Shank, um indie com visual de jogo grande

Quem teve um console da geração 16-bits ou entrou pelo menos uma vez num fliperama lá pelo início da década de 90 certamente jogou algum beatn up. Embora os Hack and slash atuais como o God of War possam ser considerados uma evolução natural do antigo gênero briga de rua, muitos dos antigos jogadores (sentem falta) sentem falta de um game no estilo que use apenas dimensões e para eles eu recomendo de olho num game chamado Shank.

Figurando na lista de finalista do Independent Games Festival 2010, o game permite que seus inimigos sejam massacrados com o uso facas, armas de fogo e até mesmo uma motosserra, mas o que mais me chamou a atenção foi sua ambientação meio no estilo velho oeste e principalmente, a direção artística no estilo revista em quadrinho e a exuberante animação.

Segundo os criadores o jogo recebeu inspiração de diversos meios, como os filmes do Tarantino, os clássicos Prince of Persia e Double Dragon, as animações da Pixar e a HQ Preacher, sem dúvida ótimas referências.

Eu não consegui descobrir quando Shank será lançado, porém, acho que a espera valerá a pena e é importante dizer que a Klei Entertainment, produtora do jogo, foi a responsável pela versão do N+ lançado no Xbox 360.

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Muito legal. Ele reune coisas dos beat´n up clássicos e elementos de jogos modernos em 3D. Eu sempre pensei que poderiam fazer jogos assim usando graficos ultra realisticos nos personagens e cenarios, uma vez que o processamento seria menor por ser sempre a mesma vista.

    Oura coisa que poderiam fazer em jogos 2D eram colocar movimentos variados, combate com cobertura e combos complexos.

    E tomara que saia Shank para PC e/ou PSP!

  • Rafael Vasconcelos

    Tem que sair pra PC…

    • Vim aqui seco para perguntar justamente isso. O blog oficial não cita plataforma, mas no vídeo dá para ver o joystick do Xbox. Será que rola uma versão para PC também?

      • Rafael Vasconcelos

        Tenha fé. Braid saiu primeiro pra Xbox 360 mas depois saiu pra PC.

    • carituS

      Tem que sair pra PC… [i++]

  • zedopovo

    Hahaha, que isso, achei espetacular!!

    Fizeram um excelente trabalho, de fato podia ser lançado para PC!

  • Rambo of Persia Creed in 2D! \o/

    Mó bacana o jogo, acho muito bom quando o jogo tem um estilo simples mas bastante conteúdo. 😀

    • “Rambo Creed of Percia 2D” soa melhor.

  • ChronoGlenn

    Isso q da raiva nessa porcaria de industria,  (não só essa, mas hollywood tb)

    A era dos caça niqueis (blockbuster ) está com toda força nessa geração de videogames, jogos a US$ 60, cada vez mais DLCs toscos para os mesmos jogos genêricos cheios de ideias recicladas.

    FF 100000

    a bungie ainda cogita fazer mais Halo, CHEGA POR FAVOR

    entre outros

     

    Será q sou só eu q tenho a sensação q estamos rumo a um novo crash dos videogames?

    Preços super inflados, jogos cada vez mais genêricos, e o q segura a industria é a super exploração de franquias consagradas.

    Quando um empresa resolver mudar de ranquia (Remedy), vem outra, compra sua franquia, e VAMOS FAZER SEQUÊNCIA.

    Será q sou só eu q não espero muita coisa do Max Payne 3 pq o jogo não é feito pela Remedy

     

    Ai quando vejo uns jogos desses, q parecem ser bom, com gráficos bons, e sendo bom e com gráficos bons, deve ter custado no mínimo US$ 50 mi. Volto a me animar com a industria

  • crazybyte

    Mad Metal Slug World’s Creed

    Gostei, violência gratuita na medida certa! Jogarei se sair para o xiboca.

     

  • raelbr

    Caramba, que jogo animal! =D

    Parece um jogo em FLASH, mas de qualidade impecável!

    Espero ver este jogo na Steam, ou na PSN =P

    • garoa

      Também me pareceu um jogo em Flash, pelo único fato de ser animação vetorial.  E a gente que imaginava antigamente que animação vetorial seriam só jogos sem bitmaps como Another World e Flashback, hein?

      Talvez o jogo não tenha sido desenvolvido em flash, apenas sua animação.  Mas se for, cadê os haters do Flash nessas horas, hein? 😉

       

  • kaborius

    Gostaria que fosse feito uma menção aqui no blog quando esse jogo fosse lançado, ou sua versão beta, gostei muito do estilo.

  • Sebastiao coelho

    só não gostei foi da inteligência artificial dos inimigos. tirando o boss, os inimigos comuns eram bem burros não? Eles não faziam nada! só ficavam esperando pra morrer. tudo bem que, como é demo, deve ser a primeira fase. se o jogo for todo desse jeito será um espetáculo visual mas chato de se jogar.

  • Dreadful

    renegade, double dragon, two crude dudes, wolverine origins, madworld, aí tem de tudo.

    belo mix de influências.

     

  • Maneiríssimo…

    me amarrei nos gráficos… tem que sair pra PC sim, e pra iPhone. Já tem alguns desse tipo de sair andando e matando todo mundo para a plataforma da Apple, mas não se comparam com o shank, gostei demais!