Fotografia
Fotografia
Digital Drops Blog de Brinquedo

Câmera do iPhone com qualidade de DSLR? Talvez sim.

Por em 16 de abril de 2015

iPhone_DSLR

Eu já falei coisas horríveis de câmeras de celulares. Já disse que elas não prestavam, que nunca chegariam perto da qualidade de uma câmera fotográfica normal e que era loucura confiar suas fotos a mecanismos que entregavam uma bela porcaria como produto. Ou seja, queimei feio minha língua. Hoje tenho que admitir que a maioria dos smartphones consegue superar as pequenas câmeras compactas, tanto que esse é um mercado que está indo literalmente para o abismo. Porém, ainda possuem gritantes limitações, principalmente na questão da profundidade de campo e ruído em situações de baixa iluminação. Porém, isso pode vir a não ser mais um obstáculo para esses equipamentos.

A Apple, em uma jogada normal do mundo da tecnologia, colocou a mão no bolso e gastou US$ 20 milhões para adquirir a LinX, uma empresa israelense que está tentando revolucionar a industria de fotografia mobile com uma câmera pequena, porém com grande poder de qualidade de imagem. A ideia é que aparelhos pequenos possam produzir imagens comparáveis com as de câmeras DSLR. O site da LinX (extremamente horrível), explica que a tecnologia da câmera é uma junção de processamento de imagem, sensor avançado e ótica desenhada especialmente para a câmera. E no pacote de processamento estão elementos como reorientação da imagem, HDR, fidelidade de cor, atraso de obturador e outras coisinhas. A câmera vai entregar imagens em 2D, mas o seu conjunto de lentes vai capturar informações de profundidade que podem ser utilizadas, via software, para modelar imagens em 3D, medir distâncias entre objetos,  ou aumentar e diminuir a profundidade de campo nas fotos.

Porém, nada disso significa que vamos ver essas inovações tão logo. Grandes empresas da área de fotografia possuem várias patentes revolucionárias que estão em desenvolvimento por anos e não possuem data prevista de lançamento. A própria LinX não tem nada prático para mostrar, apenas um projeto em desenvolvimento. Mas, pode ser o início de algo bacana com potencial para trazer uma qualidade absurda para a fotografia de pequenos dispositivos a médio prazo. Quem viver verá.

Fonte: Petapixel.

emFotografia Mercado Notícias

Tribunal de Nova Iorque diz que fotógrafo pode continuar registrando seus vizinhos

Por em 11 de abril de 2015

Neighbors

A treta já vem se arrastando há alguns anos. O tema até virou matéria de discussão em comunidades e fóruns dedicados ao estudo de direitos autorais e fotografia aqui no Brasil. Porém, agora temos uma decisão polêmica dos tribunais de Nova Iorque em segunda instância dando ganho de causa para o fotógrafo. Antes de falarmos do julgamento, vamos entender o caso.

O fotógrafo americano Arne Svenson decidiu, no distante ano de 2013, começar um novo projeto fotográfico fine art ao observar seus vizinhos dos edifícios localizados em frente à janela de seu apartamento. Ele determinou que o dia a dia desses vizinhos, observados através das janelas, poderia render imagens interessantes. Armado de uma câmera e uma teleobjetiva, Svenson começou a fotografar essas pessoas e nasceu o projeto The Neighbors. Até nesse ponto tudo foi maravilha. As complicações começaram quando o fotógrafo decidiu fazer uma exposição com essas imagens e vender os quadros como um produto fine art.
continue lendo

emDestaques Fotografia Notícias

Foto causa polêmica no Instagram

Por em 30 de março de 2015

E já temos a polêmica vazia do mês no mundo da fotografia. Vejam que história deliciosamente ridícula. Rupi Kaur, poeta e artista de Toronto, postou em sua conta no twitter a foto abaixo. A imagem, feita cuidadosamente em uma composição aditiva, revela uma mulher deitada na cama, totalmente vestida, porém com uma mancha vermelha no colchão e em sua calça.

instagram_censura

A foto, simulando claramente a menstruação feminina, tem por objetivo, segundo a artista, desmistificar e desestigmatizar um processo normal e regular que acontece com o corpo feminino. Essa imagem faz parte de uma série de fotos sobre a menstruação para um curso de retórica visual na Universidade de Waterloo. Infelizmente, o Instagram não parece ter senso artístico em relação as imagens postadas no serviço e deletou a imagem sumariamente. No local, uma mensagem singela dizendo que a foto vai contra os termos de uso do Instagram. Como artistas não se entregam facilmente aos desígnios do sistema, Rupi postou a mesma foto outra vez. Novamente a imagem foi limada.
continue lendo

emDestaques Fotografia Notícias Web 2.0

Catstacam — acompanhe a vida de seu gato no Instagram

Por em 26 de março de 2015

Catscatam

Quase todo mundo gosta de gatos. Creio que 90% da população deve achar esses bichos fofinhos e se encantar com as milhares de fotos que são postadas nas redes sociais todos os dias. Eu mesmo tenho um álbum específico para eles no meu Facebook. Sim, faço parte do contingente gigantesco de pessoas que gostam muito deles. Mas, e se existisse a possibilidade de, ao invés de fotografar seu bichinho, você deixar que ele mesmo fotografe o seu dia a dia?

Essa é a ideia maluca, e não muito original, visto que existiram experimentos como esse, que a empresa Whiskas (sim, aquela que vende ração para os felinos) está colocando em prática com o desenvolvimento do Catstacam. A concepção é simples. Estamos falando de uma pequena câmera que fica presa ao pescoço do gato e tem por objetivo registrar as andanças do animal. A câmera é acionada por movimento e é programada para fazer 6 fotos por minuto enquanto o animal está se locomovendo. Assim que o aparelho entra na área de cobertura de uma rede Wi-Fi ele se conecta automaticamente a uma conta no Instagram e faz o upload das fotos já com a tag #catstacam. Ainda como brinde, a caixa da câmera se transforma em um divertido brinquedo para seu gato.
continue lendo

emDestaques Fotografia Notícias Planeta Sem Fio Web 2.0

As fotos do Telescópio Hubble são feitas em preto e branco. Você sabia?

Por em 25 de março de 2015

hubble_preto_e_branco

Pausa para um pequeno vídeo bacana e muito interessante. Isso se você gosta de astrofotografia, é claro. Como fã incondicional de ficção científica e cinema de aventura, imagens do universo sempre me fascinaram. Embora não seja um grande praticante de astrofotografia, já dei os meus pulos nessa arte e acompanho notícias e alguns fóruns sobre o tema. Já tinha ouvido de alguns fotógrafos mais entendidos sobre o assunto deste texto, mas nunca tinha visto nada oficial. A National Geographic publicou um vídeo em seu canal do Youtube mostrando alguns dos segredos do pós-processamento das imagens feitas pelo telescópio Hubble.

Na verdade, por uma questão técnica, todas as fotos feitas pelo grande telescópio são, na verdade, capturadas em preto e branco. Isso é feito para manter o máximo de informações em suas fotos. São feitas várias fotos em P&B e depois, no pós-processamento, são aplicados filtros coloridos. Um azul para evidenciar a luz do oxigênio, um verde para a luz do hidrogênio e um vermelho para a luz do enxofre. Depois, essas três imagens são mescladas no photoshop para gerar as fotos que são divulgadas pelo site da NASA.

Vejam abaixo em 3 minutos como a mágica acontece. A foto trabalhada é a “Pillars of Creation” que foi relançada pela NASA no ano passado para celebrar os 20 anos da captura original. Confira o vídeo abaixo:
continue lendo

emAstronomia Destaque Destaque Destaques Fotografia Manipulação digital Notícias

Simulador de profundidade de campo e efeito Bokeh

Por em 19 de março de 2015

simulador_profundidade_campo

Ensinar profundidade de campo é um dos desafios para quem trabalha com fotógrafos iniciantes. Digo que é um desafio pois envolve um pouco de matemática e raciocínio e a maioria das pessoas não espera encontrar isso em um curso de fotografia. Acham que é só apertar um botão. Porém, todo mundo quer saber como faz aquele efeito de desfocar o fundo da foto. Explicando rapidamente, profundidade de campo é a zona de nitidez que se encontra, mais ou menos, perto do plano de foco. Ou seja, quanto menor a profundidade de campo, tudo que está atrás e a frente do objeto fotografado vai ficar embaçado (um efeito que chamamos de Bokeh). Quanto maior a profundidade de campo, tudo que está atrás e a frente do objeto vai estar mais nítido.

continue lendo

emFotografia Notícias Software

LEGO e Fotografia Fine Art: um casamento perfeito

Por em 17 de março de 2015

Eu ministro cursos de fotografia desde 2008. Já ensinei de tudo um pouco, mas a idade vai chegando e começamos a nos direcionar para assuntos que realmente nos trazem prazer. Nos últimos tempos tenho  um grande prazer em discutir, ensinar e ouvir sobre fotografia autoral. O autoral é aquilo que move um verdadeiro amante da fotografia a trabalhar com um tema ou um estilo específico. Desenvolver um trabalho fotográfico com seu olhar particular e se preocupando também com a forma. O refinamento destas imagens pode levar a produção de um trabalho denominado como fotografia fine art, onde a paixão pode começar a se tornar uma fonte de renda.

lego_fineart_3

continue lendo

emDestaques Fotografia Notícias