O supersistema de baterias que Elon Musk instalou na Austrália já está funcionando.

A Austrália tem um problema: eles embarcaram no modelo de energias alternativas sem se tocar que elas são péssimas pra suprir demanda repentina, por isso mantém usinas termoelétricas para emergências, mas faltava algo para interligar esses dois sistemas. Uma usina dessas leva de 10 a 15 minutos até começar a fornecer energia, e isso não é bom pra quem está num elevador ou num pulmão de aço (thanks, Antivaxxers!).

Elon Musk apostou que conseguiria fornecer a peça que faltava, uma gigantesca rede de baterias da Tesla em menos de 100 dias, e conseguiu. O que ninguém esperava é que as baterias, instaladas 1º de dezembro fossem usadas tão cedo.

Semana passada, já preparados para o aumento de demanda, foi acionada uma das termoelétricas do sistema, mas uma falha na operação tirou a usina do ar. Normalmente isso causaria um efeito-cascata seguido de um apagão dos feios, mas o sistema da Tesla estava de prontidão. Em 140 milissegundos a falha foi detectada, as baterias entraram no circuito e começaram a fornecer 100 megawatts à grade.

Em casa ninguém percebeu nada, nem deu pra luz piscar. Enquanto isso os operadores do sistema ficaram chocados com a agilidade do equipamento, e correram para reativar a termoelétrica. Divertida deve ter sido a cara dos críticos que diziam que o sistema era desperdício e pura propaganda gratuita pro Elon Musk.

Fonte: AFR.

Relacionados: , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar
  • Hemeterio

    Críticos. Um bando de barnabés que nem fazem e ainda atrapalham quem quer fazer.

    • Rafael Vasconcelos

      Podem fechar os comentários, já temos um vencedor.

    • Como faço para deixar mais de um like?

      • Christiano Nascimento Amorim

        seleciona o comentário que você quer dar mais de um like e aperte Alt+F4 no teclado.

        • Bruno do Acre – (Etevaldo)

          Aperte o botão “Reset” da CPU, tbm ajuda….

        • Descobri um jeito melhor, selecionar o comentário e dar ctrl + w, funciona muito bem também

    • Christian Oliveira

      Critico é igual Jornal da Globo: tudo que eles disserem é só considerar o contrário.

      • Bnk

        Então era para o impeachment não ter ocorrido.

        • Christian Oliveira

          Então era, mas não foi. Também era para terem escolhido Barrabás, mas não foi.

          • Christiano Nascimento Amorim

            Barrabás did nothing wrong

        • RSPeres

          Tudo tem que virar política? Volta pro G1 oferenda.

    • Carl Segão

      https://www.youtube.com/watch?v=F4lUcjUv37A

    • PugOfWar

      Só mandar esses caras fazerem um sistema melhor

    • Alvaro Carneiro

      Como diz um amigo meu….

      Na fila da crítica tem um montão de gente, a fila faz voltas e voltas… mas na fila do “vamos fazer” ou “vamos reconhecer o mérito” raramente tem alguém.

      • Anderson Fraga

        Ou, até, do “posso fazer melhor”. Ninguém aparece

    • Well Dias

      A regra é clara, ou você faz ou critica. Não dá para fazer as duas coisas.

      • Sergio Fagundes

        Desculpe mas qualquer cientista sério pode fazer as duas coisas ao mesmo tempo. Isso se chama revisão.

    • AnnoyingOrange

      Críticos são fundamentais para toda a inovação.

      • Marcelo Mosczynski

        A inovação vem de um chato que não se conforma com algo, vai lá e muda, crítico é um chato frustrado que não sabe fazer nada, então procura defeito nas coisas dos outros.
        Exemplo é crítico de Filmes, que quanto pior ou mais pedante, melhor crítica ele recebe.
        Meu melhor exemplo é o filme “Estamira”, quase 2 horas de gente catando lixo e foi aclamada pela crítica

        • gfg2

          Semana passada eu estava vagabundeando no youtube e cai numa lista de “more underrated movies” o canal era gigantesco, com milhões de inscritos e views. Peguei o primeiro da lista e fui assistir.
          Valalha Rising, quase 2h de filme, não dá 5 de diálogos, e no máximo uns 5 de ação.
          Mas o cara não fazia idéia do poque o filme é underrated.

    • Ariel Souza Rossi

      Vc agora se tornou um critico, criticando os criticos…

      PS: Eu não me tornei um critico falando isso de vc. Apenas te avisei.

      • Gustavo Rotondo

        Recursividade mode on

      • Mas se ele está criticando os críticos, quer dizer que ele está fazendo, contradizendo o próprio texto…, essa recursividade vai dar tela azul

  • Bruno Renostro

    Nosso sistema elétrico é um exemplo a ser seguido, uma das poucas coisas que podemos nos orgulhar,

    • Sim… um exemplo de como não se fazer a coisa!

      • Bruno Renostro

        Pelo contrario, temos um sistema robusto, totalmente interligado que utiliza de várias fontes e a principal apresenta grande estabilidade( sistema hidrico ) que apesar do que muita gente acha não depende tanto de chuvas, já que as grandes hidreletricas são a fio d’agua .

        • Olha, respeito sua opinião, mas não concordo, a bem da verdade hoje estamos bem melhor que há alguns anos atrás, mas estamos distantes do que deveria ser, é só ver que todo ano estamos a beira de um apagão.

          O sistema hidrelétrico é um dos mais limpos, porém é caro e ineficiente, para que ele funcione ele depende sim de chuvas, se os afluentes que abastecem os reservatórios secarem, o reservatório também seca.

          Então não adianta chover, tem que chover no lugar certo.

          Nossa infra não está preparada para uma estiagem muito prolongada.

          PS.: Só para complementar, não temos um plano B, a quantidade de usinas que temos no Brasil que não dependem da nossa capacidade hídrica não é suficiente para manter o país todo.

          • Bruno Renostro

            é nisso que o nosso sistema é maravilhoso e muita gente não sabe, nosso sistema é totalmente interligado, quando é seca em uma região está chovendo em outra, como nosso sistema é totalmente interligado uma região pode compensar a outra.Se a demanda está maior que a oferta isso é uma questão politica e não do SIN, demora para entrega de obras e atrasos que não são técnicos, afirmo novamente que nosso sistema é um exemplo, não por ser energia limpa ou não, isso não existe, mas pela forma que ele é organizado na parte técnica, nos EUA as vezes certas regiões ficam semanas sem energia, pois não há interligação total, o que não acontece no Brasil

          • Gesonel o Mestre dos Disfarces

            Tanto é que ocasionalmente as termoelétricas (termelétricas?) precisam compensar o déficit.

          • Bruno Renostro

            Copiado do site da ONS:

            O sistema de produção e transmissão de energia elétrica do Brasil é um sistema hidro-termo-eólico de grande porte, com predominância de usinas hidrelétricas e com múltiplos proprietários. O Sistema Interligado Nacional é constituído por quatro subsistemas: Sul, Sudeste/Centro-Oeste, Nordeste e a maior parte da região Norte.

            A interconexão dos sistemas elétricos, por meio da malha de transmissão, propicia a transferência de energia entre subsistemas, permite a obtenção de ganhos sinérgicos e explora a diversidade entre os regimes hidrológicos das bacias. A integração dos recursos de geração e transmissão permite o atendimento ao mercado com segurança e economicidade.

            A capacidade instalada de geração do SIN é composta, principalmente, por usinas hidrelétricas distribuídas em dezesseis bacias hidrográficas nas diferentes regiões do país. Nos últimos anos, a instalação de usinas eólicas, principalmente nas regiões Nordeste e Sul, apresentou um forte crescimento, aumentando a importância dessa geração para o atendimento do mercado. As usinas térmicas, em geral localizadas nas proximidades dos principais centros de carga, desempenham papel estratégico relevante, pois contribuem para a segurança do SIN. Essas usinas são despachadas em função das condições hidrológicas vigentes, permitindo a gestão dos estoques de água armazenada nos reservatórios das usinas hidrelétricas, para assegurar o atendimento futuro. Os sistemas de transmissão integram as diferentes fontes de produção de energia e possibilitam o suprimento do mercado consumidor.

          • Vamos combinar que ninguém espera que o site do gestor do sistema fale que o sistema é um lixo, né? Tipo, pra qualquer coisa.

          • Bruno Renostro

            Bom é porque é uma explicação maior que estou sem paciencia pra digitar, mas é isso ai, está bem coerente com a realidade, nosso sistema é bem robusto, claro que tem problemas, mas a maioria deles é poltiico, forma que é tarifado, atrasos na entrega de obras por questões ambientais, corrupção e etc, mas eletricamente falando é um exemplo

          • Cassio R Eskelsen

            Questões ambientais não são necessariamente atrasos. Já participei de alguns EIA/RIMA e sei que, apesar do IBAMA ser meio confuso, os empreendedores também tentam fazer tudo de qq jeito só para conseguir a licença.

            No fundo as questões ambientais/sociais nem são corretamente aplicadas. Por exemplo, apesar de termos uma “Lei das Águas” (9433/97) lindíssima na prática ainda estamos bem longe de realmente gerir as bacias hidrográficas, apesar de existir Comitês de Bacia em todas. No fim, se algo atrapalhar o empreendimento carimba-se com o tradicional discurso de “geração de empregos/progresso” e dane-se se as comunidades abaixo da represa (por exemplo) ficarão sem água para tomar ou irrigar a lavoura.

          • Bruno Renostro

            mano os caras tem que usar baterias para armazenar energia enquanto que fazemos isso usando agua!Podemos armazenas energia , controlando a vazão dos reservatórios, armazenar energia em baterias é muito ineficiente!

          • Ivan

            Pelo que entendi é mais um sistema de segurança, reservatorios não são bem um armazenamento de energia, se não chover vai ter racionamento e isso não acontece com as baterias.

          • Bem isso… kkk

          • Bruno Renostro

            não vamos deixar a sindrome do vira lata falar mais alto sempre

          • rbsouto

            O ONS opera o sistema, mas não é dono de nada.

            Quanto ao nosso sistema ser um lixo, eu não lembro de faltar luz nas noites quentes do Rio de Janeiro nos últimos dois verões.

          • Reinaldo Matos

            O mesmo em Porto Alegre, geralmente por ser na região sul, muita gente acha que só faz frio aqui, mas o verão também é extremamente quente, tudo bem que não bate com frequencia os 40º como no RJ, mas apagões aqui, só acontecem mesmo por causa de tempestades e ventanias quando algum poste cai, ou alguma arvore cai nos fios, e mesmo assim, basicamente só na região do evento.

          • Bruno Renostro

            as termoelétricas tem que compensar por que não foram feitos os investimentos continuos, atrasos na entrega de obras como belo monte e etc…elas eram pra ser apenas de backups, os caras tem que usar baterias!um dos meios mais infeficientes para se armazenar energia, nós podemos armazenar energia nas bacias através do controle de vazão de reservatorios ou através de termoelétricas,o Brasil é um pais muito rico em recursos energéticos

          • Ivan

            Isso será resolvido quando começarmos a estocar vento.

          • Bruno Renostro

            “Então não adianta chover, tem que chover no lugar certo.”….não é bem assim que funciona, existe o conceito de bacia e há também a interligação do sistema, já ouviu falar de seca na amazonia?é la que está a maior parte das nossas hidreletricas

          • É exatamente assim que funciona, nossa maior hidrelétrica é a de Itaipú, e quando estive lá, alguns anos atrás, seu nível estava extremamente baixo, o mesmo quando estive em Furnas ano retrazado.

            São Paulo tem aprox. 40 hidrelétricas e há alguns anos atrás também não existia seca em São Paulo, no último ano o nível dos nossos reservatórios baixou perigosamente, tanto que foi feito uma obra emergencial para transpor água da billings para as demais represas.

            O sistema hidrelétrico sozinho não se sustenta, por maior que seja o país, o clima muda, tanto devido a própria natureza quanto a interferência do homem.

            Se hoje não existe seca na Amazônia nada impede que daqui 10 anos isso estará igual.

            É como dizem, não adianta colocar todos os ovos na mesma cesta, repito, nossa infra não aguenta uma estiagem muito grande

          • Bruno Renostro

            Itaipu é uma usina a fio d’agua, ou seja apesar de ter um grande lago a capacidade de reservar é baixa, me mostra um ano que Itaiupu não produziu perto de seu valor nominal de capacidade, aprox 14 GW, tirando claro quando alguma maquina entra em manutenção que geralmente é duas de cada vez,nosso sistema está cada vez mais diversificado justamente para se adaptar a essas mudanças a longo prazo no clima mas não é qualquer seca que abala o sistema, já houve muitos casos que afundaram os reservatorios , ou seja abriram as comportas para justamente ser necessario o uso das termoelétricas, mas isso é tudo jogo politico pois sua energia é mais cara e adivinha quem são os donos?sim, eles,os deputados e senadores e etc

          • ochateador

            Itaipu sempre tem 2 turbinas paradas.

          • Nilton Pedrett Neto

            Creio que seja uma tendência colocarmos telhados fotovoltáicos… uma das nossas empresas já é 100% independente e a casa do meu velho tb. Vou colocar aqui em casa no ano que vem e me livrar das contas de luz.

          • Ariel Souza Rossi

            Se o governo colaborasse e isentasse esse produto… porque pagar 30k em um sistema que vai gerar cerca de 400KW/mes… é tenso… principalmente sem financiamento.

          • Diego Marco Trindade

            Cara, aquela mega bateria residencial da Tesla é um sonho de consumo.

          • Bruno Renostro

            também estive em Itaipu, várias vezes na verdade, fiz varias visitas técnicas , pois cursei engenharia elétrica

          • OverlordBR

            Exato!

            Ninguém lembra quando tiveram que reativar termoelétricas (até uma antiga, do RS, que não era usada há décadas)!

            Aliás, em 2016, por causa do problema de seca, até o IBAMA teve que liberar licenças ambientais para que fossem construídas termoelétricas.
            Não sei se, no final, construíram… mas que teve uma discussão grande sobre isto na época, teve.

        • OverlordBR

          Concordo com o sistema robusto e com variedade de fontes de energia.

          Mas não concordo com o

          a principal apresenta grande estabilidade( sistema hidrico )

          Até porque, já tivemos várias vezes que reativar termoelétricas para evitar apagões.

        • Marcelo Mosczynski

          Acho que vc se confundiu, fio d agua são as novas hidroelétricas,as antigas sim, seriam menos dependentes de chuva

          • Bruno Renostro

            Depende muito…Belo monte, nova é a fio D’agua, Itaipu que é mais antiga tb…até existe um reservatorio, mas o volume morto é tão alto que é considerada a fio d’agua, no caso de itaipu e bacia é tão regularizada a montante que a variação de nível é extramemente baixa,

      • Lucas Timm

        Definitivamente.

      • Bruno Renostro

        Por favor, disserte sobre sua afirmação, fiquei curioso para saber no que o Sistema interligado nacional é um pessimo exemplo

    • Considerando que na última década eu posso contar nos dedos as vezes que passei por blecautes, com certeza. (Isso não contando as vezes que bateu carro em poste ou filho da puta jogou vergalhão nos fios)

      E apesar das péssimas instalações da maioria dos prédios e casa, mantém um serviço decente. Não reclamo não.

      Edit: Nesse tempo morei em Santos e Curitiba, não sei como é a rede em outros estados.

      • Bruno Renostro

        Exatamente!Em paises muito mais desenvolvidos as vezes ocorrem blackouts por dias, semanas…na minha vida eu nunca passei por mais de 24 horas sem energia elétrica e olha que moro nos confins do mato grosso

      • Quando comecei a trabalhar no Porto de Santos não entendia como tinha tanta queda de energia, sendo que na cidade era (é) raro os casos de blackout. Daí descobri que o Porto de Santos possui uma usina própria. Itatinga e esta não era integrada a rede nacional.

    • Rafael Rodrigues

      Com certeza! Junto com o sistema bancário.

      • Não esqueça o 4g

        • Nilton Pedrett Neto

          Não foi um comentário irônico. O sistema bancário brasileiro é o melhor do mundo.

          • Thiago Leal

            isso é verdade, no EUA muitos ainda usam cheques para pagamentos de contas, taxas e impostos, eles enviam o cheque por correio para o fazer o pagamento. E ainda tem os depósitos que só caem no dia seguinte. Aqui as transações bancárias são seguras rápidas.

          • Rodrigo Luciano

            Não sei de onde tirou essa informação, mas o banco que uso quando estou nos EUA é maravilhoso. Depósitos em cash em tempo real, apenas insiro as cédulas na máquina e no mesmo instante confiro no app e lá está meu dinheiro. Com menos de 10 min abri minha conta e já saí com meu cartão em mãos, com nome escrito e tudo. Aplicativo super completo. Não fico vinculado a uma agência, posso resolver qualquer problema em qualquer lugar do país. Não existem as filas enormes o que elimina necessidade de senha. E isso tudo só pra começar.

          • OverlordBR

            Isto é uma exceção à regra.

            Como o colega Thiago devidamente comentou

            “…isso é verdade, no EUA muitos ainda usam…

            Interpretação de texto: “Muitos” é diferente de “todos”. 😉

            Aliás, você esqueceu de citar qual o banco que você usa nos EUA e que faz tudo isto.

          • Lui Spin

            Esquecimento bem conveniente.

          • Renato Oliveira

            Qual banco é ?

          • Rodrigo Luciano

            TD Bank, sim deposita cheque por aplicativo. Abri minha conta em 10 minutos e saí da agência com o cartão. Diferente do Banco do Brasil que tive que esperar duas semanas pra chegar meu cartão. Depósito em tempo real, não há envelopes, apenas organizo as notas, insiro na máquina, confiro o valor e no mesmo instante está na minha conta. A confirmação de pagamentos com código de barras é em alguns minutos, no Brasil é só no dia seguinte.

            Acho que posso passar o dia todo escrevendo as vantagens…

          • Lucas Timm

            Isso são burrocracias dos bancos.
            O sistema bancário, num todo (pagamento, compensação, etc) é muito eficiente. Os bancos em si já variam bastante.

            E essa agilidade foi um efeito colateral da inflação galopante.

          • Cassio R Eskelsen

            Muito provavelmente o pagamento por código de barras é o do próprio banco pq para ser de outro banco o sistema todo teria que estar interligado e isso também acabaria com o delay nos “docs” do sistema bancário americano.

          • Zalla

            o inter bank não cobra taxa nenhuma, só mantenho conta no bradesco pq é conta salário, tentaram me enfiar um pacote de tarifas, falei que ia fazer a portabilitade pro inter…daí esqueceram o assunto…

          • Islan Oliveira

            Imagina meu desespero ao ter que manter uma conta no BB que me custa 11 ao mês e uma na Caixa que me custa fácil uns 150 por ano? Como não posso abrir mão de todas as contas de bancos físicos só pela do Inter, eu pretendo manter a do BB, mas não vejo a hora de me livrar da Caixa. Banco canceroso.

          • Zalla

            Fiz uma limpa recente nos cartões de crédito…o da porto seguro ..360 por ano, submarino a mesma coisa…cancelei 3 cartões..economizei 1000 reais por ano, e nem aceitei “desconto na anuidade” cansei desse golpe, eles aumentam, daí vc liga, perde 1h no telefone para te darem um desconto, hj tenho um cartão só…pq não dá pra ficar sem nenhum, é muita coisa pendurada nele, netflix, seguro do carro, etc…

          • Zalla

            já deposita cheque por aplicativo?
            abre conta sem nunca ter ido a agencia? aliás eu tenho uma conta no banco inter a uns dois anos e esse banco nem agencia tem…resolvo tudo online…
            mas como disseram…não são todos que são atrasados…mas o nosso sistema como um todo é melhor..é uma das poucas coisas que temos que é mais avançado..o SPB é exemplar…

          • Islan Oliveira

            Banco Inter é excelente. Se o sistema do cartão de crédito deles fosse mais parecido com o do Nubank, seria perfeito.

          • Lui Spin

            Acabei de cadastrar no banco Inter. A conta foi aprovada, estou esperando pra fazer o primeiro login, pq fala que o nome da minha mãe está errado. Já abri uma reclamação.

            O cartão demora muito para chegar?

          • Islan Oliveira

            São 25 dias úteis. Pra mim demorou os exatos 25 dias úteis, mas varia muito de onde você mora, creio.

          • Zalla

            pra mim veio rápido, inclusive quando peguei a segunda via..pq o primeiro já foi pro saco

          • Islan Oliveira

            Tô só com 3 meses de conta, então uma segunda via vai demorar ainda. Até pensei em solicitar porque o meu veio com a aparência antiga, mas pra que complicar o descomplicado?

          • Lui Spin

            Moro em Campinas, interior de SP.

            Minha conta foi aprovada no dia 27/12. Espero realmente que o cartão chegue antes do dia 19/01/2018, ai eu já recebo o “vale” por ela.

          • Zalla

            umas duas semanas, entre 5 e 10 dias uteis

          • Lui Spin

            Que bom. Todo mundo fala bem desse banco. Vamos ver como é.

          • Não é que sejam todos atrasados, problema que muitos usuários são preguiçosos demais e optam por meio de atendimento que demoram mais, mesmo tendo opções bem mais práticas.

            Inter e Nubank, por serem virtuais, não terem agências físicas, já selecionam sues clientes na própria origem, por isso, se tornam mais “avançados”. Algo impossível para quem atende os velhinhos do INSS e barnabés que pagam boleto de 15 reais na boca do caixa.

          • Mas nos EUA tem uma fila de idosos em frente ao caixa-eletrônico querendo “ajuda”? Tem algum barnabé indo na boca do caixa para pagar um boleto de 15 reais?
            Existe retardado na fila da plataforma pessoa física querendo saber sobre o empréstimo que ele fez…em uma financeira? que nada tem a ver com o banco em que ele está?
            “Ué, mas eu recebi o dinheiro na minha conta aqui”

            Do que adianta investir em algo moderno se a maioria dos clientes (melhor, dos usuários) não usam nem querem usar “Não adianta me explicar como funciona essa máquina pq não vou aprender”?

            Além de gastar com a modernização de uma agência no interior para ela ser explodida daqui a uma semana? Ou 3 vezes no ano?

            Vou te dizer, usuário de banco é igual ao comentarista do G1…

          • Ariel Souza Rossi

            Usam cartão de crédito sem o chip de identificação… só com a tarja magnética mesmo.

          • Ivan

            e parece que nem de senha precisa.

      • Bruno do Acre – (Etevaldo)

        E o sistema de impostos tbm

      • Lucas Timm

        O bancário é bom mesmo.

    • rbsouto

      Aproveitei para tirar esse snapshot do site do Operador Nacional do Sistema.

      https://uploads.disquscdn.com/images/2d7d5557dc03d1fc7256c06665f6e000f1028ddc76da3207dbb9c599ca6bf9a2.jpg

      • Bruno Renostro

        como podemos ver, nordeste e sul estão recebendo mais do que geram, no centro oeste agora é período de chuvas logo gera mais energia do que consome

        • rbsouto

          Isso. No site do ONS também tem os níveis dos reservatórios.

        • Ariel Souza Rossi

          O centro oeste gera mais que consome… mas graças a algum politico fdp, estamos no sistema do sul… então se falta água em são paulo… levamos bandeira vermelha na conta…

          • Lui Spin

            Então seria Sudeste.

      • Eduardo Scharf

        Por que Itaipu não aparece listada no Sul, se fica no Paraná?
        Por que Roraima tá transparente?
        Por que o Nordeste tem tanta energia eólica, e não solar?

        • João Vitor Sperandio

          1- não sei
          2 – Por que Roraima esta fora do sistema interligado de energia brasileiro
          3 – Por que o nordeste é uma região com muitos ventos e é propicia para a energia eólica, acredito que deva ter um custo benefício maior em relação a Solar , mas o principal fator deva ser a facilidade de instalação da energia Eólica por gerar corrente alternada

        • Bruno Renostro

          itaipu existe pra atender basicamente o sudeste através de uma linha de transmissão de corrente continua , chegando em sao paulo é transformada em corrente alternada, ela só entra no sistema em Sao Paulo, por isso consideram como sendo uma fonte do sudeste

          • Anderson Fraga

            É via Furnas, correto?

          • Bruno Renostro

            sim…visitei a estação de Foz e é imensa!

        • As máquinas de geração eólicas tem mais eficiência GW/min do que as atuais máquinas de geração solar.
          E sofrem menos influências negativas do clima local.

          • Vinicius Zucareli

            E a ANEEL simplesmente AMA fazer leilões de energia eólica pagando rios de dinheiro por MVA.

            EDIT: Antes que venha alguém xilicar. Isso é MAIS um motivo, não o único. O que o amigo disse acima também é verdade.

            Apesar de que eu gostaria que a ANEEL também incentivasse energia solar, que faz sentido em outros estados. (mas nããããão, o benefício da eólica vale também pro MS que quase não venta essa p*rra, e não tem benefício pra solar :/ )

          • Alexandre Hadjinlian Guerra

            Vinicius, poderia explicar um pouco melhor? O ultimo leilao que vi bateu o preco de Solar e Hidraulica

        • rbsouto

          Eu ia responder, mas os comentários antes de meu foram tão bons que explicam tudo.

        • Pablo Lukan

          No Piauí está sendo instalado o maior parque de geração de energia solar da América Latina, na cidade de São João, também existem grandes parques eólicos no Piauí e estão sendo instalado novos.

          • Ivan

            Só não podem esquecer de fazer as linhas de transmissão dessa vez.

          • Maximus Gambiarra

            O problema é que esse maior parque de energia solar continua sendo muito pouco diante do todo. Os parques eólicos menores estão às centenas e com isso são mais relevantes.
            Acho que o grande futuro da energia solar é a geração distribuída mesmo.

        • Vinicius Silva

          O país inteiro, e não apenas o Nordeste, tem bem mais energia eólica que solar. A eólica já há alguns anos teve uma redução bruta no preço, o que a tornou economicamente viável, e partir daí começou a instalação de várias usinas. Houve inclusive leilões específicos para alguns tipos de energia renovável, como foco em eólicas. A solar (fotovoltaica, no nosso caso) ainda está incipiente. Os custos ficaram em patamar aceitável apenas recentemente, e várias usinas iniciaram sua construção. Pra você ter ideia, tínhamos tão pouca energia solar no Brasil, que em 2017, com a inauguração de meia dúzia de usinas de grande porte, mais do que dobramos a produção nacional. Se não me engano, o oeste da Bahia tem sido um dos principais polos, por ter relevo plano, sol boa parte do ano e terras baratas.
          A geração fotovoltaica distribuída (ou seja, nas casas das pessoas, no teto de fábricas, etc) também ainda está engatinhando no Brasil.

    • AHSOliveira

      exceto quando um raio…

    • Alvaro Carneiro

      Não sei o CORE da parada, mas nas pontas… quando eu tinha uma casa no Rio de Janeiro, 10 anos atrás, era falta de luz todos os meses.

      Bastava ventar e adeus luz. Se chovesse, já era, a luz só voltava quando a chuva terminasse.

      Mudei para Portugal, 10 anos aqui, faltou luz umas 4 vezes: 2 durante forte tempestade daquelas de quebrar vidros e arrancar telhados. E outras duas por manutenção, previamente avisada.

      Não posso falar por todo o Brasil, mas a minha experiência foi péssima.

      • Ivan

        Aqui em MT depois que privatizou melhorou muito o sistema, antes era um cachorro mijar no poste que caia a luz..

        • Ariel Souza Rossi

          Aqui na minha casa em Cuiabá… quando inicia as chuvas, ou no período mais quente do ano… queda de energia é constante… tipo… cai cerca de 5x no mes… isso num perido de 2 meses… no inicio das chuvas… e em agosto e outubro.. que são mais quentes e o pessoal usa muito condicionador de ar.

          • Ivan

            Pode ser transformador que não aguenta

          • Bruno Renostro

            Também sou de Cuiabá, pode até cair com frequencia em alguns bairros, perifericos em geral, mas é resolvido rapidamente,

      • Andre Nunes

        Se você morou em uma rua arborizada do Rio a falta de energia pode ter sido causada por galhos mas redes aéreas. Vento + chuva + falta de poda = blackout. Isso é um problema de distribuição e não de geração de energia.

    • Ivan

      Temos até energia wireless, construiram um parque eolico por meros 285 milhões de reais e não fizeram linha de transmissão…

    • kenji

      Concordo com transmissão e distribuição, mas a geração poderia estar melhor desenvolvidam

      • Ariel Souza Rossi

        Já ouvi conversas de politicos e professores que falam que as perdas na transmissão aqui no BR é altissima. Não precisaria nem terem feito Belo Monte… era só melhorar a infra… Mas isso não dá lucro por 30 anos para Odebrecht e companhia.

        • Ivan

          Será que não foram artistas que falaram? kkkk lembro daqueles videos de artistas contra a construiçõa de belo monte

        • Cassio R Eskelsen

          As perdas são altas na última milha, principalmente por roubo, mas no meio do caminho isso é bem controlado até pq seria prejuízo das empresas. Acredito que não chegue a esse nível de poder evitar a construção de outras usinas.

          Mas tem outras questões. Realmente Belo Monte foi construída para retribuir o apoio da Odebrecht nas Campanhas. Aquilo lá é muito ineficiente e teve um custo ambiental/social altíssimo.

          Outra questão que não é muito discutida é ONDE a energia está sendo usada. Por exemplo, mais de 5% de toda energia gerada no Brasil é usada só na produção de Alumínio. E veja, não é na produção de produtos de alto valor agregado, é produção de aluminio bruto que é exportado para a China, principalmente. Ou seja, estamos “exportando água” a custo baixíssimo para eles e depois reimportamos os produtos feitos com nosso alumínio a um custo n vezes maior.

          Obviamente não digo que devemos acabar com as empresas de aluminio e sim repensar a burrice de toda essa cadeia.

    • Bruno do Acre – (Etevaldo)

      Menos o pessoal do Norte….

    • Gustavo Rotondo

      O sistema postal não fica muito atras

      • Zalla

        aqui vemos um claro exemplo de ironia ou sarcasmo, como preferir

  • Imagina a bordoada que essa rede tomou com 100 MW entrando de uma só vez. Aqui em casa se eu ligo o chuveiro e o ferro de passar ao mesmo tempo poste cai no meio da rua.

  • rbsouto

    O que aconteceu foi a perda repentina de 560 MW no sistema. Isso fez com que a frequência de operação, de 50 Hz cair para menos de 49.80 Hz. O sistema da Tesla (100 MW/129 MW/h) injetou 7MW no sistema em 140 ms e foi suficiente para que um sistema de backup entrasse em operação sem causar a interrupção.

    O sistema da Tesla entrou 4 segundos antes do sistema de backup contratado entrar em operação. Engenheiros eletricistas sabem que 4 segundos são uma eternidade em um sistema interligado.

    Isso ocorreu pelo menos duas vezes em dezembro.

    Fonte: http://reneweconomy. com. au/tesla-big-battery-outsmarts-lumbering-coal-units-after-loy-yang-trips-70003/

    https://uploads.disquscdn.com/images/c08b6175d8d74e3d4e9d2381ad2d2f1a59cfc465d996acb051f70e4ff3662372.jpg https://uploads.disquscdn.com/images/a9a6f98e6d3ebaf2d64b00068d3721b5311c4475c4a1cb5667b8c869fe6f91a7.jpg

    • Da série “O comentário é melhor (ou tão bom) que o artigo”.

      • Arnoud Arnoud Rodrigues

        Ta ficando comum isso aqui. Vou manter minha assinatura também por causa dos comentários!

        • E isso é bom!

          • Douglas

            o meio bit nas origens era bastante assim, mas hoje em dia tem que passar sempre os comentários dos fakes pra achar um bom desses

          • Bruno do Acre – (Etevaldo)

            Mas um dos fakes é engenheiro eletricista…e sim o comentário dele foi tão bom quanto a matéria

          • Zalla

            sim, a galera do gizmodo tá infectando por aqui

          • Sergio Fagundes

            Só dar sempre seu like que ele sobe pro topo e joga pro abismo o resto.

          • Outro dia eu estava tentando explicar isso para o Nick Ellis. Um comentário com a qualidade desse do @ricardobicalho:disqus ainda é coisa comum de se ver por aqui, mas o crescimento constante do MeioBit trará mais e mais fakes, trolls, salsinhas… O que acabará, infelizmente, desestimulando e, por fim, afastando os comentaristas que tem algo a dizer.
            Uma pena que ainda não exista um sistema realmente eficaz para controle de pragas nas áreas de comentários. mas, quem sabe o MB não se torna a exceção da regra?

          • Ivan

            o giz é um deles, quanto tem materia legal vc vai ver os comentarios é só fake falando merda.

      • Vinicius Silva

        Sim, e especificamente esse texto do Cardoso ficou simples demais, aquém dos que ele costuma fazer. No post do Reddit sobre o tema tinha bastante informação legal!

      • Gentileza, fazer a integração ao post.

    • ochateador

      0,2 Hz causou toda essa queda aí ?
      Tá que pariu.

      • Wallacy

        Ao contrário, perder a usina de 560 MW de forma repentina gerou uma queda de 0.2 Hz. Pois os geradores são sincronizados.

        O sistema de bateria fez o que deveria fazer, por 4 segundos (e em 140ms de resposta) segurou o sistema com 7MW em sincronia com o resto da rede.

        • ochateador

          Só espero que construam mais algumas usinas reservas.
          Pois na hora que precisarem dar manutenção nas baterias ninguém irá gostar do preço XD

          • Ariel Souza Rossi

            Um sistema desses tem vida util de uns 20 anos… pelo menos é o que prometem para aquelas residenciais usadas em energia solar. Acredito ser a mesma coisa.

          • Dizem que eles desativaram umas dezenas delas.

    • Bruno Renostro

      segundos são horas quando você está contando os ciclos, boa!

    • Alvaro Carneiro

      abre seu blog véio, tá perdendo dinheiro aqui.

    • Rodrigo Ribeiro

      0,20Hz é uma diferença absurda na frequência de uma rede. A alguns meses atrás eu visitei a central de controle da CELESC na Região Norte de SC, aqui em Joinville. O controle tem que ser muito preciso. Há sim uma variação, mas no nosso caso que a frequência é 60Hz, flutuava entre 59,97 e 60,03Hz. E isso era o limite, já que o sistema elétrico brasileiro está todo em rede.

    • Benedict Benedito

      Vim de outra “disqussão” só para dizer que seu comentário foi esplêndido.🤘

    • Cassio R Eskelsen

      Na prática, o Elon construiu o maior capacitor do mundo,rs

    • Rodolfo Bendinelli

      Mas vem cá, esse sistema da Tesla roda Crysis?

  • AHSOliveira

    Mais 13 dessas (margem de segurança) e Doc Brown pode voltar para o futuro do pretérito na chupeta…

  • Ivan

    Viram a brilhante proposta de estatizar o vento para geração de energia eolica?

    PEC 97/2015
    Explicação da Ementa
    Transforma o potencial de energia eólica em patrimônio da União, ensejando o pagamento de royalties pela sua exploração.

    • Bruno Renostro

      também acho um absurdo mas se já é pago royalties para agua, porque não para o vento?

      • Ivan

        Pq vento não se gasta, não se consome.

        • Rodrigo Cavalcante da Silva

          Em tese água também não, só vai modificada pra outro lugar… No mais a exploração do potencial eólico causa impacto no meio ambiente também.

          • Ivan

            E dai? se eu colocar um gerador na minha propriedade vou ter que pagar pra usar vento? não tem menor logica.

          • Cassio R Eskelsen

            Não se paga royalties para compensar impactos ambientais/sociais. Para isso existem as compensações que são acordadas na Licença de implantação.

            Por isso não faz o menor sentido cobrar royalties pelo “uso do vento”.

            Isso só podia vir de um retardado como aquele Héraclito Fortes.

      • Cassio R Eskelsen

        Não se paga “royalties” para água. No máximo o que se paga é pela outorga do uso de água mas isso ainda não funciona na maioria dos Estados.

        A água não é infinita. Uma bacia X sempre vai ter uma capacidade máxima Y de fornecimento de água e a idéia da outorga é valorar o seu uso para controlar sua utilização. Ou seja, empreendimentos que demandem mais água, pagarão mais pela outorga.

        A outorga não vai para o Estado e sim para o Comitê de Bacia. O Comitê de Bacia é formado por membros representativos dos consumidores de água (tenta-se sempre formar um mix de empresários, produtores rurais, Estado, etc).

        • Bruno Renostro

          também não concordo com pagamento de royalties para vento, boa explicação!Obrigado

    • Ariel Souza Rossi

      Vi essa porcaria… só poderia ter vindo do Boca Mole essa ideia de jirico.

  • gfg2

    “Divertida deve ter sido a cara dos críticos que diziam que o sistema era desperdício e pura propaganda gratuita pro Elon Musk.”
    Não se preocupe os “críticos” SEMPRE vão invetar uma desculpa ou mudar a baliza. Num exemplo bem recente uma babaca mandou o Musk dar todo o dinheiro pra criancinhas passando fome em vez de torrar com exploração espacial. Deram 500 exemplos do porque da tecnologia espacial ser vital pra produção de alimentos. Ela taxou todos de trols e desceu o block.
    E não, não foi “SÓ” ela, dado a centenas/milhares de likes.

  • O bacana é que o dinheiro investido pela Austrália compensou já que o sistema funcionou corretamente e atendeu o prazo. Igualzinho ao que acontece aqui com as obras licitadas pelo governo…

  • Bruno Aveiro

    Com exceção de um ou outro (e este), os comentários deste post estão bem construtivos.

    Parabéns!

  • Ivan

    Se fosse no Brasil ele ainda estaria esperando licença do IBAMA

    • Torquato Pit Bull

      Fora a desocupação do MST.”ABCDFGHI…”

  • Haja choque nisso!

    Alias meu carregador Nexus 5X quebrou, justamente nos pinos, de tipo C 5V3A, raridade no interior de terras Brasilis e nada que o jeitinho Brasileiro não resolva, um pedaço de tomada e solda!

    Não queria, a principio, mas como as festas de fim de ano está aí.

  • Alexandre Hadjinlian Guerra

    Homão da porra esse Elon Musk…. Enquando os deniers enfiam a cabeça na terra e os lamers reclamam por esporte, esse mata a cobra e mostra o pau. Especialmente na Australia onde a fauna é bizarra

  • Bad Vibes

    O sistema exige o uso de energia e materiais para manutenção durante sua vida útil bem limitada.
    Este é um processo insustentável, mas a Tesla concentra vender como sustentável e ecológico.
    Eles continuam a usar o termo irreal de energia “renovável” para esconder a realidade de que os sistemas que eles propõem podem contribuir de maneira útil para o fornecimento de energia por apenas um período limitado e escondem a sujeira debaixo do tapete.

  • Silvio Ferrary

    tecnologia de reabastecimento em tempo real um feito ótimo .

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples