Realidade bate na porta e Elon Musk limita oba-oba dos carregadores Tesla

a-tesla-supercharger-in-switzerland-shutterstock

Talvez o único calcanhar de Aquiles dos carros elétricos seja o tempo de recarga. A concorrência com gasolina é desleal, vide o tempo de abastecimento na Fórmula 1. Ou no posto da esquina. Reações eletroquímicas geram calor, ou seja: atuche muita energia de uma vez e sua bateria pega fogo.

Um Tesla X, para “encher o tanque” e atingir autonomia de 482 km precisa ficar espetado num carregador de 100 kWh por 6 horas e 33 minutos. Se for uma tomada comum, esse tempo chega a 11 horas e 51 minutos.

Ou seja: se você chegar em casa com pouca energia e esquecer de ligar o carregador durante a noite, esqueça ir trabalhar de carro no dia seguinte.

Para amenizar esse problema a Tesla criou os Superchargers, uma rede de estações de recarga com capacidade de até 120 kW, isso permite que você consiga 270 km de autonomia com meia-hora de recarga.

Inicialmente os Superchargers eram grátis pra todo mundo, agora os novos Teslas ganham 1.600 km de carga por ano. Mais que isso há cobrança, mas é bem em conta ainda. São 7.496 estações, que não são o suficiente. Para acabar com o hábito de gente que transforma o Supercharger em estacionamento, o sujeito que deixar o carro com 100% de carga parado paga US$ 0,40 por minuto.

Só que isso não vai ser o suficiente com o monte de carros que a Tesla pretende colocar no mercado, e pra piorar ela percebeu que tem um monte de gente que usa o carro de forma comercial abastecendo nos Superchargers.

Em outras palavras: Elon Musk está subsidiando motorista de Uber. E Elon Musk não subsidia ninguém.

Carros de frotas de empresas, gente que faz carreto, Lyfts, todo mundo está de sobreaviso.

O aviso foi dado, e de 17 de dezembro em diante (ontem) vão monitorar os padrões de uso e alertar os motoristas que estiverem abusando do serviço. Caso não mudem serão bloqueados do sistema. Sim, a Tesla pode fazer isso.

Não gostou? Compra um Renault Twizy.

renault-twizy

Relacionados: , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples