Review Motorola DEXT

 

O DEXT é o primeiro aparelho da Motorola com Android.

Além disso, é o primeiro fruto dos planos da Motorola para ter alguma importância no mercado de smartphones, onde, tirando o MotoQ original, ela nunca teve nenhum grande sucesso.

Será o DEXT o suficiente para melhorar a reputação da fabricante? Veremos.

MotoDEXT

Hardware

O DEXT possui as especificações padrão da primeira leva de aparelhos com Android: Processador Qualcomm de 528MHz, 3G, WiFi, Bluetooth e GPS. Além disso, tem 256 de memória RAM, 512 de ROM (usada para armazenamento), câmera de 5 Megapixels, teclado QWERTY slider e saída de 3,5mm para fones de ouvido.

O aparelho é bem acabado, com alguns detalhes bem interessantes, como o logo da Motorola iluminado atrás da tela, que aparece quando ele está aberto e a iluminação do teclado, que ilumina as funções auxiliares quando você pressiona a tecla ALT – super útil para digitar números e símbolos (alguém falou senhas?) à noite.

A traseira do aparelho é emborrachada, o que ajuda tanto a segurar o aparelho como evita as marcas de dedo tão comuns em aparelhos com acabamento “black piano”

A tela, de 3.1 polegadas e 320×480 pixels, está na média dos outros aparelhos com Android. O touchscreen é capacitivo, mas a minha impressão é que a tela é apenas ligeiramente mais responsiva do que a de aparelhos com boas telas resistivas, como a do Sony Xperia.

O tamanho (11,4 cm x 5,8 x 1,56, altura x largura x espessura) e o peso (163g) está dentro do normal para um aparelho com tela touch e teclado embutido.

O teclado é bem confortável, não fosse o fato da barra de espaço ser muito pequena – ocupa o espaço equivalente a duas teclas normais, o mesmo ocupado pelas teclas auxiliares (ALT, Busca, SYM e Voltar). Digitar textos longos nele é bastante frustrante, porque você tem que procurar a barra de espaço o tempo todo.

Algo bastante interessante nele é o acelerômetro: ele surpreende por ser bastante rápido. Mude o aparelho de posição e pronto, ele mudou a orientação da tela. O problema é que ele é rápido demais. Deixar o telefone em posição paisagem enquanto você estiver deitado é um desafio.

Software

O DEXT roda a versão 1. 5 do Android, com poucas modificações, apenas o MotoBlur, um software/serviço para gerenciar suas redes sociais.

Assim que você liga o aparelho ele pede pra você criar uma conta no Blur e fazer o login nas redes sociais – ele suporta MySpace, Facebook, Google/GMail, last.fm, Twitter, E-mail (POP3 e IMAP), Microsoft Exchange, Picasa, Photobucket, Orkut e um tal Claro Email (afinal, a Claro tem exclusividade de 6 meses para vender o DEXT). 

O grande problema é que depois de adicionar algumas das redes suportadas, ele começa a ficar insuportavelmente lento. 

Assim que peguei o aparelho, adicionei minhas contas do Facebook, Twitter, GMail, last.fm e Orkut. Logo ele estava terrivelmente lento e já achava que fosse algum bug no software. Às vezes, culpava a tela, que não respondia ao toque como devia, até que notei que muitas vezes o Blur fechava inesperadamente. Como estava com todas às minhas contas cadastradas – só no Twitter sigo 699 pessoas – e cada post lá vira um item no Blur – imaginei que o problema fosse o excesso de coisa para gerenciar. 

Restaurei as configurações de fábrica (o único jeito de desabilitar o Blur) e a performance do aparelho melhorou muito. Infelizmente é necessário configurar uma conta do Blur, senão você ficará com um widget inútil na área se trabalho principal para te lembrar de configurá-lo. 

Outro problema do Blur é que ele adiciona todos os contatos de todas as suas redes sociais à lista de contatos. Há um filtro, que permite ver apenas os contatos do aparelho ou de uma rede em particular, mas prefiro a solução do Magic, que permite relacionar os seus contatos que você já tem com os perfis deles nas redes sociais. Nada de quase desconhecidos invadindo teus contatos.

Mas, para quem se interessa pelo Blur e fizer um uso mais leve do que o meu, testei o aparelho apenas com minha conta do GMail e do Orkut e ele se comportou bem. Usar o Twitter pelo Blur nem vale a pena, o cliente é muito simples – vale a pena dar um pulo no Android Market e baixar o Twidroid.

Além do Blur, o DEXT vem com os jogos Assassins Creed (apenas uma demonstração deste) e Brain Challenge pré-instalados, além do QuickOffice, visualizador de documentos do Office. Fora isso, ele é um Android comum, sem grandes modificações.

Camera e Mídia

A câmera do DEXT tem 5 Megapixels, sem flash. Apesar de ser um aparelho 3G, não tem câmera frontal para vídeo-conferência.

As fotos são o padrão de uma câmera de celular, nada de especial.

Quanto a multimídia, o aparelho vem com um cartão de 8GB e tem saida padrão, de 3,5mm, para fones de ouvido. Mas o player que acompanha o DEXT é o padrão do Android, bastante básico. Faltam alguns itens como busca por gêneros ou compositores. Além disso, álbuns de diversos intérpretes ficam bagunçados, cada música dentro de um intérprete. Dá pra usá-lo normalmente, mas poderia ser melhor.

Vale a pena? 

O DEXT é um belo aparelho, em termos de hardware é bem acabado e o software é decente, quando o Blur funciona bem (basicamente, usando com moderação – se você não for heavy-user de redes sociais ou não quiser que ele gerencie todas para você).

Antes de mais nada, é bom lembrar que qualquer Android (ou outro aparelho super-conectado, como o iPhone) usa o seu pacote de dados como se não houvesse amanhã. Comprar um desses para usar no pré-pago, com o Megabyte custando na média de R$6, só vai servir pra você colocar o SIM Card no aparelho e meia hora depois, sem fazer nada, descobrir que seus créditos foram embora.

Ainda assim, por R$1599 no pré-pago, vale mais a pena investir mais R$300 e levar um Milestone. Ele tem processador melhor (são 550MHz, mas é um ARM Cortex, da mesma família do iPhone 3GS e Nokia N900, mais rápido que o processador usado no DEXT), tela maior e com mais resolução (3,7″ e 854×480 pixels contra 3,1″ e 320×480) e é o único aparelho a vir oficialmente com a versão 2.0 do Android. Além disso, vem com um dock multimídia na caixa.

Mesmo no pós-pago o DEXT não parece estar com um bom preço. Na Claro, única operadora a vendê-lo, o menor preço é R$728 no plano Conta 2000 3G, que sai por R$709 por mês. Na Vivo, dá pra comprar o Milestone por R$599 no plano Você 200 com um pacote de dados de 500MB. R$169 por mês.

Mas se você encontrar o DEXT por um bom preço (talvez depois dos 6 meses de exclusividade da Claro, quando ele deve ser vendido desbloqueado também), é um aparelho que vale a compra.

  • S41N7

    Gostei do review, parabéns. Acho que vou continuar esperando o Google Phone  😉

    • Fernando_Rodrigues

      [quote=S41N7]

      Gostei do review, parabéns. Acho que vou continuar esperando o Google Phone  😉

      [/quote]

      Talvez essa seja a melhor opção para quem quiser o um celular com Android!

      Mas, mesmo assim, só comprarei mesmo após me certificar que o celular funciona…

       

      A frustação é enorme de ter gasto tanto dinheiro no Galaxy! 🙁

    • JulianoPrimo

      Isso!!! depois fique esperando tambem assitencia tecnica, subsidio das operadoras, um bolso com pelo menos uns 2.5k, etc.. como se a google fosse a unica desenvolvedora do programa android da open alliance.

  • douglas_martins

    Guardando dinheiro já !

  • kaborius

    Tomara que o Santa Claus tenha recebido minha cartinha ponha o meu lah debaixo da minha árvore 😀

  • Parece que a Motorola tá acertando a mão ultimamente. Por que eu e muita gente que conheço não gosta de Motorola de jeito nenhum. E o problema principal que sempre apontam é a bateria.

    Quem sabe o Droid e esse Dext não mudam essa imagem..

    • Eu nunca gostei da Motorola – principalmente pelo software super confuso que ela sempre usa nos aparelhos.

      Os unicos que ela acertava eram os smartphones, onde o software que rodava não era dela. Mas muitos tinham falhas absurdas. Como você disse, geralmente na bateria. É o caso de toda a família MotoQ, que no primeiro modelo (CDMA, foi vendido aqui só pela Vivo) chegou a vir com duas baterias na caixa.

      Quanto ao Droid/Milestone e ao DEXT, a bateria não é lá essas coisas, dura cerca de 10 horas de uso “razoável”, mas o mesmo acontece com qualquer celular que tenha 3G, WiFi e tela grande. E especialmente os que são bons de usar e fazem com que você esteja o tempo todo usando. O mesmo mal ataca iPhones e HTCs. 

  • raelbr

    O Dext está saindo por R$ 699,00 agora na claro, com o plano 120 – que dá uma “super” quantia de 250MB de dados.

    Infelizmente conectividade 3G é só pra casos de “urgencia” mesmo. Aqui no Brasil, temos que depender do bom e velho Wi-Fi pra poder ficar conectado sem preocupação. =(

    PS.: Excelente review! Parabéns!

  • Interessante o gadget… porém a tela me pareceu meio “verde” demais pro meu gosto. :p

    [quote]512 de ROM (usada para armazenamento)[/quote]

    Estou perdendo alguma coisa ou agora Read-Only Memory virou gravavel? (Não é a primeira vez que eu vejo ROM sendo usada para armazenamento e não consigo entender como readonly pode ser gravavel. 😛 // Seriam EPROM ou flash EEPROM?)

    • marcospmr

      Memória Flash é parecida com a EEPROM mas não é igual. 😉

    • Na verdade, essa ROM aí está mais para uma designação que os fabricantes usam para se referir a memória de armazenamento. Se não estou enganado, usam memória Flash mesmo.

      E a tela não é verde não, isso é problema da minha câmera.

      • Falando em camera… tem exemplos de fotos tiradas pelo smart?

        • Acabei de subir no flickr algumas fotos que tirei com o DEXT.

          http://www.flickr.com/photos/felipecn/tags/dext/

          • Camera razoavel (se tratando de um celular, lógico!), mas sem macro. :\

            BTW… ele não leva tanto tempo para salvar as fotos quanto o Nokia 5310, leva? (~15s)

          • Não tenho como cronometrar porque já devolvi o DEXT, mas a camera demora um pouco pra iniciar.

            No HTC Magic o tempo desde o menu até salvar a foto é de quase 8s. O tempo no DEXT não é muito diferente…

          • Não é muito tempo, levando em conta que no 5310 os 15s são apenas para tirar e salvar a foto. (configurações no máximo, lógico.)

  • coelhods

    Gostei ele, mas dá para usar como modem?

    • Assim que tira da caixa não. Você tem que instalar o PDANet do Android Market pra conseguir. O problema é que a versão gratuita não passa tráfego https. E no Market para o Brasil, não se pode comprar apps, só baixar os gratuitos.

  • JLExcor

    Cara, essa exclusividade Claro vai matar a qualidade do produto. Nunca vi uma coisa de qualidade sem contrato sem vergonha vinda da Claro.

    • JulianoPrimo

      Pra ser sincero acho q a tal exclusividade é apenas por um tempo limitado.. geralmente eles fazem isso mesmo… mas logo logo estara nas outras operadoras tb com certeza.

  • Fernando_Rodrigues

    Pessoal,

    Acompanho há tempo o Meio-Bit, mas dessa vez entrei aqui só pra alertá-los!

    Comprei recentemente o Samsung Galaxy e estou COMPLETAMENTE arrependido! Li vários reviews pela internet e em revistas especializadas, mas acabei comprando um produto terrível!

    Antes de embarcarem na onda de comprar um Android pra vocês, sugiro visitar os fóruns internacionais para saber como é o aparelho realmente!

    Depois de ter comprado o Galaxy e ter constatado vários problemas, resolvi entrar nos fóruns onde o Galaxy já é vendido no exterior e as reclamações são exatamente as mesmas!

    Como o modelo acim é Motorola, acho que o cuidado deve ser redobrado!

  • raphaelllaraujo

    eu 🙂  comprei e não me arrependi!!!…o único problema é que a bateria tem que ser carregada uma vez por dia pois uso muito a net do celular..a claro num tem os melhores planos mais gostei do meu pacote. O dext é muito confortável para digitar, sua tela é bem precisa e o motoblur é bem legal/é um diferencial de peso.

    No início eu estranhei um pouco o android, mas com dois dias de uso consegui me adaptar muito bem, é uma boa plataforma, tem uma gama de aplicativos bem grande, levando em conta seu tempo de criação (em 2010 surgirão muito mais aplicativos que o tornarão mais interessante) …Feliz Ano Novo!!

    • Fernando_Rodrigues

      Você comprou o Samsung Galaxy?

      O problema de bateria é gravíssimo, não concorda?

      Pra conseguir fazer a bateria durar um dia inteiro, tive que baixar o “quick settings” e desabilitar tudo do telefone. Até a tela brilhante tenho que colocar quase sem brilho algum…
      Na boa, um aparelho onde tenho que desabilitar TUDO pra poder funcionar não é nada de smart pra mim… Enquadro o Samsung na categoria Stupidphone!

      Vou abrir um tópico no fórum sobre esse telefone e colocarei tudo de ruim que está acontecendo comigo… O pior não é nem o telefone, mas sim o tratamento da Samsung com os clientes! Postarei todas as respostas lá! Aparece pra gente conversar… Quero muito que meu telefone fique funcional!

      Sds

      • Fernando, o problema da bateria não atinge só o Galaxy, o DEXT ou modelos com Android. Todo aparelho com 3G (que por si so já é mestre em detonar baterias), tela grande e WiFi vai drenar a bateria rápido. Ouço essa reclamacao de todo dono de iPhone, por exemplo.

        Agora, confesso que fico com o pé atrás com o Galaxy por ele ter só 128 MB de RAM…

        • JulianoPrimo

          EU TENHO UM DEXT!!!!

           

          – NAO TENHO PROBLEMA DE BATERIA

          – A CAMERA É OTIMA MAS FALTOU UM FLASH PARA FOTOS A NOITE

          – FUNCIONA RAPIDO SEM FICAR NOS FORCE CLOSE…

          – E O MELHOR.. NAO É COREANO…

           

          OS CARAS COMPRAM TELEFONE COREADO E DEPOIS NAO SABE PORQUE ….

           

          EM RELACAO DO 3G ISSO É BALELA, A BATERIAL DO DEXT É PORRETA E DA MUITO BEM  CONTA DO RECADO MESMO COM O BLUR.

          USO FACEBOOK, ORKUT E MYSPACE… INTEGRACAO LEGAL MESMO!!!

          TO ADORANDO O TELEFONE.

          EU TENHO!! NAO ME ARREPENDO !!! E TO CURTINDO !!!! MEU N95 JA ERA!

      • raphaelllaraujo

        eu comprei o dext…e eu eventualmente desabilito uma porção de coisas pra fazer a bateria durar um pouco mais, mas, gostei muito do aparelho e do SO dele 🙂 fiquei sabendo que há uma atualização para a versão americana que reduz o consumo da bateria, mas acho que vai demorar um pouco pra motorola lançar pra essa versão tupiniquim .

         O android é muito promissor pelo fato de ser um open sustentado pelo Google (para fazer frente a Apple/iphone). Ele representa uma chance também para as empresas que fazem celulares de competir com o iphone, visto que enquanto muitas plataformas diferentes poucos aplicativos para todas. Se todos se esforçarem junto ao Google eles talvez tenham alguma chance(ou até muita). Muitas empresas estão aderindo a ele, em 2010 já há programado diversos lançamentos de cels com ele, com isso aumenta o feedback e eventualmente ele vai melhorando.

  • samarone

    Uma questao aos mais entendidos. Eh possivel um upgrade do android instalado, digo: instalar o android 2.0 cru? Se nao, a limitacao eh de hardware? Ainda estou com pe atras com o Android OS, estou pensando de ir de WM 6.5 ou Symbian ( que dizem ir mau das pernas ).

    😉

    • Fernando_Rodrigues

      Samarone,

      Não é possivel instalar o Android 2.0 em nenhum aparelho com Android 1.5.

      Só quem pode fazer isso é a fabricante, pois alguns códigos são fechados! Veja aqui:

      Why cant we port android 1.6 or 2.0 to the galaxy? google released the source code
      http://androidforums.com/samsung-i7500/27580-why-cant-we-port-android-1-6-2-0-galaxy-google-released-source-code.html

      Quando comprei o Galaxy também tive a idéia de que poderia instalar qualquer versão em qualquer aparelho, como faço com o Linux em casa.

      A Samsung, oficialmente, já se manifestou que o Galaxy ficará na versão 1.5 do Android… Daqui há 1 ano terei um celular tão defasado que provavelmente terei que comprar outro!

      Muito cuidado na hora da escolha do seu aparelho. Se quiser ter o Android, sugiro esperar a versão 2.1 chegar no Brasil (deve ser com o Google phone).

       

      • coelhods

        Lendo esse link e o fórum da motorola não dá pra ter certeza do que irá acontecer, mas do 1.5 para o 1.6 parece algo mais simples. Não sei se com essas três versões do android a google não está complicando das coisas e com o tal do google phone por vir, pra que investir em dev se é bem possível chupar tudo do google phone com a versão mais madura do android?

         

      • Bem, ao menos no HTC Magic/Hero (que são vendidos com o 1.5) é possível instalar ROMs não oficiais com o 2.0. E ao menos para o Hero a HTC já prometeu um update pro 2.0 (e provavelmente virá pro Magic também, com exceção da câmera, o hardware dos dois é o mesmo).

        Claro que isso depende do fabricante e/ou da sorte de alguém fazer updates não oficiais. E pelo jeito, com o Galaxy isso será meio difícil… 

        E quanto a instalar qualquer versão como em um PC, é algo difícil de fazer, já que nos celulares não há nenhuma padronização de hardware como há nos PCs. Muitos usam vários componentes iguais, mas a implementação de como tudo funciona é diferente.

        É só ver o HTC Magic e o Samsung Galaxy, que possuem hardware similar (a exceção da RAM, camera e tela), mas onde a parte de telefonia do Samsung é diferente.

        Agora imagina se o Google tivesse que cuidar dessa bagunça toda pra dar suporte a todos os aparelhos… É difícil manter isso.

        E tenho cá pra mim que logo que o 2.1 sair, o Motorola Milestone e alguns, se não todos, modelos da HTC devem receber atuaização pra ele.

    • Aliás, Samarone, só te recomendo Symbian se for em um aparelho sem touchscreen. A versão touch do Symbian ainda tem problemas sérios na interface, tanto que a Nokia já anunciou que irá refazê-la completamente.

      Sem contar que o N97 é meio fraquinho pelo que custa… O 5800/5530 tem um preço mais interessante, mas acho que não vale a pena.

      Quanto ao WM 6.5, só recomendo se você precisar de um app que só rode em WM. Caso contrário, o sistema ainda está meio perdido. Melhorou um pouco em relação ao 6.1, mas nada brutal. Espero que acertem a mão no WM7…

  • bRox

    Tenho um Q11 com WM6.1 que só não me agrada por ter que fechar alguns programas via gerenciador de tarefas…

    Com certeza esse vai ficar na lista de possíveis compras… 😉

  • Paulo Fagner

    Olá, Felipão
    Primeiramente parabens pelo post, ótimo…

    Penso em adquirir o Dext nos próximos dias, porem para isso estou estudando o aparelho para ver se realmente vale a pena ou economizo mais um “pouco” para pegar o Milestone com o Android 2.0.1..

    Você saberia me informar se é possivel instalar o aplicativo Motonav no Dext? O que você acha do mesmo? Quais outros aplicativos de GPS você recomenda? A Motorola já lançou e validou a atualização do Dext para o Android 2.0.1? Entre os modelos BackFlip, Dext e Milestone? Qual lhe agradou mais (caso já os conheça), importante levando em consideração o valor?

    Qual nota você da para o Dext (0-10) apos todos estes meses de uso?

    Obrigado

  • ju.macaquinha

    Eu quero baixar o Angry Birds Rio no Market mas nunca consigo! Saiu de graça agora! Smepre aparece a mensagem: “Unable to install apps. There are no Android devices associated with this account”

    Será que é pq. a versão do Android do Dext é 1.5? Que saco!

    Será que um dia vão deixar a gente dar upgrade na versão pra 2.0?

    =~~~~

  • sofiagomes

    Boa tarde.

    Eu comprei o motorola dext usado e ele passado 2 ou 3 minutos de estar ligado reenicia.

    O ecrã também tem pontinhos vermelhos.

    Será que tem alguma solução?

  • sofiagomes

    Boa tarde.

    Eu comprei o motorola dext usado e ele passado 2 ou 3 minutos de estar ligado reinicia.

    O ecrã também tem pontinhos vermelhos.

    Será que tem alguma solução?

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples