Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

iPad 3–Mesmo Hype, mesma encheção de saco

Por em 6 de março de 2012
emApple e Mac Artigo Artigo relacionados   
Mais textos de:

Site | Twitter
  • Marcio Goulart

    Acredito que a Apple não concorde com você no que diz respeito a fraqueza dos outros tablets, tendo em vista que ela já processou um pessoal tentando tirar eles do mercado. Se não estivessem incomodando não fariam isso.

    Em relação a apenas fanboys comprarem Apple: pode parecer exagerado, mas não deixa de ser verdadeiro. Se pegarmos os usuários do iPhone e perguntarmos o quanto de pesquisa foi feito antes da compra e seus motivos para tal, veremos que os donos do iPhone citarão quase que em unanimidade o fato de ele ser da Apple. E por que? Porque para eles Apple é sinônimo de qualidade, está muito claro isso em suas mentes, apesar de não saberem bem o motivo de acharem isso. O marketing em torno da Apple é muito bem trabalhado (mérito deles), o que faz com que esse tipo de pensamento ocorra.

    O que faz alguém com um iPhone 4 comprar o 4s? Ou com o iPad 2 comprar o 3? Características incríveis, das quais a pessoa não conseguiria viver sem ou que realmente iriam dar uma produtividade fora do comum? Definitivamente não, o pessoal só quer ter o novo modelo. A desvalorização da versão anterior com a chegada da nova só mostra isso. É como se o que era a última bolacha do pacote até então tivesse se transformado em algo qualquer do dia para a noite. O que é um consumidor com essa mentalidade, se não um fanboy?

    Não que o Android, por exemplo, não tenha disso, é que uma maioria esmagadora dos consumidores da Apple quer sempre ter a última versão do aparelho. E aí volto a dizer: falar que apenas fanboys compram Apple não é ser tão exagerado como parece.

    • http://www.facebook.com/people/Francisco-Bernardes/100003299637752 Francisco Bernardes

      Acho que não é questão de incômodo. Se alguém tenta tirar seu produto (por mais esdrúxulo que seja) do mercado, o mínimo que se faz é responder judicialmente à altura, não? As ações da Apple só aconteceram por que eles foram retaliados (vide Google, Motorola, Samsung e a guerra ridícula de patentes…).
      E eu não sou macfag e não tenho nenhuma das iCoisas…. só acho que empresas respondem de acordo com a forma como são atacadas pelas outras.

      • Alexandre Oliveira

        “As ações da Apple só aconteceram por que eles foram retaliados”
        Uh? Então a Apple achava que ia processar todo mundo, começar uma “guerra nuclear”, e ninguém iria retaliar? Isso era a consequencia óbvia do primeiro ataque da Apple, e todos os analistas disseram isso desde o início. Ela começou isso porque estava incomodada sim, afinal ninguém dá aquele chilique que o Steve Jobs deu se não está nem ai.

        Você inverteu as coisas de tal forma que nem parece que foi a Apple que começou essa guerra.

        Ok, quem começou a guerra foi a MS indo atrás dos fabricantes de celulares e tablets Android pra licenciar as patentes dela, mas a Apple fez questão de mergulhar de cabeça nessa guerra por vontade própria.

        E pra constar: meu celular é um iPhone 4.

    • http://contraditorium.com Carlos Cardoso

      É isso aí, e as uvas estão verdes.

      • Marcio Goulart

        Você deveria pensar um pouco menos com a emoção e olhar mais os fatos. Antes que diga que estou de marcação, trarei um exemplo de como sua opinião é muito mais ligada ao seu sentimentos do que aos fatos em si. O que você acha do Messenger hoje em dia? Segundo o que você relatou na reportagem abaixo, nessas alturas o Google teria descontinuado o Talk e o MSN teria crescido sua porcentagem de usuário nos últimos anos.

        http://meiobit.com/65292/agora-a-microsoft-reinventa-o-messenger/

        Isso aconteceu? Reflita.

        O que você fala da Apple é muito similar ao exemplo acima. É muito mais coração do que razão e por isso, como todo bom usuário da Apple, aceita pagar 100 dólares a mais em um produto (nem vou discutir se vale ou não) e quer que todos considerem isso uma baita conquista.

        A verdade é que uma boa parcela da população não está interessado em pagar esse preço por um upgrade que já é quase padrão e não, isso não é encheção de saco, são apenas consumidores críticos. Nada contra os fanáticos por marcas, pelo contrário: se você acha que vale a pena pagar a diferença, pague e seja feliz, mas não ache um absurdo (ou encheção de saco, como diz o título) quando alguém não aceitar pagar isso pelos recursos apresentados.

      • http://profile.yahoo.com/MMT32AV4DAGOWW3IHAA65BLKKE Francisco

        Não creio que isso resume a questão. Quando comprei meu galaxy tab, poderia ter comprado o ipad. Depois de avaliar os dois aparelhos, conclui que o galaxy atendia melhor as minhas necessidades. Não me arrependo.

    • Gabriel Arruda

      No caso do iPhone sim, mas o iPad não. Não há concorrentes que valham por si só, apenas tablets que apostam em diferenciais relevantes como Transformer e seu teclado, ou preço, como o Kindle Fire.

      Para 95% do mercado, comprar um iPad é a opção mais sensata. Infelizmente, tenho que dizer.

    • eoagejeoagej

      Eles compram o mais novo porque tem dinheiro. Tal como você se tivesse.

      Evidenciar o consumo compulsivo nos clientes da Apple é fácil pois você está de olho neste setor. Se você fosse adulto e não-nerd, iria criticar quem reclama da Brastemp e compra eletrodomésticos importados.

    • http://www.facebook.com/guidelfrate Gui Del Frate

      Então ser fanboy se resume a gostar da qualidade dos produtos Apple? Veja, é valor agregado, não apenas um valor percebido. O marketing da Apple é simplesmente fantástico, mas só isso não garante o domínio de mercado que a maçã tem hoje em dia. É valor, pegar na mão e ver o quão fantástico o produto lhe parece.

      Fanboy vai trocar o iPhone 4 de 3 meses de uso por um 4S. A menos que algum recurso lhe pareça vital, seja pessoal ou profissionalmente, e isso é absolutamente individual, por mais que tentemos justificar com uma generalização das especificações e como as pessoas precisariam delas. O resto é bobagem, não dá pra dizer que, se eu gosto da empresa e de seus produtos, sou um fanboy*.

      * Entendo por fanboy a pessoa que faz da Apple um ídolo, assim como um fã de um artista, e passa a venerá-lo seja lá o que aconteça. Gostar da marca é simplesmente gosto, e no caso da Apple, por absoluto mérito de fazer produtos focando na experiência do usuário. Tenho um iPhone 4, um iMac e não sou um fanboy; pra mim, não existe produto no mercado que ofereça uma experiência igual.

      • http://www.facebook.com/people/Marcelo-Eiras/1567301419 Marcelo Eiras

        Não existe nada no mercado que seja equivalente ao Iphone (já ouvi falar de Galaxy S2, Galaxy X, Nexus?) ?

        E nada equivalente ao absurdamente caro IMac ?! Que nada mais é que um computador como outro qualquer tanto que roda Windows e Linux, com o agravante que tem possibilidade de upgrade extremamente limitada. Isso sem falar na quantidade muito pequena de software para o sistema OSX comparado ao Windows.

        Ipad/Ipod/Iphone são produtos artificialmente capados obrigando a usar aquela porcaria do Itunes para fazer qualquer coisa, um software pesado, pouco amigável e se rodar em outro micro apaga todo o conteúdo do dispositivo.

        Não é fanboy ? Imagina se fosse.

        • http://twitter.com/rbicalho Ricardo Bicalho

          Marcelo, se formos comparar número de softwares como atestado de qualidade, então o iOS, baseado em OSX bateu a casa de 25 bilhões de apps.

          Equivalente é uma palavra bastante genérica, concordo contigo. Existem equivalentes Android ao iPhone, pena que eles não são tão bons. E nem falo do hardware, é software mesmo. Usei Android por 2 anos e meio e iPhone 4 por 1 mês. Não volto pro Android, que aliás, virou um excelente relógio de cabeceira na dock station dele.

          • http://twitter.com/criscmaia Cristiano Maia

            Mas também já vi gente que teve todos os iPhones desde o 3G até o 4S, e agora esta com um Galaxy SII e feliz. E detalhe importante: a pessoa é muito leiga. Estava cansada do sistema fechado da Apple, ter que usar o iTunes pra tudo, a sincronização sem sentidos, as atualizações complicadas* e o trabalho para colocar um mp3 como toque de chamada.

            *pra leigos

          • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

            Eu, por exemplo. Já tive iPhone 2G, iPhone 3GS e iPhone 4. Já tive 2 aparelhos com Android que achei muito superior a todos os iPhones que tive. Agora estou com um Galaxy S II enão troco por um iPhone 4S nem me dando R$ 1.000 de volta.

        • http://www.facebook.com/hectorcamp Héctor Campos

          Mas na boa,nunca fui fã da Apple,sou “freetard”,mas depois que ganhei um iPhone 4 e um iPad 1 realmente tive que dar o braço a torcer,a leveza,fluidez do sistema e a quantidade de apps é absurda. Estou até pensando em abandonar o PC e partir para um Mac para completar a experiência de uso. Concordo plenamente com sua opinião sobre o iTunes realmente é pesado. Mas acredito que rodando nativo em um Mac deve ser bem mais leve (Perguntinha para quem tem Mac o iTunes é pesado igual no PC? ).
          Quanto ao Android já tive um e foi só decepção fui obrigado a atualizar via cyanogen e ficou muito instável. Acredito que só o Nexus tenhaa capacidade de mostrar realmente o melhor do Android.
          Tive que partir para o jailbreak para usar alguns hacks,mas hacks são para geeks. O usuário comum tá cagando para isso. Essa é a vantagem do Android e só.

          • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

            Só não. O Android tem widget, o iOS não. O Android tem área de trabalho com ícones de apps mais usadas e widgets, o iOS não. Dispositivos com Android tem memória praticamente ilimitada, dispositivos com iOS não.

          • r0t3ch

            Para que eu quero uma home cheia de widgets que vivem travando?

          • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

            O meu Samsung Galaxy S II não trava como esses tablets e smartphones xing-ling com hardware ruim e pouco memória. Tudo depende do hardware, o Android em si é até leve. Tanto que você consegue rodar o Android 2.2 inteiro dentro de um emulador com apenas 128 MB de RAM virtual. Eu faço teste de apps em desenvolvimento com emuladores com 128, 256 e 512 MB de RAM virtual.

            No Galaxy S II o hardware é de 1ª e condiz com uma versão decente do Android para o hardware dele, então fica muito difícil travar a “máquina”.

          • r0t3ch

            Ok,não quero discutir,mas como disse antes,quando eu conheci o IOS, fiquei muito surpreso.A minha experiência de uso com Android foi com o Defy ,galaxy 5 (esse nem conta) e o Milestone 2. Acredito que um Nexus ou até mesmo o Galaxy S II tenha realmente uma melhor experiência de uso. Estou até em dúvida se troco ou não com um amigo meu iPhone 4 por Galaxy S II pau a pau. Você faria essa troca? Um iPhone 4 por um Galaxy S II ? Estou realmente com trauma do Android devido as travadas e resets,além do consumo de bateria que acho absurdo. (ok eu sei que depende do hardware). Eu quero voltar para o Android mas tenho medo muito medo.

          • http://www.shimatai.com.br Wagner Shimatai

            Claro que eu trocaria e ainda pediria um valor de volta, porque o Samsug Galaxy S II é mais caro que o iPhone 4.

            Com relação a bateria não mudou muito não. Pelo menos eu tenho que carregar todos os dias, mas eu sou um hard-user, pois fico com o 3G habilitado o dia inteiro e ainda mexo no celular a cada 30 minutos em média.

            Um dos “problemas” do Android é quando você instala uma porrada de aplicativos que fica com serviço em background quando dispositivo está conectado a Internet, como o Facebook, Twitter, Tango e muitos outros. Isso vai minando o consumo da bateria e de memória também.

          • DanielBastos

            Putz. Se alguem der um tiro no saco da Samsung tu cai morto na hora.

        • http://www.facebook.com/guidelfrate Gui Del Frate

          Cada um enxerga os fatos do ponto de vista que mais lhe convém.

          Os dispositivos e computadores Mac são os únicos que têm a fabricação de ponta a ponta, do hardware ao software. E isso, meu amigo, é inegável, faz TODA a diferença.

          Existem PCs muito bons, e celulares que batem de frente, mas mexer em um Apple é uma experiência diferente. Quando eu digo sobre não ter quem nada equivalente, estou falando disso, do todo.

  • Jos_El

    Sobre os jornalistas, ontem estava lendo um artigo sobre o Galaxy Note. Recebeu notas baixíssimas dos sites especializados pois era muito grande, não da pra usar com apenas uma mão e tal. Mas o autor demonstra que o aparelho encontrou seu nicho. Não vende milhões, mas vende bastante pra um produto tão especifico. Além disso conta com usuários satisfeitíssimos.

    Os sites de tecnologia não sabem o que o usuário quer (só Jobs sabia), e são muito arrogantes pra perceber que nem todo mundo que o que eles mesmos querem de um gadget.

    • http://twitter.com/f4v3r0 Rafael Favero

      Exatamente, esse é o GRANDE mal da industria de tecnologia, eles se focam em especificações e outras coisas, mas dificilmente no usuário. É muito ego e pouca visão de mercado. O usuário não quer o que você acha melhor, ele quer o que ele acha melhor. Ele está se lixando se possui um processador nuclear com uma tela quântica, ele apenas quer mexer e fluir.

      • Danilo Machado

        Tocou no ponto certo. Não adianta mandar ver no hardware se na hora que vc ve AQUELE app legal no market e quer baixa-lo recebe aviso que só é compatível com versão 2.3.2.XYZ e a sua é 2.2.3ABC…Isso é MUITO frustrante!

    • http://twitter.com/Cyber_Ramses/ Ronaldo Gogoni

      “Os sites de tecnologia não sabem o que o usuário quer (só Jobs sabia).”

      Aprendeu com Henry Ford.

      Mas é isso mesmo, o consumidor não sabe o que ele quer de um produto a menos que você esfregue na cara dele. Especificações são o de menos, o foco é a interação e a experiência de uso.

      Ainda acho que 2048×1536 é um canhão para matar uma formiga (além do que não temos conteúdo de mídia nesse formato), mas games e texto devem ficar uma maravilha.

  • Michel Vieira Pinto

    Sr. Carlos Cardoso, se você não sabe o Tablet Android de MAIOR sucesso, tanto em vendas, quanto de critica é o ASUS Eee Pad Transformer!

    Dizer que o único tablet que não é visto como uma catastrofe é o galaxy tab é opinião unica e esclusiva sua. Extremamente tendenciosa.

    É um fail sim a apple lançar um ipad que não é retina, pois, é bem decepcionante a tela do Ipad/2, pois, 1024/768 não é nada interessante.

    A concorrência tem telas 1280×800 desde seu lançamento, com painel AMOLED ou IPS(como do ipad)….

    • http://twitter.com/f4v3r0 Rafael Favero

      Então porque vende menos?

      • Thales C

        Quem garante que vende menos?

        Na Amazon o Transformer está na frente do Galaxy Tab. Fora isso, já há essa especulação de que o Asus Transformer é o Tablet com Android que mais vende (tanto que o próximo Tab seria feito pela Asus).

        Só que tudo, TUDO é especulação. Como nem a Asus, nem a Samsung divulgam dados exatos de unidades vendidas, não tem como saber qual vende mais.

        Há sim uma grande chance do Asus Transformer ser o Tablet que mais vende, e em diversos sites, ele é avaliado como o melhor Tablet Android existente no mercado. A grande vantagem do Galaxy Tab é a marca Samsung.

      • http://contraditorium.com Carlos Cardoso

        Pq não está sempre fresquinho.

        • http://profiles.google.com/saulobenigno Saulo Benigno

          Cara essa resposta para essa pergunta foi a melhor, +1000, perfeita :)

        • Marcoscs

          já os produtos da Apple estão sempre fresquinhos…
          graças aos Macfags.
          No mais, concordo em gênero, número e grau com as colocações do Cardoso, falta visão mesmo a quem se julga especialista na área.
          Visão de mercado e visão do cliente, principalmente.

      • http://www.facebook.com/gisele.42 Gisele Rosa

        Menos publicidade? Eu não conheço esse modelo mencionado…

    • http://contraditorium.com Carlos Cardoso

      “É um fail sim a apple lançar um ipad que não é retina, pois, é bem decepcionante a tela do Ipad/2, pois, 1024/768 não é nada interessante.”

      Sim, os números PÍFIOS de venda do iPad 2 mostram o quando o consumidor se decepcionou e se desencantou com o produto.

      • BielSilveira

        Uau, excelente argumento.

      • http://twitter.com/adilsongo Adilson Oliveira

        O IPad é um excelente produto, sem dúvida mas achar que não existem tablets android de qualidade é uma visão míope. Tem muita porcaria sim mas não podemos descartar os bons produtos.
        Eu tenho produtos Apple (1 macbook antigo, 2 airport e 1 apple TV), tive o primeiro IPhone mas vendi logo depois porquê não gostei do produto.
        Hoje tenho um Asus EEE pad rodando ICS e, para mim, é o melhor tablet do mercado. Uso principalmente para email, web e tocar meus filmes durante viagens e neste ponto é show de bola pois não dependo de itunes, tem uma quantidade de codecs imensa e posso, na maioria das vezes simplesmente jogar os arquivos para um cartão de memória externo e tocar, sem conversão alguma.
        O IPad é um bom produto? Sem dúvida. Para mim, não compensa.

    • http://www.facebook.com/people/Paulo-Antonio-Santos/1177280783 Paulo Antonio Santos

      Onde consta que o tablet android de maior sucesso é o ASUS Eee Pad Transformer? E por que os tablets androids vendem menos?

  • netiinho88

    Excelente, espero que o Android possa se consagrar (também) como sistema de Tablets (reconheço as melhorias necessárias básicas), afinal, é sempre bom poder escolher.

  • Luiz Carlson

    Cardoso, como sempre, com uma visão clara e abrangente dos fatos.
    FALOU TUDO!
    Claro que um monte de gente vai ficar ofendida e com mimimi Fanboy isso Macfag aquilo… Os haters gona hate!
    As especulações que a pseudo mídia jornalística cria (já deixou de ser jornalismo sério) se transformou em uma fábrica de rumores e de veiculação de suposições e sensacionalismo que se alimentam da fome voraz que os consumidores têm por novidade e que engolem qualquer porcaria que jogam por aí.

    Eu ignoro qualquer matéria sobre especulações e rumores de novos produtos da Apple, espero para assistir ao evento Oficial da Apple e ponto final.

    Como bem disse o Cardoso: “os fatos estão pouco se lixando se gostamos deles ou não”, mas os fanboys estão pouco se lixando se estão sendo ignorados pelos fatos, o importante para eles é ficar de mimimi o Android isso mimimi a Apple aquilo…

    p.s.: conheço várias pessoas que falavam exatamento o que o Cardoso citou: “o iPad não tem rádio FM, não roda Flash, não aceita cartão de memória…”, mas que hoje só reclamam do seu tablet xing-ling, ou acabaram comprando um iPad e estão felizes da vida.

  • WolveWilson (Wilson Jr)

    Enquanto se perde tempo criticando, a apple só cresce no mercado, mesmo não tendo todos os recursos mirabolantes… pq? pq o grande público quer consumir, não quer se preocupar com qtd de recursos e comparativos de hardware. O dia que os fabricantes q usam android descobrirem esse “o óbvio”, ae sim a apple será ameaçada… Pô se a Apple tem tanto fanboy a ponto de estar onde ela esta, algum motivo tem né?! Haja fanboy né #modoironico_on !!! auhauhuahuah

  • Pierre Lehnen

    A culpa do android não ir bem em tablets é das grandes fabricantes de hardware mesmo. Ainda não perceberam que não adianta ficar tentando imitar o iPad enquanto existe iPad.
    Enquanto isso, algumas empresas xing-lings fazem tablets muito superiores ao que se espera delas e fazem a festa com o lucro (Ainol, estou olhando para você).

  • http://profile.yahoo.com/JNI4MYXRDUP5T7A4OVY2MHTOSU Hugo Chagas

    Pela primeira vez posso dizer isso… Excelente texto Cardoso!

  • eoagejeoagej

    Parabens Cardoso, muito esperado este post dado a atual situação dos jornalistas que, na incomoda posição de não terem o que falar, atacam aonde ‘podem’.

  • Filipi Espindola Lamin

    Essa reclamação da tela não ser retina, não tem cabimento, o iPhone tem 326pdi pois esse é um smart com 3,5 polegadas, e será usado no maximo(naturalmente) a 10 cm. Um iPad tem quase 10 polegadas e será usado a uns 50cm, não faz sentido ter 326pdi se 7% não fará diferença para você. E se a resolução for mesmo 2048 por 1536, já é um absurdo, é mais do que full HD (1920 por 1080), o que adianta ter uma tela de 3k se o maximo que você usara será 1080?? Você não espera ver um filme 4k em um tablet não é mesmo?
    Esses críticos sao pior que critico de restaurante que comem sem pagar e depois sai falando mau.
    Eles não sabem absolutamente nada e ficam falando asneiras. E a mídia para ter mais mídia fazem criticas a um aparelho famoso. Aliás tudo que cerca os idevice é um monte everest para a mídia.
    Primeiro casamento a ser totalmente fotografado por um iPhone, fotografo usa iPad como iluminação, iPhone 4 perde sinal e blá blá bla

  • http://www.meadiciona.com/charles_anjos Charles Albert

    Poxa, disse tudo o que eu penso, Cardoso. A mídia de tecnologia, mimada demais pelos espetáculos dados pela Apple no passado, ficaram mimadas. Agora querem OH WOW em toda e qualquer coisa que a empresa faça, e se acham no direito de birrar em caso contrário. É lamentável isso.

  • http://www.facebook.com/luizcardosofloripa Luiz Cardoso

    Ótima matéria!

  • http://twitter.com/luvialca Luciano Vieira

    Cardoso…Cardoso?!
    Cara, parabéns. Esse é um dos melhores textos que já li em todos os blogs de tecnologia que acompanho. Muito bom mesmo!

  • Geraldo Dal Berto Jr.

    Parabéns, Cardoso!

    É esse hype todo que gera o ódio que está nascendo pela Apple. Siceramente, já tem sites de tecnologia que estão ficando insuportáveis por conta de notícias da maçã. Até design de produtos que não são da Apple, mas que “podiam ser” (como o protótipo holográfico) viram notícia. Isso é patético. Pior, isso nem é tecnologia. Isso é fanatismo tal e qual o nutrido pelas fãs dos Bieber…

    Abraço.

  • http://www.facebook.com/people/Celio-Alves/100002726064545 Celio Alves

    Prefiro o tablet da Multilaser.

  • http://www.facebook.com/people/Fábio-Wolf/100000419826612 Fábio Wolf

    Excelente texto. Sou homem suficiente para admitir que já critiquei muito a Apple até perceber que não dá para nadar contra uma corrente tão forte. Quando saiu primeiro Ipad, estava eu lá dizendo que não tinha USB e não servia para nada. Quando saiu o Iphone 4 também fiz muitos comentários negativos pois achava o custo proibitivo (na verdade, tratando-se de custo Brasil eu não estava errado mas aí a culpa não é do produto) porém os produtos dela (Apple) estão aí: funcionam, atendem e superam o seu propósito. Se hoje eu tivesse um Ipad posso garantir que supriria 80% das minhas necessidades. Tive meu primeiro Iphone 4 e percebi que realmente era algo muito acima do que eu esperava e depois de vende-lo (por questões financeiras) jamais encontrei algo a altura do que eu tinha (Nem Windows Phone ou muito menos o Android), o que me trouxe frustração e… uma melhor percepção da realidade.

    Não adianta: a Apple sabe o que faz. Se o custo Brasil atrapalha então vamos por favor separar as coisas.

    • http://www.facebook.com/people/Marcelo-Eiras/1567301419 Marcelo Eiras

      O alto custo de produtos Apple são um fenômeno mundial, o que se agrava muito com o custo brasil + lei de Gerson.

      Mas os produtos Apple não são conhecidos como Iexpensive nos EUA sem motivo.

  • http://www.facebook.com/adailtonventura Adailton Ventura Silva

    A unica coisa que fico puto eh não ter comprado ações da Apple em 2007.

  • depipes

    Bah, o Cardoso com o mesmo discurso de sempre, ou sobre como a concorrência está errada, ou como a imprensa é podre/alarmista/insatisfeita…
    Sobre as profecias que fazia que o IPad não teria uma tela dessa resolução tão cedo nem pia mais heheh lorotão!

    • http://contraditorium.com Carlos Cardoso

      Você diz o artigo que escrevi ANOS atrás no lançamento do iPhone 4? Continua valendo, o iPad HD AINDA não tem Retina Display. Sério, querido hater, tente usar a bundinha antes de me criticar, evite passar por ridículo.

      • http://twitter.com/thiagoazevedo Thiago Azevedo

        Agora tem rs

        • http://twitter.com/criscmaia Cristiano Maia

          ainda não é retina display, se comparado com as ppi do iPhone

  • Hollander

    Chute por chute (que é o que as mídias estão fazendo) chuto que será um IPAD 3S (de siri).

    Por outro lado, os vazamentos (se ocorreram mesmo) pode ter sido porque o velho pitbull que controlava tudo morreu e a casa ficou um pouco mais desprotegida.

  • Xultz

    Eu não acho que o hype esteja no lançamento da Apple, está na importância que os blogueiros acham que têm. O cara cria um blog esbravejando contra qualquer coisa e se acha um profundo conhecedor do assunto, um defensor da verdade e da vida e protetor dos mais fracos, que é a imensa multidão que ele acredita que lê o blog dele. O problema são os colunistas que se dedicam, que investigam, que estudam o assunto, e vão cair na mesma categoria pejorativa de “blogueiro”.

  • Carlos Andre Barbosa

    “Tentando tornar interessante um conflito que é a luta mais desigual desde Tucão vs Galactus (…)”
    Genial, me fez lembrar das Marvel Comics da adolescência! Frank Miller approves hehe

  • http://twitter.com/PauloRomano Paulo Romano

    Dado prático: para acessar o Facebook o inferno se instalou seja no Galaxy Tab ou no Galaxy 5. Já no iPhone ou iPod Touch é rapidíssimo, roda redondo e publica posts e fotos em segundos. Culpa dos apps, talvez mas para o usuário isso não interessa. Bem faz a Apple em cuidar dos apps de seu mercado.

  • paulokdvc

    Todos comentando do Ipad 3 e tudo mais e eu… nem coloquei as mãos no primeiro!
    Falar o que!?

  • João
  • Felipe Fidelix

    “Sendo que o único tablet que não é visto como uma catástrofe completa é o Galaxy Tab.”

    A única coisa que você escreve que presta (muito) são seus posts científicos. Essa frase aí é uma mancada absurda, que geralmente seria escrita por um applefag energúmeno.