Ciência
Ciência
Digital Drops Blog de Brinquedo

Nãotícia do dia: a polêmica da bateria do iPad

Por em 28 de março de 2012
emApple e Mac Energia relacionados    
Mais textos de:

Site | Twitter
  • http://twitter.com/jaisoncarvalho Jaison

    Explicação simplesmente perfeita

  • http://profiles.google.com/nicandro.m Nicandro Filho

    Eu ja tinha ciência desse processo de carga que não enche 100%. Mas não entendi essa parte.

    “…, e NÃO, não é “bom” desligar o iPad da tomada depois que ele carrega 100%. O ato da bateria descarregar por si só também é danoso pra ela.”

    É pra deixar o iPad na tomada mesmo que tenha informado 100%, pra ele não descaregar por si só e também prejudicar a bateria?

    Outro problema recorrente com baterias ocorre nas baterias de Notebooks. As pessoas deixam o aparelho com a bateria ligado na energia O TEMPO TODO. Mesmo que não tenham pretensão de tirar o Notebook ligado da mesa. Isso faz com que a bateria seja forçada até o máximo de carga e depois entre num ciclo de carga e descarga minimo (Como o informado no texto) que compromete a vida útil da bateria. É muito comum encontrar Notebooks com menos de 2 anos de uso em que a bateria não dura nem 10 min.

    Eu não entendo por que não se cria um controlador pra interromper a carga até a bateria descarregar até uns (valor aléatório chutado) 30% e só aí retomar a recarga.

    Ou, melhor ainda! Depois que a bateria chegar a “100%” (Os 80-85% de preservação da bateria) interromper o carregamento da bateria e passar a alimentação exclusiva da fonte, acionando a bateria somente se houver uma queda de energia (como um Nobreak).

    • http://twitter.com/ajscaldas Abraão Caldas

      Pois é, ou deixa ligado na tomada e carrega os 100% real e danifica a bateria, ou desliga quando atingir os 100% e também danifica a bateria.

      Eta bateria fresca…

      • barones design

        No caso não danifica pois o sistema de carregamento nunca chega aos 100% reais. Ele é feito de forma a que, quando chegar ao limite ideal, ele descarregue um pouco e volte a carregar. Isso cria um fluxo de corrente que é melhor para o equipamento do que apenas tirar da tomada.

    • Rafael Vieira

      Faço isso e sempre falo pros meus clientes / amigos: se estiver em casa e for usar o laptop, tire a bateria e use-o conectado direto na tomada. Quando for sair, coloque a bateria e terás carga total”.

    • http://georgeanderson.com.br George Anderson

      Também não entendi essa parte.

      “…, e NÃO, não é “bom” desligar o iPad da tomada depois que ele carrega 100%. O ato da bateria descarregar por si só também é danoso pra ela.”

      • Pierre Lehnen

        O que ele quis dizer é que muita gente aconselha retirar o iPad da tomada depois de carregar 100%, mas na verdade isso não faz diferença nenhuma.

        O efeito-memória, também conhecido como “vício” da bateria, existe apenas em baterias de Ni-MH. Carregar a bateria do seu notebook, tablet ou celular sem ter descarregado totalmente ou carregar até a metade não fará a bateria durar menos tempo, como muita gente acredita.

        Já encontrei algumas pessoas que tiram a bateria do notebook para usar ele na tomada, perdendo a melhor vantagem de um notebook que é não precisar se preocupar com a energia. É triste.

        • http://twitter.com/patriknl Patrik N. Lançoni

          Ni-MH também quase não sofrem efeito memória.
          As que sofriam eram as Ni-Cd (Niquel Cadmio).

    • http://twitter.com/ClovisFalcao Clovis

      Cara, não sou especialista, mas uso direto na tomada todos os meus notebooks até hoje e nunca houve problema com a carga. Mesmo com dois ou três anos só usando na tomada (uso em casa), não há problemas com a bateria. Não sei se tive sorte, realmente, mas a minha experiência indica que deixar direto na tomada com a bateria não faz mal algum.

      • barones design

        A Apple soltou um comunicado informando que quando vc deixa seu gadget ou notebook na tomada após atingir os “100%” de bateria… o sistema da bateria automaticamente descarrega um pouco desta energia e carrega novamente… completando e descompletando… justamente para não ter que chegar aos 100% reais que seriam consideravelmente danosos ao equipamento. Este movimento contínuo da carga é benéfico à bateria e permite que ela tenha uma vida útil maior.

        Na verdade… quando vc precisa deixar um equipamento desse parado por muito… muito tempo… é aconselhável deixar a carga da bateria em 50% que é considerado pela indústria o limíte perfeito aonde a degradação dela é a menor possível.

        • http://www.facebook.com/people/Rodrigo-Oliveira/100001730693040 Rodrigo Oliveira

          O meu note da Lenovo veio com software de gerenciamento de bateria que dá essa opção. Quando se deixa na opção de otimização de vida útil da bateria, ele mantém a bateria carregada em 50%. Eu deixo ele carregando até os 100% mesmo. Nunca sei quando vou precisar usar o notebook na bateria, e se eu deixar nesta opção, vou ficar pra sempre com uma merda de durabilidade.

          Quero uma bateria com boa durabilidade por uns 2, 3 anos ou uma bateria com baixa durabilidade por 5 (valores chutados, claro)?

          Dá pra mudar e deixar ele carregando em 100% quando se sabe que irá passar bastante tempo longe de alguma tomada, mas pro meu caso, não é suficiente.

          • http://miudostrocados.wordpress.com Rodrigo Santiago

            Pois é, qual a fucking vantagem em ter um notebook se, quando for usar na tomada, ter que tirar a bateria ou deixar a bateria em 50%, ah, tomar banho também né. O meu já tem 3 anos, agora que estão começando a aparecer os problemas da bateria, aparentemente, quando chega a 100% o notebook continua tentando carregá-la, a bateria esquenta pra cacete e aparecem as luzes de problema temporário na bateria da dell, mas a carga dela ainda dura 1h30, esticando ao máximo, 2h (no início chegava a 3h). Agora sim quando uso na tomada retiro a bateria (vou no hot swap mesmo, nem ligo).

            3 anos pra mim tá de bom tamanho, quando ela pifar de vez compro outra, vale a pena o custo do que comprar outro notebook.

    • luisbrudna

      Já detonei as baterias de dois notebooks meus deixando ligado direto na tomada e com a bateria dentro (usando por meses assim). Não sei se foi esse o motivo. Achava que os notes eram um pouco mais sensatos e poderiam administrar isso sem causar danos para a bateria. Não sei o que é que acontece. Da p´roxima vez vou tirar a bateria e só usar quando for necessário.
      Neste momento estou em um notebook ligado na tomada quenão tem nem um minuto de bateria. :-)

    • Xultz

      Esse processo se chama flutuação de bateria, um método super manjado.
      O problema é o seguinte: imagine que o flutuador flutue 30% da carga. E imagine que quando ela estiver com 71% da carga (mais um pouquinho e ela já ia recomeçar a carregar) você tira da tomada e vai todo lépido prá algum lugar achando que tem 100% da bateria. Vai ficar chateado, né? Na hora do projeto do carregador, essas coisas são complicadas (e já fiz alguns produtos e mexer com carga de bateria sempre foi um pé no saco).

  • Rafael Vieira

    Sei que é redundância mas… : “Ótimo artigo, Cardoso.”

  • ninguem

    Primeiro você diz que danifica a bateria carregar de mais, por isso os fabricantes dão o sinal de “carregado” antes do tempo. Depois você diz que não precisa tirar o carregador da domada quando ela dá esse sinal. Não faz sentido.

    • http://contraditorium.com Carlos Cardoso

      Pq usar a bateria de 80% pra baixo TAMBÉM danifica. E aí você tem uma bateria MENOS danificada mas com MENOS autonomia.

    • http://twitter.com/gotavio Gabriel Otávio

      Baterias novas trabalham com o conceito de ciclos de recarga, uma espécie de cronômetro da vida útil das mesmas. Portanto sempre que ela descarrega ela está queimando parte deste cronômetro. Para otimizar a vida útil dela sempre que possível deixe seu dispositivo plugado a rede elétrica. Mesmo com carga total (100%). É menos pior.

  • http://twitter.com/pedrogsena Pedro Gabriel Sena

    Lembrei bastante de circuitos RC (eu sei, Física Básica, bem básica, mas serve), que a carga do capacitor com o tempo é proporcional a 1-A*exp(-b*tempo) — ou seja, boa parte da carga “enche” rapidamente, mas o restante demora bem mais.

    Obrigado pelo artigo, bem esclarecedor. E eu tenho o mesmo costume de deixar o carregador ligado direto com meus NDS’s…

    • http://twitter.com/patriknl Patrik N. Lançoni

      Mas a carga da bateria não pode ser dessa forma.
      A corrente tem que ser controlada. No começo a bateria aceita mais corrente, mas conforme aumenta a temperatura deve-se diminuir a corrente. É necessário um circuito eletrônico que controle a corrente, e nas baterias de Lítio é necessário controlar a temperatura também.
      No caso do capacitor é bem diferente. O resistor limita a corrente, e como o capacitor carrega aumenta a tensão em seus terminais, diminuindoa diferença de tensão, diminuindo a corrente com o tempo.
      O capacitor pode ser carregado ou descarregador bem rápido, ao contrário da bateria.

      • http://twitter.com/pedrogsena Pedro Gabriel Sena

        Mas eu não disse que a bateria carrega como um capacitor… ;) só que parece que a carga da bateria, com o tempo, comporta-se de forma parecida com a carga do capacitor num circuito RC.

        Mas há outros fatores envolvidos, claro. E obrigado pelo comentário complementar.

  • Thiago Araújo

    Não tem uma forma de impedir que a bateria “passe dos 100%”? Deveriam simplesmente cortar a energia quando passa do ponto ideal, senão fica extremamente falho.

    • http://twitter.com/patriknl Patrik N. Lançoni

      Mas já é dessa forma.
      Aliás, sempre foi.
      Apenas alguns poucos carregadores de pilhas de baixa qualidade que não param de carregar nunca.

  • http://twitter.com/ClovisFalcao Clovis

    Pra uma coisa serviu essa polêmica:entendo um pouco mais como funcionam as baterias. Valeu, Cardoso.

  • BroncoBom

    Simples: qualquer equipamento que “reporta 100% de carga, mas mesmo assim continuava a chupar energia com força total.” DEFEITO

    Equipamento da Apple que”reporta 100% de carga, mas mesmo assim continuava a chupar energia com força total.” FEATURE

    NÃO precisava de um post tão cheio de firulas para explicar o òbvio. pfffff.

    • http://www.facebook.com/guidelfrate Gui Del Frate

      Se tivesse lido o artigo entenderia a ironia, e descobriria que TODOS os aparelhos de TODOS os fabricantes fazem o mesmo.

      • BroncoBom

        Se tivesse lido com atenção veria que quando isso acontece com um produto da apple isto não se chama mais defeito e passar a ser chamado de Feature

  • http://twitter.com/doug2k1 Douglas Matoso

    Alguns notebooks tem a opção de não deixar a carga da bateria passar de 80% (nas opções de BIOS ou pelo Windows mesmo, não lembro). Tive um note por 5 anos e usava essa função. Nunca tive problemas com a bateria.

  • Roman Grishanov

    Todo mundo faz isso NÂO! Tenho note Samsung serie 9, ele permite vc optar por sempre encher até 80% e dizer que está cheio (pra prolongar a vida da bateria) ou encher normalmente até os 100% mesmo, pra dar autonomia. Isso é opção de bios (mas pode ser alterada no windows tb). Eu pessoalmente quando não vou levar o note pra rua, desplugo a carga quando tiver uns 90% pra economizar bateria, mas eu sei que isso são exatamente 90% e nao 75. A Apple novamente pensa por você, decide por você, como ela sempre faz.

  • http://miudostrocados.wordpress.com Rodrigo Santiago

    Nailed. A analogia mais perfeita que já vi sobre a carga de baterias.

  • http://profile.yahoo.com/JNHHHHU5XJOPJGLULT4IBBFR54 Wesley

    Isto não é verdade, a bateria é blindada e não tem como o eletrodo perder matéria, assim como não tem como vazar o sal da capsula, também não há transformação de matéria, na verdade a explicação está na voltagem, componentes eletrônicos são usados para manter a voltagem estável porem a medida que a bateria descarrega ela libera uma voltagem menor, quando ela é carregada a voltagem liberada aumenta, quando ela libera a voltagem certa o telefone acha que esta carregada mas na verdade essas baterias continuam carregando e liberam uma voltagem estável devido ao circuito interno que não permite a liberação de uma voltagem maior para não danificar o aparelho. Mais essa do balão provavelmente foi feita por algum professor do ensino médio com preguiça de pesquisar melhor ou de explicar xD.

  • http://twitter.com/PauloRomano Paulo Romano

    De acordo com a Samsung os maiores consumidores da bateria são o Wifi, o Bluetooth e app ativos. Recomendam desligar tudo pelo gerenciador, entrar no modo avião e só então desligar (hibernar). E não é que dá certo, pelo menos no Galaxy Tab?

  • http://www.facebook.com/alberto.espindoladacunha Alberto Espindola da Cunha

    Tenho um notebook Dell Inspiron há + – 3,5 anos, fica ligado direto na tomada e está com 90% da vida da bateria.

  • http://www.facebook.com/temarcelo00 Marcelo Araujo

    Meu ipad quarta geração, em comparação com o ipad 2 descarrega a bateria muito rapidamente. Será posso usar o ipad, quando estou no iBooks, por exemplo, enquanto recarrega?