True Crime: New York é o novo alvo da crítica aos games

Depois do ‘escândalo’ causado pelo minigame Hot Coffee do jogo Grand Theft Auto: San Andreas (um joguinho de sexo que os programadores resolveram deixar de lado na versão final do jogo, mas não retiraram o código, então ele é facilmente acessível usando algum dispositivo de cheats para o Playstation 2 ou um crack para a versão do PC – veja uma foto aqui), o novo alvo das autoridades americanas é o game True Crime: New York.

O comissário da NYPD, Raymond Kelly, condena o jogo por denegrir a profissão policial e inclusive critica o fato de um detetive de polícia aposentado fazer parte da comissão técnica do jogo.

O game (que está na lista dos 10 jogos mais violentos do ano), que estou jogando agora, tem altos valores de produção, com Christopher Walken e Lawrence Fishburne fazendo vozes de personagens, entre outras celebridades, e coloca o jogador na pele de Marcus Reed. Logo no começo, você já aparece cheio de sangue e chacina uma gangue rival, até que aparece um detetive de polícia amigo da família do personagem e diz que vai te prender se você não ‘tomar jeito na vida’. Após essa introdução e uma cena ‘Five Years Later’, o jogo mostra que Marcus virou um policial, e você joga como ele.

Obviamente isso não pegou bem com a Polícia de NY, sem falar do fato que você pode jogar como um policial corrupto e fazer coisas como plantar evidências em inocentes para prender mais gente e assim aumentar seu salário.

true%20crime.jpg

Autor: kioshi

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples