Fotografia
Fotografia
Digital Drops Blog de Brinquedo

Semana da Fotografia 2015 — preço promocional até amanhã

Por em 30 de janeiro de 2015

semana da fotografia

E está aberta a temporada de Congressos de Fotografia no Brasil. A iPhoto Editora já está divulgando a Semana da Fotografia 2015 que chega a sua 6º edição e vai ser realizada, mais uma vez, na cidade de Balneário Camboriú / SC (nossa, que coisa chata). O evento vai acontecer nos dias 23, 24 e 25 de março no Centro de Eventos Itália, um local com capacidade para 550 pessoas. A Semana da Fotografia foi criada em 2010 por Altair Hoppe e desde esse ano já atendeu mais de 2 mil profissionais da área de fotografia.

O formato aqui é bem conhecido dos fotógrafos. São três dias de palestras que vão contemplar todos os grandes temas da fotografia profissional no Brasil. Então teremos palestras de fotografia de recém nascidos, casamento, atendimento ao cliente, iluminação de estúdio e edição de álbuns. Ou seja, muita coisa para assimilar. Vocês podem até me perguntar se vale a pena investir em algo que possui uma quantidade enorme de temas e vertentes. Bem, eu já participei de vários Congressos de Fotografia e posso dizer que você pode não aproveitar tudo (inclusive por conta de afinidade com os temas), mas existe a possibilidade de você mudar radicalmente suas práticas com a palestra certa, ou melhorar muito algum aspecto de sua vida profissional com os ensinamentos de quem já está se destacando no mercado fotográfico atual.

continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Notícias

Revista Sports Illustrated demite seus últimos fotógrafos

Por em 26 de janeiro de 2015

Night Baseball in Milwaukee August 16, 1954 X 1388 Credit: Mark Kauffman

Chegamos ao ponto em que quase tudo voltado para a mídia está em transição. Revistas e jornais não vendem mais como antigamente e cobrar por conteúdo informativo na internet tem se mostrado uma coisa não muito viável. A notícia se internacionaliza com uma grande velocidade, e ler sobre um assunto velho em uma revista mensal pode ser a receita para o fim. Da mesma forma a fotografia como um todo (seja profissional ou não) também mudou. Temos ainda um grupo de fotógrafos espetaculares trabalhando para os grandes meios de comunicação, mas o fotógrafo menos capacitado também está ganhando seu espaço. Os equipamentos fotográficos digitais evoluíram a um ponto em que garantem que qualquer pessoa consegue fazer uma foto, no mínimo, aceitável. Por isso que vemos a mídia profissional tentar reestruturar suas finanças demitindo fotógrafos experientes e apostando em outros menos capacitados e mais baratos. Foi assim com a CNN em 2011 e com o Chicago Sun-Times em 2013.

Agora é a vez da revista Sports Illustrated entrar para esse cenário negro. O editor da revista acaba de anunciar a demissão dos últimos 06 fotógrafos que faziam parte da equipe editorial da publicação.
continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Destaques Notícias

Fotógrafo processa Nike por quebra de direitos autorais

Por em 24 de janeiro de 2015

Olha só que caso espinhoso. Todo mundo conhece a Nike. Todo mundo conhece Michael Jordan. E todo mundo já deve ter visto, mesmo que não ligou uma coisa a outra, o logotipo Jumpman que a Nike utiliza para vender a linha de materiais esportivos ligados ao nome de Michael Jordan. Mas, acho que poucos conhecem o fotógrafo Jacobus Rentmeester. Esse rapaz acaba de entrar com um processo de quebra de direitos autorais contra a Nike por conta justamente do logotipo acima citado.

Em 1984 o fotógrafo registrou uma das primeiras fotos de Jordan fazendo seu famoso salto para a revista Life. A foto foi publicada em uma página dupla e, para realizá-a, o fotógrafo se utilizou de uma Hasselblad e flash estroboscópico. A foto, do jeito que foi publicada na revista, está representada abaixo.

jordan_Nike_direitos_autorais

Aproveitando a incrível qualidade da foto, a Nike pagou em agosto de 1984 para o fotógrafo a quantia de US$ 150,00 para utilização temporária da imagem em suas campanhas publicitárias. Até ai tudo bem, mas agora o caso fica um pouco mais complicado.
continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Destaques Notícias

Filmes fotográficos da época da 2ª Guerra são encontrados e mostram conteúdo espetacular

Por em 20 de janeiro de 2015

filmes_2º_guerra

Já ouvimos histórias parecidas com essa nos últimos anos. Negativos perdidos de um momento importante da história do século XX são encontrados e demonstram conteúdo relevante para entendermos o dito período. Aliás, fica aqui uma observação. Enquanto fotografias digitais são perdidas aos milhares em HDs ou cartões de memórias defeituosos, as cópias em negativo ou papel de décadas atrás se mantém firmes e fortes, sofrendo a ação do tempo, é claro, mas ainda testemunhos impressionantes da nossa história, seja social ou familiar.

Dentro desta visão, é bacana descobrir que existem projetos como o The Rescued Film. Capitaneado pelo fotógrafo Levi Bettweiser, o objetivo do projeto é procurar pelo mundo filmes ainda não revelados, de qualquer tema ou qualquer idade, e trazer essas fotos ao conhecimento do público. Claro que muito do que é encontrado é apenas registro familiar (eu mesmo encontrei alguns rolos de negativos não revelados na última faxina do estúdio), mas algumas surpresas ainda podem ser encontradas.

Uma delas aconteceu no final de 2014. Ele adquiriu em um leilão em Ohio 31 rolos de filmes preto e branco que foram utilizados por um soldado durante a 2º Guerra Mundial. Não havia indicação do nome do soldado que fez as fotos e nem as datas específicas, mas vários dos rolos estavam marcados com nomes de locais, como Boston Harbor, Lucky Strike Beach, LaHavre Harbor. É o tipo de coisa que você acaba comprando sem saber no que vai dar. Os negativos podem estar em perfeitas condições, ou não.

Segundo Bettweiser o primeiro rolo a ser revelado é sempre o mais angustiante, pois ele pode ser uma indicação do estado de conservação do lote inteiro. Felizmente, ele foi bem sucedido e revelou uma quantidade enorme de imagens que mostram um pouco do cotidiano das tropas durante o período. Com certeza um tesouro histórico inestimado. O próprio Levi Bettweiser gravou um vídeo fantástico de 10 minutos sobre essa aventura que pode ser encontrado na página do projeto.
continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Destaque Destaques Notícias

iPhoto Fair — a primeira feira de fotografia online do mundo

Por em 13 de janeiro de 2015

photo-image-brasil

Demorou para acontecer, mas aconteceu. Depois que o mercado de ensino de fotografia foi invadido pelos cursos online e pelos Congressos de Fotografia online, nada melhor do que esperar por uma feira de fotografia dentro dos mesmos moldes. E isso não é uma novidade vinda de fora. Segundo a iPhoto Editora (empresa que está capitaneando a novidade), o iPhoto Fair vai ser a primeira feira de fotografia totalmente online do mundo. Para quem nunca foi em uma feira a coisa é bem simples. São vários estandes com expositores que colocam seus produtos para serem apreciados. Você geralmente ganha uma sacola onde vai colocando todos os folders e brindes que são fornecidos nos estantes (geralmente oferecidos por mulheres lindas e que não entendem nada do assunto). O legal da coisa é poder conversar com os representantes das marcas e elucidar dúvidas ou fazer reclamações.

Mas, como isso funciona online? Você vai se cadastrar no site do evento e criar o seu avatar (que pode ser totalmente personalizado) e adicionar informações profissionais e de contato. A interface gráfica do aplicativo permite ver as pessoas andando no ambiente e ao passar o mouse pelos avatares você pode ver as informações de contato e, se quiser, iniciar uma conversa com essa pessoa. É possível fazer pesquisas sobre produtos e empresas e ser transportado automaticamente para o estande escolhido. Segundo o anúncio da empresa, os estandes são realistas e com espaços para projeção de vídeos, Você também pode colocar material publicitário da empresa em sua sacola virtual (na forma de arquivos pdf, fotos, imagens em 3D). Da mesma forma você pode visualizar os produtos que estão a venda e ter completas informações sobre eles. Se quiser conversar com um atendente, tudo pode ser feito via Skype. Fora isso, haverá um auditório com conteúdo exclusivo e palestras com grandes nomes da fotografia nacional. Ou seja, uma feira de fotografia completa.

Vou ser sincero. Quando ouvi sobre o congresso online fiquei com a pulga atrás da orelha. Também fiquei assim com os primeiros cursos online e depois com os congressos. O que tenho a dizer é que existem bons cursos, e também os horríveis que existem apenas para ficar com o seu dinheiro e oferecer produtos de qualidade questionável. Ou seja, depende de quem está organizando e a seriedade. A iPhoto é a mesma empresa que montou um congresso voltado para a fotografia de nu e sensual e um para fotógrafos de formatura. Ambos pareciam bombas, mas foram um sucesso. Então não custa nada olhar essa iniciativa com bons olhos. Um congresso ou uma feira são eventos que, tradicionalmente, ocupam grandes espaços e são realizados quase que majoritariamente nas grandes capitais. Com a participação online existe a possibilidade de todos visitarem o ambiente virtual da feira na comodidade de seus lares. Basta uma conexão com a internet.

O iPhoto Fair vai se realizar nos dias 7, 8 e 9 de abril de 2015. A participação é gratuita e você pode preencher um cadastro de visitante ou utilizar sua conta do Facebook, Linkedin ou Google+ para agilizar o cadastro. Quer saber mais informações? Então você pode acessar o site oficial do evento ou dar uma olhada no vídeo abaixo.
continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Notícias

Canon pretende levar produção de câmeras de volta para o Japão

Por em 13 de janeiro de 2015

canon

Todo mundo que possui equipamentos analógicos da Canon pode olhar a placa, na parte inferior do equipamento, que diz: Made in Japan. Aliás, essa plaquinha era sinônimo de equipamento mais caro em uma revenda. Hoje em dia não é assim. Por conta do alto preço da produção no Japão a maioria das empresas daquele país decidiu terceirizar a produção em países onde a mão de obra era mais barata e menos organizada. Com isso começamos a encontrar equipamentos com a placa Made in China. Tirando a parte social da coisa (exploração do trabalho e outras coisinhas) os equipamentos são os mesmos e possuem a mesma garantia.

Porém, ao que tudo indica, a empresa agora vai colocar em prática um processo inverso. Aproveitando a desvalorização do iene a Canon indica que voltará a concentrar a maior parte da produção de suas câmeras no Japão. Aliás, os próprios planos econômicos do governo japonês possuem esse objetivo. Com o custo de produção mais baixo, as empresas devem voltar a concentrar a produção em território nacional, porém a Canon foi a primeira grande empresa a anunciar essa intenção.

Em novembro do ano passado a empresa deu o primeiro sinal de que isso iria acontecer.  Na época foi anunciado que o aumento seria de 50% na produção interna. No anúncio oficial a empresa diz que o a produção atual da companhia no Japão é de 40% do total. Nos próximos 3 anos essa produção deve chegar a 60%. Os produtos que estão dentro deste plano de expansão interna são câmeras fotográficas, copiadoras e impressoras. Embora não tenham nada concretizado, outras empresas japonesas como Panasonic e Sharp estão com estudos para também voltar a produzir mais dentro do Japão.

Fonte: Dpreview

emÁudio Vídeo Fotografia Notícias

Tava demorando: britânicos terão curso da “Arte do Selfie”

Por em 7 de janeiro de 2015

types-of-selfies

É verdade que selfies viraram uma febre indiscutível. Tanto é verdade que o mercado de smartphones acompanhou a tendência, passando a oferecer aparelhos com câmeras frontais cada vez melhores. O que é excelente, houve uma demanda que forçou o mercado a se mexer e oferecer produtos com maior qualidade. Todo mundo sai ganhando afinal.

Claro que há os espertos, e não demoraria para esses tentarem arrancar dinheiro dos incautos. É o que acontece com uma faculdade de Londres, que está oferecendo um curso de “arte do selfie”.

continue lendo

emComputação móvel Internet Miscelâneas Notícias Planeta Sem Fio Web 2.0