Valve: Xbox 360, não te amamos mais!

dori_val_24.08.10

Como em qualquer outra indústria, no mundo dos videogames as coisas mudam muito rapidamente e aquele aparelho que antes era alvo de críticas, do dia para a noite a passa a se tornar o novo queridinho das produtoras. São negócios e não é difícil entender que antes mesmo de nos levar entretenimento, as empresas visam o lucro, mas não há como deixar de achar patética a maneira como a Valve se tornou a melhor nova amiga do Playstation 3.

Depois de tanto reclamarem do console da Sony, de quanto era difícil desenvolver para ele e de dar total apoio ao Xbox 360, agora a companhia fundada por Gabe Newell e Mike Harrington é só elogios à plataforma, inclusive com o gerente de projeto Erik Johnson tendo declarado que o PS3 é a melhor opção, tanto para aqueles que criam jogos, quanto para aqueles que jogam.

Parte da razão pelo qual o projeto PS3 é tão empolgante é porque fundamentalmente a Sony enxerga o PS3 como uma plataforma aberta para os desenvolvedores e esse é o tipo de coisa que gostamos. É melhor para os desenvolvedores, mas ainda mais importante, é melhor para os consumidores, que ganham várias possibilidades de software para usar em qualquer dispositivo que quiserem.”

É caro leitor do MBG, sábio foi o sujeito que decretou que “não há nada nada como um dia após o outro.

[via CVG]

Relacionados: ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Eu acho que, basicamente, o problema é a birra da MS querer sempre cobrar pelos DLCs dos games, coisa que vai contra as idéias da Valve.

    Um exemplo é como é chato e bugado o TF2 do XBOX, comparado ao do PC.

    • @Highlander, Concordo, além de que a Sony permitiu eles implementarem o Steamworks e outras funcionalidades do Steam na sua plataforma, algo que a MS não vai permitir tão cedo. Parece que realmente eles se irritaram com o Xbox 360.

      • Rickd

        @Eduardo Engel Balle, esse distanciamento da Valve com a MS tem outro motivo, o Windows Live que chegou pra competir com Steam. Isso explica também o Steam para Mac.

  • ChronoGlenn

    Po Dori, com seu titulo eu achei que ele estavam falando mal diretamento do 360, mas é tudo indireto. hehe
    Mas eu vejo a Valve como uma empresa de PC, e se ela continuar dando o suporte decente para o PC eu estou feliz

  • guilhermefdc

    O PS3 parece realmente ter ganhado momentum ultimamente, especialmente no Japão e na Europa (bate até o Wii em vendas e só perde para as vendas combinadas dos DS’s).

    Se há poucos anos a tendência era o X360 roubar exclusivos do PS3 (Metal Gear Rising, Final Fantasy XIII), hoje isso parece ter parado (Final Fantasy XIV e Versus XIII – especialmente para o XIV: parece-me inviável trocar entre 3/4 discos toda hora para um jogo online ou gastar o HD todo só com ele) ou mesmo invertido (Mass Effect 2/3).
    As grandes vantagens do X360 hoje são basicamente a Live e gráficos algo melhores com a Unreal Engine (mais a 2 que a 3)…

  • Wallacy

    Bem, de fato para reles mortais como eu desenvolver para o PS3 é sim bem mais difícil que para o Xbox 360.

    Estou apanhando desde o inicio do ano, e quem disse que consigo fazer a PPE contactar as SPEs, e olha que são 8 SPEs, mal to conseguindo fazer uma funcionar adequadamente.

    Agora para a Valve que pode pagar uns “trocados” para pessoas que já dominam o processo de desenvolvimento do PS3, acredito que a troca seja valida. O PS3 tem me parece ter um “tempo de vida”, maior que o 360.

  • Rickd

    Como dizem nos EUA, it’s all about money.

  • “mas não há como deixar de achar patética a maneira como a Valve se tornou a melhor nova amiga do Playstation 3.”

    Concordo plenamente! Um dos motivos de ir para o Xbox 360, foi exatamente pelo bom relacionamento da Valve com o Xbox 360, já que sou grande fã da franquia Half Life.

  • Eu não ligo para essas mudanças de posições, desde que o fator que origina essas atitudes seja realmente a facilidade de lançar produtos novos e de qualidade. Se for somente negócios, sem pensar nos consumidores ou no produto lançado no mercado, essa atitude acaba se tornando desprezível.