Digital Drops Blog de Brinquedo

Reprodução musical com alta fidelidade no PC – três caminhos possíveis

Por em 31 de janeiro de 2011
emÁudio Vídeo Fotografia Meio Bit relacionados   
Mais textos de:

Site
  • djoppio

    reprodução musical ‘de qualidade’ em computadores vem sendo um assunto de interesse para mim a um tempo, vale uma dica: o pc tem MUITOS problemas eletricos, para tanto as saidas de cobre nao são legais, se vc tiver vale usar a ótica para SPDIF. E pessoalmente, nunca a analógica para isso. O problema é a tensão do aterramento que pode ser levemente diferente entre os dispositivos, gerando ruido. Ahh e quem tiver a oportunidade, compre um power valvulado, na teoria ele até pode ser pior (maior THD total) mas o som é incomparavel. outra dica. NÃO recomendo monitores de estudio. São para estudio, não para Hi-fi. A dica é que geralmente são caixas pequenas, voltadas para ouvir proximo, prefira caixas grandes, o maior que puder comprar (n falo em potência, falo em tamanho físico mesmo), e tente manter as caixas longe dos ouvidos e sempre igualmente espaçados (forme um triangulo isósceles com vc e as caixas). Ambientes grandes e com vários objetos peludos como carpetes e sofás tb fazem a diferenca.

  • tiago_s

    Bacana, gostei do artigo.
    E lendo o mesmo eu me recordo de como a maioria dos usuários não dão atenção ao áudio, não precisa ser audiófilo, mas ouvir qualquer tipo de áudio em um placa de som onboard em caixinhas de pc é desesperador.

  • http://lorenti.org Gilson Lorenti

    salve Ticiano, tudo bem? Gostei de suas soluções para música em PC, mas devo admitir que nunca levei isso muito a sério. Sou louco por qualidade sonora e, embora esse mundo seja caríssimo, sempre dei preferência pelo Vinil e pelo CD original em vez de investir em MP3. Aliás, a única situação em que uso o MP3 é em meu i-Pod, mas sinto falta da fidelidade das caixas de som. As vezes, naquelas situações em que baixei um álbum por ainda não ter sido lançado no Brasil, liguei o notebook ao receiver usando a saida do fone de ouvidos mesmo. Isso só para curtir o album naquele momento.

    • http://www.droider.com.br Ticiano Sampaio

      @Gilson Lorenti, oi Gilson! Mas nessa tua praia de fotografia aí as coisas também não são nada baratinhas. :D

      Eu uso na fala um HTPC ligado via SPDIF num receiver da Harman Kardon com caixas todas da JBL, da linha NorthBridge. É ali que eu escuto música de verdade, não só no HTPC como também em CDs originals e até SACD, mas esses eu comprei poucos.

      Agora ando flertando com umas interfaces da M-Audio porque quero começar meu home studio. Todo bateria e pretendo começar a mexer com samples e etc, tanto pra tocar mesmo quanto pra fazer algumas brincadeiras com gravação.

      Já em fotografia, eu sou uma nulidade. Minha câmera é a do Galaxy S! hahahaha :D

      • http://www.droider.com.br Ticiano Sampaio

        ops “fala” = “sala”

        “todo” = “toco”

        chegou a hora da keyboardislexya.

  • http://hamacker.santhanna.net hamacker

    Geralmente aqueles que usaram um MSX são bem aficcionados por audio de boa qualidade no PC. Ainda me lembro do meu primeiro play “cdefffcdcdddcgfeeecdefff”.

    Putz viajei.

    Audio no PC é bem mais barato do que audio para montar um bom HT.
    Escolher um receiver é uma tarefa ingrata, com a evolução rapida demais, os antigos receivers tem melhor qualidade com pior conectividade. Os novos não parecem ter a qualidade dos antigos, porém os antigos não tem todas as conectividades dos novos (hdmi, spdif…), alguns com até som por wifi.

    Eu quero substituir meu Pionner que tá dando uns “OVERLOAD” (depois de 1h apenas) quando jogo alguns titulos do PS3, mas não tá facil, muita gente reclamando desses receivers com HDMI em parte porque é proprietário (o da Sony só serve num Sony) ou incompativel com o padrão HDMI do televisor (HDMI 1.[1/2/3/4]).

    Estou procurando um receiver de bom custo/beneficio para substituir o meu Pionner, e tá dificil.

    • cmbotelho

      @hamacker,
      Meu caro,

      apesar de cutir um bom som, não sou nenhum expert em HT, mas tenho um receiver Onkyo HTS5200 zerado, que só usei as caixas para conectar em um outro receiver também da Onkyo só que modelo mais TOP. Se tiver interesse entre em contato: cmbotelho gmail

  • anedox

    Quando quero o som vou direto pro sistema – tenho um Pioneer WS-2400 com toca-disco para gravações em vinil. Nada com PC’s. Agora para ouvir uma música ou ver um filme que só tem no notebook uso uma Genius SP-i150 com equalizador em Pop com resultado decente.

    • anedox

      Experimente o player de 2007 – Apollo 37zz – pequeno, feioso e grátis mas que dá um show de reprodução usando o i150.

  • Tan

    Ainda bem que no parágrafo final você deu o alerta sobre o MP3, se você quer uma qualidade de som razoável no PC os melhores formatos são FLAC, ALAC ou o velho WAV.

    • http://www.droider.com.br Ticiano Sampaio

      @Tan, depois do driver de áudio “tweakado” que instalei no Galaxy S, eu uso FLAC até nele, ouvindo com uns “in ear” da Koss que tenho aqui. :D Sou meio pirado com essas coisas.

      • Tan

        @Ticiano Sampaio, O problema é o tamanho dos arquivos, haja SSD!

  • nossile

    Fiquei com vontade de chutar o Edifier X100 ligada aqui no PC…. mentira, nem escutar bem eu escuto e ele me atende bem.

    • http://homensdoamanha.com/ r0t3ch

      @nossile,mas a edifier x100 até que dá um caldo,para quem não tem o ouvido tão refinado….boa e barata.

      • http://www.droider.com.br Ticiano Sampaio

        @r0t3ch, eu tenho respeito pelas caixinhas da Edifier. Acho que cumprem muito bem a proposta delas. Sou um tanto cético quanto àquelas caixas deles que “escapolem” da proposta e tentam concorrer em outras áreas, como aquelas valvuladas, por exemplo. Mas nunca testei, é apenas uma desconfiança que sempre surge quando vejo esse tipo de produto.

  • http://livioribeiro.posterous.com livio

    Ótimo artigo! É uma pena que a quase totalidade dos computadores não tem um sistema de som minimamente decente. Só tenho usado fones de ouvido, não aguento mais caixas de som ruins. Agora só falta a placa de som, provavelmente será uma Creative Audigy que usarei também pra ligar a guitarra no PC.

    Legal foi o HiFi valvulado da foto =D

  • upking

    desde q comprei meu onkyo S5300 7.1 eu só uso spdif + musicas em flac ou acreditem, DTS…
    sim, musica em DTS 5.1, foi chato de fazer funcionar no pc, mas consegui, e o resultado é absurdamente bom, o grande problema é achar CD DTS…., citarei um exemplo de um dos albuns do Enigma (tenho 5 deles em DTS) e em determinado momento enquanto a mulher solta uns “gemidos” a voz passa por todas as caixas de som, é simplesmente absurdo o envolvimento… Mas claro q tem outros que apenas passam o audio frontal para o surround, ai ja perde toda a graça…

    • http://hamacker.santhanna.net hamacker

      @upking,

      É dificil encontrar qualquer coisa em DTS.
      Em Dolb voce encontra muita enganação, os caras colocam 5.1 na etiqueta e quando vai ouvir é um remix bem chumbrega.

  • silvestre.andre

    Muito interessante o artigo. Mas senti falta de saber que características diferem um bom equipamento de áudio de um que utiliza somente a saída de áudio analógica do PC (Line-out). Poderiam me dar algum exemplo?

    Minha placa onboard pode reproduzir áudio de 24-bit/192khz.Pelo que entendi, isso nao quer dizer muita coisa em matéria de qualidade. Certo?

    • http://www.droider.com.br Ticiano Sampaio

      @silvestre.andre, a questão fundamental reside na qualidade dos DACs, que nessas casos são bem ruins.

      Na verdade são os DACs que fazem a diferença em muita coisa no mundo do áudio e vídeo, sempre que algo digital tem que se transformar em analógico para então chegar aos nossos sentidos.

      Muita gente não entendia porque que, no tempo dos DVDs, por exemplo, tínhamos DVD players de 150 reais em toda esquina e eu fazia questão de ter um Oppo Digital no meu HT. Ali estão vídeos em MPEG2, todos com a mesma resolução, mas a diferença na qualidade de imagem dos Oppo sempre residiu, entre outras coisas, nos DACs de vídeo que eles usam e num competente sistema de upscalling.

      A mesma coisa serve pro áudio. Em um arquivo de áudio stereo, como um FLAC, por exemplo, em algum momento esse negócio vai de PCM Stereo para um sinal analógico que alimenta o amplificador, e essa passagem é um ponto crucial, nem sempre levado muito a sério pelos fabricantes de componentes eletrônicos.

      Um dispositivo pode ter um codec capaz de reproduzir formatos de 24bits/192khz, simplesmente porque possui um codec capaz de processar aquele arquivo, mas a qualidade do DAC usado compromete o resultado final no momento da conversão digital-analógico, que ocorre após o trabalho do codec em si.

      Cada nova tecnologia que surge é ramificada em “nichos” de mercado diferentes. Uns vão produzir DVD players de 150 reais com DACs baratinhos, outros, como a Oppo, vão ganhar prêmios das publicações especializadas, mas vão entregar, consequentemente, um produto mais caro.

      • silvestre.andre

        @Ticiano Sampaio, Legal. Agora consegui entender mais.
        Que marcas de placa de audio recomendaria? Sem ser muito “hi-end”.. hehe

    • http://www.droider.com.br Ticiano Sampaio

      @silvestre.andre, só complementando, quando se busca refinamento é preciso também ficar ligado em certas armadilhas. Eu possuo receiver da Harman Kardon e gosto de muita coisa do grupo Harman, mas veja só. Um dia desses me deparei com uma decoberta nos fóruns por aí que me impressionou bastante.

      A Harman tem uma linha de players hi-end que recebe a marca Lexicon. Eles lançaram um tempo atrás um Bluray player da Lexicon que chegou ao mercado por 3 mil dólares. O pessoal abriu e viu que, por dentro, esse aparelho era nada mais nada menos do que um BD Player da Oppo Digital que custa 500 dólares. De lascar, né?

      • silvestre.andre

        @Ticiano Sampaio, Baita duma sacanagem! hehe

  • Zmaster

    Prezados Amigos,

    Tenho uma questão a respeito de aparelhagem antiga!!

    O que faz e porque muitos equipamentos voltados a áudio antigos, sejam receivers, toca-discos, aparelhos de som são tão conceituados e muitos vezes superiores em qualidade de reprodução de áudio e funções, (mesmo sem as conexões mais recentes, conforme o amigo hamacker citou) em comparação ao atuais , que em tese deviam ser melhores, por nova tecnologia, processadores muitos mais potentes, circuito e componentes minúsculos em comparação aos antigos?

    Seria a fragmentação e popularização da eletrônica ou este nicho acabou ficando restrito a marcas conceituadas no ramo audiófilo?

    Isso me lembra nos meados dos anos de 1994 quando comecei no mundo da informática e ficava espantado com todos aqueles componentes, principalmente pelas placas de áudio pci e vesa de 16 e 32 bits da SoundBlaster AWE 32, AWE64!!

    Olhava todos aqueles componentes necessários para reproduzir as musicas dos jogos da Lucas Arts, efeitos e tal!! E com o tempo começou a chegar aquelas placas xing-ling da PcChits com os primeiros processadores de áudio bem porco, e pensei, este é o fim dos KITS Multimídia (CD-Rom em seus incríveis 4x, placa de som, e caixas de som).

    O pior era imaginar como algo que necessitava de uma placa digamos offboard de áudio para reproduzir o som, podia ser substituída por um chipzinho vagabundo no canto, sempre próximo a chip do modem (que sempre dava pau e conflito de IRQ). Tirei a conclusão, alguém vai ter que fazer o trabalho sujo e assim foi !!

    Hoje evoluiu muito e qualidade está muito superior, mais acredito devido a redução dos componentes, e como o amigo que postou a matéria, mesmo assim dos processadores são de qualidade inferior !!

    Gostaria de opinião dos amigos especialistas, já que sou amador nesta área a me esclarecer sobre minha dúvida !!

    • http://hamacker.santhanna.net hamacker

      @Zmaster,

      Nas onboards, o DAC (assim como DSP) acaba sendo realizado pelo próprio processador, igual a um winmodem. A qualidade disso é o software, se o software for bom, a qualidade será boa. No entanto, o processador será sempre sacrificado, daí a vantagem para as placas dedicadas.

  • raphaelfmf

    Bom artigo! Achei que blogueiros audiófilos e músicos não existiam mais. :P

    A minha solução aqui é uma interface Firewire da Behringer com um fone Sennheiser. Mas não costumo usar FLAC. Com o tanto de discografia que tenho, seria uma loucura. MP3 320 até que atende bem.

    Aos poucos estou montando, também, meu home studio. Por enquanto tenho um par de monitores da Roland beeeeem antigos que precisam urgentemente serem trocados (ainda bem que tenho o fone). Pensando na BX5a da M-Audio e em trocar minha interface por uma fast track pra usufruir do midi e de um controlador que tenho. Preciso também de uma mesa de som nova, a minha tá capengando também. hahaha

    Mas isso só depois de terminar meu clone de Mesa Boogie.

    Parabéns de novo pelo artigo.

  • Luciano

    Excelente artigo, mas… sempre tem um mas… só eu percebi uma pegadinha/deslize/erro? Não se liga fones de ouvido em *saidas line*. Pelo menos não diretamente. São coisas incompatíveis sob o aspecto de impedância e níveis. Agora, se ligou um amplificador decente na saída line e o fone nele, ai sim.

    Se não entendeu o que eu disse, experimente ligar seu fone de ouvidos na saídas RCA (que são line-out) de qualquer reprodutor de CD e me diga que bicho deu.

    • http://www.droider.com.br Ticiano Sampaio

      @Luciano, em PCs e na maior parte desses gadgets mencionados no texto, a saída line e a de phones é a mesma.

      • Luciano

        @Ticiano Sampaio, se existe uma forma de mudar entre line-out e fone por software ou mesmo jumpers (sim, tem placas que tem jumper pra isso) tudo bem. Mas ai incorre o problema em chamar as saídas de áudio do PC de line-out, dai elas seriam saídas de fone de ouvido mesmo.

  • faustopaiva27

    O que me interessa é alta qualidade de som com jogos. Eu sempre utilizei placa de som da Sound Blaster e é nítida a diferença de qualidade de som entre o som onboard e uma placa Sound Blaster, qualquer que seja. A Titanium tem emulação 5.1 em headphone estéreo e fica show de bola. Eu ligo o headphone na saída analógica da placa de som, se tiver uma forma melhor me fale, por favor.

    • Luciano

      @faustopaiva27, É isso ai! E depois tem gente que me pergunta porque eu ainda prefiro usar a minha SB Live! ao invés do som onbard. E olha que a Live! nem é essa maravilha toda heim?

    • http://cid-1fe1d835edbaf7bd.spaces.live.com/ Julian

      @faustopaiva27, Para quem quer fidelidade, Sound Blaster é o canal, amo a minha X-FI 5.1 USB com saída optica, não tem nem comparação ao onboard, tanto direto nas caixas de som, como ligado pela saida optica ao Home THeater a qualidade é maravilhosa.
      Ótima para jogos e músicas.

  • bilich

    2 perguntas…
    1° estava pensando em comprar um receiver (na verdade ta classificado como home theater) HOME THEATER 3D 5.1 ONKYO HT-S3300 – Onkyo (http://www.fnac.com.br/-FNAC,,caixas-558390-12.html)
    Só que não sei se esta seria uma boa alternativa, vive tendo promoção desse aparelho por 1999 reais, só que nunca compro por não ter certeza se vale a pena.
    2° pergunta, aqui em brasilia a voltagem é 220 e o aparelho é 110, sabendo que estabilizadores são uma bosta, que outra alternativa eu teria para utilizar esse aparelho?

    • xandy.fabian

      @bilich, É só pedir outra fase para a concessionária de energia elétrica. Assim vc poderia ter 220 V também para o chuveiro e o A/C, por exemplo.

  • kekosam

    Afff… as Troni SP-120B aqui do pc do trampo ficaram tristes agora. Em casa, uso a saida normal de aúdio da mb ligando por um cabo stereo a um ampli que uso para ensair, da Ciclotron, com 120w RMS. Dalí, separo os graves dos médio/agudos em dois conjuntos, formados por um retorno e uma caixa com dois falantes de 12′. Dá pra fazer um bom barulho, apesar de ter uma queda de fidelidade por conta dos arquivos em mp3. Mas se não aumentar muito o volume (30%), fica muito bom.

  • http://pulse.yahoo.com/_25VNT2AVI2N7IRU4AUGUA3CZKI Lucas

    MELHOR CUSTO X BENEFÍCIO PARA PC:
    Fone de Ouvido Koss Porta Pro ($30,00) + Placa de audio Asus Xonar DG ($30,00) = $60,00

    Você compra por este preço no ebay, ae com o frete e convertendo para real no paypal, no final das contas vai te custar uns R$170,00 a placa e o fone juntos.
    A placa Asus Xonar DG tem um recurso que anula o ruido vindo da fonte do PC, além de ter um amplificador específico para fones com relativa alta impendância. Este conjunto que sai por R$ 170,00 reais é o que se consegue de melhor qualidade sonora pelo menor preço na minha opinião. É claro que para se conseguir obter o melhor que o equipamento pode oferecer deve-se reproduzir arquivos de boa qualidade, como o FLAC, ou MP3 @320kbps.

  • Ivan Couto

    Ticiano,

    eu venho baixando há anos, FLACs em 24bit-96kHz ou 24bit-192kHz Ripados de LPs, por um pessoal que tem equipamentos caríssimos para essas conversões.

    Acabo de comprar um Receiver Sansui japonês dos anos 70, de 60W RMS e um par de caixas da Polyvox, com 48W RMS cada, para poder apreciar esses FLACs de alta resolução.

    Tenho um notebook para a reprodução, mas sei que não é o ideal. Tenho também um PS3 e posso gravar DVD-A. Mas eu prefiro utilizar o notebook, através do foobar2000 como player pelo Windows 7. O que me recomendaria como ponte (USB) para essa reprodução de FLACs 96 e 192kHz pelo notebook, sem perda, até o Sansui?