Digital Drops Blog de Brinquedo

Upgrade de computador

Por em 31 de janeiro de 2006
emHardware
Mais textos de:

Site
  • http://[email protected] Anônimo

    O Leo deve ter achado que eu sou o primeiro usuário, por causa do preço que eu paguei na placa de vídeo. Ele fez uma cara igual a da máscara do pânico e aí resolveu postar. :-D

    Mas a verdade é isso é extremamente importante para saber consumir produtos de informática. Lembre-se sempre que há um prêmio a ser pago por um equipamento de ponta, que cairá razoavelmente de preço até o Natal do mesmo ano.

    Via de regra, jamais compre um equipamento recém-lançado no começo do ano. Quando chegar o último trimestre do ano, as empresas precisam fazer muito caixa e vender os estoques. Então os preços caem em média 30% a partir da segunda quinzena de Outubro. De onde eu tirei isso? 11 anos montando o próprio PC Frankenstein ensinam algumas coisas. :-)

  • http://[email protected] Anônimo

    O degrau de Athlon 64 4000 para FX55 parece ainda mais interessante :). Conhecendo o moardib, a ideia eh perfeita – custo/beneficio.

  • http://[email protected] Anônimo

    Idéia acertada, a busca de relação custo X Beneficios nas máquinas de custo intermediário serão sempre a melhor opção.

    Vale ressaltar que não concordo com o colocação de “(…)vai ser gasto em consertos e peças de reposição(…)”.

    Da maneira colocada parece que as máquinas mais baratas são montadas com peças de péssima qualidade que tem uma vida útil baixa e por isso devem ser rejeitados. Mas mesmo nestas máquinas muitas vezes encontramos HD, memórias e placa-mães de primeira linha, o que me faz crer que a vida útil em relação a problemas técnicos do equipamento seja similar aos demais.

    Por outro lado, a vida funcional (não confundir com a util) da máquina será inferior as demais pois ela por ser uma máquina mais barata normalmente recebe as especificações minimas de componentes. Ex. 128 Mb de RAM (estourando 256 Mb), HD de 40 Gb, placa de video Onboard, entre outros. E com isto a máquina está sempre na zona de risco para não atenderem mais as especificações. Exigindo a troca de peças não por defeito, mas por necessidades de UPGRADE, do qual nem as máquinas mais altas escapam.

    Entendo como VIDA FUNCIONAL – a máquina que funciona até a sua plena capacidade, mas que ao atingir um momento não consegue atender os últimos Softwares de forma confortável em tempo resposta e suportes a novas tecnologias exigindo medidas para que possam recuperar seu poder de fogo.

    Entendo como VIDA UTIL – o tempo estimado para a que se dure determinado equipamento do conjunto. Após este prazo o equipamento o equipamento é mais sucetivel a problemas e se for operação crítica é recomendável inclusive a substituição preventiva dos componentes ou do equipamento completo (conforme o caso) afim de evitar paradas imprevistas e graves.

  • http://[email protected] Anônimo

    Sou o usuário do meio.
    Até ontem era o feliz usuário de uma Abit VA-10 com Athlon XP 2.2+ e 512/333, agora fui para uma MSI K8MM-V com Sempron 64 2.5+ e 512/400… considerando que paguei muito pouco na troca, acho que valeu a pena.
    A propósito, se você tiver curiosidade de acompanhar os preços daí de onde você está, dê uma olhada em http://www.boadica.com.br e http://www.buscape.com.br .

  • http://[email protected] Anônimo

    Sou um usuário do meio puxado bem pouco pra cima.
    Pena que no Brasil U$400,00 pra um bom upgrade fica apertado.
    Sempre fui um usuário de “compra de lixo” ou de baixo se preferirem.
    Final do ano passado que resolvi comprar um A64 3200 939 com VGA x800xl PCI-E e outras coisas nesse nível.
    Não me arrependo de ter gasto com isso. É a primeira vez que posso jogar a maioria dos jogos em 1280×960 com quase tudo no máximo (e é lindo : )).
    Dirriba, realmente existe micro de baixo custo com qualidade. Mas o que vendem nas lojas são quase que a maioria equipamento “genérico” que realmente não vale nada e não roda quase nada.
    Já tive micros que viviam voltando pra loja pra arrumar alguma coisa que pifava. (e o mais legal era qdo voltava com placa trocada por uma pior!).
    Ainda bem que descobri a A1, a TechLabs… que foi onde comprei esse micro.

  • http://[email protected] Anônimo

    Mas falou a fantástica linha Athlon 64 X2, que fica com o preço entre o Athllon 64 e o Athlon FX, e é dual-core – aliás o FX 60 é dual core também., é um X2 modificado. Você pode considerar o Athlon X2 4800+, uma excelente máqiuna com os pereços em queda.

  • http://[email protected] Anônimo

    Um ótimo site mais deveria falar mais sobre o upgrade naum apenas ficar falando de perfis de usuário