Malware atinge 5 milhões de usuários de Android, mas CALMA, a solução é simples.

Pelo menos 13 Apps de Android apareceram infectadas com um tal de Android.Counterclank, um malware especializado em roubar informações do celular, simular páginas de busca do Google, etc.

Mais de 5 milhões de vítimas baixaram as Apps contaminadas do Android Market, são elas (as apps, não as vítimas):

  • Counter Elite Force
  • Counter Strike Ground Force
  • CounterStrike Hit Enemy
  • Heart Live Wallpaper
  • Hit Counter Terrorist
  • Stripper Touch girl
  • Balloon Game
  • Deal & Be Millionaire
  • Wild Man
  • Pretty women lingerie puzzle
  • Sexy Girls Photo Game
  • Sexy Girls Puzzle
  • Sexy Women Puzzle

Note que esses “Counter Strikes” são obviamente kibagens.

A remoção das apps contaminadas e do malware é – e aqui cito o artigo-fonte literalmente- simples. São sete passinhos apenas, acompanhe e limpe seu celular, de forma eficiente e prática:

Passo 1 – Confira que sua agenda de contatos está sincronizada com o Gmail.

Passo 2 – Apague todos os arquivos relacionados ao malware de seu cartão SD.

Passo 3 – Instale o Astro File Manager.

Passo 4 – Abra o Astro File Manager e faça backup de suas aplicações

Passo 5 – Restaure seu telefone para as configurações de fábrica (grifo meu)

Passo 6 – Reinstale o Astro File Manager

Passo 7 – Pesquise o cartão SD e reinstale as aplicações que precisar de /mnt/sdcard/backups/apps

“A beleza do Android ~e que ~e realmente simples voltar para onde você estava antes das coisas darem terrivelmente errado”

É, lindo mesmo.

Fonte: UR

Relacionados: , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar
  • kkk bem simples

  • Mas vc é livre e é isso que importa.

  • E eu ainda pensei em pegar um Galaxy mas tanto problema com o sistema que vou continuar no Iphone mesmo.

    • Tinha um Galaxy S2 e fui roubado, hoje estou com iPhone 4S. Por enquanto não estou gostando da experiência pois acho IOS muito engessado. Outra coisa que me encomodou bastante é o tamanho da tela, a experiência de usar uma tela de 4,3′ e depois usar uma de 3,5′ é desanimador… O Cardoso explicou a forma mais difícil de restaurar os apps, tem aplicativos que fazem essa restauração muito mais fácil.

      • Anônimo

        Ta ai justamente a minha dúvida. o IPhone é realmente engessado. Da a impressão (Provavelmente proposital) de que vc só pode fazer o que a Apple quer que vc faça. Tudo o que a Apple prevê, vc faz facim, mas quando vc sai da caixinha, reza pro capeta e acende uma vela. O Android ganha nisso. Coisas simples como baixar um .exe pra instalar em casa é complicado no IPhone e normal no Android.
        Por isso to esperando poder brincar melhor com um WP7. Mechi um pouco num de uma amiga minha que mora na zoropa, e a parada é legal pacas. Mas a pouca quantidade de apps desanima.

  • Rafael Vasconcelos

    Mas Android é Linux e todo mundo sabe que não existe vírus pra Linux. 🙂

    • Vírus, script, não importa o meio. O detalhe é a finalidade.

      • Rafael Vasconcelos

        Eu ainda coloquei um emoticon… 🙁

        • Anônimo

          Você fez o que pode…

      • Não entendeu o sarcasmo? Precisa desenhar? Ops, o Rafael Vasconcelos desenhou, esqueci do emoticon. 🙂

    • Petter Rafael Villa Real Silva

      Na verdade existe, qualquer sistema operacional ou aplicativo está sujeito a vírus, o fato é que o Linux o dano do vírus é minimizado pelo esquema de privilégios e usuários.

      O vírus no Linux no caso apenas traria dano para os arquivos do seu usuário, se o seu usuário tiver privilégio de root daí ferra todo o sistema, mas você vai merecer por ter feito isso.

      No caso do Android, por ele roubar dados do usuário é passível sim de funcionar e funcionar bem, aliás até uma versão para Linux obteria sucesso neste estilo.

  • Essa forma de restaurar é a mais complexa… Existe aplicativos que fazem backup e restaura de forma simples diferentemente do iPhone que precisa de um iTunes do lado para restaurar….

    • Edmilson Figueiredo

      sei…então eu me conecto ao mesmo Android Market que propagou as apps contaminadas e baixo mais uma que, dessa vez, faz o backup e restaura de forma simples….entendi…
      Acho que você não entendeu que a critica do post é a relação de confiança que o Android Market passa ao publico Android e também a forma simples que qualquer usuário com poderes Jedi restaura seu telefone…

      • Pois é ne? Muitos também precisaram de poderes Jedi para restaurar aparelhos quando houve atualização do IOS 5…

        • Ronaldo Sabin

          Apenas o poder Jedi de conectar um cabo no celular.

    • Qual o problema do iTunes? Funciona muito pra isso. Com dois ou três clicks restaura o aparelho de forma fácil. E no iOS5 dá para restaurar direto do iCloud.

  • Gabriel Arruda

    Esses problemas serão recorrentes, assim como atualizações dos smartphones, já que o Google disse que não faz parte da política deles fiscalizar o Android Market.

    No final, acho que isso nunca mudará, alguém precisa suprir o mercado de baixo custo e pagar o custo disso. Não há um concorrente com modelo similar ao Android, somente o Windows Phone, mas é um intermediário entre a proposta do iOS e do Android.

    • O problema do Windows Phone é só um: ele chegou atrasado no baile e já todo mundo indo pra casa.

      • Rafael Machado de Souza

        e se ganhar popularidade vai passar a ter os mesmos “problemas” do Android

        • Não sei. Temos uma questão interessante nesse ponto. A Apple é extremamente controladora, a ponto de ser draconiana, mas isso garante o máximo de segurança de seu iOS. A MS teria que agir de forma semelhante, o que pode garantir a sua segurança, mas seria mais uma vez tida como vilã. Mas, com certeza, algum tosco vai dizer que o WP7 vai ter tantos virus como o Windows 95, ter GPF e dar tela azul.

          Eu gosto do Android mais do que o iOS (já experimentei o iPhone um tempo e não gostei do seu sistema), mas o módulo “se ferra aí” que o Google empurra dá margem pros fabricantes fazerem o que querem e acarreta nisso aí que vimos. Não creio que a MS siga por este caminho.

          Ainda assim, chegou tarde no baile.

          • O controle sobre aplicações no Windows Phone é idêntico ao da Apple, justamente pra evitar essas cagadas.

          • Gabriel Arruda

            Sabe se a Microsoft proibirá a sobrescrita de aplicativos nativos do sistema? A Apple, em teoria, não permite que se construa um novo player de música, já que existe um integrado ao sistema.

          • Eu ACHO que não, a MS não tem um grande ecossistema nativo no WP7, não tem o que proteger.

          • Anônimo

            Tava lendo os termos estes dias, pensando em me aventurar por estas áreas e, pelo menos na licença não tem absolutamente nada impedindo

          • Marcio Maciel

            Você pode criar programas que se ‘anexam’ aos hubs. Com exemplo fica melhor: o app Lyrics aparece automaticamente no hub Música, extendendo a funcionalidade do hub.

            Você até pode criar apps que ‘dupliquem’ o player, mas não que tomem o lugar do player padrão.

          • Anônimo

            Como o Marcio Maciel falou, você pode criar apps que se anexam à funções do WP7, eu uso o TuneIn Radio, ele se agrega ao Zune Hub tanto que no menu de rádio do Zune ele se torna uma opção.

            Quanto a substituir, isso não é permitido.
            Veja o caso do teclado padrão, onde várias pessoas praticamente imploram pelo Swype, porém o teclado é exclusivo da Microsoft, ninguém mexe nele, nem de leve.

  • Isso parece coisa de téquinico preguiçoso.

    “Meu computador tá com vírus.”

    “Nah, formata aí.”

    • Anônimo

      Independentemente do restante da discussão, concordo plenamente com você: solução de preguiçoso!

    • Junior Predador

      Falando agora do lado do técnico. 90% das vezes que o cliente diz que tá com vírus ele quer dizer que tem 15 barras no navegador e trocentos programas “bônus” e que vão deixando o pc lento ou ele conseguiu deletar a pasta do windows ou a lixeira(já vi isso).

    • Anônimo

      Não tem nada de preguiçoso em querer formatar de novo no caso do PC.
      A quanto tempo está com o vírus ?
      Você pode tentar eliminar o vírus, mas e o estrago ou os danos causados ? Se não há como determinar remoção de arquivos criados pelo virus, estrutura de diretórios, arquivos importantes como hosts, chaves de registros e permissões DACL para voltar ao original do windows então a opção mais limpa é reinstalar, a mais suja é conviver com os danos causados e torcer para não ter nenhum efeito colateral.
      No caso do PC com Windows, eu já acho preguiçoso não querer formatar.

      Querer formatar um celular é o fim da picada, eles não deveriam ser *smart*fone ? Cadê a parte *smart* ?

      • Discutível. Concordo que tem níveis de infecção que já era, perdeu. Tem que formatar. Daí eu me lembro que tenho uma porrada de coisa instalada, favoritos, add-on de banco etc. Fora o tempo que se gasta. O ideal, então, seria ter tudo instalado e funcionando a 140%, como nos computadores russos, e criar um disco de restauração. Mas ainda assim, penso que muitas vezes não passa de preguiça o cliente chegar com a máquina e o téquinico sequer olhar pra ela e tascar: formata.

        Minha irmã teve um problema com o notebook dela e o vagabundo disse pra ela “formata” e não salvou um só dado. Nenhunzinho sequer. Ah, qual era o problema? O cooler que tava com defeito, acarretando sobreaquecimento.

        • Anônimo

          Mas minha ponderação é sobre um micro que não é o meu. No que é meu, sei o que sucede e o que tenho de fazer. Num micro d’outro onde as variaveis são todas desconhecidas é como eu disse antes, a opção mais limpa (angustiante e demorada) é reinstalar.

          Com respeito a pseudo-técnicos, esses afloram como ervas daninhas. O problema é que a até que a colheita seja feita, muita gente já pagou por um mal serviço.

          Já tive um caso onde o camarada “tecnico” vendeu o software+hardware de backup para um cliente de uma contabilidade. Passado alguns meses, com problemas no servidor, o “tecnico” fez o backup dos dados na unidade com software+hardware que ele mesmo vendeu, fez a reinstalação limpa do Windows 2003 Server TS e na hora de restaurar esqueceu de que precisaria ter salvo a chave de criptografia com que fez o backup antes, diz aí, quem é pior, o técnico que vendeu um soft+hard que não conhecia e confiou em usar ou o cliente que resolveu economizar a mensalidade com uma empresa competente ?

          • Anônimo

            Em tempo, não uso Windows em casa, apenas – as vezes – no Trabalho.
            Então a muito tempo que não sei o que é reinstalação limpa no meu próprio micro.

  • Android vendendo 750k aparelhos por dia, iPhone vendendo outros tantos milhares e você aqui, hateando sem ganhar nada.

    • Por essa lógica, ninguém escreveria nada sobre vírus, já que se vende milhões de computadores todos os meses.

      • Escrever é uma coisa, ser fanboy é outra.

        • Irrelevante pelo que vc falou. Vc disse que o Cardoso tá “hateando”, num neologismo sofrível e um anglicismo deplorável. Tudo bem que é visível que o Cardoso tem uma cisma com o Android, mas é a opinião dele. Só que esta opinião não é o foco do artigo, que ilustra o modo irresponsável de como agir com uma infecção no aparelho.

          Dizer que é desnecessário um artigo desses porque o 750 mil aparelhos com Android são vendidos é apelo ao número. Não estamos falando dos problemas do Android. O problema é no Market, que deixa qq um colocar qq porcaria lá. É o mesmo que eu entrar no site da MS e baixar um programa e ele vier infectado, ou comprar um teclado da Apple e o miserável vier com um malware de presente (sim, isso aconteceu). Aliado a isso, temos a estúpida solução mascarada em um monte de passos que resume-se: formataaaaaaaaaa, Coisa de técnico vagabundo que manda zerar a máquina por qq problema que dá nela.

          Eu não sou de ficar baixando qq bosta no Market (sim, eu tenho um celular Android), mas este artigo serviu de aviso para que eu fique mais atento ainda.

          Eu posso não concordar como o Cardoso aborda os temas em alguns casos (como muitas vezes não concordo), mas dizer que ele está hatealgumacoisa sem ganhar nada é algo estranho depois de vermos gente espumando de ódio por causa do caldo verde, digo, SOPA. A não ser que a liberdade seja ele escrever o que vc quer da maneira que vc quer, não é mesmo?

          Reitero: ter que formatar um celular por causa de um malware em pleno século XXI é a coisa mais sem noção que existe.

          • Rafael Machado de Souza

            alias, “alguns” desses apps são da Market os outros são de procedencia duvidosa…
            até a Market place com seus 50 mil apps já sofreu com malware, imagina quando ganhar mais popularidade….

          • Pois é. Outra coisa interessante:aplicativos XXX. No mesmo esquema “clica aqui e me veja toda nua, gatão”. O ser humano não muda. 😉

            Outra: estou meio por fora do que anda rolando no Market Place, mas é bom a MS se tocar antes que seja tarde e seu WP7 acabe indo pro saco que nem o Zune.

          • Formatar celular? Os mais desesperados podem trocar a rom, fazer a limpa no cartão de memória e restaurar tudo em 5 minutos com o Titanium Backup. Agora se você não sabe fazer, já é outro departamento. E belo texto esse que você escreveu, emoldurei num quadro.

          • Trocar a ROM, GÊNIO, elimina a garantia do aparelho. Como o cara vai fazer quando precisar dela, hein?

            Usuários comuns não vão trocar ROM ou usar Titaniun sei-lá-do-quê. Este vai restaurar tudo, tudo mesmo? Inclusive o aplicativo infectado? Que genial!

            Bem, não é obrigação dos usuários consertar a caca que o pessoal do Market fez, pois estes são os culpados. Entenda, GÊNIO, a questão não é apenas a useabilidade do Android que está sendo discutida e sim como o Market permitiu uma merda sem tamanho e dá um “f***-se” pra quem teve seu celular infectado. Todo mundo aqui, com um desenvolvimento cognitivo maior que um Petroselinum crispum entendeu isso (não foi seu caso, pelo visto)

            Você pode adorar o meu comentário o quanto quiser. De repente, só de repente, vc aprende a refutá-lo qualquer dia desses (i.e., nunca)

          • Anônimo

            O comentarista acima (“Confinator”) me lembrou um cara desprovido de noção que apareceu na TV dizendo que TODO MUNDO deveria aprender uma linguagem de programação (citou o Python).
            Conclusão: Não é o sistema que é ineficiente, você é que é burro ao não saber formatar um celular (Sim, tenho Android).

    • Heim? É. reportar informação factual é hatear. Tá certo, famos varrer pra debaixo do tapete tudo de ruim que acontece com o Android, deu muito certo pro Linux.

  • Hollander

    Na verdade, pode ser simplificado para apenas o Passo 5 – Restaure seu telefone para as configurações de fábrica. Se quiser ser preciosista, anote antes os telefones numa folha de papel.

  • Anônimo

    Ainda bem que no meu iPhone, quando atualizei a versão do iOS, ele simplesmente apagou tudo e depois se recusou a restaurar meu backup. Assim não tive nem que pensar ou me preocupar em seguir passos de rotinas enroladas para recuperar meus dados e voltar para onde estava antes.

    • Ronaldo Sabin

      Tava com Jailbreak, né safadinho…

      • Anônimo

        Pior que não… Apesar de Jailbreak ser coisa super simples de fazer. 😉

    • Rhobson Vanzella

      Quando atualizei meu iPhone pro iOS5 aconteceu a mesma coisa. :/

  • Bah, quisera eu ter a metade dos problemas que o Cardoso chora sobre o Android… Parece linuser chato reclamando que Windows dá pau e tem que formatá. Foi engraçado nas primeiras oitenta e cinco vezes.

    • Anônimo

      Concordo. Mas tb os bugs do meu M2 tb tão muuuito chatos. Ou vendo ele ou ele vira peso de papel.

      • Eu tenho um Milestone 2 e às vezes o bicho reseta sem motivo nenhum.

        • Anônimo

          Acontece isso direto. Mas tb acontecia quando eu tinha um Galaxy que foi roubado.
          Reseta o tel, pula a parte de cadastramento do motoblur que melhora bastânte a estabilidade do cel. Duvido muito que aluem goste mesmo de usar ele, então não vai perder nada. Mas, mesmo assim, não fica 100%.
          Se vc rootar e remover os trecos que da do Motoblur(Nem tudo da pra remover) tb melhora bem e a bateria dura mais, mas assim mesmo não para de travar esporadicamente.
          Eu ia atualizar por uma ROM alternativa, já que a motorola prometeu e não cumpriu atualização pro ano passado, mas desisti e to passando mesmo .. já to descrente com o Android e Motorola nem de graça agora. Acho que nem os Nexus me arrisco mais. To cansado de ficar casado com versão do Android. Ou vou de IPhone ou de Nokia WP7 desta vez.

          • Como disse, eu gosto do Android e do Milestone, mas por causa do modo porco que o Google e a Motorola conduzem seus filhotes, estou convicto que se for comprar outro smartphone, ele será um Windows Phone.

          • Petter Rafael Villa Real Silva

            Boa sorte, mas no caso do Android, você pode instalar uma ROM custom, basicamente o problema não é o Android em si e sim a esquema de customização que as fabricantes colocam.

            Só não entendo a choradeira geral quanto a atualização do Android, se ao comprar um notebook o Windows ou Linux que vem nele não é atualizado nunca e todo mundo acha normal e no smartphone o pessoal fica querendo que a fabrica atualiza direto, meio estranho isso.

  • Felipe Viera

    Sem querer defender o OS, mas baixar esses aplicativos é a mesma coisa que clicar naqueles banners de milionésimo visitante.

    • Concordo, mas ao que eu entendi, a crítica se deve ao fato de, usando sua analogia, o banner de 1000º visitante estar na seção de downloads da Microsoft.

  • Anônimo

    Sem entrar no mimi,

    Não seria mais fácil só remover esses apps? Se o celular não for roteado, ele elimina a sandbox do app, ou seja, vai tudo embora, não precisa nem resetar. A não ser é claro que o malware tenha poderes de super vaca, o que duvido.

  • “Engraçado”….a Symantec voltou atrás e admitiu que não tem nada de malware aí….que coisa, né?

  • Junior Predador

    Passos ideais:

    Passo 1 – Confira que sua agenda de contatos está sincronizada com o Gmail(se usa o market por padrão este é o ideal), se não estiver só precisa marcar uma caixinha.

    Passo 2 – Salve seus arquivos pessoais(copiar colar): fotos, musicas, etc

    Passo 3 – Restaure as configurações de fábrica

    Passo 4 – Configure seu Android com seu e-mail e senha, neste ponto ele já recupera seus contatos.

    Passo 5 – Abra Market e clique em minha biblioteca, lá tem tudo oque você instalou, é só pedir para instalar oque ainda quiser (sempre tem programas que não usamos mais). Acho mais fácil fazer pelo pc, é só o smart estar conectado a wifi.

    Passo 6 – Restaure (copiar, colar) seus dados pessoais.

    Tempo decorrido: 10~20 minutos (copiar os arquivos demora).

    • Passos ideais:
      1- remover o aplicativo.

      Pronto. Problema resolvido, principalmente porque não há malware algum envolvido no caso.

      • Junior Predador

        Caso seja apenas o aplicativo sim, remover seria o suficiente mas e se o aplicativo tiver feito alguma alteração do sistema? porque da última vez que vi falar de malware ou algo assim no Android baseado em um aplicativo a Google removeu os apps dos smarts. Porque desta vez foi diferente? É isto oque me deixaria tentado a remover todos e fazer a instalação “manual” dos aplicativos, assim não viria nada arriscado.

        • Se o Cardoso tivesse feito o trabalho de casa e investigado mais, como normalmente faz (exceto quando é algo sobre Android), teria visto que o culpado é um tal de Apperhand SDK, que nada mais é do que uma rede de propaganda um bocado intrusiva (por isso que aparece o ícone de busca na tela, propagandas na área de notificação e os favoritos são alterados). Nenhuma informação é roubada, tanto que a Lookout sequer chegou a classificar isso como malware, e a Symantec hoje mudou de opinião também, baixando o tom.

          E se o usuário prestasse um pouco, apenas um pouco, de atenção nas permissões que os apps pedem isso seria evitado….basta olhar lá que todos dessa lista que ainda estão no Market solicitam a permissão de alterar os favoritos. Bastaria meio neurônio…

          Claro que remover o app só vale para este caso!! Para outros é preciso analisar.

          • Junior Predador

            Concordo, confiei na informação do Cardoso, se a causa é esta é apenas incompetência do usuário e não deve causar nenhum mal, bloqueia o acesso do aplicativo à internet e resolvido o caso. Ou elimina o aplicativo, para qualquer outro caso mais grave servem os passos que descrevi.

  • Bem, a AVAST lançou mais um AV para android.

  • hahahahahaha
    Eita jesu… digo, Android maravilhoso.

  • A mcafee voltou a traz e disse que esse terço que não e malware e apenas um gerador de adsagressivo e irritante que geram notificacoesde propaganda

  • Mas o que importa é que você é free…

  • Ricardo Monteiro

    Falei isso pra ele no Twitter, me chamou de freetard fanático e insistiu q é malware… se tivesse pesquisado mais pelo menos. Pq a Symantec voltou atrás, e publicou em seu blog explicando melhor sobre o Counterclanck.

  • Ricardo Monteiro

    Parabéns Cardoso pelo “ótimo” post, bastante técnico também. A Symantec voltou atrás… e agora? Continua insistindo que é Malware? Eu sou um Freetard Fanático pq achei seu post sensacionalista? Espero que pesquise mais da próxima vez ou então continue com o seu mimimi anti-android “Ah, mas você é livre”.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis