Na Europa, celulares terão o mesmo carregador

Você e qualquer um que tem celular certamente já passou pela situação de ver seu aparelho sem bateria e, pior, sem um carregador compatível por perto. Infelizmente, não há, ainda, um padrão universal para carregadores, de modo que cada empresa cria seu próprio, sem falar nas que criam vários próprios dentro da sua linha de modelos. Quem entende!?

Phone Charger

Phone Charger (por Roscoe Van Damme).

Na Europa, pelo menos, esse problema está próximo do fim. Entre um processo antitruste na Microsoft e outro, a Comissão Europeia chegou a um acordo amigável com fabricantes de celulares em 2009. Agora, ele começa a ter efeito, e a partir do começo de 2011, todos os dez signatários, que incluem, dentre outras, Apple, Motorola, RIM e Samsung, lançarão novos aparelhos com o carregador comum, baseado no plug microUSB.

Essa medida tem diversos impactos em várias áreas, da econômica à ambiental, beneficiando em muito os usuários. Menos custos de produção, menos consumo de recursos para a fabricação de mais carregadores, aparelhos sendo carregados em qualquer lugar onde exista um mísero carregador, independente do celular com o qual ele veio. Algo tão simples que, sinceramente, tal unificação deveria ter sido iniciativa das fabricantes, não da Comissão Europeia…

Enquanto isso, no resto do mundo a questão é incerta. À Wired, analistas dizem que a tendência é de que, pelo menos nos EUA, a médio prazo a implementação europeia seja seguida. “Médio” porque, sem uma data limite, a exemplo da fixada pela Comissão Europeia no velho continente, fica difícil prever quando essa utopia se tornará realidade. Existem iniciativas isoladas nesse sentido, como a da HTC, cujo carregador do EVO funciona também nos modelos Incredible e Nexus One, e a da Motorola e Samsung, que se comprometeram, sem dar data, a criarem carregadores comuns e plugs compatíveis em seus aparelhos.

No Brasil? Ahn… então, né?

Relacionados: , , ,

Autor: Rodrigo Ghedin

Blogger, bacharel em Direito e acadêmico de Sistemas de Informação.

Compartilhar
  • Hawk

    Elas devem lucrar com isso, pois não consigo entender qual a vantagem além disso para que criarem tantos tipos de carregadores.

    Aqui na minha sala, somos em 5, dois LG, um Samsung, um Sony Ericsson e um gérico, apenas os LG são compatíveis, porque são modelos novos, pois os carregadores antigos não funcionam neles.

    Já tive 6 celulares, nenhum dos carregadores funcionam em outros aparelhos.

    • @Hawk, Aqui são quatro Nokia e um Sony Ericsson. Todos os Nokia “conversam” entre si, é uma mão na roda.

      []’s!

      • @Rodrigo Ghedin, aqui também são 4 Nokias e isso quebra um galhão. Só os cabos de dados que são 2 tipos diferentes.

        • fazedordesite

          @marcoc2, Em casa somos em 2 samsung e não conversam entre si, mesmo sendo modelos novos.

      • @Rodrigo Ghedin, Pior que até mesmo a Nokia já mudou de padrão. Antes eram comuns todos terem um plug de certo diâmetro, mas de alguns anos para cá todos passaram a seguir um padrão com menor diâmetro (como é o meu N51). Até que não ficava na mão caso esquecesse de levar carregador para a casa da namorada e a bateria morresse, pois o celular dela era um Nokia simples, mas com o mesmo diâmetro do conector (agora ela tem um Samsung). Já aqui no trabalho o celular da empresa é um Nokia que utiliza o carregar mais antigo.

    • asaneves

      @Hawk, Já se lembrou, por exemplo, que existe mais preocupação ambiental na Europa que no Brasil? Pode ser por isso também?

  • Overlord

    Nos outros paises, o problema será resolvido via cascata: os fabricantes, forçados a atender a resolução da Comissão Européia, certamente não terão carregadores específicos para cada mercado consumidor…

  • Pelo que entendi, na Europa, todo aparelho vai ter o plugue micro-USB, certo? Então a Nokia se saiu bem nesse caso, todos os modelos que eu conheço dela recentes usam esse padrão já.

    • xandy.fabian

      @Renan the Geek, Sim, todos Nokias possuem para transferir dados. O meu E63 não carrega pela porta micro-USB. A empresa que eu mais vejo usar o micro-USB é a Motorola….

      • Taylo

        @xandy.fabian, verdade, tem aparelhos que só tem a microUSB, que eu acho o melhor de todos, o meu atual da SonyEricson que tem um carregador horrível (este da foto) é muito lixão fica com mal contato tem que ficar mexendo até conectar.

    • @Renan the Geek, mas nem todos servem pra carregar o aparelho. No meu, por exemplo, um N82, a saída microUSB só serve para transferir arquivos para o PC; não carrega a bateria por ali, só no carregador de parede (que tem outra entrada, proprietária).

      []’s!

    • @Renan the Geek, A RIM atualmente também só tem lançado BlackBerry com entrada micro-usb.

  • Dos quatro celulares que tive, cada um tinha um carregador diferente. Isso deve ser simplesmente pra vender mais carregadores, não vejo motivos pra eles mudarem dentro do mesmo fabricante.

  • Rafael Silva

    No Brazil irão provavelmente criar um novo padrão… um que seja mais seguro e blablabla… igual com a tomada 😉

    • Luciano

      @Rafael Silva, Não duvido nem um pouco disso! 😀

  • cassiocmg

    Alguem compraria um celular sem carregador se fosse R$20 mais barato?

    • @cassiocmg, eu. Se fosse um celular com micro-USB, já que tenho cabos desses sobrando em casa.

    • thE Masterkey Blaster

      @cassiocmg,
      Por que não? Vai fazer coleção de recarregadores idênticos agora? o.O”
      No sério que eu não entendi…

  • Agora, sabem o que seria legal mesmo? Se o carregador universal europeu fosse aquele que carrega sem precisar de plugue, mas sim por indução. Tem um desses para o iPhone.

  • Perfeito! Mais do que na hora de existir um padrão. A Nokia meio que já padronizou seus carregadores, mas um padrão de mercado é muito melhor.

  • omine

    o motivo de tantos carregadores diferentes é comercial.
    cria-se um comércio de adaptadores de carregador de celular..
    no japao tem de monte.

  • dyeison.carraro

    Falando em padronização, já imaginaram se toda a Terra falasse a mesma língua, todos. Escolhe uma que seja falada no marior número de países atualmente e usa essa como padrão. Uma fronteira a menos…

    • tgr.3dm

      @dyeison.carraro, esperanto.

      • thE Masterkey Blaster

        @tgr.3dm,
        vai esperando…

    • Taylo

      @dyeison.carraro, GengisKan e Adolf Hitler tentarão ^^. bem que o Brasil poderia ser descoberto por Ingleses.

      • YSimonini

        @Taylo, os planos de Hitler era o domínio europeu, inicialmente, para assegurar o “Espaço Vital Alemão”. Não há como saber qual era o plano global nazista a não ser vencer os aliados e submetê-los com a ajuda dos Italianos e dos japoneses que, com certeza, não iriam adotar o alemão. Pior ainda seria conceber tal idéia a Gengis Khan…
        E por favor, pare com esse tipo de anacronismo. Não é o tipo de colonizador que determina o futuro de um país e sim o tipo de colonização. Quer exemplos? Suriname e Guiana Inglesa – para não lembrar do continente africano, no século XIX e XX….
        Estávamos falando de que? Há carregadores de celulares….

        • thunder_geo

          @YSimonini, Eu ia mandar ele estudar “Ratzel” só pra começar mas ai eu lembrei da historia da olimpiadas de matematica do mato grosso mato a dentro e blargh……………..

        • thiagovrsant

          @YSimonini, Jamaica, África do Sul, Índia, grande parte das ilhas caribenhas… hmmm, ah o Zimbabue também, se não me engano!

    • @dyeison.carraro, a exposição que uma pessoal normal sofre a trolls seria elevada a potência de quantas línguas populares fossem eliminadas. Seria o fim da vida na Terra.

    • omine

      @dyeison.carraro, o mais falado é chinês mas o inglês é mais difundido.
      aí tb entram questões étnicas, culturais, e comerciais também

      os países que nao falam ingles, como o brasil teriam custos enormes com sistema de ensino pra readaptar ao novo padroa de idioma e isso, obviamente levará uns 100 anos para que todos aceitem e estejam adaptados.

      é quase uma utopia.. mas pessoalmetne gostaria que o mundo inteiro falasse um só idioma.

  • dasserjr

    Olá a todos, não que eu seja otimista… mas creio que o padrão será adotado, e logo, no mundo todo (inclusive no Brasil) e por uma razão econômica. Depois de criado um novo design para usar o novo padrão, e para um enorme mercado como o da Europa, não fará sentido manter modelos diferentes para o resto do mundo. Isso além, óbvio, do barateamento do produto, que poderá muito bem vir sem a bateria. Nenhuma grande empresa faz modelos só para uma parte do mundo, acredito que a mudança aqui será na mesma época que a mudança de lá, no máximo alguns meses de diferença… A notícia, de qualquer forma, é maravilhosa! 🙂
    []s

  • Rafael Machado

    Aqui no Brazil tbm estao tentando propor uma padronização.

    Projeto torna obrigatória padronização
    de carregador de celular no Brasil
    http://noticias.r7.com/tecnologia-e-ciencia/noticias/projeto-torna-obrigatoria-padronizacao-de-carregador-de-celular-no-brasil-20100622.html

  • Tenho um primo aqui no Brasil que trabalha numa empresa que fabrica carregadores de celular. Um tempo atrás ele comentou que as empresas de celular também estão se reunindo por aqui com o intuito de padronizar os carregadores. Vou mandar o link da noticia pra ele pra ver se ele pode comentar algo por aqui (até pq ele já frequenta o MB)…

    • thE Masterkey Blaster

      @Cristiano Waster,
      faz isso tio!!! 🙂

  • escrutinador

    Se for pelo número de falantes, o mandarim ganha longe. Não tou a fim de aprender chinês…!

  • bdebigode

    Essa árece ser a tendência: Padronizar!

    Existe no Brasil um projeto de lei http://www.votenaweb.com.br/projetos/716 para isso tbm.

    É a saída mais inteligente!

  • lauksas

    Pessoal,
    A algum tempo já se fala isso aqui no Brasil (http://www2.camara.gov.br/agencia/noticias/CIENCIA-E-TECNOLOGIA/144870-PROJETO-OBRIGA-VENDA-DE-CARREGADOR-UNIVERSAL-DE-BATERIA-DE-CELULAR.html)
    O que me preocupa é que vários tipos de fabricantes, apesar do mesmo encaixe (Micro ou Mini USB) são alterados a forma de reconhecimento do carregador… e a voltagem é quase um padrão, por ser USB (5V), porém a amperagem (http://pt.wikipedia.org/wiki/Amperagem) que é muito importante, pois vai alterar o tempo em que a bateria será recarregada… se você pegar um carregador com baixa amperagem da nokia e colocar em uma aparelho bem novo da nokia vai ver que irá demorar mais que o dobro de tempo para recarregar, por este motive que a nokia trocou o encaixe para aquele mais pino mais fino, e agora recentemente para o micro-USB…
    Agora imagina, praticamente tudo hoje é feito na Ásia, os aparelhos terão modificados para cada país?
    Uma coisa é mudar um cabo de força, só soldar na placa e tal. Outra coisa é modificar o projeto para receber tensões (voltagens) e corrente (amperagem) diferentes. O projeto de lei prevê o uso de adaptadores, mas esses seriam somente para o encaixe, pode até haver uma que modifique a corrente e voltagem, mas isso saíria mais caro que um carregador novo…
    Indo um pouco mais longe… os fabricantes terão que fazer versões diferentes para cada país? isso aumentaria o custo dos aparelhos, principalmente aqui no Brasil.
    Acho que o mundo ideal seria um padrão mundial… mas como o mundo não é ideal…

  • Alexandre Luckenzy

    A LG e Sonic Ericsson devem estar adorando a noticia, né!
    OFF TOPIC: Ainda bem que a UE não propôs a união dos CODECS

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Walmart, Cupom de desconto Ricardo Eletro, Cupom de desconto Extra, Cupom de desconto Martins Fontes Paulista, Cupom de desconto Empório da Cerveja