Finalizando o DVD temos a análise das fotos feitas junto com a fotógrafa.

Sei que o mercado de DVDs e livros de fotografia está saturado com os mais diversos temas. São lançamentos periódicos e ficamos sem saber se aquele livro ou DVD realmente nos mostra uma coisa nova, ou um ensinamento que valha a pena o dinheiro gasto. Esse Newborn – Ensaio de recém-nascidos da fotógrafa Erika Muniz é uma adição muito interessante para o acervo de fotógrafos iniciantes e veteranos que estão interessados em adentrar neste mundo mágico e fascinante. Você pode comprar o DVD direto no site da iPhoto Editora e o valor do investimento é de R$ 119,00.

dvd_newborn_-_erika_muniz

 

 

emDestaque Resenhas

Canon EF 28mm f/1,8 USM – Primeiras Impressões

Por em 26 de agosto de 2013

ef_28mm_f1_87628

A lente Canon EF 28mm f/1,8 USM não é uma lente nova, mas faz parte de uma antiga ambição de minha parte em trocar todas minhas lentes zoom por lentes fixas. Isso se deve por conta da qualidade de imagem e também da grande abertura de diafragma. Mas, como sou um fotógrafo com poucos recursos acabei focando (olha o trocadinho) em lentes com abertura f/1,8. Sei que a qualidade do cristal em lentes com aberturas f/1,4 é bem superior, mas ainda está um pouco longe de minhas atuais possibilidades. Então, depois de comprar a 85mm f/1.8, decidi investir nesta 28mm. Acho que o relato de minhas experiências aqui é válido, visto que muita gente não tem o hábito de comprar lentes fixas e até se sentem desconfortáveis com uma em mãos.

continue lendo

emDestaque Lentes Resenhas