TAT7 – o seu iPhone debaixo d’água

Todo mundo que conheço e gosta de fotografia já pensou em fazer algumas fotos em sessões de mergulho. Acho que deve ser influencia dos milhares de Globo Repórteres falando de natureza ou então da revista National Geographic. Porém, duas coisas são certas. As fotos sub-aquáticas ficam maravilhosas quando bem feitas e o custo de se fotografar abaixo da água é muito alto. Se você possuí uma câmera reflex é necessário ter uma caixa estanque compatível com sua câmera. Mesmo as mais simples custam uma boa quantidade de dólares e não podem ser levadas a altas profundidades. Algumas compactas também são preparadas para situações extremas como frio e água, mas não sei como a maioria poderia se comportar com a água do mar, por exemplo. Vejo-as sendo utilizadas em piscinas e rios de água doce, porém sempre com a limitação da profundidade (geralmente de 5 metros).

Porém, quando falamos de fotos e filmagens com celulares acho que esse é um terreno quase virgem. O pessoal que curte tecnologia pode até me informar se existem celulares vedados contra água, pois eu não me lembro de nenhum. Mas, se você possui um iPhone agora é possível levar ele para brincar durante suas aulas de mergulho. Acaba de ser lançado o TAT7, a primeira carcaça impermeabilizada para mergulho com o iPhone. O equipamento nada mais é do que uma caixa transparente onde o telefone é acomodado. Existem 3 botões externos para acionar a gravação de vídeo e a filmagem. Dependendo da localização dos ícones do seu iPhone é possível visualizar também as fotos feitas. O fabricante garante que é possível submergir até a uma profundidade de 30 metros. Muito interessante para quem pratica o esporte.

A disponibilidade do produto é imediata e o preço é um pouco salgado, mas deve valer a pena para quem quer registrar imagens diferenciadas e impressionar a galera do facebook. Quem quiser um só tem que investir US$ 84,95. Vejam abaixo o curtíssimo vídeo de demonstração.

Relacionados: , ,

Autor: Gilson Lorenti

Geógrafo de formação e fotógrafo de coração, comecei a fotografar com 18 anos de idade (antes disso nunca tinha pegado uma câmera na mão). Depois de muito estudo veio a carreira profissional que passou por várias modalidades da fotografia até realmente descobrir o que gosto de fazer. Hoje me dedico ao ensino de fotografia, fotografia Fine Art e Books Fotográficos (gestante, moda, sensual). Tomando emprestado as famosas palavras de Ansel Adams "Quando as fotografias não forem mais suficientes, me contentarei com o silêncio".

Compartilhar
  • Filipi Espindola Lamin

    Não é possível que você não conheça o defy. O smart da motorola a prova de agua

    • la_gomes

      tem também o Samsung Xcover com certificação IP67 a prova d’água.
      O Defy é apenas resistente a água, apesar de existir uma galera que mergulha com ele em piscinas e rios.

    • Gilson Lorenti

      para mim celular bom é aquele que faz ligações, hahahaha. Não conheço esse mundo tecnológico da telefonia celular. Deus não me permite gostar de mais de uma coisa que custe os olhos da cara 🙂