Fotografia
Fotografia
Digital Drops Blog de Brinquedo

SanDisk lança cartão SD com 512 GB

Por em 14 de setembro de 2014

Espaço de armazenamento. Esse é um grande problema em tempos digitais, principalmente com o crescimento da resolução das câmeras fotográficas e, principalmente, com a popularização das câmeras que filmam em 4K. Ainda lembro dos meus cartões de memória Compact Flash de 256 ou 512 MB que foram usados em minhas primeiras câmeras digitais. E eu já achava que eles eram parrudos. O tempo passou e as empresas que trabalham com cartões de memória entraram em uma disputa para ver quem lançava a unidade com maior capacidade de armazenamento e, mesmo com aquela velha história propagada entre fotógrafos que o certo é ter vários cartões pequenos, esses cartões se tornaram necessários e desejáveis.

Aproveitando a chegada da Photokina, a SanDisk está escrevendo mais um capítulo nessa história. A empresa anunciou o lançamento de mais um cartão SD da linha Extreme Pro SDXC UHS-I que vai chegar a incrível marca de 512 GB de capacidade de armazenamento. Isso mesmo, é muito espaço, mas o público alvo do novo lançamento é o pessoal que trabalha com vídeo e já está produzindo em resolução de 4K. A velocidade de gravação chega até 90 MB por segundo e a SanDisk garante que o cartão é testado em situações de temperatura extrema e pode resistir a raios X, água e choque. Ou seja, um equipamento confiável. Aliás, uma coisa que aparecia muito nos fóruns de fotografia alguns anos atrás eram fotógrafos com cartões de memória que davam problema e precisavam recuperar suas fotos. Isso ainda acontece hoje em dia, mas em número bem menor e geralmente com marcas não muito confiáveis.

O SanDisk Extreme Pro SDXC UHS-I de 512 GB vai ser vendido com a garantia vitalicia da empresa (lembrando que isso não é válido em todos os países) e junto você leva o software RescuePro Deluxe para recuperar dados de cartões danificados ou imagens deletadas acidentalmente (esse programa já salvou minha vida algumas vezes). Agora vem a parte triste. O novo cartão vai estar disponível para o consumidor com o preço singelo de US$ 799,99. Uma bela facada.

SanDisk_512GB

emAcessórios Áudio Vídeo Fotografia

Sony QX1 e QX30, lentes mirrorless para seu smartphone

Por em 5 de setembro de 2014

ilce-qx1-001

Dito e feito: a Sony apresentou na IFA 2014 a segunda geração de suas câmeras externas para smartphones. A QX1 e a QX30 chegam para trazer uma experiência muito próxima de um dispositivo profissional de fotografia, principalmente quando olhamos para a QX1, que é compatível com o E-Mount e portanto, aceita lentes intercambiáveis.

continue lendo

emAcessórios Acessórios Áudio Vídeo Fotografia Hardware Lentes Planeta Sem Fio

Próximas lentes mobile da Sony podem ser E-Mount

Por em 2 de setembro de 2014

qx1-001

Lembra da época em que se discutia que os smartphones nunca terão o mesmo poder de fogo que uma câmera DSLR? Isso é verdade, por mais alienígena que o gadget seja (estou olhando para você, Lumia 1020) a qualidade de uma câmera reflex aliada à habilidade do fotógrafo (o fator determinante sempre) ainda estará anos-luz à frente de qualquer componente atuchado num smartphone.

Entretanto não dá para dizer o mesmo de acessórios, e é isso que a Sony vem tentando fazer com sua linha de lentes apresentada no ano passado. Agora surgem informações que a segunda geração permitirá que você troque componentes, chegando muito próximo da experiência de uma câmera profissional.

continue lendo

emAcessórios Acessórios Áudio Vídeo Fotografia Lentes Mercado Planeta Sem Fio

Fundos fotográficos desfocados — ideia boba da semana?

Por em 31 de julho de 2014

Eu sei que a fotografia é feita de gambiarras e que, no mundo dos negócios, ideias que parecem bobas podem ser as melhores iniciativas para ganhar um dinheirinho. Mas, em minha cabeça, eu só consigo ver o lado estranho da coisa. A ideia edificante da semana foram esses fundos fotográficos desfocados vendidos pela Lastolite Professional.

A concepção por trás do Out of Focus é até interessante. Todo mundo gosta de um bom Bokeh em suas fotografias (por favor, não confundir com outras coisas), porém não é todo mundo que possui uma lente com grande abertura de diafragma e com qualidade para produzir uma foto com desfoque suave e bonito. Então você pode comprar um destes acessórios para simular o desfoque suave no fundo de suas fotos. Captaram a ideia? A propaganda da empresa aponta que, mesmo que você tenha uma lente que possa produzir uma imagem com essas características, você pode usar o fundo para manter o máximo de nitidez na modelo em primeiro plano. Infelizmente, eu não consegui ver naturalidade em nenhuma das fotos que estão como demonstração no site da empresa.

Out Of Focus_02

Os fundos fotográficos seguem a linha dos rebateres circulares dobráveis. Abertos eles possuem 1,5 m de altura por 1,2 metro de largura. Dobrados eles ficam com o tamanho de 65 × 65 cm. O peso fica em torno de 3 kg. São quatro possíveis fundos fotográficos, sendo que cada unidade possui dois fundos, ou seja, frente e verso. O valor de um acessório, com dois fundos, é de US$ 180,00. Se você se animou e quer ter em casa as 04 possibilidades de fundos desfocados então você vai desembolsar US$ 370,00. Bem que poderia rolar um descontinho para quem comprasse os dois.

Out Of Focus_01

emAcessórios Áudio Vídeo Fotografia

Rádio Flash Cactus V6 — algumas novidades

Por em 24 de julho de 2014

Se você faz ou está pensando em fazer strobist, então já deve ter pesquisado sobre a compra de um rádio flash. Anos atrás esses equipamentos custavam muito caro, mas com a invasão dos fabricantes chineses tudo ficou mais barato. É possível achar um rádio flash, hoje em dia, com receptor e transmissor por R$ 120,00. Porém, entre as diversas marcas que encontramos no mercado, muitos fotógrafos afirmam que o mais confiável é o Cactus. Conheço o equipamento desde a versão V3 e realmente ele nunca falhou durante uma sessão fotográfica. O único problema que ele possuía era o de ser muito frágil. Ao cair no chão, fatalmente deixaria de funcionar. Nada que uma pequena manutenção (feita em casa, se você entende um pouco de eletrônica) não resolveria.

O tempo passou, as versões foram ficando mais parrudas e nessa semana temos o lançamento do Cactus V6 com algumas novidades muito interessantes. O V6 continua sendo um radio flash que funciona apenas no modo manual, ou seja, ele não transmite a informação TTL da câmera para o flash, mas agora ele pode controlar a intensidade do flash. Ele possui integrado 30 perfis de fabricantes de flash e através do receptor você pode mudar a potência dos flash que estão sendo controlados por ele. Como ele é uma plataforma multimarcas, você pode inclusive trabalhar com um flash diferente da marca da sua câmera. Ou seja, você pode estar com uma câmera Canon e controlar as intensidades de flash da Nikon, Pentax e Sony, além de fabricantes independentes como a Metz. Eu achei a ideia muito produtiva. Pense na hipótese de você estar fotografando um evento e o seu parceiro de trabalho (que no meu caso é a minha esposa) está trabalhando com equipamentos de outra marca. Os dois podem controlar todos os flash escravos que estão no salão. Gostei. Cada receptor também possui uma sapata na parte superior para que um flash seja acoplado. Nesse caso, a transmissão de dados é TTL e vai funcionar com todos os fabricantes que estão registrados no perfil interno do equipamento.

Fechando o leque de novidades, o V6 tem mais uma característica interessante quando utilizado em conjunto com o flash RF60 da própria Cactus. Além de controlar a potência do flash, também é possível modificar o zoom interno da cabeça do flash via transmissor. Lembrando que o RF60 é um flash que possui um receptor interno de rádio e foi desenvolvido principalmente para ser uma unidade escrava. O V6 é alimentado por duas pilhas AA, possui entrada mini-USB para futuras atualizações dos perfis de flash e pode controlar até 16 unidades escravas divididas em 4 grupos. A empresa garante o dispositivo consegue disparar a unidade escrava em uma distância de até 100 metros.

A Cactus já está enviando o produto para Estados Unidos e Reino Unido diretamente da China. O valor de cada unidade (lembrando que você vai precisar de pelo menos duas) é de US$ 55,00.

cactus_V6

Fonte: Dpreview.

emAcessórios Áudio Vídeo Fotografia

Reflecta X9-Scan — reviva os seus negativos

Por em 16 de julho de 2014

Se você começou a fotografar na década de 1990 (assim como eu) então é provável que você tenha uma quantidade significativa de negativos em sua casa. Eu tenho uma pancada de negativos de eventos, ensaios, books e fotos familiares que estão lá no quartinho do estúdio.  Mesmo que a durabilidade da mídia onde eles se encontram seja incontestável, várias dessas imagens poderiam dar o ar da graça nas mídias sociais ou, simplesmente, passar por uma intervenção diferente em uma edição (coisa que poucos tinham acesso naquela época). Por isso que temos hoje em dia os escâneres de negativo com baixo custo. Eles possibilitam que você faça uma cópia digital do seu negativo (ou positivo) e tenha ela rapidamente no computador para ser compartilhada.

O Reflecta X9-Scan é um destes equipamentos que estão disponíveis no mercado para que você possa digitalizar sua coleção de negativos de maneira fácil e rápida. Só lembrando que existem equipamentos profissionais para digitalizar negativos que custam uma bela facada, mas possuem recursos para entregar uma cópia digital com definição gigantesca e mantendo todos os mínimos detalhes. O Reflecta X9 pertence a uma categoria bem mais básica. Ele entrega um arquivo digital com 5 megapixels, o que é mais do que suficiente para um uso doméstico, pequenas impressões e mídias sociais, mas não seria o indicado se você precisa fazer uma grande ampliação. O Reflecta trabalha com uma bateria autônoma e pode digitalizar uma foto em 1 segundo com 1.800 dpi e profundidade de cor de 24 bits. A foto pode ser vista automaticamente no monitor LCD de 2,4 polegadas e salvas em um cartão de memória SD/SDHC (compatível com cartões de até 32 GB). Porém, o escâner pode ser utilizado conectado diretamente no computador via USB, sendo que o Reflecta é compatível com Windows e Mac.

Eu já vi um escâner desta categoria trabalhando e o resultado é muito aceitável, principalmente por conta do investimento. O Reflecta X9-Scan já está disponível para compra e o preço do equipamento é de aproximadamente US$ 130,00.

reflecta_x9_scan

Fonte: Photography Blog.

 

emAcessórios Áudio Vídeo Fotografia

Transcend CFast 2.0 CFX 650/600

Por em 9 de julho de 2014

Tendo especificamente o tema deste blog, a fotografia, hoje não podemos falar em câmeras fotográficas apenas para a finalidade da captura da imagem sem movimento. Quando as primeiras câmeras reflex com capacidade de filmagem foram lançadas no mercado uma barreira caiu. A fotografia teria que conviver com o vídeo a partir daquele momento e, querendo ou não, várias outras características também precisaram se adaptar. Uma delas é a velocidade de gravação dos cartões de memória. Muito útil na fotografia um cartão de memória com velocidade de leitura e gravação elevadas, mas para o vídeo isso é primordial. Por isso que existe uma concorrência entre os fabricantes para criar o cartão com leitura e escrita mais veloz do mercado. Isso implica em conforto na hora da filmagem. Com o lançamento das primeiras câmeras amadoras com gravação de vídeos em 4K outra necessidade foi colocada para os fabricantes de cartões de memória. O espaço de armazenamento. Gravar em Full HD já ocupava um belo de um espaço, imagine as câmeras com vídeo em 4K.

Por isso que se torna digno de destaque esse lançamento da Transcend. Os cartões CFast 2.0 CFX 650 e 600 são alardeados pela empresa como os cartões de memória mais rápidos do mercado no momento. Lançados para quem trabalha profissionalmente com a produção de vídeo, eles trazem o melhor para suprir as necessidades de quem já está trabalhando com a resolução de 4K. Tanto o CFX 650 quanto o 600 trabalham com interface SATA III e o que vai diferenciar os dois modelos é a velocidade de gravação e leitura. Enquanto o CFX 600 trabalha com 370 MB/s de velocidade de leitura e escrita, o CFX 650 chega até 510 MB/s. Uma velocidade invejável. Outro ponto é a capacidade de armazenamento que chega até 250 GB no CFX 650 e 512 GB no CFX 600. Ao que parece, a maior velocidade de leitura e escrita impede maiores capacidades de armazenamento no CFX 650, ou é apenas uma questão do valor se tornar inviável.

Como dito, a questão do valor é o único ponto negativo nestes dois lançamentos. O CFX 600 estará disponível nas capacidades de 128 GB (US$ 249,00), 256 GB (US$ 499,00) e 512 GB (US$ 949,00). Já o CFX 650 chega ao mercado com capacidade de 128 GB (US$ 499,00) e 256 GB (US$ 949,00). Só lembrando que a Transcend oferece garantia de 3 anos para seus cartões de memória e alegam que todos eles são exaustivamente testados. Nada mais justo pelo preço pedido por cada um deles.

Gilson_Transcend_512GB

Fonte: Photography Blog.

emAcessórios Acessórios Áudio Vídeo Fotografia Hardware