True Crime: New York é o novo alvo da crítica aos games

Depois do ‘escândalo’ causado pelo minigame Hot Coffee do jogo Grand Theft Auto: San Andreas (um joguinho de sexo que os programadores resolveram deixar de lado na versão final do jogo, mas não retiraram o código, então ele é facilmente acessível usando algum dispositivo de cheats para o Playstation 2 ou um crack para a versão do PC – veja uma foto aqui), o novo alvo das autoridades americanas é o game True Crime: New York.

O comissário da NYPD, Raymond Kelly, condena o jogo por denegrir a profissão policial e inclusive critica o fato de um detetive de polícia aposentado fazer parte da comissão técnica do jogo.

O game (que está na lista dos 10 jogos mais violentos do ano), que estou jogando agora, tem altos valores de produção, com Christopher Walken e Lawrence Fishburne fazendo vozes de personagens, entre outras celebridades, e coloca o jogador na pele de Marcus Reed. Logo no começo, você já aparece cheio de sangue e chacina uma gangue rival, até que aparece um detetive de polícia amigo da família do personagem e diz que vai te prender se você não ‘tomar jeito na vida’. Após essa introdução e uma cena ‘Five Years Later’, o jogo mostra que Marcus virou um policial, e você joga como ele.

Obviamente isso não pegou bem com a Polícia de NY, sem falar do fato que você pode jogar como um policial corrupto e fazer coisas como plantar evidências em inocentes para prender mais gente e assim aumentar seu salário.

true%20crime.jpg

Autor: kioshi

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Walmart, Cupom de desconto Ricardo Eletro, Cupom de desconto Extra, Cupom de desconto Adidas, Cupom de desconto Submarino, Cupom de desconto Americanas, Cupom de desconto Casas Bahia