Digital Drops Blog de Brinquedo

Singapura vai criar uma rede de radares… em balões

Por em 31 de outubro de 2014
gballoon

Até o Vasco tinha balões

Mal foram inventados os balões chamaram a atenção dos militares, que vislumbraram uma vantagem tática: reconhecimento. Já no Século XVIII os franceses subiam soldados em geringonças precárias, mal tendo tempo de ver a movimentação do inimigo e já caíam com estilo, quando o ar dentro do balão esfriava.

Na Guerra Civil Americana ambos os lados fizeram uso intensivo de balões, bem mais sofisticados e com linhas de telégrafo. Com uma luneta o observador passava as informações do campo de batalha para os generais em solo. 
continue lendo

emHardware Segurança

Warblr, um app Shazam-like para identificar passarinhos

Por em 31 de outubro de 2014

um-pica-pau-atormentado-sujeitinho-esquisito-001

Apps como o Shazam e o SoundHound fazem a alegria do pessoal que ouve uma música e não consegue se lembrar do nome, quem canta e tudo mais, ou para identificar uma canção nova que a pessoa ouviu pela primeira vez e gostaria de adquirir posteriormente. Sabe outra coisa que escuramos quase todo o dia e gostaríamos de identificar também? Pássaros.

Nós ouvimos o canto de diversos deles todos os dias, de pardais a pombos, maritacas e outros espécimes menos comuns nos grandes centros, já que a maioria fugiu da cidade por causa do progresso, que dizimou as árvores. Uma ferramenta capaz de identificar uma ave pelo canto seria não só algo bem interessante para curiosos, como também uma ferramenta bem útil para biólogos em campo. E é aí que o Warblr entra.

continue lendo

emComputação móvel Mundo Estranho Planeta Sem Fio Software

Para alegria do Peter Jackson YouTube agora toca vídeos a 60 fps

Por em 31 de outubro de 2014

vlcsnap-00003

Vou contar um segredo: o cinema é todo errado, e nem digo de erros comuns como explosões distantes ouvidas imediatamente por quem está em 1º plano. É bem pior.

Nossos olhos não conseguem distinguir imagens individuais acima de 10 frames por segundo, daí a ilusão do movimento causado pelos 24 fotogramas do cinema, mas esse número é insuficiente. A imagem que vemos é borrada quando tenta captar movimentos rápidos, a grande diferença quando comparamos vídeo e cinema é que achamos o vídeo, a 30 fps “rápido demais”, quando o que acontece é que o cinema a 24 fps é que é em câmera lenta.

As tentativas de produzir cinema em velocidade maior não deram muito certo. Estamos acostumados com 24 fps, apesar das imagens muito mais nítidas, dos efeitos especiais lindamente evidentes, O Hobbit em High Frame Rate, a 48 fps ficou… estranho. 
continue lendo

emÁudio Vídeo Fotografia Computadores Software Vídeos Web 2.0

Inbox está distribuindo convites adicionais para os usuários

Por em 31 de outubro de 2014

inbox-gmail

O Inbox, o app de e-mail dedicado do Gmail destinado a facilitar a vida de quem vive perdido em toneladas de mensagens se tornou um fenômeno sem precedentes. Sua meta é organizar de maneira inteligente e prática todos os e-mails dos usuários, mas o fato de seu acesso estar limitado a apenas quem for convidado pelo Google provocou uma busca desenfreada, já que tudo que é exclusivo é mais legal. E bem, vocês sabem o que acontece (notem que ele foi vendido).

Claro que isso não vai durar, e o Google já ensaia o fim da exclusividade moderando a regulação da mixaria.

continue lendo

emComputação móvel Google Internet Planeta Sem Fio Software Web 2.0

Lucros da Samsung caem 74%; linha Galaxy perde tração

Por em 31 de outubro de 2014

sansung-galaxy-brand

Esta quinta-feira deve ter sido um daqueles dias em que a alta cúpula da Apple estourou várias garrafas de champanhe: a Samsung já havia avisado seus investidores que os números do terceiro trimestre não seriam animadores, e de fato não deu outra: os lucros da companhia caíram 74% em comparação ao mesmo período de 2013. Esse é o segundo menor patamar desde o segundo trimestre de 2011.

continue lendo

emComputação móvel Hardware Mercado Planeta Sem Fio

Nintendo quer saber como anda a qualidade do seu sono

Por em 31 de outubro de 2014

sleeping-mario

Há muito tempo, numa galáxia muito, muito distante, a Nintendo anunciou que estava trabalhando em uma plataforma que tinha como objetivo melhorar a qualidade de vida das pessoas, focando na saúde do usuário. Aquilo deixou muitos intrigados, afinal, o que eles estavam tramando? Bom, agora sabemos detalhes do primeiro produto desta nova etapa da empresa e trata-se de um sensor que vigiará nosso sono.

Descrevendo-o como algo que não precisará de configuração e que não estará em contato direto conosco, o dispositivo utilizará ondas de rádio para detectar nossos movimentos, batimentos cardíacos, respiração e fadiga, para depois enviar os dados coletados para um servidor para que possam ser analisados e uma das maneiras para fazer isso será utilizando outros aparelhos, como por exemplos videogames.

continue lendo

emGames Nintendo

Vivo Sync Ainda Vive, em uma estranha realidade alternativa

Por em 31 de outubro de 2014

enter061

Segundo a teoria do Multiverso existe um número infinito de Universos. Em um a Alemanha venceu a Segunda Guerra, em outro o Brasil venceu a última Copa, outro é exatamente idêntico ao nosso Universo mas seu celular você levantou do lado esquerdo da cama, ao invés do lado direito. Todas as variações possíveis e imagináveis são contempladas. Há até um Universo onde eu namoro a Luciana Vendramini (disclaimer: não, não há).

Em um desses Universos não existe Dropbox, com 2 GB grátis ou 1 TB por US$ 9,99 ao mês. Também não existe o OneDrive, com 15 GB grátis, mais 15 GB para quem usa Windows Phone, espaço ilimitado para quem assina o Office 365, e que se você quiser 1 TB custa R$ 21,00 ao mês.

Também não existe iCloud, Mega, Amazon Cloud Drive, LiveDrive, Google Drive, Mozy ou SugarSync.
continue lendo

emDestaques Internet Mundo Estranho