Digital Drops Blog de Brinquedo

Criatividade acima da ferramenta

Por em 30 de novembro de 2006
emMiscelâneas Software
Mais textos de:

  • http://www.por.com.br Everson -NoBIOS- Santos Araujo

    Ou ao invés de pegar um CD de photoshop pra fazer coisas simples, utilize o GIMP que é livre e também faz coisas profissionais.

    O mundo do Software Livre já conta com muitas ferramentas profissionais que rodam em qualquer plataforma (leia-se: até no windows) e que podem muito bem substituir com louvor os aplicativos que são “padrão de mercado”.

    Só precisamos é informar aos usuários comuns da existência de tais ferramentas, assim eles não precisam usar Software Pirata e podem ter a sua disposição as ferramentas que precisam pra fazer trabalhos simples ou profissionais. ;)

  • http://fsck.blog.br/ponticulus Thiago Berti

    O problema é que as pessoas não tem criatividade, ou tem preguiça de descobrir que tem. Lembro de um desenho que meu amigo fez no papel e não queria deixar com aquele fundo branco, o que ele fez? Derramou café em cima, ficou um efeito excelete e não foi dificil. Simplesmente café.

    Também tem o negocio de que a primeira coisa que uma pessoa pensa em imagem ou é corel ou é photoshop, pq é moda. Pessoas em geral tem preguiça de pesquisar alternativas baratas também e entre algo barato e “dificil” de encontrar e algo “gratis”(o photoshop pirata) e facil de encontrar eles escolhem o mais facil e “grátis” porque os caras que fizeram o photoshop são malvados e dinheiristas

    “Hell, i never vote for anybody! I aways vote against!”

  • digipix3d

    Esse é um tema que discuto muito com os outros…

    Nâo entendo pra que as pessoas querem o Photoshop? Pra quê Corel? Muitas pessoas que conheço tem essas ferramentas e usam pra fazer material muito ruim.

    Eu não sou designer, bem longe disso, porém essa semana tive que refazer um flyer de uma festa que um amigo meu fez e outros dois olharam e disseram: “Tá BLZ”. Quando vi o negócio disse: “Que coisa horrível!”. Refiz o material, e o pessoal falou que ficou bem melhor, isso que eu não sou designer, só tenho uma boa noção de “layout”. Isso foi um caso de uma boa ferramenta, o Corel, na mão da pessoa errada.

    O que vale é o talento, o resto… bem o resto é suor e lágrimas.

    Darjá Cardozo Lages
    VJ Digipix3D

  • v1r3d

    Grande M#$@# ter colocado esse video ai, provavelmente o cara já é um mestre em photoshop ou corel e dai quis se mostrar no paint.

    O corel (creio que em maior escala que o photoshop) são mais utilizados simplesmente por que as funções mais básicas são bem fáceis e intuitivas.
    Eu não quero ficar anos aprendendo a mexer no GIMP só para fazer o convite para aniversário da minha irmã de 5 anos. Não é preguiça é que o corel atende deste o estúpido até o guru nas artes digitais. Simplesmente as pessoas querem o trabalho FEITO.
    Grandes tempos do Print Artist.

    • Ricardo Bicalho

      Nossa! Sierra Print Artist. Boas lembraças daquele programa.

    • Fabio Luiz

      Certamente o Corel Draw é um programa muito bom. Muito intuitivo e fácil de usar. A prova é que você, que não conseguiu compreender o objetivo do texto, consegue usá-lo de forma adequada. Uma pena que o uso do Corel não mostrou pra você que colocar palavras de baixo calão em um texto não ajuda a provar seu ponto e ainda gera antipatia nos leitores do teu comentário. Pense sobre isso.

      • v1r3d

        Quando eu disse “grande merda”, quis dizer que não combinou o video com o texto, porque não tem noção comparar uma pessoa que sabe fazer profissional e quer se amostrar no paint e dai partir para o pressuposto de que todos devem usar as ferramentas que você (falcon_dark) acha adequadas para ela. As pessoas usam as ferramentas que querem por que se sentem confortáveis com isso.
        E mais uma vez vem um tema recorrente que é a pirataria, eu não acredito nos santos puritanos que dizem que nunca usaram, isso é ser hipocrita! Como um engenheiro da M$ me explicou que vc acha que microsoft permite usar software pirata (WGA pifff….) nas casas das pessoas? Pq eles querem prender as pessoas num “modo de produzir” que seja vinculado ao produto deles, assim prendendo o nicho que dá mais dinheiro: as empresas. Você acha que a M$ quer ficar prestando suporte para cada pessoa? hauehuaehuauehauehae
        Isso não se limita só a M$ mas a todas.
        Desculpa se te ofendi com “grande merda” mas foi isso que achei, principalmente por que já tinha visto o video e ele não combinou com o texto, pois, esse não foi o objetivo do autor do video.
        Eu apoio 100% que criatividade independe de ferramenta, mas que cada pessoa é livre para escolher o que gosta de usar e nenhum de nós pode criticar o outro pela ferramenta que usa, ninguém tem esse direito.

        • http://[email protected] Anônimo

          Se eu pago e você rouba eu tenho o direito de criticar sim.

          • v1r3d

            E eu disse que precisa ser pirata?
            Se a pessoa quer usar o Corel e paga para isso qual o problema?

        • Ricardo Bicalho

          Vou ser direto e categórico: esse truísmo de que a Microsoft quer o usuário usando o Windows pirata para forçar as empresas é bem antigo. E ruim também.

          E os milhões de notebooks sendo vendidos, todos com Windows original? E as dezenas de milhares de cópias para estudantes distribuídas gratuitamente? E os programas de aluguel de software para empresas, a custos reduzidos?

          Outra coisa: sinceramente, abandone o uso de palavras impróprias no MeioBit. Falta de educação nunca foi argumento, ok?

          • v1r3d

            Desculpe se ofendi alguém ou se alguém tomou as dores.
            Eu queria uma cópia dessa de estudante. Onde consegue?

          • Ricardo Bicalho

            Basta que a instituição onde você estuda faça parte do MSDN Academic Alliance.

            São dezenas de softwares de empresa, distribuídos de forma gratuita e a única exigência é estar matriculado (pode ser graduação, pós, mestrado, doutorado, etc). O benefício se extende ao corpo docente e a todo o departamente de computação da instituição.

            É possível ainda que escolas de segundo grau participem.

            O MSDNAA foi assunto de um post: Microsoft Academic Alliance

            Se onde você estuda não possui o programa, basta mostrar para o coordenador de curso e professores. Muitas vezes, uma instituição não está no programa por simplesmente não saber que ele existe.

  • besen

    Não que eu concorde com os meios de obtenção dos programas, mas argumentar dizendo para as pessoas serem mais criativas e não usarem o Photoshop porque elas não são profissionais é simplesmente ridículo.

    Não vejo problema de usar o Photoshop pra trabalhos rotineiros… como disse o amigo acima, o que importa é ter o trabalho feito.

    Eu particurlarmente uso o GIMP e o Krita, que me atendem bem, mas respeito alguém que use Photoshop pra “rotacionar fotos”.. as pessoas devem usar o que deixa elas confortáveis.

    E pirataria aqui é uma outra questão…

    • http://brazucadekimono.blogspot.com Musashi_DJ

      Pior é que existem programas muito bons como o paint.NET que eu uso bastante para os trabalinhos mais simples, mesmo algumas coisas mais elaboradas ele faz bonito, não tem os efeitos phodas do PS mas manda bem e é livre, alguns amigos meus que usam o PS pirata já estão migrando para ele, e isso é por uma simples conversa e alguns toques, o povo muda para o mais simples bastando abordar com jeito, é claro que sempre querem o “fácil e grátis” mas quando você amostra como algo melhor existe e encina a dar os primeiros passos tudo muda da água para o vinho.

      “se o boi tem ração no cocho ele não pasta” já dizia vovô antes de eu nascer.

    • Fabio Luiz

      O que o artigo diz é que pessoas sem criatividade nenhuma instalam o Photoshop achando que se tornarão picasso. E que as vezes querem apenas funções básicas, que outros programas apresentam, mas pegam o Photoshop pq ele é O programa.

      Eu também respeito alguém que use o Photoshop para rotacionar fotos, se esse alguém tiver comprado a licença. Se estiver pirateando é um criminoso que merece punição, somente isso.

  • CoRVo

    Já tinha visto o vídeo há algum tempo. O cara é bem fera!
    Também tenho amigos que formatam suas máquinas e logo botam Photoshop pra rodar. Eles mal sabem mudar o contraste, mas querem tê-lo.

    A maioria usa esses editores para dar uma incrementada nas suas fotos digitais, daquela viagem, ou de algumas poses emo. Não precisava de um Photoshop, mas não adianta falar. O Microsoft Picture Manager (!) me atende bem, quando alterar a luz e o contraste das minhas fotos.

  • http://estudiodaintrospeccao.blogspot.com RJP

    O Photo Editor do Office 97 resolve a maioria dos problemas das pessoas com fotos. Não sei qual é a mania das pessoas de querer ter a última versão de tudo que é programa, mesmo que ela não saiba 1% do funcionamento dele. É Photoshop CS sei-lá-qual, Corel Draw 1001, Word 200…

    Para a maior parte do mundo, o Word 97 resolve tudo que é necessário. Mas não, tem gente que quer o Office 2007, para continuar escrevendo cartinha melada para a namorada. Só que esqueceram de avisar a esses mocorongos que o que eles fazem é pirataria, e que a Microsoft, a Corel, a Adobe, etc., tem direito a “ir em cima” e cobrar o que o usuário deve.

    Usuário adora se fazer de coitado: “Ah, eu não sabia, o técnico que instalou o computador colocou esses programas aí…”, e esse negócio de jogar a culpa no outro vem desde Adão e Eva. E com isso, soluções muito bacanas, baratas, gratuitas ou livres, são desprezadas. Bem que o Sérgio Amadeu diz que “a pirataria ajuda o monopólio do software proprietário”.


    Ricardo Jurczyk Pinheiro – [email protected]
    MSX-freak, trekkie, Linux addict, christian… Whatever.

    • RogerYoda

      “O Photo Editor do Office 97 resolve a maioria dos problemas das pessoas com fotos.”

      “Para a maior parte do mundo, o Word 97 resolve tudo que é necessário.”

      Se você está falando da disponibilidade de recursos eu concordo, mas não sobre usabilidade.

      A cada nova versão de um software, não são apenas novos recursos que são implementados. Busca-se melhorar os recursos já existentes e modificar positivamente a experiência do usuário. Além da correção de eventuais Bugs.

      Não são apenas as possibilidades de um software que importa, mas como estas são apresentadas ao usuário.

      Não faz muito tempo que B.Piropo escreveu alguns bons textos sobre usabilidade, lá no Fórum PCs. Recomendo que todos leiam.

      Acima, v1r3d comentou:
      “Eu não quero ficar anos aprendendo a mexer no GIMP só para fazer o convite para aniversário da minha irmã de 5 anos.”

      Exageros à parte, de certa forma ele não deixa de estar certo. O GIMP possibilita a realização de trabalhos bem interessantes, mas pergunto-me como e em quanto tempo.

      Citando B.Piropo, quando fala do MS-Office:
      “No sítio da Microsoft britânica há um interessante artigo que discute o assunto, “Introducing the Beta Undercover Reporter”. Logo na introdução a empresa comenta que quando o Word, primeiro aplicativo do pacote Office, foi lançado há 17 anos, oferecia menos de cem funções em sua estrutura de menus. Hoje, a versão corrente do mesmo Word incluída no Office 2003, oferece mais de 1.500 funções, ainda distribuídas na mesma estrutura de menus. O que torna praticamente impossível encontrar todas elas.

      Uma prova disto é o levantamento feito pela equipe de desenvolvimento da futura versão, o Office 2007, sobre as melhorias mais desejadas pelos usuários do pacote. Para surpresa dos pesquisadores, noventa porcento das funções que os usuários solicitavam “incluir” no pacote já faziam parte dele. E eram ignoradas pelos usuários simplesmente porque não sabiam encontrá-las. Portanto, algo precisava ser feito. E foi.”

      Tomando como parâmetro o trecho citado, acredito que seria interessante que o pessoal do Gimp se esforçasse mais nesse sentido.

      Ou quem sabe… fazer simples cartões de aniversário nunca tenha sido o foco do GIMP, visto que este, a priori, é um software de edição de imagens, não um aplicativo de ilustração vetorial ou de diagramação.

      Ah… e também tenho saudades do Print Artist. É o tipo de software que admiro. Tem um foco bem definido, ao mesmo tempo muitas possibilidades e uma usabilidade que me agrada. Hoje está na versão 12 (ou seria 15).

      RogerYoda | A essência da força está na liberdade

      • http://brazucadekimono.blogspot.com Musashi_DJ

        Falando em edição de texto, mesmo hoje muita gente que porque quer usar o word 2003 mesmo quando explicamos que o rodpad que já vem com o windows faz tudo que a pessoa quer, eu por exemplo já entrei com documento editados no wordpad em cartórios, e numa vara trabalhista, ninguém reclamou e ainda aproveitei para manter o meu windows com o registro levinho.
        Mesmo na edição de imagem existem boas alternativa, eu mesmo vivo protelando a instalação do photoshop usando o paint.NET pois ele faz de tudo na boa com recursos de camadas, efeitos simples e leveza de execução, só os trabalhos mais elaborados é que me exigem o PS dai não tem como correr, mas o povo acha sempre que “uma piratariazinha não faz mau a ninguém”, eu dou logo uma patada mandando ir no site do paint.NET ou comprar uma cópia autentica ou se virar nos torrents da vida.

  • Danskk

    O Picasa da Google (gratuíto!) tmb é uma outra boa opção para usuários caseiros.
    Além de ter boas ferramentas de edição de imagens, ele tmb redimensiona e reduz o peso de imagens.
    A maioria das pessoas acha que quem faz o milagre é o software e não o cara por trás do teclado.
    O desconhecimento é tanto, que muita gente chega ao absurdo de encharcar a máquina com grandes quantidades de programas pesados e depois sair reclamando que suas HD’s são pequenas, suas máquinas estão lentas, etc.

  • http://www.designando.com msales

    Pessoas como a citada na matéria criam coisas como essa:
    http://www.taglia.com.br

    A musiquinha do chamada a cobrar, na hora que surge a palavra design na tela é sensacional… :-)

    Detalhe… o cara é (segundo sua própria descrição e forçando muito a vista pra conseguir ler algo naquele contraste perfeito…): Músico, Compositor, Arranjador, Artista Plástico, Escritor, Administrador de Empresas, Empresário e (Ufa!!!) Web Design (sim… ele não é Web DesignER, mas um Web Design…).

    [ ]´s
    mSales

    • http://fsck.blog.br/ponticulus Thiago Berti

      MY EYESS!!!!!!!!! AAAAAHHHHHHH!!
      credo O_o até eu faço uma coisa mais decente…
      e… você não entendeu… ele é o proprio design da web, mon ami. Fodão ele, não?

      “Hell, i never vote for anybody! I aways vote against!”

    • http://[email protected] Anônimo

      Que tosqueira. Merecia ir pro falecido NetLixo.

      Quando o flash pediu “aumente o som do seu micro” os alarmes começaram a piscar. Quando a logo com degradês rasteiros de aluno de 1o dia de Flash Básico para Crustáceos começou a ser montada com uma velocidade digna de um piloto de formula 1 (chamado Rubens) eu cliquei.

      Nada aconteceu. Como meu tempo custa dinheiro, fechei a janela. Não vou esperar pra ver mais lixo.

  • RogerYoda

    Mais uma obra de arte no MS Paint

    RogerYoda | A essência da força está na liberdade

  • Lord Bode

    a grande coisa
    eu já tive um site sobre DBZ (isso a 10 anos atras) todo feito no paint e nem tava tão ruim (Na epoca!)

  • Helvécio

    Olá,
    me cadastrei no site apenas para comentar este post.

    Realmente quanto menos intimidade o usuário tem com o micro, mais programas ‘profissionais’ ele quer instalado.

    O melhor momento é a resposta da pergunta “Você sabe usar o Corel/Photoshop/Word2003/etc.. ?”
    - Não, mas eu vou clicando e aprendo rápido !!

    UAU !!

    Grato
    Helvécio