Games
Games
Digital Drops Blog de Brinquedo

Nintendo poderá processar a Nokia

Por em 30 de novembro de 2009
emCelulares Museu Nintendo
Mais textos de:

Site | Twitter
  • Alexandre h

    No 0:06 do vídeo, me parece que eu vi emuladores de Game Boy, GBA, NES, SNES e MSX.

    Mas não existe uma lei que diz que é permitido emular jogos contanto que você possua o game original (backup)?

    _____________________________________________________

    Max Payne terminado. Pena ser meio… curto.

    • Keyo

      Não tem como controlar esse tipo de coisa, sem falar que pra Nintendo é mais fácil processar tudo o que lhe convém.

    • robson_franca

      Então, essa lei é meio estranha. Você pode ter uma cópia do jogo por questões de segurança, mas a lei não fala o que você pode fazer com a cópia. Em teoria a empresa que fez ou produziu o jogo quer controlar a forma como você joga o jogo.

      Em outras palavras, se depender da Nintendo nem se você tiver o cartucho / MiniDVD / DVD original assinado pelo Miyamoto e pelo Iwata você poderia rodá-los em emuladores…

       

      Abraços

    • Heishiromitsurugi

        Desconheço esta Lei, mas ouvi dizer que em termos de licença dos jogos da Nintendo, ela diz que é proibido jogar qualquer jogo da Nintendo em uma plataforma que não seja Nintendo.

    • hamacker

      A infração não está na ROM, mas no programa que os faz funcionar,  o emulador, você simplesmente fazer engenharia reversa e apoderar-se do funcionamento dum aparelho para lucrar sem os devidos royalties não é bem visto por nenhuma empresa, incluindo a própria Nokia.

      Essas empresas fazem vistas grossas para os emuladores porque são simplesmente hackers e apaixonados que os fazem. Se o MAME por exemplo fosse desenvolvido pela Microsoft, IBM, Apple e afins, provavelmente o projeto já tinha afundado, não há como licenciar todas as plataformas/jogos que existem no MaME, até porque mesmos as que foram extintas gostariam de receber royalties.

      Resumindo, se o N900 já vem com emuladores então da-lhe processo. Se esses emuladores são instalados pelo próprio usuário, então a Nokia não tem nada a ver com isso, exceto a propaganda que usou imagens sem os devidos créditos ou fez apologia do tipo “jogue sem pagar” (se é que foi isso).

  • GAN0ND0RF

    E o que acontece com aplicações de 3º?

     

    Eu tenho um n810 e instalei tanto emulador de snes quanto de gba, que baixei os pacotes de sites de outros que não tem relação com a nokia.

     

    Maemo é uma aplicação livre, linux, que permite tanto criar quanto instalar aplicativos não oficiais.

    • http://www.vidadegamer.com.br Dori Prata

      Aí a responsabilidade é do usuário, mas quando uma empresa faz esse tipo de “apologia”, fica complicado.

    • Simiano

      A questão é justamente usar isso na propaganda.

  • Heishiromitsurugi

      Pode até ser que não aconteça algo com a Nokia, o que eu acho difícil nos termos legítimos. Mas no pior caso, digamos que ela ganhe e tenha direito de vender isto, eu ainda prefiro jogar um jogo num portátil com Direcional do que no teclado QWE.

  • zedopovo

    Eu concordo parcialmente com a Nintendo, afinal os jogos são dela, mas um video game que por mais que seja clássico e não tem mais atividade comercial como o SNES, deveria ser permitido eu acho.

    • hamacker

      Eu só acho estranho uma gigante como a nintendo fazer vistas grossas com os produtos chineses que já saem de fabrica com os emuladores instalados e ficar pegando no pé dos não-chineses.

      Disseram que existe uma richa entre Chineses e Japoneses, mas parece que nessa área eles são bem camaradas.

      A CCE quase foi a falência com aqueles Turbo-games.

    • Heishiromitsurugi

      [quote=zedopovo]

      … não tem mais atividade comercial como o SNES, deveria ser permitido eu acho.

      [/quote]

       É permitido, desde que seja um console da Nintendo e que o mesmo tenha retrocompatibilidade com isso, por exemplo o Wii roda todos os jogos do GC e tem o Virtual Console, que é um grande “emulador” licenciado de várias plataformas, inclusive de outras empresas como a Sega, mas a diferença grande é que a Nintendo paga ou pagou pelos “royalites” a estas desenvolvedoras.