O grande problema do Google: ciclistas

ciclistas

Como a maior parte do tempo ele se resume a uma tela em nossos computadores a gente não tem idéia do tamanho do Google, mas é uma empresa monstruosa, e isso se traduz em espaço físico. Só de área construída em Mountain View eles tem 190 mil metros quadrados, clique e veja um mapa parcial:

screenshot-10_01_2018-19_15_50

Por mais que seja divertido mandar estagiários de um prédio pra outro atrás de carbono pautado, em algum momento o pessoal veterano vai ter que se deslocar: ir de carro é a solução lógica, mas o tempo de ficar procurando vaga atrapalha a produção. A resposta que o Google escolheu foi… bicicletas.

google-bikes

São bicicletas bonitinhas, coloridas e com a logo da empresa, ficam nos estacionamentos, você desce, escolhe uma, vai até o prédio que quer visitar, deixa a magrela no estacionamento e pronto. Um modelo perfeito, são 1.100 espalhadas pelo campus, perfeito, não?

Pois é. Aqui aprendemos que não podemos ter coisas legais.

Os moradores da região olham as bicicletas e pensam: “Oba, bicicleta grátis!”. Montam e levam pra casa. Das 1.100 até 250 já foram dadas como roubadas. O pessoal é tão cara-de-pau que uma funcionária da Oracle deu entrevista dizendo que já roubou bicicleta do Google pra ir trabalhar.

Agora o Google está apelando. Vão testar transmissores GPS nas bicicletas, e contrataram 30 sujeitos provavelmente mal-encarados e 5 vans para percorrer os bairros próximos e recolher as bicicletas que encontrarem.

O pior: vai ter muita gente achando ruim.

Fonte: Business Insider.

Relacionados: , , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar
  • David Kwast

    Problemas e soluções de primeiro mundo

  • Hemeterio

    Podiam pegar aquelas toneladas de bicicletas do post sobre: isso é arte moderna ou sucata – como se houvesse diferença, e transferir pra esse. problema do Google resolvido.

    • Michael Loeps™

      Rapaz, poderia trazer uns quilinhos daquelas bicicletas aqui pra casa, to atrás de uma faz um bocadinho de tempo.

    • Michael Loeps™

      E pior que ja tinha pensado nisso, são toneladas de metal e recursos diversos desperdiçados, amontoados para a “reciclagem” enquanto ainda estão plenamente utilizaveis.
      Os motivos são completamente diferentes, mas me lembra as sacas de cafés queimadas

    • Bruno do Acre – (Etevaldo)

      Pensei a mesma coisa kkkkkkkk

  • Tinha certeza que seria um post sobre a imprevisibilidade dos ciclistas VS carros autônomos

    • Carlos Ferreira

      Pensei exatamente o mesmo.

    • Felipe Teodoro

      Eu também.

    • Gabriela Altino

      Eu também!

    • Victor Hugo Pinheiro Cunha

      Ciclistas são bastante previsíveis ao contrário do que se pensa… Eles costumam sincronizar o tráfego como fazem os insetos… Previsível também era…. na cultura americana… De todas as Américas.. que alguém iria acabar as bikes… Não estão no Japão.

      • Bruno do Acre – (Etevaldo)

        Ah sim, são bem previsíveis mesmo ontem mesmo tinha um ciclista em uma das vias mais movimentadas (e paradas) de SP,a famosa radial leste, andando na contra mão, furando os semáforos vermelhos, etc , eu mesmo contei 3 vezes que ele quase causou um acidente.

        • Lui Spin

          Ciclistas querem respeito, e merecem, lógico.

          Mas são os maiores descumpridores da lei. Piores que os pedestres.

          Andam na rua, na calçada, na contra mão, atravessar sinal vermelho. Sem falar naqueles que andam a noite, sem nenhum tipo de recurso luminoso ou reflexivo.

          • De fato, ciclista é pior até que motoboy cachorro louco, já que estes ao menos tem receio de tomar alguma multa. Não tenho conhecimento de como são em outros países, mas por aqui ciclista passa onde tem espaço, independende de sinalização ou da passagem ser para carros, motos, pedestres ou o que for.

          • Exatamente isso. Eu sempre tento passar o mais longe possível do ciclista que está andando no lugar certo, mas a grande maioria quer andar no corredor e ainda sequer param em faróis, faixa de pedestre, preferenciais… Perto de onde moro tem uma ciclovia em uma das piores avenidas da cidade, são 2 faixas para os carros de cada lado e a ciclovia no meio, e os ciclistas tem a cara de pau de se enfiar no meio dos carros com a ciclovia vazia.

          • Ciclovia em paises como brasil, india, china, eu acho que só funciona se colocar uma tubulação pra limitar o acesso do carro na ciclovia e do ciclista na rua. Queira ou não, animal só aprende a ficar no lugar dele quando vc cerca tudo.

          • No caso a ciclovia em questão não tem como os carros terem acesso, pois é em uma calçada central, cercada por uns 50cm de grama e algumas árvores de pequeno e médio porte. Então seria exclusivamente para os ciclistas terem a segurança. Mas pra eles é melhor entrar no meio do transito e reclamar que ninguém respeita bicicleta.

          • Bruno do Acre – (Etevaldo)

            Nem assim, eu trabalho com engenharia de transito, e cheguei a conclusão que é mais fácil lidar com gado do que com humanos…voce Poe gradil para o cidadão atravessar no meio da rua, poe faixa de pedestre e até semáforo, e advinha o que o cidadão faz? pula o gradil e atravessa no meio da rua…

          • Fico puto com isso, no meio da estrada com limite de 120km/h, uma fucking passarela a 300m, e o imbecil pula o muro de 1.7m de altura pra se arriscar no meio da pista. Ai é atropelado, causa um acidente, engavetamento, várias pessoas morrem, e vem gente falar que “ain, era tão jovem, o transito não é seguro nessa velocidade, vamos abaixar para 90”

          • Bruno do Acre – (Etevaldo)

            Exatamente, pode ter muro, passarela, barreira flamejante alada, qualquer coisa que possam inventar para segurança, os imbecis tendem a burlar, se matar, e ainda prejudicar outras pessoas.

          • Acho que só tem duas soluções possíveis, os carros flutuarem em torno de 2,5 do chão, assim as ruas viram dos pedestres assim como eles pensam que é, ou vamos ter que fazer tuneis para os carros passarem por baixo, o problema do tunel e que ele não vai poder ficar aberto, vai ter que abrir apenas quando um carro entrar e fechar depois, e dar choque em qualquer ser vivo que quiser entrar lá, senão o povo vai tentar morar nesses tuneis, e sendo assim as ruas ficariam para os pedestres também. Mas no final acho que o unico jeito certo mesmo vai ser quando a skynet acabar com a humanidade.

          • Bruno do Acre – (Etevaldo)

            MELHOR COMENTÁRIO DO ANO kkkkkkkkkkkkk ( até agora)

          • Marcio

            Devia ter sinaleira em vez de passarela…

          • Pior é quando colocam passarela na BR, colocam grade de uma pista na outra pro pedestre ser obrigado a ir pela passarela, e o povo destrói a grade pra passar por baixo, e pior ainda, fizeram isso por que a passarela virou ponto de venda e consumo de drogas e as pessoas tem medo de serem assaltadas se passarem por lá, tem vários casos assim na grande BH.

          • Bruno do Acre – (Etevaldo)

            Não só ai, pelo o que vejo as BR pelos pais todo estão assim. Aqui em SP acontece isso até em avenidas de bairros, alias até no sistema ferroviário acontece isso.

          • Eu sempre respeito os pedestres, porque odeio quando tenho que ficar 3min pra conseguir atravessar uma faixa de pedestre. Mas se o peão tiver errado, eu não vou parar pra ele fazer cagada, correndo o risco de outro cara vir e bater no meu carro. Em ruas de bairro é onde mais acontece, mesmo sendo errado, ainda é menos perigoso.
            Pego a Rod. Castelo Branco quase todo final de semana, e sempre vejo gente pulando os muros de proteção. Acho que realmente é algo que não tem solução.

          • Bruno do Acre – (Etevaldo)

            Eu acho que deveriam investir pesado em educação referente a transito, além de impedir que carros populares com mais de 12 anos circulem ( pq geralmente quanto mais f*dido for o carro, parece que mais inconsequente é o motorista)…

          • Nas condições financeiras do nosso país não tem como proibir veículos antigos de circularem, muitas vezes é o que o cara consegue comprar. E eu como bom entusiasta automotivo acho muito errado kkkkk.

            Educação sempre é a melhor solução, mas é bem complicado aqui no Brasil, trabalho em uma escola de ensino fundamental e ninguém respeita nada, aluno não respeita professor, mãe de aluno não respeita professor, porque iriam respeitar as leis de transito? Aqui só funciona na base do dinheiro, a hora que começarem a dar multa por atravessar no meio da estrada quem sabe o pessoal para de se arriscar.

          • Bruno do Acre – (Etevaldo)

            Então, educação é algo que parece que saiu de moda por aqui…agora, quando pesa no bolso todo mundo lembra…

          • noir

            Qto a educação pesada de trânsito concordo plenamente com vc, aqui em SP tem uns programas muito legais q vão em escolas primárias mostrar para crianças a importância do respeito no trânsito, o problema q é um projeto extremamente limitado e pequeno, mas importante visto q a criança q é educada em algo de civilidade cobra os próprios pais de fazerem o certo qdo percebem o erro dos pais

          • Bruno do Acre – (Etevaldo)

            A CET-SP está com um projeto de criação de dois centros educacionais ( um perto do parque Guarapiranga, e o outro perto do parque Tietê), esses centros serão responsáveis por campanhas de conscientização e treinamento de motoristas/ciclistas/pedestres. E ainda tem as UETs que são Unidades de Educação de Transito, porem, sabe como é né, orçamento para educação aqui é sempre escasso.

          • Aqui em São Bernardo temos o Centro de Reflexão de Trânsito. Lembro de ter ido la quando criança com a escola, tinha um desenho no chão, como se fosse uma rua mesmo, com faixas de pedestre, placas, sinais de todos os tipos, e o percurso era percorrido pelas crianças com bicicletas. Os monitores e alguns agentes da CET explicavam tudo, falavam sobre as leis e tal.
            É um método bem legal, mas não suporta o tanto de gente que deveria, e desde que estou trabalhando em escola da rede pública, nunca vi levarem os alunos lá. Alguns monitores vieram na escola uma vez para fazerem algumas brincadeiras com os alunos, mas nada tão prático quanto o role de bicicleta no CRT.

          • Bruno do Acre – (Etevaldo)

            Eu mesmo quando criança fui em um centro desses e foi super maneiro ( ha dois meses voltei lá e fiquei triste pelo estado em que se encontra), foda, parece que cada vez menos se investem nas crianças nesse pais…

          • Eu realmente não sei como está atualmente, tenho 21 anos e acho que fui lá na segunda série se não me engano. Ficaria triste de ver que está caindo aos pedaços como quase todo o resto da infra de transito da cidade, porque achei bem maneiro também, e acho que sempre fui meio chato com essas coisas por conta dessa visita.

          • Bruno do Acre – (Etevaldo)

            Cara, foi tão bom que até hoje voce lembra, querendo ou não olha o impacto que teve na sua vida..imagina se todos os atuais motoristas tivessem uma experiência desta quando criança, o transito iria ser menos “bosta”.

          • Os cortes em investimentos no Brasil foram geral, educação , saúde, infraestrutura e começou no governo Dilma e foi extensamente ampliado no Governo Temer, que precisava de dinheiro pra comprar o Judiciário e legislativo pra não tirar ele.

          • Bruno do Acre – (Etevaldo)

            Tenho pena das próximas gerações.

          • Principalmente com os cortes dos investimentos em ciência e com a mecanização da agricultura , pecuária, produção de commodities em geral, nem emprego vai ter. Vai ser uma situação muito triste, se fosse outro povo na situação atual já teria guerra civil.

          • Lá vem!

          • Zalla

            Brasil está quebrado….esse é o sinal..se não tem dinheiro pra hospital vc acha que teria pra programas assim? Não dá para fazer coisas legais e o corrupto ganhar seu “suado” dinheirinho

          • Everton Leal

            Nada tem a ver a idade do veículo, mas sim a conservação e manutenção. Assim como deveriam proibir de circular carros turbo, carros com mais de 150cv, que são os mais envolvidos em pegas e rachas provocando acidentes e matando pessoas inocentes… Inclusive ciclistas.

          • Ai entra o problema da minha liberdade e da sua liberdade. Não se deve proibir tráfego de nenhum veículo se ele não descumprir as leis de trânsito (a não ser veículos que não passam nos testes de emissão, esses deveriam ser suspensos de transitar). Sobre carros turbo, nem sempre quer dizer que ele seja rápido, o turbo está ai para ajudar na eficiência energética (downsizing) e não somente em potência.
            Do mesmo jeito que nem todo ciclista anda no lugar que deveria, nem todo carro forte tira racha e causa acidente!

          • Everton Leal

            Adoro sarcasmo. Muitas vezes traz a verdade à tona. Foi ironia a crítica dos motores turbo. Generalizei pra mostrar como essas respostas são hipócritas, demagogia em essência, pois desconsideram o fator humano, a consciência ou educação e respeito que se deve guardar pelo outro. Do mesmo jeito que não é todo mundo que rouba a bicicleta, não é todo mundo que deixa o carro sem manutenção, não é todo mundo que tem um veículo possante (carro ou moto) e conduz de forma irresponsável, não é todo ciclista que é inconsequente. Agora, deixando o sarcasmo, há um vácuo de ações governamentais terrível em todas as áreas imagináveis (seja por corrupção, ineficiência ou burrice pura simples, como o método de escolha ministerial brasileira – o toma lá dá cá), e a educação para o trânsito é uma delas: os habilitados passam por uma porca formação em auto escolas, e só. Ciclistas e pedestres nem sabem o que diz o código de trânsito, sabem nem o que é. Como foi dito, ações de formação com crianças foram abandonadas. Não se vê uma peça educativa na TV, não se discute na escola, em programas de tv, jornais. Não se difunde conteúdo útil nos meios de comunicação. Aí se vê gente que atravessa embaixo de passarela, a 15 metros da faixa de pedestre, ciclista na contramão, carro na ciclovia, motorista acima da velocidade reduzindo em cima do pardal, e tantas outras situações explicadas pela má formação do cidadão, e por mau caráter também. Tem quem faz o errado por opção. É isso. Paz.

          • Zalla

            a formação hoje em dia não está tão ruim não, são trocentas horas de curso, muitas horas de simulação, e muitas horas de prática…o cara que é ruim é pq eé um abestado mesmo…tanto que custa mais de 2000 reais tirar carteira de carro e moto

          • Horas de curso não se convertem em aprendizado com o que vejo por aí, é um tal de instrutor ficar contando piada….

          • Zalla

            Bom, minha esposa acabou de tirar a de moto…hoje fez a prova …e até que foi bem ministrado…
            e minha filha se inscreveu essa semana para tirar de carro e de moto…vamos ver como fica…só sei que comparado ao que era antigamente, pelo menos hoje se prepara um pouco mais, antigamente vc saia com a carteira de motorista, e vc nem sabia dirigir ainda…

          • Não levei seu comentário como ironia porque tem muita gente que diz isso como forma de pensamento mesmo, já tive inúmeras discussões desse tipo com gente que realmente acha que se deve proibir carros mais fortes. Como eu costumo dizer, no Brasil se alguém matar outra pessoa com um tijolo, vão querer proibir o porte de tijolos, e não prender o cidadão que cometeu o crime.

          • Leonardo

            “além de impedir que carros populares com mais de 12 anos circulem ( pq geralmente quanto mais f*dido for o carro, parece que mais inconsequente é o motorista)…”
            Tenho que ler essas coisas pra não ser cego.

          • Zalla

            preconceito, a gente vê por aqui

          • jose cezarino

            Pior mesmo é o azar daqueles que insistem em utilizar a passarela e um caminhão com excesso de altura bate na passarela, derruba a estrutura e o infeliz.rsss

          • Marcio

            Tua visão de trânsito não seria bem vista em lugares civilizados … Pior que ela reflete a média no Brasil:que as autoridades de trânsito existem pra evitar que pedestres, ciclistas e etc não atrapalhem o trânsito de veículos.

          • Bruno do Acre – (Etevaldo)

            Minha função é projetar os sistemas de sinalização de transito de modo que os pedestres ciclistas e carros conviviam de maneira eficiente entre si, a primeira revisão do meu projeto realmente tentei fazer, porem os pedestre simplesmente não atravessavam na faixa…então tivemos que optar por opções mais rígidas. Não adianta aplicar conceitos de outros países se a própria população se comporta pior que gado…

          • noir

            Talvez pq engenheiro costuma andar de carro e não a pé para ver que, muitas vezes, o gradil tá no lugar errado, que o ponto de buso tá onde só atrapalha, q a árvore tá no meio da pista, que a própria pista vai pra lugar nenhum e desemboca em passarelas que não existem ou em avenidas que não tem travessia, q o “não pise na grama” não oferece alternativa a não ser dar a volta na praça toda (se bem q isso é mais erro de arquiteto q acha q todo bairro é de luxo e que os únicos q circulam na rua são pessoas pagas pra passear com o cachorrinho da madame). Mas enfim, engenheiro costuma achar q o mundo é uma porca e um parafuso (não estou querendo ofender ainda q a frase seja dura, encare como uma crítica construtiva para pensar de outra forma). Gado realmente é mais fácil mesmo, normalmente fica confinado e vez ou outra sai pro pasto e faz só isso, pessoas não ficam confinadas, pessoas tem pensamentos e ações imprevisíveis. Mas voltando a questão da bike, vc está certo q tem pessoas q sacaneiam, mas a maioria não, assim como tem o motorista q dirige com cuidado e tem tb o que enche a cara de pinga e sai dirigindo.
            Uma verdade (e talvez a que mais importa) é que, em outros países, onde uma bicicleta anda não passa carro e as calçadas são enormes, não meio metro de largura de pista sem proteção com uma simples tinta vermelha, q geralmente é invadida por carros (os maus motoristas que não são maioria)

          • jose cezarino

            Com toda a certeza é mais fácil lidar com gado. ( Melhor comentário do dia)

          • Israel Simukaua

            Vc é de Manaus?

          • Bruno do Acre – (Etevaldo)

            Sou de San Paolo

          • jose cezarino

            Animal? Agora o limite do bom senso foi ultrapassado. Coitadinho dos animais serem comparados com os humanos. Rsss

          • Oberaldo Gilmentoo

            e no caso do Brasil “animal” serve para definir tanto os motoristas qto os ciclistas :-0

          • Bruno do Acre – (Etevaldo)

            Eu ja cheguei a ver ciclista dividindo espaço com um ÔNIBUS BIARTICULADO, seria normal se nao fosse o fato de ele estar ao lado de ciclofaixa, TINHA UMA FUCKING CICLOFAIXA e o ciclista estava na pista de rolamento.

          • Julio Garcia

            Vc está falando da avenida escola politécnica? Pq nessa avenida é exatamente assim, de ponta a ponta, onde tem ciclovia tem ciclista na pista para carros!

          • Não, eu moro em São Bernardo, é uma avenida com 2 faixas pra ir, 2 faixas pra vir, a ciclovia no meio, em cima da calçada, longe de qualquer perigo para os ciclistas (a não ser que venha alguém muito rápido e faça uma merda imensa), e eles se enfiam no meio dos carros, ônibus e caminhões.

          • Julio Garcia

            Isso mostra q o lugar muda mas a atitude inconsequente continua a mesma.
            No Brasil a população não está preparada para estas coisas, o pedestre prefere andar na rua até onde a calçada é boa.
            Eu me perguntava pq a prefeitura fez ciclovias em calçadas, mas calçada não é utilizada nem por ciclistas e nem por pedestres, estamos TODOS no meio das avenidas, independente se de carro, moto, bicicleta ou a pé.

          • Lui Spin

            Sim, moto tem placa, logo tem medo de multa.

            Eu sou contra burocratizar, colocar placa em bike, etc. Mas sei lá, deveriam ter mais consciência sim.

          • Sou contra também, deus me livre pagar taxa pra andar na minha bicicletinha. E também não ia coibir abusos.

          • Zalla

            não???? deixa chegar uns “presentes” pelo correio que o cara deixa de abusar rapidinho…e de quebra mais dinheiro pra prefeitura e de repente eles dão uma folga pros motoristas e exploram esse novo mercado…pra mim bicicleta tinha que ter placa sim….

          • Monstro Medieval

            Passa por onde não tem espaço também, incluindo por cima dos pedestres.

          • Torquato Pit Bull

            Quase matei vários que aparentavam tá buscando o suicídio.

          • Zalla

            se o conserto do carro não fosse tão caro….Darwin estaria atuando forte

          • jose cezarino

            Inclusive Pit Bull não está sendo coerente com as leis de Darwin, se o inútil ciclista é deficiente, tem que matar. Se ele continuar com essa ineficiência pode ser considerado incapaz pela natureza e ser eliminado, também. Rssss

          • Zalla

            já vi ciclista argumentar que não para em farol pq não é para eles “é pros carros”

          • jose cezarino

            ….Cadeira elétrica.

          • Marcio

            Não existe este grupo aí que tu refere como “ciclistas”. Nao é um grupo comparável a motoristas por uma simples razão: há uma formação exigida ara dirigir. Os ciclistas “problema” que tu percebe são pessoas pedalando.

          • Lui Spin

            Tá.

            Troca aí “Pessoas pedalando querem respeito…”

          • Lui Spin

            Há uma formação exigida para pedestres? Não né.

            Então não posso me referir a eles como grupo?

          • Everton Leal

            Na verdade falta campanha educativa, orientação nas ruas e finalmente, aplicar o CTB, que prevê sanções a ciclistas e pedestres, além dos motoristas.

          • Zalla

            pra merecer tem que dar também

          • jose cezarino

            Após tão contundente condenação deves também impor a pena aos ciclistas. Sugiro a cadeira elétrica.

          • Lui Spin

            Eu creio que uma campanha de conscientização, os policiais e agentes de transito chamando a atenção deles (hoje eles nem ligam), entre outras medidas já funcionariam.

            Melhorar a infraestrutura também, com ciclovias ao invés de ciclofaixas.

          • Vc sabe que ciclista deve andar na rua, na faixa de rolagem e que os carros devem respeitar?

          • Nutricionista Rafael Soares

            Esses não são ciclistas, apenas pessoas que sabem andar de bicicleta e usa isso como um meio de transporte

        • Convidado

          Aqui em Porto Alegre, o bom seria se tivessem mais ciclovias em vias alternativas e não em avenidas competindo por centímetros com a pista de ônibus, o que por aqui é bem comum e muito perigoso também.

          Se bem que temos uma bela ciclovia na Beira-Rio, com vista para o Guaíba, sem sinaleiras e sem carros na divisa pois removeram metade da calçada para que os ciclistas andassem por lá.
          São comuns manhãs no inicio do dia, que tem *mais* ciclistas na via do que na ciclovia.

          • Em BH as poucas ciclovias levam do nada a lugar nenhum, tipo tem uma ciclovia na metade de uma avenida e outra a dois bairros de distancia, ou seja se o cara não quiser só ficar brincando de andar de bicicleta na frente de casa não serve pra chegar em lugar nenhum, tirando quando os motoristas não acham que ciclovia é estacionamento de carros ou motos. Acaba que aqui, mesmo que os ciclistas tentem ser educados não podem ficar na ciclovia, embora ao menos tem poucos ciclistas por que tem morro demais.

          • Felipe Braz

            Aqui em porto alegre eles botam aqueles tachões gigantes na ciclovia pra carro não usar de estacionamento. Senão fosse isso usariam mesmo já que o transito aqui é quase um faroeste.

        • Daniel Dias

          O problema não são os ciclistas, é a quantidade monstruosa de carros que ocupam um espaço enorme na rua, pra muitas vezes levar apenas uma pessoa.

          • Gesonel o Mestre dos Disfarces

            Não confunda dois problemas: um é o excesso do uso de carros, ok. outro seria o ciclista se arriscar em demasia em espaços destinados a veículos.

          • Zalla

            o ciclista não pode se basear nesse argumento ir lá e reivindicar o espaço…ele é a parte mais frágil da equação, vai morrer…e fora que esse tipo de pensamento leva alguns sem preparo nenhum a dirigir por vias movimentadas, pq tem outros ciclistas que espalham a lei do “1.5m”, e acreditando que todo mundo vai ter que magicamente deixar essa distância, acham que estão protegidos por um campo de força….sendo que existem vias em SP onde não é possível deixar esse 1 metro e meio, então o ciclista ocupa uma faixa de rolagem, e está em uma velocidade baixa, obrigando o motorista a trocar de pista e isso impacta todo o transito, causa acidentes, etc…
            Muitas vezes o ciclista causa acidentes e ele nem sabe disso, mas o problema é que tem gente que decide simplesmente tirar o ciclista da via….joga pra fora mesmo…não duvide da estupidez das pessoas….e isso causa mortes…fora a estupidez de alguns ciclistas de entrar em curvas ao lado de caminhões, onibus bi-articulados, etc..enfim..é a receita ideal para causar mortes…e só tende a piorar…pois uma coisa é certa em SP, cada vez mais carros e ciclistas surgem em SP, e as vias são as mesmas e só pioram

          • Bruno do Acre – (Etevaldo)

            Eu vejo motorista tirando motociclista da pista, aqui em sp quando um motociclista não anda no corredor, os motoristas ficam pressionando para eles irem para o corredor, agora imagina o que nao fazem com os ciclistas…

          • Zalla

            tenta andar de moto , no limite de velocidade, normalmente em uma pista, os caras querem passar por cima…mais seguro é no corredor mesmo

        • Henrique

          Tinha UM cilcista! Não generalizemos, ando de bicicleta com frequencia e vejo muito mais absurdos sendo cometidos por motoristas do que por ciclistas e/ou pedestres

          • Zalla

            amostragem estatística explica isso, seria interessante se fosse o contrário

        • jose cezarino

          Continue percebendo os ciclistas que não entenderam como se comportar no trânsito. Esqueça os vários exemplos bons, melhor, nem perceba que existem. Se tu te sente melhor vendo só o ruim, boa sorte, siga em frente na tua carruagem motorizada.

        • gesse puentes

          VC conseguiu acompanhar ele por mais de um semáforo em uma via de acesso? VC estava de binóculo ou helicóptero pra deduzir que ele quase causou três acidentes?Ou a via parada tava vazia e VC ficou vendo ele esse tempo todo? E a sua dirigibilidade não foi afetada enquanto se distraía com os arredores? Quantos acidentes mais graves VC correu o risco de causar por desatenção?e ele estava na contramão, e tao VC ficou olhando pra trás? Ou esta exagerando? Aposto que VC deve ser gordo ou sedentário pra comentar isso num post sobre o benefício da bike, só se VC não entendeu …..

          • Bruno do Acre – (Etevaldo)

            Cara, voce conhece a Av. Radial Leste de SP? Aqui voce anda “parado” kkkkk por isso pude observar ele, ele estava na contramão e depois foi para o acostamento, só que nessa de sair do meio da via para o acostamento , ele quase atingiu 3 carros….Ahh, e peso 65kg e tenho uma vida bem saudável ( tirando o abuso no alcool as vezes)

      • Jeffersson Enrico Yamafuko

        Falou bosta camarada, no Japão (que eu cresci), tem um alto índice de furtos de bicicletas nesse mesmo estilo apresentado na reportagem, onde a pessoa pega, usa até onde precisa chegar e abandona. E isso ocorre com maior frequência perto de estações de trem. E o pior de tudo, é que quando um japonês é pego fazendo isso, a polícia só devolve a magrela e ainda defende dizendo que o cidadão apenas pegou “emprestado”.

        • Felipe!

          Em Vancouver o furto de bicicletas também é bem alto, pelo que me diz algumas pessoas que conheço lá.

          • Henrique

            em Toronto então, é absurdo o que furtam de bikes aqui!

      • Gustavo Geremias Ferreira

        Pena que eu não sou um inseto pra prever o que ele fara

    • RandomUser

      hahaha! Eu tinha certeza absoluta que seria sobre isto.

    • Alvaro Carneiro

      O click bait tá ficando cada vez mais frequente aqui, e o que é pior: vem do Cardoso. Me espanta tal atitude, completamente desnecessária.

      • Como eu acostumei, acho que nem ligo mais. Porém se fosse um leitor novo eu fugiria, site com bait rende cliques mas pega mal mesmo.

      • niltonql

        A única expressão que está sobrando no título é “O grande” que poderia ser trocado por “Um”. É lógico que o Cardoso fez isso de propósito para chamar a atenção, mas pra mim está suave, já vi clikbaits piores.

    • Roberto

      achei que era problema do Google Maps com as rotas de ciclismo

    • Zalla

      eu tb….nessa o CC sacaneou forte…

  • Douglas

    O rastreador GPS é o novo bluetooth, colocam em tudo.

  • Bob

    Trabalhei em suporte para uma empresa, que tinha um estacionamento de bicicletas para os trabalhadores – criado pois havia acontecido muitos roubos. Pois, bem, havia um controle, informatizado, onde um guarda registrava a entrada da pessoa com a bicicleta, gerava um ticket e ao final da jornada, a magrela era retirada pelo trabalhador. Somente o custo do sistema era de cerca R$ 20.000,00 mensais. Fizemos várias reuniões para diminuir o custo desse suporte. A solução que apresentei? A empresa deveria desativar o sistema, comprar 40 bicicletas de R$ 500,00 cada e caso alguma sumisse, o empregado receberia outra novinha em folha. Ao longo do tempo somente esse “estoque” seria reposto. Nem lembro se implementaram essa idéia doida, mas as pessoas citam como exemplo até hoje.

    • 640k is enough

      R$20K só pelo sistema?

      Com certeza esse sistema TINHA que existir, por alguma razão obscura.

      • Bob

        20K pelo suporte de infra ao ambiente – o banco de dados rodava em RISC. Existia além disso o custo de manutenção e atualização. Bizarro.

    • 20 mil MENSAIS???

      Vc não errou em alguns zeros aí? Nem com o salário do segurança deveria sair isso.

      • Cesar Osvaldo Müller

        Digamos que sejam dois turnos de seguranças que ganham 2000 por mês, teremos 8000 de custo com funcionários, mais o custo de manutenção mensal do sistema utilizado, mais os gastos com ticket e impressora térmica….

    • Zalla

      aqui na empresa tem um cantinho dentro do estacionamento da empresa e pronto….um custo desse pra algumas bicicletas.?.inviável

  • Marcelo Paz

    Foi o bike cuck que sugeriu isso.

  • Jhonathan Vieira

    Aqui em Fortaleza existem diversas estações com bicicletas pro público. Só precisa de um cadastro com o cartão de crédito e quem tem bilhete unico não paga a anuidade, com direito a uso por uma hora e 15 min de “cooldown”. Não demorou a sumir algumas, ou uns “espertos” colocarem lixo no buraco onde a magrela era travada após o uso pros desavisados pagarem a conta (quando passa o tempo, começa a cobrar do cartão). Fora as destruídas…

    • Priscylla Vidal

      Sem falar em muitos que não usam o serviço e ainda fazem questão de quebrar o equipamento para prejudicar quem usa, furando pneus, quebrando a cesta da bike…
      A galera precisa aprender que o que é de uso coletivo deve ser preservado. Mas acho que isso aqui em Fortaleza ainda vai demorar a acontecer…

      • Meganegão

        Acha que é assim só em Fortaleza? Welcome to Rio de janeiro.

        • Bruno do Acre – (Etevaldo)

          Acha que é só no Hell de Janeiro? Welcome to the EARTH

          • 7_Fabricio

            discordo

        • O rio de janeiro eu já acho que é outro planeta. Td aí parece pior hahah (desculpa pra quem mora aí, mas é o que a imprensa em geral passa)

          • Eduardo Copelo

            Hell de Janeiro é [email protected]#$, aqui potencializa tudo de ruim do país. Tem corrupção no Brasil? No RJ eh elevado ao quadrado. Tem crime e arma ilegal no Brasil? no RJ vagabundo tá usando fuzil pra assaltar carrocinha de cachorro quente e churrasquinho(não estou exagerando). O bom é que aqui potencializa o que é bom tb. Enfim… Ceu, Inferno e Purgatório no mesmo lugar. Bicicletinha do Itaú, aqui, já estão quase todas zuadas, pq o povo é porco com força.

          • EmuManíaco

            tudo culpa do senhor brizola

          • Tiago S

            Mas não parece, é.

      • Goreth Feitosa

        Não só em Fortaleza, no Brasil todo isso é uma realidade.
        Eu não acredito em mudança no comportamento das pessoas, infelizmente.
        Povo mal educado, o brasileiro.
        Em tempo, sou brasileira viu?

      • Gesonel o Mestre dos Disfarces

        Se falar em valorizar o coletivo você é chamado de comuna!

      • Zalla

        Brasileiro não entende o conceito de uso coletivo, uma repórter da globo falou em uma reportagem sobre grafites e pichação que o espaço público era livre para ser pintado pq pertence a população

    • Aqui no Rio já cansei de ver vítimas da sociedade andando em bicicletas visivelmente com produto de roubo dessas bicicletas. Como eu sei? Porque as bicicletas ativas desse serviço não possuem peças de outras bicicletas de outras cores misturadas.

      • Eduardo Copelo

        Fora os imbecis que roubam, pintam de outra cor e vendem nos “joga pra rolo” da vida.

  • Cadê os vira-latas pra dizer:

    “Aiiinn…. Se fosse no Brasil, iam roubar todas as bicicletas e blá-blá-blá”.

    ???

    • Vinicius Zucareli

      É Califórnia….

    • RôShrek

      Mas iam mesmo. Pergunte ao Itaú.

      • Bom, podemos concluir que é um “hábito” humano e não exclusivo do brasileiro, como pensam os vira-latas.

        • Carol

          Nao é exclusivo do brasileiro mesmo, mas no Brasil isso é algo muito mais “normal” de acontecer do que em vários outros países. Se vc ignorar os fatores culturais/economicos/sociais de um país, vc pode usar esse argumento pra praticamente qualquer coisa, não faz sentido 🙂

    • Joao Holanda

      Isso aqui não é G1

    • Bela tentativa, mas somos escória mesmo. Esse clichê de síndrome de vira lata já gastou, já perdeu o sentido, já descemos pra baixo do rabo desse vira-lata e a perspectiva é só piorar, educação e honestidade zero.

  • Cocainum

    Foi o pessoal do Grand Tour que indicou…

    https://www.youtube.com/watch?v=iAzxzteRlVI

  • Rolando

    Bicicletas bonitinhas, sim, para garotas de oito ou nove anos são lindas. Com bicicletas assim o pessoal que vai sair para pega-las de volta vão ver essas coisas a uns dois quilômetros de distância.

  • Kevin

    Eu moro em San Francisco e quando fui passear em Mountain View, peguei duas bicicletas dessas e coloquei no porta-mala do carro. Mas juro que eu pensava que era brinde do Google aos visitantes da cidade, já que é uma empresa tão bilionária. Vou avisar ao Google para eles virem buscaram as bicicletas se tiverem interesse.

    • GIBE MONY, PLOX!
      HUE HUE

    • Josef Panbri

      Típico brasileiro.

      • Douglas Souza Andrade

        Nem todos brasileiro é igual o Kevin, então quando for falar de alguém ,não julgue a nação por causa de um sem noção.

        • Zalla

          não seja ufanista…não dá para comparar…nosso país é uma merda….já saiu do Brasil? visitou outros países?
          Viu como lá fora as coisas funcionam?
          Entrou em um hospital em outro país?
          conversou com um policial?
          Foi em uma prefeitura?

      • Vc diz “tipico brasileiro” porém quem ~roubou as bikes foram norte americanos mesmo.

      • MARCELO HB

        É uma merda!

    • Davos, o lord cebolito!

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk olha parabéns! kkkkkkkkkkk

    • Teclado sem acento

      Se nao disserem que eh brinde, nao pegue. Simples assim.

      Quer dizer que tudo que ver dando sopa na minha frente, vou considerar como brinde e afanar? Nao importa a desculpa que vc de, vc eh um ladrao.

      • Zalla

        sério que a galera tá acreditando nisso? kkkk

    • Kevin

      Depois de muita dificuldade para falar com o Google, finalmente a situação foi resolvida. Disseram que eu poderia agender quando pudesse devolver as bikes, e para agradecer minha honestidade, eu serei convidado para fazer um tour por dentro da sede do Google.

      • Davos, o lord cebolito!

        E, no final, acabou se dando bem!

        • Zalla

          sério que a galera tá acreditando nisso?

          • Davos, o lord cebolito!

            kkkkkkk fui “dibrado”?

    • Flávio Pedroza
  • Nessa hora que vemos que certos comportamentos são de alguns seres humanos e não intrínsecos aos brasileiros, fico pensando, que talvez o Brasil possa ser um país melhor, por que se no USA tem tanto ladrão e picareta e ainda é primeiro mundo, mesmo com tanta corrupção e preconceito, então o Brasil também pode chegar lá.

    • AnderShow Rodrigues

      EUA passa longe de ser um país conhecido por pessoas educadas, gentis e altruístas.

      • Passam longe dos europeus, lá é surreal a honestidade e educação, Alemanha, Holanda… Mas Brasil passa longe de EUA, se lá não são lá essas coisas, aqui é abaixo da linha de sobrevivência, é uma aberração.

        • Zeca M.R.

          Muito bem colocado!

        • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

          Falou tudo!

        • Teclado sem acento

          Passava longe dos Europeus***

          Muculmano ta pouco se lixando pra esses bons costumes e eles ja estao infestando a Europa. Daqui duas geracoes a Europa vai estar falando arabe.

          • Gesonel o Mestre dos Disfarces

            Todos (eu disse TODOS) os muçulmanos que conheci são MUITO mais educados que qualquer paneleiro com quem tive contato.

          • Teclado sem acento

            Problema eh:

            A maioria dos paneleiros eh aquela bosta que vc ja ta acostumado, grosso, mal educado, meio desonesto, levemente inofencivo. Uma minoria eh gente boa.

            Muculmanos, eh o contrario, a maioria pode ser gente boa e educada. O problema eh a minoria, que vai te esfaquear, estuprar sua mulher, apedrejar os viado, se explodir, meter bala em todo mundo.

          • EmuManíaco

            Muçulmano é falso. são as figuras mais pervertidas que tive que conhecer na vida.

          • Gesonel o Mestre dos Disfarces

            No meu caso, foram os Cristãos. 🙂

          • Infelizmente, triste realidade.
            Paris já é assim. Já sofri mais tentativa de assalto em Paris do que em Porto Alegre.

          • Dizem que Paris é tenso mesmo, quase um rio de janeiro na Europa, ainda mais agora com tanto ataque terrorista.

          • Nunca fui assaltado no Rio, pego ônibus de linha, a uma década andava com máquina fotográfica digital na mão, nada acontecia, noitada na Lapa…

            Em Paris é impossível fazer isso, assalto pra todo lado, um motorista de táxi na madrugada tinha saco de cocaína no painel do carro, nem tenso o negócio. Mas ainda assim, Paris é espetacular, vale o risco, Rio de Janeiro também vale.

          • Sei que o Rio é muito bonito, mas não tenho coragem de conhecer, acho que sem ter amizade com um nativo pra te falar aonde você pode e não pode entrar o risco é muito grande.

          • Não é tanto assim, sempre fui sem conhecer ninguém de lá pra me guiar, ainda mais atualmente, pesquisa tudo na internet, tem 500000 dicas e roteiros. Pode ir que não dá nada, Lapa, Ipanema, e principalmente a Barra que é outro país.

          • EmuManíaco

            serio que ta assim? so vai dar jeito se castrarem todos que pedirem asilo. ahh quer entrar vindo a siria? pode dar tchau as bolas

          • Eu acho Paris muito mais violento e insegura que o Rio, sem sombra de dúvida.

          • EmuManíaco

            tenho 38 anos, minha vida começa agora no interior de portugal. Estou pensando sinceramente se compro um casa ou guardo dinheiro pra ir morar em um local menos “tolerante” em alguns anos. Opções = EUA, Pior coreia e australia.

          • Eu compraria um imóvel, mas todo mundo aconselha a alugar que vale mais a pena.

          • Acho essa questão muito relativa, só vale a pena alugar se você tiver que dar uma entrada muito grande no imóvel, se na sua região o aluguel for muito barato em relação ao valor do imóvel. No meu caso não compensava, no predio aonde comprei o imovel alguel de um apartamento igual ao meu esta acima de 1000,00 reais, eu pago 1300 de mensalidade, e tem outro fator, o preço do aluguel aumenta todo ano, o valor da mensalidade abaixa todo ano, oque vai acontecer quando eu pagar a ultima mensalidade vai ser eu pagando 300 reias de mensalidade e o aluguel já vai estar uns 1600,00 , fora que no final desse tempo vou ter um imovel que já deve ter valorizado na pior das hipóteses uns 20%, no mesmo período se eu estiver no aluguel não tenho nada. Quando a pessoa tem a grana pra comprar um imóvel caro a vista, as vezes compensa ele investir esse dinheiro, mas pra quem vai comprar imovel parcelado, de baixo custo e ainda vai poder desencalhar o dinheiro do FGTS que é o pior investimento possivel, acredito que vale mais a pena comprar.

        • Sergio Fagundes

          Não se preocupa que a Merkel já está trabalhando pra resolver o problema da educação e honestidade na Alemanha.

      • MRJinal carioca

        Cara, eu achava isso, até que fui a NY. O povo de lá é muito maneiro. Se eles percebem que vc é turista e está vendo mapa ou procurando direção, sempre aparece gente querendo te indicar. As pessoas são gentis, sim.

        • Já fui ajudado por mendigo lá, até pegar metrô sem pagar ele né ajudou, pois eu estava sem dinheiro, Kkkkkk. No tempo que não tínhamos APPs pra ajudar em tudo.

    • L Silva

      Vai ser dificil.O problema é que la vao presos.

      • Sim, os USA tem a maior população carcerária do mundo, visto que a ideia deles é focar em punir e não em evitar os crimes.

        • Rodrigo M

          E ganhar uma graninha com prisões particulares tb né?
          https://en.wikipedia.org/wiki/Kids_for_cash_scandal

          • Gesonel o Mestre dos Disfarces

            Privatizar é bom, os liberotários dizem.

        • Sergio Fagundes

          população carcerária não quer dizer nada… China tem maior população carcerária que o Brasil mas tem a menor taxa de presos por 100mil habitantes.
          E sim a maior taxa do mundo é dos EUA também auheuahueahaeu
          E me diz uma coisa, quando conseguirem transformar em realidade o minority report me avisa pra eu poder mudar de planeta.
          Não existe “evitar” os crimes (95% dos crimes são chamados crimes de ocasião, temperamento ou impulso) o que se pode fazer é punir de forma tão severa que o bandido vai achar menos prejuízo trabalhar de pedreiro ou virar corno manso do que cometer o crime.
          A não ser claro que aumentemos o contingente policial, aumentemos o patrulhamento, aumentemos o monitoramento… Ou seja coloquemos mais controle militar policial na mão do Estado.

          • Você evita crime tirando as pessoas de situações de falta de oportunidades. Em países aonde todos tem uma boa oportunidade de estudos, empregos, dependendo mais do esforço propio que do ambiente para ter qualidade de vida, o índice de criminalidade é muito mais baixo. Na holanda por exemplo , aonde a qualidade de vida é muito melhor que nos USA, descriminalizaram a maconha tirando dinheiro de traficantes, estão fechando presídios por falta de presos. Você não tem como acabar com a criminalidade por que tem gente que é safado, tipo o filho da desembargadora preso com 130 quilos de maconha, mas se a maioria das pessoas estiverem felizes com sua vida, pra que elas vão assaltar, se drogar, sequestrar? Claro tirando as poucas exceções que tem a mente distorcida.

          • Abner Oliveira

            Você quer comparar um pais do tamanho de um bairro com outro que tem mais de 300 milhões de pessoas…. “ta serto”.
            Com relação a liberação da maconha, já existem especialistas que dizem ter sido um erro essa liberação.

          • Sergio Fagundes

            Se fosse assim aqui no mercado nego não pegaria sacola “sobrando” em cima do balcão…
            Não vai evitar crime simplesmente com uma utopia onde todo mundo está empregado, tem educação, etc… E por favor não esquece de tentar escalonar primeiro. Lembre o que eu disse sobre condomínio… Pense num bolo. Uma receita para uma forma pequena é fácil fazer. 20 minutos em forno médio e produto pronto. Dobre a receita, já vai ter que usar 40 minutos. Dobre de novo, além de aumentar o tempo vai ter que mexer na temperatura. Dobre de novo. Vai ter que mexer tempo, temperatura, tipo de fermento (o peso da massa vai expulsar as bolhas de CO2 e abatumar)… E assim vai.
            Imagine uma população. Holanda tem 17 milhões de habitantes e 41000Km². Você acha realmente que uma situação que eles usem vai servir para 200 milhões espalhados em um “continente” (míseros 8milhões…) com diversas zonas geológicas diferentes e condições de aproveitamento totalmente desiguais?
            Desculpe mas não.
            E sempre usar a desculpa de que ao liberar a maconha reduziu a quantidade de presos… Desculpe mas a criminalidade na Holanda sempre foi baixa.
            E nem vou entrar no fato de Holanda estar se arrependendo de liberar a maconha pois sei que é mito. Mas vou te lembrar que maconha é TOLERADA e não legalizada na Holanda. Se for pego com até 5 gramas ou 5 pés de maconha o processo e arquivado. Sendo assim ocorre sim trafico de drogas na holanda como em qualquer parte do mundo, não foi tirado dinheiro nenhum deles pois o dinheiro está nas drogas mais pesadas usadas pelos europeus (heroína, metanfetamina, etc).

          • Sergio Fagundes

            Um presente https://www.ducsamsterdam.net/4-mitos-sobre-a-holanda-que-quase-todo-mundo-acredita/

          • “Tem roubo sim. Não, não é frequente na maioria dos lugares da Holanda,

            em geral não é violento (seria no caso furto, o mais comum), mas tem.”

            Como eu disse não é possível acabar com criminalidade, mas você pode diminuir. O Texto só reforça isso. https://theculturetrip.com/europe/the-netherlands/articles/why-crime-rate-in-the-netherlands-is-so-low/

          • Gesonel o Mestre dos Disfarces

            Se há temperamento ou impulso, o cara não vai pensar o que daria menos prejuízo naquele momento, né caxias?
            Uma educação melhor reduz criminalidade. e legalização do aborto também.

          • Sergio Fagundes

            auheuaheueahuaehaeuhaeu olhai mais um socialista de iphone ou liberal de youtube… Filhão, se o cara sabe que vão cortar o pinto dele fora se for pego pode ter certeza que não vai ter impulso ou temperamento que vai ser mais forte que o instinto de preservação das partes.

          • Não tenho certeza disso, afinal países com pena de morte como USA e China não deixaram ter crimes por causa da pena. A pessoa que é criminosa simplesmente não acha que vai ser pego, se ela tivesse esse tipo de planejamento não cometia crimes. Tirando no Brasil que o político é pego com a boca na botija mas já tem um Juiz do supremo na folha de pagamento pra soltar ele depois.

          • Gesonel o Mestre dos Disfarces

            Socialista de iPhone? filho, NENHUM dos livros do Marx fala de voto de pobreza. diferente da bíblia, onde jesus é taxativo: rico não vai pro céu. 🙂 O que o trabalhador produz, ele pode obter. logo, nada de errado em um socialista ter iphone. E você? É católico ou evangélico?

            Só apontei uma falha óbvia na lógica do seu discurso. fica à vontade para apresentar o contraditório, ao invés de recorrer ao ad hominem.

    • Leonardo

      acho que o único lugar q da pra acreditar na humanidade assim é o Japão… mas ai entra no quesito preconceito que puxa pra realidade de volta…

      • Por isso devemos tentar copiar a parte boa dos países que são número 1 em alguma coisa. Pra mim o sistema de ensino deveria ser baseado no da Finlândia, mas algumas coisas do sistema educacional japonês são bem vindas, como os alunos serem responsáveis pela limpeza e organização da escola para valorizarem o coletivo. No Japão também temos o menor índice de crimes e assassinatos do mundo, prova que boas oportunidades na vida e ensino de qualidade são mais importantes que armas, tendo em vista que porte de armas é proibido lá, mas a polícia também é eficiente, e o sistema prisional é rígido mas justo já que costuma recuperar a maior parte dos criminosos que não se tornam reincidentes. As empresas brasileiras precisam aprender a serem eficientes, com organização e planejamento poderíamos fazer mais em menos tempo, e poderíamos ter um horário de trabalho tipo o Canadá, que é de 9:00 as 17:00 ( isso eu vi no YouTube se eu estiver errado podem me corrigir) com funcionários menos cansados e motivados a produtividade aumenta e sobra tempo pra ter qualidade de vida, aumentar a qualificação. Vou parar por aqui, mas tem muito exemplo bom que deveria ser copiado, ignorando os maus exemplos .

        • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

          O problema é que no Japão são tão rígidos que chegam a ser travados, robôs, assexuados, alta taxa de infelicidade, suicídios, etc.
          É uma coisa bem polêmica, mas meu irmão sempre debate comigo que eu quero tudo certo e perfeito e que as pessoas respeitem tudo e todos, mas ele (psicanalista) diz que se for assim as pessoas deixam de ser humanas… tem que achar um meio termo…

          • José Jr

            Ué, concordo com vc. Vc quer ser organizado e continuar sendo humano. Acho que esse pessoal de humanas viaja muito, não há incompatibilidade em buscar ser uma pessoa altamente organizada e respeitosa com deixar de ser humano.

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            O problema é que uma sociedade extremamente perfeita seria desumana sim, porque as pessoas cometem erros, tem problemas, defeitos, isso vai levar a problemas de comportamento sociais e refletem no dia a dia… se tirar tudo isso viramos robôs… mesmo a pessoa mais correta e respeitadora já cometeu um deslize alguma vez na vida…

          • Acho que se as pessoas respeitarem tudo e todos elas não deixam de ser humanas, oque torna uma pessoa humana é justamente a empatia , o respeito, o amor, a inteligência e a curiosidade. Não querer respeitar os outros pra mim vem do instinto animal de se preocupar primeiramente consigo mesmo devido ao instinto de sobrevivência, afinal entre os animais que tem comunicação limitada é pouco eficiente sociedades 100% colaborativas, com poucas exceções como formigas e cupins.

          • Sergio Fagundes

            Desculpe mas isso é Utopia. Impossível de acontecer num condomínio com 1000 pessoas. Imagine então num país com 200 milhões ou num mundo com quase 8 bilhões.
            Tem seres humanos que a química cerebral é distorcida, ele não vai ter empatia mesmo, tem seres humanos que ao ver aquele que não tem empatia vão fazer o mesmo que eles só para estarem no “social” (vide os “House” modinhas…).
            Desculpe mas o ser humano é uma maquina química com seu sistema de produção de compostos gerenciados por uma proteína gigante instável e em nível macro é controlado por um equipamento elétrico super complexo a ponto de qualquer dano besta ocasionar uma completa modificação na capacidade de racionalizar e socializar do indivíduo.
            Ser humano não é um computador que pode ser programado, e mesmo um computador pode ter bugs…

          • Você esta confundido o conceito filosófico do que é a característica torna uma pessoa humana, com a parte biológica. Em momento nenhum falei que o ser humano é perfeito, falei que a parte humana e o altruísmo e parte animal é o lado egoísta. Todos tem os dois lados, e temos que tentar manter em equilíbrio, mas consideramos que a parte boa é o lado humano, por que sem ele sobra oque? apenas um animal irracional.

          • Sergio Fagundes

            Me diz uma coisa, você diria que chimpanzés e gorilas são humanos, no entanto eles conseguem ser altruístas…
            TUDO é ligado a parte biológica. Se ela está num “certo ponto de equilíbrio” conseguimos agir conforme padrões que dizem que somos humanos, em outro “ponto de equilíbrio” pareceremos mais com o que nos acostumamos a chamar de animais…

          • Característica humana não é apenas uma, a consciência do que estamos fazendo é também muito importante, e gorilas e chimpanzés tem cérebros relativamente evoluídos. Claro que vamos ver características humanas em outras animais, como cachorros que valorizam a família, casamentos monogâmicos como os pinguins, mas eles fazem sem ter consciência do que estão fazendo, e como não temos nenhum humano sendo criado sem nenhuma cultura humana pra saber como agiríamos baseados apenas nos instintos, é difícil definir aonde a biologia e a nossa cultura nos define. Resumindo, isso é uma discussão muito difícil e em parte vai ficar baseado na ciencia, em parte na crença, que não é muito confiável.

          • Abner Oliveira

            É o que eu sempre digo:
            As pessoas não conseguem viver em condomínio, sempre tem briga. Imagine um país inteiro, ainda mais como um do tamanho do brasil.

          • Sergio Fagundes

            É justamente o que eu falo de Utopia. Nosso sistema não foi feito para isso. E seu irmão está bem certo, quanto se tenta programar seres humanos acaba ocorrendo como no Japão. O ideal é ter um meio termo.
            Edit: por nosso sistema falo do ser humano em si, sua neurofisiologia, sua personalidade, etc…

          • Não é possivel programar seres humanos, mas concordo que o excesso de cobrança em países como japão e china matam a alegria de viver. Mas se deve tentar inspirar as crianças com coisas positivas, como responsabilidade, dedicação e respeito, mas nunca se deve deixar de lado das coisas boas cultura e lazer. Concordo que na vida a gente precisa ter um meio termo, não precisa se viver pra trabalhar, nem viver apenas pra se divertir.

          • Sergio Fagundes

            Sim. Esse é o ponto. Não ser cobrança mas ser um prazer ou diversão fazer algo legal e que a pessoa faça por que quer fazer (sim tem efeito na química cerebral e é viciante). Mas novamente isso é uma utopia tendo em vista novamente diversos fatores que simplesmente herdamos de símios evoluídos e nossa própria química.

        • José Jr

          Assista ao canal “ideias radicais” no YouTube, daí vc vai entender o porquê o Brasil é pobre de dinheiro e espírito.

          • Abner Oliveira

            É pobre de dinheiro e de espírito justamente por pessoas como o Sr. “ideia radicais”

        • Gesonel o Mestre dos Disfarces

          A política do “não ter hora pra sair”no trabalho é na minha opinião uma das principais razões da falta de produtividade. dê à pessoa a garantia que depois daquele horário ela está livre de qualquer envolvimento com a empresa. porque se não, ela vai buscar lazer no seu errático horário de trabalho.

      • E. Bicalho

        A julgar pelo comentário do @jefferssonenricoyamafuko:disqus, nem o japão.

        http://meiobit.com/378460/google-mountain-view-atras-de-ciclistas-ladroes-de-suas-bicicletas/#comment-3702379132

    • RandomUser

      Os USA não andam tão bem atualmente não. Pesquise o tanto de moradores de rua que existem por lá…

      • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

        Reflexo do capitalismo (não que eu seja contra), mas tem muita gente lá que trabalha e mora na rua, se recusa a sair da rua ou não quer ir pra abrigos, ou mesmo tem um trabalho mas não consegue alugar ou comprar uma casa, as regras pra se ter crédito lá são muito ruins.

        Ainda assim, acredito que aqui tenha mais do que lá… só que lá eles se concentram em grandes centros, LA, SF, NY, aqui toda cidade tem, nas cidades pequenas de lá eu não vi nenhum.

        • José Jr

          Capitalismo não é isso. O problema são as intervenções do estado. É o estado que faz a população ser pobre. Assista ao canal “ideias radicais” no YouTube pra vc começar a entender.

          • ricms

            no, please, no. noooooooooooooooooooo essa geração ancap nutella me dá câncer..

          • Sergio Fagundes

            O que me dá cancêr e a modinha “Mises” de youtube…

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            O capitalismo acaba por oprimir uma parcela da sociedade, sempre vai haver desempregados e isso vai manter um controle sobre os salários, se houvesse emprego pra todo mundo, as empresas iam começar a subir salários desesperadamente pra suprir suas vagas, é apenas um dos reflexos, mas não vejo outro modelo econômico para ser usado atualmente, tem seus muitos prós e alguns contras.

          • Inquisidor

            anarco cocozismo não cara.

      • Sergio Fagundes

        Reflexo da imigração sem controle. O mesmo vem ocorrendo em países modelos como a Alemanha.
        Não confunda o americano médio com o imigrante que vai lá tentar conseguir o sonho americano e toma no lugar onde o sol não bate.

        • RandomUser

          Independente né!? São pessoas, que moram lá, e não tem emprego, moradia, condições mínimas de vida.

    • Nos EUA, roubaram 250 de 1100 bicicletas. No Brasil, já teriam roubado as 1100, 3 ou 4 carros, arrombado uns 2 prédios e quem sabe, num dia de sorte, uns 8 sequestros relâmpago com funcionários antes de entrar no complexo…

  • Gustavo Gonçalves

    Em momento do texto pensei que estivessem falando do RJ

    • ViniciusCosenza

      No RJ teriam roubado 1200 das 1100 e não só 250 kkkkkkkk

      • RandomUser

        No RJ das 1200 teriam roubado pelo menos 1500.

      • No Rio de Janeiro teriam roubado 1200 e 300 delas seriam encontradas na casa do prefeito, 500 na casa do governador, umas 100 na casa de policiais e o resto estaria a venda em feiras populares.

  • Francisko Rodrigues

    Ao menos as pessoas se interessam pelas araras googlerianas 😅😅😅
    porque em muitas cidade elas servem de decoração, afinal basta uma delas ser desligada da estação pra ser atropelada 🎭 🎳

  • Urso Azul

    Roubar bicicleta, pintar, colocar o GPS em um cavalo.
    Okay, acho que dá pra fazer.

    • Michael Loeps™

      Pássaro, o GPS deve ir em um pássaro.

  • Fábio Roberto Teodoro

    q post bosta. o problema são ladrões de bicicleta, não ciclistas. caí no click bait

    • doorspaulo

      You must be new here

      • Rodrigo Cavalcante da Silva

        Newbies…

    • Cesar Augusto Carvalho

      Também achei o título inapropriado. Mas faz parte, e você só segui.

    • ahhahah achamos o ciclista.

    • Zalla

      a notícia até foi interessante…não chola

  • Priscylla Vidal

    Pensei que a postagem falaria de outro assunto 🤔… Isso é só para gerar visualizações na matéria.

  • Ian Prado

    Um bicicletário “Smart” resolveria a questão. A Google que é uma empresa de tecnologia poderia tirar esse probleminha de letra. Mais esforço Google ! Confiar nas pessoas de mão beijada não costuma dar certo nem aqui, (nem aí) nem na China !

    • Na Alemanha dá certo uma ideia dessas, iríamos dizer que são inocentes otários, mas é surreal a honestidade e educação daquele povo.

      • Cesar Augusto Carvalho

        O povo alemão usa muitas drogas, eu digo literalmente. E ainda existem os movimentos neo-nazistas. Deve ser por causa das viagens que eles são honesto, ai ai viu

        • Passam tomando cerveja, no trabalho, no almoço, na janta, todos os dias e lá não existe Skol, Brahma, Devassa e outras drogas.

      • RandomUser

        hahahha! Vai nesta vai.

        Conheço quem foi na Alemanha e sofreu na mão destes “educados” e “respeitosos” alemães. A pessoa nunca mais quer ir na Alemanha.

        • Lui Spin

          Dizer que não há diferença no comportamento dos cidadãos, dos mais diversos países, é uma tremenda bobagem.

          Japão, Alemanha são mais respeitosos que os EUA. Assim como os EUA são mais respeitosos que o Brasil. E por aí vai.

          • RandomUser

            Sem dúvida… há diferença. Mas…. sem exageros.

        • Pesquisa, vai lá. Pode ter certeza. O que essa pessoa te falou não faz sentido.

          • RandomUser

            Não se vc entendeu. Ela não leu em livros, nem em blog. ela viveu lá.

          • Falas de UMA pessoa ISOLADA, só deixo meu comentário pra ires atrás, pesquisar e não se apegar no de uma pessoa sabe se lá onde região ela viveu. Meu depoimento e de uma quantidade expressivamente grande, é muito positivo. Leva em conta.

          • RandomUser

            Sim ué, estou falando a experiência dela. Na verdade de duas. Mas por ser pessoas próximas, e o que ela passou com a situação…
            Eu seria idiota de não levar em conta a experiência.

          • Tu não é idiota, tu é muito aleatório

  • Mauro Neto

    A princípio pensei q o foco seria “os erros (contramão, rua-beco, rua swm saída) do GPS nas rotas de carros causados pelos históricos e registros dos celulares dos pedestres e ciclistas”! Kkkkk Dpois q li fiquei c aquela indagação: Uai mas esses comportamentos contraventosos não eram exclusivos de brazukas vira-latas? Pois é neh, até na terra do tio Sam há problemas de apropriação indevida de propriedades público-privadas…

    • Cesar Augusto Carvalho

      Noza, kkakkk , você realmente tem que se tratar . E ainda é controverso , aponta o BR como vira lata , mas você admitiu o comportamento de um , cara nem todo país é uma beleza . O Brasil não é dos melhores, porém Eu acredito que um dia será melhor.

      • Mauro Neto

        Obrigado pelo diagnóstico Doutor! Dpois do seu expediente passa na sala do RH pra pegar sua apostila Tema: Ironia e Sarcasmo, que no 3o domingo do mês tem debate na reunião de trabalho…

    • Thiago

      Brazucas podem não ser, mas que devem derivar da comunidade latina, já fico com certa dúvida…

      • Mauro Neto

        Pode ser… Precisaria de uma investigação mais detalhada! Rsrs

  • Elizete Caliman

    O problema não são os ciclistas, o problema são os ladrões. Aff chamada ridícula.

    • Zalla

      ladrões ciclistas…

  • Diego Diego

    Tudo isso faz parte do plano da google para fazer uma analise comportamental de pessoas aleatórias ao se deparar com situações de oportunidade, provavelmente estão usando isso para treinar uma I.A. com propósitos ainda não definidos. A google estará preparada quando a humanidade sumcumbir.

  • Luiz Otavio Uzêda Paim

    O ser humano é um desgraça mesmo…… Sempre demonstrando seu pior lado.

    • Cesar Augusto Carvalho

      Tenha esperança, porque com ela e muito esforço o mundo se transforma.

  • Vayne Solidor

    “5 caras mal encarados”!? patético… ao invés de spawnar logo uns 10 furgões militares, uns 40 drones e uns 10 snipers instalados em algum csnto, outros 20 soldados de armadura…

  • Mateus Silva

    Google ta de sacanagem também, bike fixa em 2017, põe uma de 18 marchas ai po.

    • Zalla

      pra andar no plano??
      tudo asfaltado…
      tá bom demais..

  • Alex Henrique

    Google e sua mania cuti cuti. Enquanto isso na SpaceX Elon Musk pediu um projeto para bicicletas elétricas de carbono com pintura preto petróleo e projetores de sinalização lazer no chão.

  • Davos, o lord cebolito!

    Sucursal brasileira? Rapaz. Nego só funciona no controle. Mete essas bikes com alguma trava que só libera a bike mediante uma validação de cartão, biometria, sei la. E se essa bike sumir, põe na conta do sujeito que a pegou e já era.

  • Davos, o lord cebolito!

    Eu penso da seguinte forma: Se houvesse uma câmera, individual e indestrutível pairando sobre a cabeça de cada ser humano na face da terra, o mundo seria um lugar melhor. O pessoal só faz esse tipo de coisa por acreditar na impunidade ou mesmo por conhecer leis ao ponto de saber como usa-las a seu favor. Sob olhos atentos, todo mundo finge ser civilizado. Não, não vou me preocupar com “quem vigia os vigilantes?” ou mesmo com privacidade, etc, esse não é o ponto aqui.

    • Danilo

      Kkkkk Deus me livre dessa sua “utopia”

    • Lui Spin

      Eu entendi onde você quis chegar.

      Um senador americano tem uma frase famosa, que é mais ou menos assim: “Coloque um carro de polícia, atrás de qualquer cidadão americano por 800 km, e te garanto que ao menos uma multa ele vai tomar.”

  • Meganegão

    Mais um texto preconceituoso e depreciativo desde conservador retrógrado chamado Carlos Cardoso contra nós ciclistas de raiz. É inaceitável está posição e exijo retratação pública.

  • Leonardo

    ué, aqui onde moro existe uma lei não falada: “se eu consigo levar então pode ser meu sem problemas” então lá estão implementando essa lei…

    achei que o campus do google era fechado, realmente deixar bicicletas soltas assim é meio foda, podiam usar um APP tipo do itau que só o funcionário pode liberar a bike.. assim da pra controlar certinho quem leva pra casa, não devolve e tal…

  • Fernando Silva

    Näo faz sentido o sistema de GPS e trava já näo ter sido instalado desde o início. Aqui em Colônia temos dois tipos de bikes para alugar, uma da própria empresa de transporte público e uma introduzida no fim do ano passado pela Ford. Ambas tem GPS (podemos achar a bike mais próxima através de um App) e tem trava. Para utilizar a pessoa precisa ser registrada no site e pagar por tempo de uso.

    • Lui Spin

      Mas era pra ser algo fácil. Ficava dentro do espaço do próprio Google.

      Sem falar que bicicleta é algo barato, nos EUA deve ser mais barato ainda (ainda mais com o poder aquisitivo deles). Não eram pra roubar, nem precisar de cadastro, nem GPS.

      Já viu como os jornais são vendidos nos EUA? O sujeito coloca uma moeda, e pega um, sendo que tem um monte lá. Poderia pegar mais.

      Não faz sentido tem que colocar GPS e trava. As pessoas não deveriam roubar.

      • Teclado sem acento

        Fora que as vezes sai mais caro chipar e monitorar todas as bicicletas do que lidar com o roubo de uma ou outra de vez em quando.

        • Lui Spin

          Exatamente.

          Criar um sistema, fazer as pessoas se cadastrarem. Toda essa burocracia por causa de uma bicicleta ruim. Triste.

      • Fernando Silva

        Aqui também tem o jornal por moeda, mas Bicicleta é diferente. Bicicletas com cadeado säo roubadas, simplesmente pelo fato de que tem algum ladräozinho que rouba e pronto. Um monte de bicicleta sem trava nem GSP, o roubo já deveria ser esperado…

  • Lui Spin

    E aquelas Bikes do Itaú (tinha em SP capital, Campinas etc, não sei se existem ainda em algum lugar, mas em Campinas nunca mais vi), que o sujeito rouba e pinta. Porém, a bike é meio que exclusiva. A estrutura dela (o formato) não é utilizada por nenhuma outra marca conhecida.

    Fica meio evidente que ele roubou e pintou, ou comprou de alguém que roubou e pintou.

  • SidneyBroca

    Confiar na humanidade?
    Aonde já se viu isso?

  • José Jr

    Ciclista enche o saco em qualquer lugar do mundo. As grandes cidades não foram pensadas pros ciclistas. O ideal seria que eles tivessem faixa exclusiva, pois andar nas mesmas faixas que os veículos é um risco para todos.

  • José Carvalho

    O Google poderia fazer a propaganda: “Até as bikes do Google são melhores que as da Oracle” e encher a cidade de bikes do Google, mas coletar todo o tipo de dados indigestos de quem as usa (da onde veio, pra onde vai, peso, velocidade que pedala, temperatura da zona do agrião, etc).Cria-se então o “Datamining de selim”…

    • José Carvalho

      …”Em São Francisco, a população tem bundas até 0,4º Célsius mais quentes que em outras cidades onde se rouba menos bicicletas”…
      – Google Inc.
      “A Oracle é responsável por menos roubos de bicicletas do que de propriedades intelectuais, o que é muito bom, mas péssimo se pensares que eles roubam bicicletas”
      – Google Inc.

  • 7_Fabricio

    Aqui no Brasil essas bicicletas não durariam 10 minutos.

  • Inquisidor

    mete um muro ao redor da empresa.

  • Erick França Ribeiro

    Lá o povo é educado. Se fosse aqui, não sobraria nenhuma dessa leva sem GPS.

    Aqui até bicicleta velha tem que por cadeado.

  • Marcella

    Não sabia que o Google tinha um escritório tão grande no Brasil e, não, pera…

  • Jorge Dondeo

    Caraca até as bicicletas do google são feias. kkkkk

  • Matheus Alexandre

    Porra, mas não era só no Brasil que isso acontece?

    • E. Bicalho

      Pois é. Ou alguém anda exportando o jeitinho brasileiro ou não somos os únicos… “querendo levar vantagem em tudo”. Que surpresa, não!?

      https://youtu.be/CM9xBCj7h5Q

    • Zalla

      Nunca que no Brasil isso iria acontecer…
      Menos de 25% das bicicletas roubadas? uma a uma..durante um período de tempo..

      Iria era encostar um caminhão e levar tudo em algumas viagens…somos eficientes…não aceitamos menos de 75%….se na primeira noite pelo menos 800 bicicletas não sumissem…não estaríamos no Brasil…daí poderia ser uma argentina…

  • Jairo 😎🍺

    Não tem jeito , o pessoal só “quer se dar bem” , furtar bicicletas por prazer é doentio.

  • Ney Costa

    Esta é uma questão de educação. Nossa humanidade ainda não chegou no nível de compartilhar sem pensar ou querer levar vantagens.
    Se parar para pensar, é se fizer uma pesquisa, todos ( pessoas ditas com boas ) procuram uma vida feliz, com familia ,amigos, natureza , passeios, festas, trabalho e até uma religiosidade. Mas os grupos são misturados, equilíbrio em meio ao desequilíbrio ou vice e versa.
    E aí o que dá? Roubo de bicicletas.

  • Anderson

    Se fosse no Brasil, 1100 das 1100 ja teriam sido roubadas e umas 500 estariam a venda no mercado livre e olx.

  • EmuManíaco

    google poderia criar bicicletas descartaveis. vc usa e depois enfia no cu do ladrão.

  • Marcelo Bastos Costa

    Para os fãs da culturização yankee, o caso acontece no vale do silício, no escritorio da Google, são os próprios americanos quem roubam e provam que o jeitinho nefasto não é privilégio dos brasileiros…são tão ou mais hipócritas quanto qualquer outra cultura dita civilizada…btw, bicicleta é a melhor alternativa para cidades que se desenvolveram ao reboque do espraiamento e na moda dos carros poluidores das décadas de 40 ao presente

  • Wanderlei Souza

    Só 250 bikes roubadas? Ainda bem que a sede do Google não é no Brasil!! Nessa bosta de país eles teriam as 1.100 bikes roubadas em menos de uma hora!

  • Monstro Medieval

    Curioso que aqui no Rio solucionaram isso com o sistema de bloqueio e pagamento com cartão de crédito. Logo o Google não tenta implementar isso usando os crachás do pessoal?

    • Zalla

      se vc estiver como visitante…e precisar se deslocar de um predio para o outro?
      A google gosta de pagar de moderninha….faz parte….ela nem liga que um cara da oracle usou, desde que devolvesse

      • Monstro Medieval

        Empresas emitem crachá de visitante que pode liberar o acesso aos prédios, abrir portas e, se necessário, liberar bicicletas 😉

        • Zalla

          é concordo…mas ainda acho que rolou um marketing…ela não quis restringir

  • Ronaldo Sabin

    Longe de mim a síndrome de vira-lata mas é 100% de certeza absoluta que as 250 bicicletas desaparecidas foram levadas por brasileiros.

  • Germano

    Bonitinhas? Fizeram a bicicleta mais feia da face da Terra (desculpe se o autor do artigo tem outra opinião) e nem assim impediram que levassem. Parece ate uma dessas bicicletas aro 12, para crianças bem pequenas e portanto cheia de cores, so que super crescida. https://uploads.disquscdn.com/images/96aef36593fb02605d55935343983ffc50880f1fbf24e1138e4c3ded62ab4a98.jpg

  • Il Padrino

    Pensei que fosse algo que estivesse atrapalhando a previsão de tempo de deslocamento no Google Maps…

  • Daniel Sezures

    Que matéria boba! Mal escrita e apelativa. A bicicleta não é o problema, como o título faz parecer. Você aprendeu isso na faculdade de jornalismo? Ou com algum YouTuber?

  • Grade, Tardigrade

    Título não condiz com o texto, ou seja, cliqueisca!

  • Glenfire

    Tão simples acabar com isso!
    Um cadeado com senha comum a todos.
    Certamente muito mais barato.
    Mas preferem montar todo um sistema, só pra fazer graça e mostrar que eles podem resolver tudo na base do software.

    • Zalla

      e vc acha que essa senha não seria de domínio público tb?

  • Augusto Marques

    “Só de área construída em Mountain View eles tem 190 mil metros quadrados”
    Faltou a conversão para a unidade de medida padrão brasileira (campos de futebol)…

  • Neto

    Deve ter muito brasileiro nas regiões próximas…

  • Badbass55

    Ué, porque o google não entra no mercado de bike sharing de uma vez, ai quero ver alguém falar que não da certo hahahaa

  • Alex Soares

    Não precisa gastar tanto dinheiro e tecnologia, se procurarem o Itau irão ver que é mais simples criar um cadastro e travar/controlar o usuário.

  • Maom

    Pior é que tem cara que não pegou a bicicleta de “grátis” achando que teria que aguentar propagandas durante a pedalada.

  • rssoares

    O problema do google: LADRÃO.
    Entendo a brincadeira mas chamar quem rouba bicicleta de CICLISTA não faz sentido. É como chamar o ladrão de carro de MOTORISTA.
    Agora esse GOOGLE que sabe tudo da minha vida, não posso ir na padaria sem ele me avisar onde estou, perguntar alguma coisa (se tem estacionamento, se tem acesso para deficiente) ou pedir uma foto, não sabe onde estão suas bicicletas??? Que decepção.

  • Jacques Marques

    Aqui no Brasil como nós já estamos acostumados a sermos roubados a toda hora, temos uma solução diferente do de colocar um GPS e conexões WIFI em bicicletas: Colocamos uma tranca automática que usa um APP de smartphone para desbloquear a bicicleta, e vc pega a bicicleta e vai para um ponto de estacionamento onde você deixa ela trancada para outra pessoa usar… https://uploads.disquscdn.com/images/e3b0f305fc0935d21b37b2dab689d01da61e488b21a98c90b34a9c1951070d04.jpg

    • MRJinal carioca

      Sim, o esquema das bicicletas do Itaú aqui no RJ é exatamente esse.

  • Anderson

    “Ceis” já tomaram o remédio TARJA PRETA de vocês? CarrOTÁRIOS tbm são como GADO. Basta sinalizar que alguns obedecem. hahaha

  • Le Zuero

    Pensava que era só no Brasil que acontecia esse tipo de coisa heheheeh.

  • Mateus Vieira Machado

    Como que alguém admite publicamente que roubou uma bicicleta? A bicicleta não é dela!
    Se eu fosse a Google colocaria dispositivos para travar as rodas dianteiras acima de 15km/h quando saíssem do perímetro da empresa! hahahahahh
    E ainda ligaria para polícia!

  • jose cezarino

    Um grande exemplo foi dado, 1000 bicicletas a disposição dos funcionários, e parece que não foi percebida a relevância do assunto. Novamente os pessimistas de plantão retornam aos assuntos corriqueiros; colocar a culpa no outro, ciclista x motorista x pedestre. Raro é ver alguém assumir um milésimo dá culpa. Hipocrisia, o mal do século.

  • Marcelo Santos

    Se fosse no Brasil , as bicicletas teriam sido todas roubadas antes mesmo de chegar no estacionamento.

  • MRJinal carioca

    Como a maior parte do tempo ele se resume a uma tela em nossos computadores a gente não tem idéia do tamanho do Google, mas é uma empresa monstruosa, e isso se traduz em espaço físico.

    Cardoso, esse primeiro bloco de texto está estranho, e até demorei pra entender o que vc quis dizer. Sugiro alterar para “como, na maior parte do tempo,”…

  • Ginvok

    Só acontece no Brasil mesmo, já se fosse num país de verdade…

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples