Treta — como filmar seu próprio casamento

filme-seu-proprio-casamento-648x365

Ta bom, não é uma treta tão forte assim, mas tá pegando mal entre os fotógrafos profissionais. E olha que essa é uma galera que você não deveria ir contra se depende deles para vender seus produtos mais caros. A história é simples. A Canon, líder de mercado na venda de câmeras fotográficas DSLR, está com uma campanha entre YouTubers “famosos” para colocar em destaque as qualidades da sua câmera T6i para filmagem. Então, cada um dentro do seu tema ganhou uma câmera para fazer aquela propaganda básica. Ninguém lembra da gente nessa hora, hehe.

O que acontece é que o canal Virei Noiva decidiu colocar no ar um vídeo sobre “Como filmar seu próprio casamento”. Já sentiu a treta? Lembra-me daquela propaganda do Magazine Luíza onde o indivíduo fotografou um casamento inteiro com um iPhone por conta de o fotógrafo ter dado o bolo no casal. A treta foi tão forte contra os fotógrafos que a loja veio à público pedir desculpas. Eu achei tudo muito engraçado e acho que tem fotógrafo por ai entregando trabalho com a mesma qualidade de foto de celular, mas isso não vem ao caso agora.

No vídeo a narradora deixa bem claro que o fato de você estar fazendo algumas imagens de seu casamento não dispensa a contratação de uma equipe profissional, mas esse fato vai passar despercebido quando o ódio das massas aflorar. O vídeo é hilário. Ela trata a câmera de entrada como uma câmera de última geração e se mostra bem surpresa com as qualidades dela. Não sei se isso é sério ou se faz parte do roteiro da campanha. Mas, é evidente que a T6i tem qualidades que se destacam. A qualidade da imagem é legal, o sistema de foco automático é o melhor da categoria e o preço é convidativo. Mas, a lente não é a maravilha que ela descreve no vídeo e nunca que a bateria vai durar o dia todo de filmagem, a não ser que ela fez pequenos vídeos.

Enfim, acho que a minha crítica mesmo fica por conta do fato de você estar perdendo um dos dias mais importantes de sua vida fazendo filmagens. Estou falando como alguém que já passou pela experiência do casamento e não como fotógrafo. Fala sério, tudo ali custou uma fortuna e você vai ficar com uma câmera fazendo filmagem? Simplesmente essa é a ideia mais idiota do mundo.

P.S. — vão até o YouTube e vejam os comentários do vídeo. Muita gente magoada ali.

P.S. 2 – ao que parece o canal não aguentou a pressão e retirou o vídeo do ar.


Virei noiva → Como filmar o próprio casamento? | Canon Video Rec

Relacionados: , , , , , , ,

Autor: Gilson Lorenti

Geógrafo de formação e fotógrafo de coração, comecei a fotografar com 18 anos de idade (antes disso nunca tinha pegado uma câmera na mão). Depois de muito estudo veio a carreira profissional que passou por várias modalidades da fotografia até realmente descobrir o que gosto de fazer. Hoje me dedico ao ensino de fotografia, fotografia Fine Art e Books Fotográficos (gestante, moda, sensual). Tomando emprestado as famosas palavras de Ansel Adams "Quando as fotografias não forem mais suficientes, me contentarei com o silêncio".

Compartilhar
  • Julio da Gaita ✔

    PNC dos fotografos de casamento,

    Você tá la de boas no casório só dando um bizou no rabo da mulherada de vestido, ou no decote da tia peituda e tcharam tomou um flash na fuça ou flagraram a “bizoiada” isso não se faz, e é impressionante é sempre um gordo desajeitado que quase derruba as paradas..

    Update: E o fotógrafo gordo tá sempre de preto com aquela caralha de equipamentos pendurados nele, e suando q nem um porco, parecendo q vai passar morrer no casório.

    • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

      LOL

    • Por isso que não faço mais casamentos…. só edito….

      • Vin Diesel

        você é gordo tá sempre de preto com aquela caralha de equipamentos pendurados e suando q nem um porco, parecendo q vai morrer no casório?

    • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

      “Você pode substituir uma cara de tarado por um emoticon” diria a Bela Gil

    • Anayran Pinheiro

      Sou fotógrafo gordo e não faço essas merdas, até porque pode queimar meu filme para futuros clientes, hahaha!

      Sobre a parte de ser fotografado olhando a raba de alguma convidada, ou o fotógrafo é ruim (porque se torna uma foto bem desnecessária para os noivos escolherem para o álbum) ou o fotógrafo é sacana e quer pegar a cara de retard do cara olhando para a raba da moça só pela zoeira

  • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    Isso é pior do que a “caralhada” de amigos com celular e câmera atrapalhando o fotógrafo e fazendo com que as pessoas que estão na foto olhem para todos os lados menos para a foto que vai no álbum.
    Quer tirar suas fotos ou pedir aos amigos? Faça isso na festa… não na cerimônia, na mesa do bolo, etc

    • Daniel Belini

      No meu casamento não vamos ter equipe de filmagem, apenas fotografia e vamos pedir para os amigos filmarem e depois mandar os vídeos para fazermos uma montagem, mas no convite já deixaremos claro que é pra filmar no local, não sair andando pela Igreja e com o telefone DEITADO, na HORIZONTAL.
      Espero que fique pelo menos divertido.

      • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

        Eu tinha amigos com câmeras semi profissionais até no meu casamento, mas eles pegavam fotos descontraídas, não ficavam falando “olha pra cá pessoal, agora eu que vou tirar a foto”, são outros ângulos interessantes

        • Daniel Belini

          Eu já fiz muito disso no casamento dos outros, levei a câmera e fiquei tirando foto da galera, inclusiva alguns colocaram fotos minha no álbum e num outro o fotógrafo foi embora antes do fim da festa e eu tirei várias fotos dos noivos com parentes que eles não fizeram.

        • Zalla

          como uma segunda forma de registrar é bem legal, mas não ter uma equipe oficial é arriscado, principalmente pq depois a muié se arrepende e vc já sabe de quem é a culpa, mesmo se a idéia for dela (você não devia ter concordado…buáaaa)

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            Ah sim, sempre tem que ter um profissional no evento

          • Uma pergunta: porquê que o profissional não aproveita a boa vontade dos amadores de plantão?
            Tipo, faz uma cartilha do que procurar, como agir, talvez umas ‘missões’ do que procurar, pro material ficar bacana. Como a edição oficial vem do profissional mesmo, ele vai ter muito material de qualidade pra trabalhar.

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            Olha, eu acho que isso daria mais trabalho pra ele, além, do que ele não pode usar material amador, e nem quer, porque sabe que vai ter coisa ruim, camera ruim, e por aí vai…

      • Diego Marco Trindade

        Te desejo sorte, muita sorte. Porque amigos fotografos dizem que o pior é exatamente a montagem, imagino você com trocentos mini vídeos de 20-30 pessoas organizando e editando…

        • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

          Esses vídeos vão ficar largados, você vai mostrar pra meia dúzia de pessoas via chromecast ou apple tv, botar num HD e nunca mais vai ver, ninguém edita isso a não ser que goste muito desse tipo de serviço.
          É igual a tirar mil fotos e vídeos numa viagem e não montar um resumo compacto, você nunca mais vai olhar pra aquilo.

          Edit: se você subir num serviço tipo Google Fotos ele ainda é capaz de montar um vídeo e um álbum pra vc com os melhores momentos, música de fundo, automagicamente.

          • Daniel Belini

            Acho que é melhor deixar o Google fazer isso né?
            Alguma sugestão de como fazer?
            Crio uma pasta pública no GDrive e manda a galera subir lá?

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            Não sei como tá a interação nesse ponto entre GDrive e GPhotos, eu preferiria pegar todos e jogar no GPhotos eu mesmo, num álbum pra ele saber que está tudo relacionado…
            Não sei se ele apenas mostra as coisas do Drive no Photos ou se também usa essa inteligência artificial nas coisas que estão no Drive.
            O álbum também vai ajudar porque nem todo mundo pode estar com GPS ligado nas fotos e vídeos, e ele poderia não relacionar as coisas como sendo do mesmo evento, eu acredito…

          • Daniel Belini

            Se criar uma pasta no drive e jogar fotos nela, vai aparecer no Google Photos.
            Precisa jogar em alguma pasta na internet, pq vai ter gente de vários lugares longe, não rola buscar os vídeos depois e mandar por WhatsApp, que é o que o povão conhece, vai cagar os vídeos.

          • Lui Spin

            Cria um grupo de Whatsapp, já antes do casamento, e vai adicionando o povo lá. Pede para enviarem os vídeos para lá, até 3 dias depois do casamento.

            É o que o povão sabe usar.

          • Dirriba

            tem como gerar uma pasta no google photos compartilhada p o pessoal subir

          • Pancho, solo Pancho

            Cria uma hashtag exclusiva no insta e no facebook e reze pro pessoal colocar lá
            Tem até app pra isso

          • Daniel Belini

            Facebook comprime muito e o Instagram ESPREME absurdamente, fora que lá é um minuto de vídeo só, não é?
            Sei que se vier pelo verdinho vai ser tudo 640×480 pra menos.

          • Rodrigo M

            Pois é. Sobre as viagens, muitas vezes eu escrevo em meu blog sobre a viagem ou parte dela com e coloco uma seleção de foto.

          • Diego Marco Trindade

            A minha irmã é o tipo de pessoa que nos primeiros 2 anos após o casamento, e pra todos que vão na casa dela ou da minha mãe, faz questão de mostrar o vídeo de 2 horas do casamento…

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            Meu sogro fazia isso com o vídeo do meu casamento, mas isso porque ele é muito chato… eu mesmo só vi uma vez…

          • Maom

            Eu ficaria 2 anos sem visitar ela… Mandei meu cunhado tomar no … umas 20 vezes toda vez que ia na casa dos meus pais e ele queria ver a nova previa do casamento deles e umas outras 20 vezes depois do video finalizado… Sem clima pesado pq ele mesmo ria. Mas eu falava sério. kkkk

          • Eu olho, vez ou outra gosto de pegar as fotos das viagens antigas para ver, não a toa tenho mais de 100 GB de foto aqui

          • Lui Spin

            Eu faço exatamente isso em viagens.

            Tiro poucas fotos em cada atração/paisagem/momento. Fica bem resumido, e fácil de ver.

            Já minha mãe, e algumas namoradas (ex, etc), tiram 10, 20 fotos da mesma coisa, para “depois escolher a melhor, separar e montar direitinho”, mas nunca fazem.

            Resultado? Fica um amontoado de fotos iguais, chato e cansativo de ver, e nunca arrumam.

            Sem falar que é foto digital porra, dá para ver se ficaram boas na hora que vc tira, não precisa de tirar um monte.

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            Pois é, eu briguei muito com minha esposa até ela se acostumar a apagar as 10 fotos ruins que tira em sequencia e ficar com 2 ou 3 no máximo, mania que o povo tem de sair apertão o botão antes de enquadrar, focar, escolher o assunto, aí guarda tudo pra escolher depois e fica aquele monte de lixo.

          • Lui Spin

            Fato. Ocupa espaço, nunca vê etc.

            Custa perder 15 segundos enquadrando, etc, para ficar uma foto minimamente boa? kkk

        • Daniel Belini

          Minha mina que vai editar, eu nem sei trabalhar com edição de video.

      • Zalla

        corajoso….na boa…vai arriscar perder suas lembranças?
        lembre-se que no momento da aliança, etc…peça pelo menos um com um celular decente suba no altar e filme os momentos que precisam ser registrados, e peça pro resto se conter….muito potencial pra arrumar briga com o padre…

      • Carlos Ferreira

        Boa sorte com isso. Tem algumas falhas no seu plano.

        1 – Você pode criar até uma lei multando quem filma na vertical, as pessoas mesmo depois de multadas continuaram fazendo a coisa errada.

        2 – As fotos em grupos vai ter as pessoas olhando cada um pra um lado diferente.

        3 – As fotos e vídeos terão resoluções, cores, formatos e níveis de ruído muito distintos uns dos outros.

        4 – Os convidados não vão ficar parados. Vão entrar na frente uns dos outros pra filmar/fotografar.

        5 – Nos vídeos você sempre terá pessoas falando perto da camera cobrindo todo o áudio do ambiente.

        Espero que você seja um gênio da edição.

      • Lui Spin

        Criativo e grátis. Acho válido, uma vez que a fotografia já vai ser feita com um profissional.

        • Daniel Belini

          Foi o que pensei.
          Nós tomamos essa decisão conversando com diversos amigos, perguntando quantas vezes viram o vídeo da filmagem e a maioria viu uma ou duas vezes, além daqueles que nunca viram.
          Agora fotos fizemos questão de contratar um cara que já é conhecido de minha mina e tem bastante referências boas por aí.

    • Monstro Medieval

      Nossa, muita raiva quando vou ver e tem cada foto um olhando pra um lado. Tem um fotógrafo na sua frente, pombas, dá pra olhar?
      Geralmente corto a cabeça de um e colo em outra foto mesmo, e segue o bonde.

      • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

        É um pouco de falta de instrução, de o fotógrafo ou os noivos dizerem “pessoal, todos tem que olhar pra aquela câmera grande ali”

        • Monstro Medieval

          Eu pelo menos tento, juro que tento. Só perdoo os bebês.

      • Zalla

        normalmente eu dou uma pausa…pessoal fica esperando..daí percebem que estou esperando o povo olhar, gera climão mesmo..mas ficam adestrados logo

    • pablolupercio

      Fui num casamento onde a cerimonialista de certa forma advertiu pros convidados não usarem celular para tirar fotos pois, já havia uma equipe pra fazer isso. Depois de uns dias abro o facebook e tinha uma foto do casamento do cara onde ao fundo tinha um acefálo usando um celular. Tá ai uma bela forma de estragar uma bela foto

  • Morilon

    “Fotógrafo de coração.”

    Entendi…

  • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    Tomara que o Hitler do futuro não goste de youtubers…

  • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

    Minha prima foi nessa de contratar um amador pra fazer as fotos de casamento dela (por causa do preço), e o comentário geral na família é que as fotos ficaram com qualidade de foto de celular, e não dos celulares flagship. E isso porque minha irmã, que trabalha com edição de imagens, me garantiu que o equipamento do sujeito era dos bons.

    Imagina agora se a moda pega e o povo começa a filmar o próprio casamento? Sejamos realistas, é uma possibilidade, a galera adora imitar o que vê na mídia… Além de ficar com aquelas fotos ridículas, ainda não vão ter aproveitado o casamento pelo qual pagaram uma fortuna.

    • Ivan

      Que deixe e se fodam depois

    • 𝓐𝓿𝓸𝓱𝓪𝓲

      Ela procurou saber de trabalhos anteriores? Viu o portifólio? Indicações de terceiros?
      Se ela contratou sem saber de nada e procurou resultado profissional, tem mais é que se lascar mesmo.

      • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

        Cara, pior que uma amiga da família (e amiga de infância dela) é uma das melhores fotógrafas da cidade. Mas ela preferiu fazer com o outro cara, pq mesmo depois do desconto que ela ganhou dessa amiga, o outro fotógrafo era mais barato.

        Eu concordo, tem mais é que se lascar mesmo. Se tem uma coisa que eu aprendi com meu tempo como empresário é que sempre tem quem faz mais barato que você.

        Legal foi ela procurar minha irmã depois pra ver se edição salvava o álbum…

        • Vin Diesel

          “sempre tem quem faz mais barato que você.” e sempre é ruim!

        • Zalla

          e ainda perdeu a amizade…kkkkk..mereceu

    • Vin Diesel

      Olha, tradição é tradição, eu até pensava que em época de crise o povo iria fazer isso, pedir aos amigos, fazer fotos e videos na vertical, mas isso é caso isolado. O registro de casamento é uma das coisas mais importantes para as noivas. O noivo pode até sugerir mas raramente uma noiva cai nessa. Os poucos que fazem se arrependem e muito.

    • Zalla

      Na boa, tenho dó e raiva ao mesmo tempo..dó pq tem fotografo também cobrando os olhos da cara, e tem muita gente enganando o povo e brincando com coisa séria, as lembranças são coisas sérias, não se deve brincar com isso

  • Carlos Eduardo Pereira

    tiro no pé da canon…de calibre 12

  • Ivan

    Povo no comentario do youtube não curtiram mesmo

  • Monstro Medieval

    Eu não entendo porque a Canon fala tanto da T6i e nunca vejo nada sobre a 80D.

  • 𝓐𝓿𝓸𝓱𝓪𝓲

    Pelos comentários lá tão quase querendo que isso seja proibido.

    Profissional que não se garante é foda.

    • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

      Cara eu não sou fotógrafo, falo pela minha experiência do meu casamento e dos que eu fui de muitos amigos, a ideia é tosca, e como toda ideia idiota que aparece na internet vai ser muito copiada… e aí o povo se arrepende, dá divórcio e por aí vai kkkk

      • 𝓐𝓿𝓸𝓱𝓪𝓲

        A ideia é realmente tosca. Mas os comentários são de fotógrafos raivosos, que ficam de birra só se tiver alguém na festa tirando foto com o celular. São uns fracassados.

        • Zalla

          assim, já fotografei eventos e nem ligo pro pessoal com celular, desde que não dispute foto comigo, ir e tirar selfies, tirar fotos do grupo em que está uma coisa, querer fazer a cobertura do evento sem ser o fotografo do evento já é palhaçada…

    • Gilson Lorenti Fotografia

      sabe, eu pensava assim. achava que quem tivesse um bom serviço estaria sempre garantido, mas a enorme massa de iniciantes começando na profissão são responsáveis por criar uma visão de mundo nos clientes. Existe uma pequena parcela de publico Classe A que se importar com qualidade, exclusividade e outras coisas. Esse mercado é garantido, mas é pequeno e para poucos. A Classe B se preocupa com a confiabilidade do profissional. Ela exige a garantia de receber o trabalho e que você apareça no dia do evento com um mínimo de qualidade. Aqui já existe o efeito nefasto dos que cobram preço baixo. E por fim a classe C onde tudo é apenas preço, não importa qualidade. Esse é o maior público, e mesmo aqui, onde os trabalhos são realmente baratos, a coisa está entrando em limites impossíveis.

      • 𝓐𝓿𝓸𝓱𝓪𝓲

        E qual a solução? Criar reserva de mercado? Regulamentar profissão? Exame Nacional de Fotógrafo do Brasil?
        Liberdade sempre. Quem quiser contratar a prima que comprou uma compacta que o faça.

        • Gilson Lorenti Fotografia

          não, sou completamente contra reserva de mercado ou a regulamentação da profissão. Quem tem que fazer algo são os próprios fotógrafos. Em vez de mimimi o papel é educar quem está entrando na profissão e mostrar que existem custos que eles nem imaginam. 90% destes iniciantes ficam no mercado por 1 ano e acabam falindo. Mas, para cada um que sai outros 3 aparecem. Se quisermos fortalecer o mercado só contamos com nós mesmos,

          • 𝓐𝓿𝓸𝓱𝓪𝓲

            Mercado não se fortalece. Quem tem que se fortalecer é o próprio profissional, e se ele quiser. Cada um por si. E cursos existem pra valer por aí.

          • Não sou a favor de excesso de regulação, mas acho que um minimo de regulamentação no mercado é essencial. Um cara se auto intitular um profissional de qualquer área sem ter nenhum curso acho isso absurdo. Na informática temos muita gente assim, o cara é fuçador e se auto intitula técnico, depois o cliente acaba tendo de levar o computador em um técnico de verdade, mas esse pessoal desmoraliza a classe e ainda puxa os preços dos serviços pra baixo. Acredito que no mundo da fotografia deve ser a mesma coisa. Agora quanto a termos algumas faixas de classes diferentes que estão dispostas a pagar preços diferentes, temos o problema da crise, o casal tem muitas despesas com imóvel, moveis, igreja , isso infelizmente empurra as pessoas pra profissionais piores, aqui em BH fui em uma boa fotografa e ela falou que o preço mais baixo dela é 2500,00 , vou ter que procurar alguém pior, senão não vai ter casamento.

          • Ivan

            Acho que cabe o cliente pesquisar isso, o cara fala que é tecnico e não tem nenhum curso, assim como fotografo, vc tem que pesquisa o que o cara já fez, ele mostrar o material dele.

          • Pra uma pessoa que não entende ela não vai saber diferenciar um profissional de um amador, mas se a pessoa tiver algum diploma que possa ser verificado junto a alguma instituição seria ( a escola que ministra o curso, não precisa ter um CREA pra lucrar em cima de ninguém) já facilita bastante. Fora que nada impede a pessoa de ter um portfólio falso, ainda mais sem regulamentação mínima.

          • Ivan

            Essa regulamentação minima seria o que?

          • Obrigação da pessoa ter ao menos um curso pra se intitular fotografo. Se o cara quiser tirar fotos sem se intitular fotografo e alguém quiser pagar, problema é da pessoa, mas pelo menos ela não vai ser enganada.

          • Maom

            Aí o cara compra um curso online no you tube de um vídeo de 2 min. Gera o diploma pelo site de compras coletivas peixe urbano e pronto. Pq nem faculdade de medicina eu conheço todos para saber o quanto o cara que vai afetar minha vida sabe, imagina cursos de fotografia ou informática.
            Esse critério de seleção tb não vai funcionar. O certo era sim uma associação para avaliar e conceder credenciais. Mas como tudo no pais, essas instituições não funcionam, roubam, concedem benesses aos que nela mandam, etc… A solução? Não tem. Segue a selva e cada um que corre atrás.

          • Gilson Lorenti Fotografia

            concordo, a questão da qualidade está ligada à muitos fatores. O que acaba selecionando é o mercado. Quem gostou indica, quem não gostou queima o profissional. É assim que funciona. Mas, vou jogar uma real para vocês. O problema não é fotógrafo ruim cobrando barato. O problema é a quantidade enorme de bons fotógrafos cobrando barato. Uma galera que fez o dever de casa em relação à fotografia, mas que não sabe nada do gerenciamento de empresas. Estou fazendo isso agora aqui na região. Estamos com workshops de gerenciamento financeiro para fotógrafos. quando pegamos a realidade da pessoa e colocamos no papel ela se espanta como está pagando para trabalhar.

          • Maom

            Imagino. O cara se empolga, compra coisa que não precisa, bate o aperto e faz loucuras e nessa tem sempre um no mercado na mesa levando todos juntos pro mesmo patamar inclusive os que estão fazendo tudo certinho pois não podem ficar fora do preço que o mercado passou a trabalhar. Mas isso é em qualquer ramo. Ao meu ver, só a classe médica deu um pulo do gato na década passada e passaram de ser explorados pelos convênios médicos à exploradores. Armaram um grande cartel cobrando preços absurdos por consultas rápidas se aproveitando da festa de reembolsos de vários meses entre o povo que hj nem consegue mais pagar o malvado convênio médico que não para de subir e eles não entendem porque. “Vc pode dividir em 5 recibos um pra cada mês?”
            Me empolguei contra os médicos. Graças a deus a inteligência artificial vai me vingar nos próximos 10 anos ou menos.

          • Narc

            E ainda sim se for lucrativo e sustentável pra eles, por fazer como complemento de renda ou paralelo a outro emprego, depois de um tempo voltam a cobrar o mesmo

          • EmuManíaco

            Isso me lembra uns idiotas querendo regulamentar a função de cozinheiro. Não tem a menor logica.

          • Cara… infelizmente neste quesito eu discordo de você, tem muito nó cego que se forma em universidade, consegue o “diproma” e não não sabe o que é uma memória ram, sim conheço alguns assim.

            Outros na área de dev (que é onde atuo hoje) sequer sabem diferenciar uma variável de uma constante, mesmo estando no último semestre, ou já concluído.

            Tem um cliente meu que trancou a matrícula no curso de análise e desenvolvimento de sistemas por que ele “já sabia tudo que a universidade estava ensinando”, ai inventou de desenvolver um sistema com complexidade mediana sozinho, resultado, vive me pagando para consertar algo que ele fez errado, ou para fazer algo que ele não sabe. E longe de mim dizer que sou o melhor, não tenho esta soberba. Só quero expor que, infelizmente, os cursos não são garantia de bons profissionais.

            PS.: Também não creio que a regulamentação seja necessária.. rs

          • Claro que sempre vai ter nó cego em qualquer área, mas você faria uma operação com um curandeiro ou prefere um medico formado? A questão é de diminuir a chance de problema, se a pessoa conseguiu formar, ele pelo menos tem noção do que esta fazendo, então a chance do trabalho da pessoa ser uma merda diminui bastante, claro que vai ter quem prefere o curandeiro, mas nesse caso é Darwin agindo.

          • ochateador

            Caso de fotógrafo.
            Só pedir para mostrar o book de trabalhos anteriores, estúdio e mostrar 1 ou 2 trabalhos que ele está editando para entregar.
            Faz uma comparação com 5 fotógrafos e já tem um bom parâmetro.

          • EmuManíaco

            O que regulamentaria um profissional? cursinho do senac?

          • No caso, como todos os cursos o MEC deveria definir a grade curricular mínima.

          • Vinicius Zucareli

            Caraca, 2500 já é barato pra kct. Eu paguei isso (e foi uma pechincha!) há 6 anos…

            Hoje não conseguiria a mesma qualidade por menos de 6 ou 7mil. E olha que o Casamento inteiro (incluindo salão, vestido, fotógrafo, etc) custo menos de 24mil.

          • Pois é, você falando assim me deu a certeza de quanto estou pobre! Mas pelo menos não vou casar e morar de aluguel.

          • ochateador

            Cara.
            Eu sou técnico mas evito ao máximo serviços por fora, só faço meu trabalho onde sou contratado e já era. No máximo dou um suporte para a família (faço de graça, mas eles insistem em me pagar 50 ou 100 reais).
            Mas já teve (mais de 1) nego no meu trabalho, oferecendo 200 reais e implorando de joelhos só para eu formatar o notebook deles. Recusei e descobri uns dias depois que ele levou o note em um “técnico qualquer” que cobrou 20~30 reais para fazer o serviço mas fez algo tão porco que o note levava 30 minutos para ligar.

            Ou seja, temos 0 regulamentações no mercado de informática. Quem se garante é aquele sujeito que sabe fazer o serviço e divulga o bom serviço. O resto se fode lindamente.

          • Pai De Santo

            Cara, comigo é assim TB.
            Estou mesmo com 2 notebooks de uma cliente que esperou eu voltar de viagem para arrumar as máquinas…

            Mas eu cobro mesmo, pq gasto umas horas para arrumar as barbaridades q ela faz na máquina sem formatar e voltar a Estado de zero…

          • Daniel

            Ou seja, temos 0 regulamentações no mercado de informática. Quem se
            garante é aquele sujeito que sabe fazer o serviço e divulga o bom
            serviço. O resto se fode lindamente. Não podia estar mais certo… Eu como diz o Gilson mantive clientes classe A, que pagam o que é justo e não me chateiam pedindo “mais por menos” e B, que querem o mínimo de qualidade, prazo e garantia. O restante eu deixo para quem cobra 30 para formatar. Um foi feito para o outro.

          • ochateador

            Eu nem divulgo meu serviço, meus familiares fazem isso por mim.
            Tenho 2 familiares que compraram um note com i5 2ª geração, formatei com 1 mes de uso (botei win7 + office 2010 + chrome + firefox). Estão rodando até hoje sem formatação e nem pedem água, isso que esses 2 parentes são do tipo que adoram abrir uns 500 programas/abas ao mesmo tempo.

            No serviço é ainda mais evidente.
            Quando formato uma máquina é formatação do 0, nada de restauração de fábrica ou otimizador de PC. Aí os usuários usam e sempre exigem que eu formate os PC da empresa, não aceitam outro técnico.
            Isso sem considerar os 2 servidores que formatei do 0 e rodam sem travar a quase 2 anos (e são os 2 servidores mais lixos que tem na empresa).

          • Daniel

            Também faço semelhante, a máquina dessa semana que deu problema na fonte, me surpreendeu ela era de 2009, só com o ultimo cliente a máquina está rodando a 4 anos 10/12 horas por dia… Quanto a formatação eu faço o mesmo, sempre do zero, quando é note, tem de ver o que se instala ou não além dos drivers, enjoei de pegar note “recém formatado” que ficou um lixo segundo o cliente porque “nenhum atalho mais do fn funcionava” sem driver correto de vídeo instalado e por ai vai, os caras só se dão trabalho de colocar o disco do win 7 la e next next next, apareceu a 1 tela e reconheceu 1 rede já está pronto…

          • ochateador

            Eita.
            9 anos sem formatar ‘-‘ Isso é recorde.

          • Daniel

            não, 4 anos sem formatar, a fonte que tinha 9 anos.

          • Gilson, trabalho em uma área tão prostituída quanto, TI (E sou fotografo amador, não, não fotografo nada para ganhar dinheiro, só hobby mesmo, quem sabe um dia, mas saberei cobrar… kkk), e, pelo menos na área de TI, ainda tem mercado fora dos sobrinhos.
            Eu não baixo meu preço, e sempre tem cliente vindo até mim, na fotografia creio que deva ter também esta massa de clientes que priorizem a qualidade, como você disse, sempre tem os que preferem o preço baixo, mas estes tem mais é que se lascar mesmo, por que geralmente são os que dão mais problemas, os poucos sites que desenvolvi mais em conta (diga-se R$ 1500 p/ 4ou 5 páginas) foram os que me trouxeram a maior quantidade de chateações, então tenho preferido mais projetos com valores mais elevados, estes geralmente entendem melhor o valor agregado de um produto de qualidade.

          • Convidado

            A barreira de entrada para “virar fotografo” é cada vez mais baixa.
            Esses dias vi um fotografo em uma festa de formatura, em um ambiente escuro com flash da câmera e lente padrão (escura com zoom)… estou ansioso para ver essas fotos pois o cara deve ser um Jedi da edição.

      • Vin Diesel

        A facilidade de comprar equipamentos é que faz com que muitos mercados sofram disso.

      • Carlos Ferreira

        É por isso que eu não faço casamentos. Não acho que tenha competência(nem equipamento) ainda pra isso.

        Já recusei 3 exatamente pra não entregar um resultado ruim.

        Por enquanto fico nos meus ensaios pequenos. Onde posso facilmente repetir ums foto que tenha ficado ruim.

    • Lui Spin

      E daqui a pouco, os fotógrafos profissionais vão querer criar uma reserva de mercado, e pedir pro Senado uma lei que proíba pessoas que não são profissionais de tirarem fotos do seu próprio casamento. Vão criar um CRF (Conselho Regional de Fotografia), se já não tem, e só quem tem esse registro é que vai poder tirar as fotos.

      • Cássio Amaral

        Dá ideia não pô…

        • Lui Spin

          Não duvido.

          Esses dias tava lendo sobre a Blockbuster, por causa do dono da Amazon. Ele citou o “efeito Blockbuster” em uma matéria, e uma coisa foi levando a outra até que eu cheguei nas grandes locadoras brasileiras.

          Teve uma época que elas queriam criar uma janela de 6 meses, via lei federal, entre a estréia do filme no cinema e a possibilidade deste chegar ao consumidor final em VHS/DVD/Blu-Ray/Streaming/TV A Cabo etc. Nesse meio tempo, só as locadoras teriam o filme disponível.

          Lembrou muito o caso dos Taxistas x Uber.

  • Mestrechronos Daiô

    Venho aqui dar um depoimento, quando foi o meu casamento, montamos um grupo no facebook pra juntar os convidados e dar avisos etc e tal. O mais memorável eu falei que havíamos contratado fotógrafos, e que eles tinham a benção dos noivos pra meter a bicuda em quem se enfiasse na frente deles com o celular.

    Pena o grupo ter sido deletado, senão postaria o print aqui. Galera deu risada mas todos respeitaram ! Até as crianças, pois com certeza os pais disseram algo pra elas.

    Claro que isso não impediu que todos tirassem fotos e ninguém saiu ofendido ou prejudicado no final da história.

    • Zalla

      exato, querem tirar fotos, tirem, mas saiba que existe uma equipe cobrindo o evento, então na hora da troca da aliança por exemplo..saiam da frente, sabe o que é pior que casamento? Batizado…o padre vem e vem uma gangue de fotógrafos junto

  • Pancho, solo Pancho

    Estratégia de vendas… estão mostrando que uma dslr é acessivel, fácil de usar e não precisa ser um profissional para usá-la.
    Veja no video da youtuber aí: ela mostra o touchscreen e está regulando a velocidade do obturador, lá aparece a dica CLARO ESCURO. Algo que noobs não se ligam, não estudam pra saber, mas que está lá para ajudar, e isso é ótimo.
    É evidente que querem desprofissionalizar esta câmera.
    Minha opinião é que sou totalmente a favor. Já cansei de ver noivos que eu fotografo comprarem câmeras dslr, por ficarem impressionados e apaixonados com meu trabalho, comprarem estas câmeras achando que vão fazer fotos iguais. Todos, repito, todos já colocaram elas a venda. Eles não entendem que não é sobre fotografia e sim momentos, olhares e dramas.
    Há um movimento entre os fotógrafos profissionais de casamento de migrar para as Mirrorless. Elas sim facilitariam mais ainda o DIY na área fotográfica, porque já aparece no viewfinder como a foto irá ficar, sorry dslr vocês ficaram pra trás.
    Quando aparece coisas como esta e o caso daquela cerimonialista famosa que publicou a matéria “quais profissionais alimentar no seu casamento” eu já sento e pego a pipoca.
    Todos noivos que já fotografei viraram amigos e conversamos frequentemente porque criamos uma relação de confiança que vai além do profissional. Fotografo aquele churrasco com os padrinhos na sexta feira, fico no casamento até o final da festa e se a noiva estiver disponível faço um ensaio com o vestido destruído. Fotografo a gravidez dessa (antes) noiva, seu parto e o aniversário de seu filho.
    Minha pergunta é se esses profissionais revoltados com essas coisas se dão ao trabalho de mostrar os valores que vão além do orçamento.

  • RandomUser

    “Me lembra daquela” -> “Lembra-me daquela”.
    individuo -> indivíduo.

    De nada, 🙂

  • RandomUser

    Um amigo meu pediu para eu tirar fotos do casamento dele. (ele tb contratou fotógrafo, calma). Já senti que eu perdia parte do casamento com a minha preocupação em tirar algumas fotos legais. Imagina eu fazer isto no meu próprio casamento? Tá louco! rs.

    Aliás, quando vou em show eu tiro algumas fotos, e só. Não quero perder o show filmando ele. Quero só tirar algumas fotos mesmo para poder lembrar com algo mais tangível de apoio.

  • “Não sei se isso é sério ou se faz parte do roteiro da campanha.”

    O pior é que deve fazer parte da campanha E TER SIDO APROVADO PELA PRÓPRIA CANON, pq deixar tudo na mão dos youtubers acabaria rendendo videos de pessoas em banheiras de etc etc

    • Ivan

      Bem cara de video viral.

  • Maom

    Só posso contribuir aqui dizendo que de fato, o dia do casamento é do caralho inclusive para nós homens mesmo com toda a lenda e piadas dizendo o contrário. Foi a melhor “balada” da minha vida. Pelo menos foi a melhor que eu consigo lembrar. Vc realmente é rei na festa, o copo baixa pra menos que dois goles e já vem o garçom repor do jeito que vc gosta, fotos e pessoas felizes querendo te abraçar como se vc fosse o Neymar e tivesse acabado de ganhar a Copa. Tirando os obrigatórios comprimentos nas tia velhas que falam como vc ta lindo e como se emocionaram tentando segurar os dentes dentro da boca, o resto todo é top. Vão na fé. Deixem aqui sua opinião no meu email comercial depois de casar para conversarmos e formarmos uma bela amizade:
    [email protected]

  • Pancho, solo Pancho

    rááá https://imgur. com/a/e0qHE

    • ochateador

      Use a tag code 😉
      https://imgur.com/a/e0qHE

  • Inquisidor

    2018, pessoas ainda casam, lol

  • Macedo

    Gilson, vai falar sobre o bitcon da Kodak? realmente tem um problema a ser resolvido?

  • EmuManíaco

    É igual corretor de imovel. faz um serviço porco aí vc anuncia sua casa sem um e ficam putinhos.

  • Zalla

    Só quem casou já sabe, sério…não dá pra fazer mais nada além de casar….imagina ainda ter que ficar filmando a bagaça…

  • Henrique Poyatos

    A mina “cagou” na iluminação do vídeo… na boa, o vídeo mais depõe contra o equipamento do que a favor.

  • Camila Tiboni

    No meu ponto de vista, ela sugeriu apenas também agregar a visão dos noivos… Mas, esta câmera, parece ser muito grande para isto.

  • Lui Spin

    “O vídeo é hilário. Ela trata a câmera de entrada como uma câmera de última geração e se mostra bem surpresa com as qualidades dela.”

    Lógico. É uma amadora, uma pessoa comum. E não um profissional de fotografia. Pra quem está acostumado só com as “câmeras” do celular, ou com aquelas Cyber shot (ainda vendem?), deve ser coisa de outro mundo mesmo.

    E daqui a pouco, os fotógrafos profissionais vão querer criar uma reserva de mercado, e pedir pro Senado uma lei que proíba pessoas que não são profissionais de tirarem fotos do seu próprio casamento. Vão criar um CRF (Conselho Regional de Fotografia), se já não tem, e só quem tem esse registro é que vai poder tirar as fotos.

  • Alvaro Carneiro

    Legal mesmo é ver que a Canon conseguiu o que queria: muita publicidade, de graça, até aqui.

    Joguem bananas e umas pistolas para os macacos, peguem a pipoca, e vamos assistir gargalhando.

  • Cássio Amaral

    Jurei que estivesse lendo uma notícia sobre frentistas e cobradores de ônibus, mas aí vi que são fotógrafos mesmo. Não duvido nada alguns profissionais criarem um Conselho Federal de Fotografia e chorarem pro Estado regulamentar a profissão para garantir reserva de mercado.

  • EmuManíaco

    Os babacas gritaram alto. video ficou offline.

  • Davos, o lord cebolito!

    Sabe quando os drones tiverem tempo de autonomia de voo bem mais longo e câmeras decentes pra filmagem, com um bom sistema de backup envolvido e sem aquela barulheira toda das “hélices” dos drones voando? Então, nesse futuro a treta vai ser pior que Uber vs Taxi no começo. Vai ter fotografo com arma de pulso eletromagnético a tira colo, invadindo casamentos!

    Imagina um Drone que seja programado pra seguir os noivos durante o casamento, enquanto outro paira pela festa tirando fotos aleatórias, scaneando os rostos, buscando expressões especificas pra tirar as melhores e mais inusitadas fotos. Rapaz, vai ser tenso pros fotógrafos.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples