Obsidian diz que próximo jogo não terá microtransações

pillars-of-eternity-2

Na semana passada a Take-Two anunciou a criação da Private Division, novo selo que será dedicado a publicação de títulos independentes. Entre as parcerias reveladas para a iniciativa estava a Obsidian Entertainment, desenvolvedora bastante conhecida pelos RPGs de qualidade que produz.

A princípio a novidade deveria ser comemorada por todos os fãs, afinal isso garantiria a criação de novos jogos, mas devido a um comentário feito recentemente pelo CEO da Take-Two, onde ele dizia que todos os futuros jogos da editora apelariam para o “gasto recorrentes do consumidor”, a preocupação com microtransações logo veio à tona.

Sabendo que esta é uma mancha que poderia acompanhar o novo projeto por muito tempo, na tentativa de tranquilizar os jogadores o estúdio tratou de publicar uma mensagem no seu fórum. Ela diz o seguinte:

O que queremos é falar sobre uma questão que muitos de vocês tem levantado: ‘o seu próximo jogo contará com algum tipo de lootboxes ou microtransações?’

A resposta é simplesmente: ‘não.’ Nenhuma microtransação de qualquer tipo em nosso jogo.

A nota ainda defende a parceria com a Private Division, dizendo que eles estão longe de pressionar a equipe da Obsidian por qualquer tipo de coisa, além de estar lhes dado total liberdade criativa, apoiar a visão da desenvolvedora e a maneira como criam seus RPGs.

Quanto ao jogo em si, os funcionários da Obsidian continuam mantendo-o em segredo. O que sabemos por enquanto é que o desenvolvimento contará com a colaboração de Leonard Boyarsky e Tim Cain, dois dos principais responsáveis pela franquia Fallout. Segundo Boyarsky, que também trabalhou no Diablo III, ele vinha sentido falta de trabalhar em um RPG single-player cheio de profundidade, que nos desse várias opções e cuja história fosse alterada por nossas ações.

O mais provável então é que esse novo projeto da Obsidian siga os passos de suas últimas criações do estúdio, como o Pillars of Eternity e o Tyranny. No entanto, o fato é que, independentemente do que eles estiverem tramando, deverá ser o suficiente para chamar a atenção de muita gente. Ainda mais sem microtransações.

Relacionados: , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Nilton Pedrett Neto

    O que vai acontecer, eu acho, é que a ausência de micro-transações será vendida como uma “feature” especial… um diferencial daquele jogo.

    • Thiago Cururu

      Acredito que essa seja a tática de venda, pois só essa declaração já serviu de propaganda gratuita, já que vi a notícia em uns 4 ou 5 sites.

  • Fernando Silva

    Näo falaram nada sobre DLCs…

    • Sergio Fagundes

      DLC ainda pode ser de boa. O problema é quando inventam um sistema de microtransactions para driblar o season pass e fazerem você pagar por novas dlcs…

  • Yskar

    Se um jogo tem micro-transações que não sejam apenas estéticas eu passo totalmente (e se for single player eu pirateio).

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples