Mobile
Mobile
Digital Drops Blog de Brinquedo

Aplicativos que alertam sobre pontos de blitzes serão banidos da App Store

Por em 9 de junho de 2011
emApple e Mac Celular Meio Bit Mobile Software relacionados       
Mais textos de:

  • http://www.csrenan.com Renan the Geek

    Eu seguia uma conta no twitter que dizia onte estavam acontecendo as blitzer em Fortaleza em tempo real.

    No meu caso não é questão de evasão da blitz por estar dirigindo embriagado (eu não bebo), mas sim de evitar guardas corruptos que pedem dinheiro pra te liberar mesmo você estando com todos os documentos do carro em dia (sob pena de ser ameaçado, ou de jogarem um pacote de drogas no seu carro e lhe prenderem num flagrante forjado), e pra evitar ter que ficar parado 5 a 20 minutos numa blitz quando eu quero chegar logo em casa.

    Eu jogo do lado da lei, mas se quiserem me parar numa blitz, o Detran vai ter que melhorar muito sua capacidade de surpreender os motoristas.

    Quanto a motoristas embriagados, existem formas mais eficientes de se combater isso. por que não colocam guardas em ronda nos locais onde as pessoas vão pra beber, ao invés de tentar pegá-los no meio do caminho?

    • http://www.droider.com.br Ticiano Sampaio

      @Renan the Geek, porque a fiscalização difusa, com guardar por aí, coibe a prática. O objetivo aqui não é coibir a prática e sim deixar que pratiquem e depois lucrar com multas.

      • http://www.csrenan.com Renan the Geek

        @Ticiano Sampaio, #fato.

        Mais um motivo pelo qual acho lícito utilizar informação para escapar da blitz.

    • http://www.rodrigoghedin.com.br Rodrigo Ghedin

      @Renan the Geek, porque enquanto o camarada está bebendo ele não infringiu lei alguma. O problema está em dirigir embriagado.

      E outra, não é só para coibir a combinação de álcool e volante que blitzes existem. Tem também a busca por carros roubados e marginais. Perfis no Twitter e programas que avisam sobre blitzes são um desserviço dos mais danosos. Mesmo caso de quem dá sinal de luz com o farol na estrada para alertar sobre barreiras policiais…

      []‘s!

      • http://www.csrenan.com Renan the Geek

        @Rodrigo Ghedin, @Ticiano Sampaio:

        Se a polícia ficar em volta dos points de bebida, vai pegar o motorista bêbado na origem, problema resolvido. Quanto a blitz servir pra pegar carros roubados e criminosos, isso é utopia. Se a polícia fosse mais eficiente em seu expediente normal, não precisaria da blitz pra combater esses tipos específicos de crime.

      • tudoquequiser

        @Rodrigo Ghedin, O q vc diz é verdade, mas a equação para mim é outra . O fato do ‘sinal de luz’ que você menciona ser tão comum é um indício de que a população em geral acha mais valioso ajudar um desconhecido (que sim pode ser um bandido) a confiar na polícia…

        • http://ramonritter.myopenid.com/ Ramon E. Ritter

          @tudoquequiser,

          Lembrando apenas que “sinal de luz” não é apenas para avisar de que tem polícia à frente. Indica ao motorista que vem em sentido contrário que ele deve diminuir a velocidade pois o trânsito está lento ou parado mais adiante (engarrafamento, acidente ou algo do tipo).

  • olisses

    Enquanto colocarem no mesmo saco uma pessoa que saiu do trabalho e tomou UM chope com os amigos e um cara que tomou 10 tequilas sou totalmente a favor de aplicativos como o Trapster ou o Twitter da Lei Seca.

    • http://ramonritter.myopenid.com/ Ramon E. Ritter

      @olisses,
      Concordo totalmente com você. Na minha opinião esse é o grande defeito da nova legislação: colocar um bêbado no mesmo patamar de alguém que tomou apenas um copo de chope ou vinho.

      Costumava sair com minha esposa para jantar e tomávamos um copo de vinho com a refeição. Apesar de essa quantidade não alterar perceptivelmente minha capacidade de dirigir, tive que passar a tomar refrigerante nessas ocasiões para não correr o risco de ser preso em uma blitz.

      Acho importante impedir que pessoas bêbadas dirijam por aí, porém o nível de álcool permitido deveria subir para um patamar um pouco mais alto…

  • Wallacy

    Eu uso o RadarDroid no Android, é bom, funciona bem… Ou melhor usava, tenho dó da minha bateria, é mais facil decorar onde está os pardais.

    • camargosn

      @Wallacy, esse app é ótimo mesmo, use com carregador veicular.

      • Wallacy

        @camargosn,

        Meu carro está com um problema na saída de 12v, tenho que arrumar. Fora que uso suporte para para-brisa, para poder me guiar via GPS, como deixo ele do lado esquerdo (não no centro) o cabo atravessa na frente do volante, ou seja, no way.

        Como quase todos os dias ando o mesmo percurso, vou deixar tais “correções” para uma futura viagem a um local desconhecido ou algo assim.

  • manin666

    Eu comprei uma revista de automóveis estadunidense (nos anos 90) e ela vinha recheada de anuncios de localizadores de radar… as coisas não mudam.

    Acho um absurdo que nossa legislação só permita a fiscalização eletronica onde está sinalizado que ela existe, apenas a sinalização normal de limite de velocidade já deveria bastar e todo o territorio nacional ser considerado área sujeita fiscalização eletrônica.

    Entretanto considero ainda pior que uma empresa meta o bedelho na vida privada do comprador, aplicativos desse tipo podem ser essenciais onde a policia é extremamente corrupta (como o nosso) e paises onde exista ditadura (a corrupção é bônus nesse caso).

    • lucky

      @manin666,
      não entendi a sua colocação. Radar sem sinalização? Como utilizar um mecanismo de controle de transito sem sinalização? Pra causar mais acidentes ainda com motoristaa freiando em cima da hora?
      Dar brecha pra corrupção, pra burlar o sistema. O poder público tem que sinalizar tudo SIM, é um direito do cidadão, se foi penalizado, saber onde e porque.
      Afinal, o intuito é EDUCAR e PREVINIR ou simplemente multar por multar?
      Na minha opnião, deveriam trocar todos os radares escondidos que não evitam acidentes, por lombadas eletronicas que indicam sua velocidade, e tudo altamente sinalizado pra evitar problemas maiores.

  • maryanne.tajuan

    Todo o sistema é falho. Essa proibição não vai alterar em nada, é como @manin666 disse já existia antes e irá existir depois da proibição.

    Eles estão focando em pontos errados e quanto a pessoas regulares que bebem um pouco a mais num happy hour e dirigem depois colocando a própria vida e dos outros em risco é caso de conscientização que a pessoa tem ou não tem e mexer no bolso e recursos “talvez” resolva a irresponsabilidade momentânea mas realmente não altera a forma de pensar então irá se repetir.

    Nem vou entrar em detalhes quanto aos outros pontos citados acima, porque estamos cansados de saber o que acontece e possibilidade de mudança é minima.

    Abçs

    Mariana
    http://www.savelocal.com.br

  • oletros

    Em SP os radares sao caixas registradoras, cobrando a favor do governo.

    Concordo que as blitz deveriam ser secretas, mas nao vejo problema em ter mapa dos radares.

    Mas tem coisas que nao entendo: se faco o B.O. de furto/roubo do carro, por que os radares que registram a placa nao sao conectados com a policia para avisar que o carro sinistrado passou por ali ?

    Para cobrar velocidade/rodizio/ipva/whatever pode, mas fornecer um servico ao cidadao, nao.

  • lfpll

    Isso seria muito util no RJ onde os gênios colocam blitz em lugares de pico, dai já viu.

    Carro parado pra tudo que é lado, na boa não entendo o detran do rio, parece que é só propaganda política da lei seca.

  • harlleysathler

    Nunca usei o Trapster, mas aqui no Brasil há o iRadar. Faço questão de usá-lo! Não dirijo embriagado (nem bebo) mas considero que o uso de radares não evita acidente nenhum. Quem estiver voando baixo numa avenida, vai continuar voando baixo após passar pelo radar e se tiver que provocar um acidente vai provocar do mesmo jeito. Radar é a Indústria da Multa, cujo único objetivo é tirar ainda mais dinheiro de quem já paga tanto nesse país. Se quisessem mesmo reduzir velocidade colocariam quebra-molas (ou lombadas, dependendo de onde você esteja). Aqui em BH havia uma avenida (Barão Homem de Melo) cujo limite de velocidade era estipulado em 60Km/h. A cada 200m haviam quebra-molas, de sorte que era difícil alcançar os 60Km/h. Acho que a prefeitura percebeu o quanto estava deixando de lucrar com isso. Removeu todos os quebra molas e agora há alguns radares no lugar. Os quebra-molas evitavam acidentes, já que era impossível correr. Os radares não impedem ninguém de correr, então acho que isso não é prevenção.