Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

ENHANCE: algoritmo permite recuperar imagens nítidas dos reflexos, ou através de grades e chuva

Por em 6 de agosto de 2015 - 59 Comentários

Laguna_Janela_Indiscreta_peq

Acho que todo fotógrafo já se deparou com a seguinte situação: você tem a imagem perfeita em mente, mas em campo a fotografia só pode ser capturada através de telas de arame ou mesmo janelas.

Em ambos os casos, dá para tentar retirar a obstrução, trocar a lente por uma teleobjetiva ou mesmo mudar sua posição para minimizar esses obstáculos, mas nem sempre é possível evitar grades e reflexos na frente do alvo em questão. No fim, a imagem final acaba por incluir tais elementos indesejados.

Bom, talvez haja uma solução.
continue lendo

emDestaques Google Manipulação digital Software

Além de estradas, no futuro também não precisaremos de fotógrafos

Por em 29 de junho de 2015 - 45 Comentários

static

A imagem acima é bem legal. Sou eu, em um Aston Martin DB9, a meu lado a Luciana Vendramini. Ao fundo o belo hotel Il San Pietro di Positano, na Itália. Essa imagem existe, ao menos matematicamente. Podemos chegar nela variando aleatoriamente o valor de cada pixel ou buscando pelo arquivo JPEG completo por exemplo dentro de π. Há até um trabalho de um artista que se propõe a produzir todas as fotografias possíveis.
continue lendo

emDestaques Fotografia Manipulação digital

Adobe libera pacote de atualizações para o Creative Cloud 2015

Por em 17 de junho de 2015 - 15 Comentários

creative cloud 2015

Muita gente teve chiliquinho quando a Adobe anunciou o Creative Cloud. Os programas não seriam mais vendidos e sim disponibilizados mediante uma assinatura mensal. Mas. eu só vi vantagens nisso tudo. Você pode ter acesso a diferentes programas do pacote dependendo de suas necessidades. Sem falar que a maior parte da galera não tinha o dinheiro necessário para comprar uma versão original do Photoshop. Hoje tudo está acessível ao preço de uma ida ao cinema e tem gente que ainda usa o piratex. Outra vantagem do serviço são os pacotes de atualização que podem acoplar novas funcionalidades sem a necessidade de você comprar outra versão do programa.

continue lendo

emFotografia Manipulação digital

Emulador de filme fotográfico direto no navegador

Por em 8 de junho de 2015 - 14 Comentários

filme_emulator

A prova de que estou ficando velho é que já tenho alunos nos cursos de introdução a fotografia que nunca viram ou fotografaram com filme fotográfico. Quando mostro na primeira aula alguns acham incrível, outros estranho e muitos acham primitivo. Mas, o filme fotográfico de rolo foi uma revolução na fotografia responsável por trazer a fotografia para as casas das pessoas. Antes disso, para ter um retrato, era necessário procurar um fotógrafo profissional. Assim como revolucionou a fotografia, o filme também se diversificou em centenas de tipos com diferentes colorações, sensibilidades, granulações e efeitos. Era possível comprar filmes específicos para o tipo de luz que você iria fotografar e outros com diferentes contrastes de preto e branco.

Claro que a maioria das pessoas nunca teve acesso a essa variação gigantesca. No máximo conseguiam um ProValue ou um ProImage em ISO 200, considerados filmes profissionais, mas que só eram um pouco melhorzinho do que os rolos vendidos em mercados, padarias, farmácias e conveniências. Agora, se você nunca teve a oportunidade de se aventurar no mundo dos zilhões de tipos de filme fotográficos, então poderá saber um pouco como isso era utilizando o Film Emulator.

Tudo começou em 2013 quando o fotógrafo Pat David fez uma grande pesquisa e lançou uma tabela contendo parâmetros de cores para emulação em software digital das diferentes tonalidades de filmes fotográficos. Aproveitando que Pat liberou essas tabelas de forma gratuita para a comunidade, o programador Jonas Wagner montou um emulador de filmes gratuito que roda direto no seu navegador. A coisa é bem simples de utilizar. Você clica no botão Open File e escolhe uma foto em seu computador. A imagem roda direto no navegador e nada é enviado para o servidor do programa. Depois disso é só escolher o filme preferido nas dezenas de possibilidade. Temos filmes preto e branco, coloridos e instantâneos, assim como negativos e positivos (cromos).

Você pode brincar com a mesma foto em todas as opções e, no final, se gostou de alguma, é só clicar no botão download e gravar uma cópia da modificação em seu computador. Fora isso ainda é possível fazer ajustes básicos como brilho, contraste, grão e vinheta. Pode parecer idiota, mas eu achei divertido. Provavelmente sou velho mesmo.

emFotografia Manipulação digital Notícias

A Orquestra de 1 homem e os 30 Valérios

Por em 5 de junho de 2015 - 21 Comentários

manipulação ditial2

Programas como o Photoshop e similares abriram possibilidades absurdas para quem se aventura na chamada arte digital. Fotos são editadas, mescladas, modificadas e montagens incríveis podem ser desenvolvidas para oferecer um produto que seria impossível de fazer com a arte fotográfica comum. Foi o que fez Alexander Light (sobrenome sugestivo) que é um apaixonado por fotografia e também é violonista da Orquestra Filarmônica de Oslo.

Alexander decidiu fazer uma brincadeira que envolve fotografia, manipulação digital e muita paciência. Primeiro, ele fotografou o palco de apresentação da orquestra em Oslo totalmente vazio. Depois, ele convidou o percussionista Heming Valebjørg para ser fotografado em cada cadeira da orquestra segurando o instrumento que deveria estar naquele lugar durante uma apresentação. Cinco horas depois ele possuía todos os instrumentos da orquestra, fotografados em seus respectivos lugares, porém sendo tocados pela mesma pessoa. Depois da parte prática da fotografia, Alexander levou 7 meses (utilizando seu tempo livre) para juntar 400 fotos em uma única imagem com 200 megapixels de resolução. O resultado é uma grande foto da orquestra inteira tocando, mas todos os músicos são uma única pessoa.

Tudo ficou tão legal que a que os administradores do grupo encomendaram uma impressão gigante que agora está na entrada do Music Hall da orquestra. Vejam abaixo como ficou. É possível ver a imagem com mais detalhes no site do fotógrafo.

manipulação digital

Muito bacana, muito divertido e muito criativo. Esse tipo de coisa é muito legal de se ver, mas me lembra de um outro feito parecido, dessa vez no Brasil e realizado no início do século XX.

Em 1901, Valério Vieira realizou vários autorretratos em situações diferentes na mesma sala. Depois, utilizando os negativos e o laboratório fotográfico (ou seja, ele fez na unha) ele juntou essas 30 fotos suas em uma única imagem. Na cena existe uma pequena banda tocando e algumas pessoas assistindo a apresentação. Todas as pessoas da foto são o Valério Vieira.

os 30 valerios

A imagem, intitulada Os 30 Valérios, é um marco da fotomontagem brasileira e ganhou a medalha de prata na Feira Internacional de Saint Louis. Infelizmente, em 1922, a fotografia não era considerada como linguagem, expressão ou técnica e, por conta disso, não foi incluída como parte da Semana de Arte Moderna. Uma pena (fonte).

emDestaques Fotografia Manipulação digital

Lightroom 6 já está entre nós

Por em 23 de abril de 2015 - 8 Comentários

lighroom 6

Uma das unanimidades no mundo da fotografia é a utilização do software Lightroom da Adobe. O programinha chegou discreto em sua versão inicial e se tornou um monstro que tem por objetivo organizar e dinamizar o fluxo de trabalho do fotógrafo profissional (ou amador). Fora a edição, que possuí ferramentas bem interessantes,  a grande pegada do Lightroom é organizar suas fotos de maneira sistemática dentro de uma biblioteca com a possibilidade de inserir tags, georreferenciamento e classificações. Tudo isso facilita muito na hora de achar temas específicos ou até mesmo pessoas em suas fotos.

Para felicidade geral da nação, a Adobe acaba de anunciar o lançamento do Lightroom 6, que também recebeu o nome de Lightroom CC para sua versão de assinatura mensal. O que tem de diferente? Muita coisa meu amigo. O que mais impressionou é que agora o Lightroom pode utilizar o desempenho de sua placa de vídeo para agilizar sua operação. Um problema que encontramos no programa é que ele é um consumidor voraz de memória, o que deixa computadores mais modestos bem lentos, transformando a experiência de uso do software em um inferno. Segundo a Adobe, dependendo de sua máquina, o Lightroom pode ficar até 10 vezes mais rápido (será?). Para mim só essa característica já valeria o investimento. Porém, tem mais.

O Lightroom 6 nos apresenta uma nova ferramenta para confecção de fotos em HDR. É possível mesclar diferentes fotos com exposições diferentes e criar uma imagem equilibrada ou aplicar efeitos artísticos. Da mesma forma, é possível criar imagens panorâmicas mesclando várias imagens em sequência (gostei disso), podendo utilizar imagens em RAW e salvar o resultado final em RAW DNG também. Fechando as coisas absurdas com a ferramenta de reconhecimento facial, o que facilita você encontrar as imagens de uma determinada pessoa dentro de um lote de fotografias ou de sua biblioteca inteira.

A Adobe aponta que agora existem mais recursos de edição na construção de Slideshows, a galeria de fotos web agora tem suporte HTML 5 e houve melhoria na precisão dos pincéis para ajustes locais. Ou seja, algumas boas novidades e melhorias de desempenho e precisão de modo geral.

O novo Lightroom CC (ou 6) já está disponível para compra, inclusive no site brasileiro da Adobe. Você pode comprar a assinatura mensal e ter acesso a última versão do Lightroom e do Photoshop CC por R$ 22,00 por mês. Não encontrei no site da Adobe a opção para comprar o programa completo (que não possui os módulos Web da versão CC, mas possui todos os novos recursos). No site americano essa versão está custando US$ 149,00.

emFotografia Manipulação digital Notícias

ENHANCE! FLIR lança câmera com efeito CSI de visualização

Por em 8 de abril de 2015 - 16 Comentários

Normalmente a gente fala da tecnologia mas deixa pro final a demonstração. Dessa vez não. A imagem acima é boa demais, é parte do sistema da FLIR FX, uma câmera Full HD sem fio que pretende competir com as GoPros. Custa US$ 199,00 e tem recursos como Wi-Fi direto (conexão AdHoc), HDR e campo de visão de 160 graus, mas o melhor é o RapidRecap.
continue lendo

emDestaques Hardware Manipulação digital Planeta Sem Fio