Cientista da NASA propõe escudo para proteger Marte de tempestades solares

c-myp_txgaasble

É o sonho de Elon Musk, e vai demorar um bocado de tempo se formos esperar o incompetente do Quaid ligar a porcaria do reator, mas Marte é o único planeta do sistema solar que podemos terraformar com a tecnologia que dispomos atualmente.

Arthur Clarke surgeriu que a melhor forma de esquentar o planeta é escurecê-lo, e para isso precisaríamos de milhões de máquinas auto-replicantes cobrindo a superfície dos pólos, onde há água abundante em forma de gelo. Felizmente temos as máquinas auto-replicantes perfeitas pra isso: plantas.

Um problema persistente é que a falta de um campo magnético faz com que Marte perca muita atmosfera com a passagem do vento solar, partículas carregadas eletricamente em grande velocidade.

O nosso campo magnético é gerado pelo núcleo metálico da Terra, algo que é complicado de se reverter em Marte, afinal ninguém quer dar razão àquele filme horroroso com o… a… céus, ninguém!

Por isso mesmo é pra lá de ousada a proposta do Dr Jim Green, diretor da Divisão de Ciências Planetárias da NASA, ele (junto com um grupo de outros cientistas) apresentou uma idéia para criar um campo magnético artificial em volta de Marte.

Jim Green sabe do que está falando. Seu orientador na faculdade foi ninguém menos que James Van Allen — isso mesmo, o roqueiro.

Em um paper de título “A Future Mars Environment for Science and Exploration” eles detalham uma simulação onde um campo magnético artificial de 1 ou 2 teslas é gerado na posição Lagrange 1, um ponto entre Marte e o Sol onde um objeto ficaria parado em relação ao planeta.

Esse campo dispersaria as partículas vindas do Sol, fazendo com que elas desviassem de Marte.

screenshot-26_03_2018-16_52_37

Quanto a gerar um campo de um ou dois Teslas, parece ser complicado. O campo magnético da Terra é de 31,869 µT estamos falando de algo milhões de vezes mais potente. Será que a Ciência um dia conseguirá gerar algo assi…

3t-mri

Esse tomógrafo aí de cima gera um campo de 3 teslas. É um modelo comercial comum, embora os mais baratinhos fiquem na casa dos 1,5 tesla. Os imãs do LHC são de 8 teslas. O maior campo magnético já gerado em laboratório foi de 45 teslas.

Com 16 teslas você consegue fazer um sapo levitar e nem precisa que a Mística o seduza até o banheiro e o surpreenda com uma injeção de mercúrio metálico.


AP Archive — NETHERLANDS: BRITISH & DUTCH SCIENTISTS MAKE FROG FLOAT IN MID-AIR

Segundo o modelo deles com a magnetosfera artificial Marte pararia de perder atmosfera para o espaço, ela começaria a ficar mais densa graças à atividade vulcânica no interior do planeta, e logo conseguiriam temperaturas em média 4 °C mais altas, o suficiente para derreter parte do gelo polar, liberar mais CO2 na atmosfera, gerar efeito estufa, dizer fuck you Al Gore, promover aquecimento global e Marte ganharia de volta 1/7 de seus oceanos.

Isso claro num período de centenas de anos.

A não ser que o Quaid ligue logo a porcaria do reator.

Fonte: Phys.org.

Relacionados: , , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples