Google lança Android Go, a versão de seu sistema móvel para smartphones básicos

android-go-001

O Google introduziu nesta terça-feira (05) mais um produto para garantir o “próximo bilhão de usuários” em mercados emergentes: o Android Go, a versão resumida de seu sistema operacional móvel voltado para dispositivos de entrada com entre 512 MB e 1 GB de memória RAM.

O Android 8.0 Oreo Go Edition, nome completo do fork do SO já havia sido apresentado no Keynote Google I/O 2017, mas agora temos informações concretas sobre suas particularidades e situações de uso. Embora para a maioria dos power users um smartphone ou tablet Android com menos de 3 GB hoje seja um pesadelo, para muitos países em desenvolvimento como Índia, Filipinas, México, Bangladesh, alguns países da África e até o Brasil tais modelos ainda são uma realidade. O motivo é simples, os gadgets de entrada vendidos a preços extremamente baixos contam com componentes de hardware muito fracos, com pouca memória RAM e espaço de armazenamento de modo a oferecer um produto baratinho para quem não quer ou não pode gastar.

Problema: o Android não trabalha bem em dispositivos com especificações mais fracas. Por ser um sistema operacional voltado a rodar em uma pletora gigantesca de especificações diferentes, sejam de SoC, memória, espaço de armazenamento, resoluções de display e o que mais você imaginar o robozinho não é e nem tem como ser otimizado, algo que não ocorre com a Apple. Como o iOS roda em uma miríade bem menor de gadgets e a maçã controla com mão de ferro tanto o hardware quanto o software, é muito mais simples escrever o sistema de modo mais adequado.

Então temos o Android Go. A proposta do Google é oferecer um sistema operacional devidamente otimizado para dispositivos mais simples, com especificações mais limitadas de modo a entregar uma experiência de uso enxuta e plenamente funcional, respeitando as realidades de cada localidade a respeito de poder aquisitivo e serviços de telefonia. É bom lembrar que em muitos dos países-alvo os usuários são obrigados a se virar com velocidades muito baixas e franquias de dados muito limitadas.

android-go-002

O sistema foi totalmente reescrito de modo a ocupar o mínimo possível de espaço, o que onde vemos dispositivos reservando mais de 13 GB e uma boa estratégia. Os apps, todos dedicados a uma realidade completamente diferente são versões mais compactas e adaptados para outra realidade mais limitada; com exceção do Chrome e do Gboard, que não contam com versões mais simples (o primeiro porque a única mudança relevante foi a inclusão da opção de ativar o modo de economia, o segundo por já ser leve o bastante) temos Google Go (antigo Search Lite), Google Assistant Go, Files Go, YouTube Go, Google Maps Go, Gmail Go e uma versão dedicada da Google Play Store. O Datally, embora não incluso no pacote também será uma adição poderosa para quem precisa controlar os gastos com dados.

Alguns apps possuem filosofias de uso adaptadas, como o YouTube Go que permite o download de vídeos (em resolução de no máximo 480p) para execução offline, outros permanecem os mesmos mas consomem muito menos recursos. Tudo para oferecer uma experiência tão fluida quanto o de um dispositivo Android mais potente.

youtube-go

De resto, o Android Go trará as mesmas funcionalidades e novidades do Android 8.1 Oreo, que foi igualmente liberado hoje para fabricantes (e via OTA para dispositivos Nexus e Pixel compatíveis) como avisar quais apps estão drenando sua bateria em segundo plano, o estado de dispositivos Bluetooth conectados e melhorias no processamento de dados de apps compartilhados, que passam a ser armazenados na RAM.

A expectativa é que os primeiros dispositivos com Android Go sejam lançados nos mercados emergentes no início de 2018, e de acordo com o Google o Brasil faz parte do projeto; no entanto não há informações sobre quais fabricantes embarcaram na iniciativa.

Fonte: Google Blog.

Relacionados: , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Rodolfo

    Bom seria se fosse fácil instalar esse Android nos smartphones mais antigos da mesma forma que é instalar Windows/Linux em computadores.

    • Henrique Silveira Steinmetz

      Esperamos pelo pessoal das roms para fazer isso…

      • Rodolfo

        São muitas marcas e incontáveis modelos, geralmente o pessoal das roms pegam os modelos mais populares para trabalhar. Mesmo assim eu acho complicado mexer em rom de telefone, com o risco de brickar o aparelho.

        • Henrique Silveira Steinmetz

          só instalar a versão mais estável, o que mata o celular geralmente é querer sair testando todas as versões que saem…

        • Germano

          Pode sim acontecer, mas acho que é bem raro, ate porque supoe-se que os caras que fazem a ROM testam bastante a instalacao nos aparelhos compativeis, e dai os bugs que passam sao de funcionamento de uma ou outra feature. Eu mesmo ja usei custom roms a rodo, embora quase que exclusivamente o extinto Cyanogen, e nunca perdi nenhum telefone fazendo isso.

        • O problema é pior quando o aparelho vende pouco, eu tenho um X Force que tem uma comunidade pequena, o resultado são poucas ROMs e sem tanta estabilidade (e otimizações) quanto poderia ter, resultando em ROMs ligeiramente melhores que as stocks. Comparado aos meus antigos Moto G 1st gen e até mesmo o Galaxy Mini (que ainda era um ARMv6) tinham inúmeras otimizações para funcionar bem.

          • Henrique Silveira Steinmetz

            Concordo, o pessoal faz magica com o moto G1…

          • Thiago Bachi Rehbein

            Eu estou tentando manter uma ROM do Moto X FOrce, LineageOS 14.1… Mas não é tão fácil quanto parece…

          • Pois é, uma vez eu já me aventurei e me lembro que tem coisas que não depende só da comunidade, mas também dos drivers de terceiros. Aliás, a sua ROM foi a melhor que eu testei para o Moto X Force até agora e até coloquei um vídeo no YouTube recomendando, estou faz umas duas semanas com ela e nada dos bugs da ROM stock. Pois consegue funcionar muito bem (exceto um probleminha ou outro que creio que na última build foi resolvido) no meu X Force francês (de 32 GB, um pouco diferente do nacional). Aliás, parabéns Thiago, venho acompanhando seu progresso no XDA. No caso do X Force, qual é o maior problema fora o Snap 810 para otimizar as coisas? Eu não cheguei a verificar muito nesse ponto, mas os drivers para a plataforma do kinzie são problemáticos?

          • Thiago Bachi Rehbein

            Cara… Pra ser sincero eu voltei pra Stock… Eu meio que enjoei da Custom mas pretendo restaurar meu Nexus 4 pra poder brincar livremente com o Moto X Force… Quem sabe até portar o LineageOS 15… Mas pra isso preciso de um celular funcionando…

        • Lui Spin

          Eu só mexo quando o aparelho já tá velho e cansado. Aí se foder de boas.

          • Guilherme

            Eu pensei em algo assim. O meu G2 está parado aqui mesmo, o que custa?

          • Rodolfo

            O meu atual é um G2, comprei ele usado de um colega e veio com a rom “Google Edition”. Ele já apresenta sinais de obsolescência.

      • doorspaulo

        Meu Defy+, que uso apenas para trabalho, ficaria feliz com isso.

    • Tô olhando pro meu tablet Dell aqui e pro meu Moto G1 pensando exatamente nisso.

      • pois eu queria instalá-lo no G4, mesmo. Olha só o avião que ficaria.

      • O (ex)Datilógrafo da AEB

        Moto g1 voa com aospex ROM. Tem no xda

    • Sergio Fagundes

      Tou aqui olhando pra um samsung velhinho que eu tenho aqui que tem 800m de ram, processador single core e telinha de 3″…

  • Vin Diesel

    é o celular de sucesso do br duro e reclamao… só funciona os apps que precisa… só falta ter aquele preço da epoca do moto G/E… Cheguei a comprar moto E 2a ger 4g por 299… Se for por esse caminho… Ta certo que aqui tem muita gente comendo mortadela e arrotando peru, mas “grandes marcas” vendendo muito nas casas do bahia e do eletrico… compravam que o povo em massa compra e muito…

  • Germano

    Prevejo uma invasao de novos aparelhos “intermediarios” mas capados exceto no preço… aqui na Banania claro.

    • Thiago

      Jájá voltam os aparelhos com 256MB de RAM e 4Gb de ROM hahahahah

  • Porra Google, se dá pra fazer um treco mais enxuto, enxuga logo o sistema inteiro cazzo. Se roda bem com pouco recurso, com muito vai voar! Difícil entender isso?

    • Lui Spin

      “Se roda bem com pouco recurso, com muito vai voar!”

      Pq não fazem o óbvio neh?

      A mesma coisa com as fabricantes. Todo mundo gostaria de um celular com mais bateria, mesmo que ele fosse mais “gordo” do que o normal.

    • DumbSloth87

      bom, temos que ver as limitações desse sistema e seus apps, vai que metade das funções dos apps normais não ficam ativadas?

      • eu queria ter a opção de comprar um smartphone sem SO e instalar a que eu quisesse, com a mesma facilidade que eu instalo um Windows ou Linux num PC qualquer

      • Ai tem o iPhone pra essa galera.

    • O Android Go e um sistema simplificado, com interface simplificada com paleta de cores reduzidas, sem sombras, degrade, transições e outros efeitos visuais, os apps que vem no mesmo também são mais simples, isso e algo que a maioria não quer, e apenas para aparelhos de entrada mesmo…

      O Android Go e tipo as versões Started Edition do windows que tinha no passado

  • Lui Spin

    Eu sou do tipo de pessoa que pensa que o SO é só o piso, para em cima desse piso eu colocar as aplicações que desejo usar. Então o quanto mais leve e simples, melhor.

    Falando especificamente de celulares, é um pouco diferente do que de computadores, uma vez que é tudo bem integrado e o SO, e isso faz muita diferença na experiencia de uso.

    Mas, ainda assim, eu acho as versões do Android muito pesadas.

    Nos pcs por mim ainda usaria o XP se pudesse.

    • Guilherme

      É exatamente assim que vejo as coisas.
      Pra mim o SO nem calculadora precisaria ter, uma vez que existem dezenas de melhores opções por aí.
      SO perfeito pra mim é aquele que não me enche o saco e me permite utilizar os serviços que preciso.

    • Sergio Fagundes

      Por isso que mesmo tendo uma máquina joinha meu boot secundário é um xubuntu core que eu mesmo customizei… super levinho.
      O principal é windows 10 mesmo porque jogos…

      • Ainda bem que gosto muito de jogos indies 2d , tenho uns 50 jogos pra linux e junto do meu 3ds estou relativamente feliz ( oque me faz falta é só ter um nintendo switch)

        • Sergio Fagundes

          É que não tou conseguindo ainda rodar 2 jogos que eu gosto baseados no dx11. E como esse meu windows 10 veio de presente ao atualizar o windows 7 que eu ganhei na facul então tá de boaça.

  • Rin Tezuka

    Ai a operadora e a fabricante enchem de porcarias

  • Afinal, o Google PODE fazer um sistema otimizado, mas faz a porcaria de um elefante deixando qualquer smartphone atual pesado

    • Antonio Meirelles

      Concordo! Lembro que eu comprei o GOOGLE NEXUS 6P com a intenção de ter um celular “limpo” e que receba atualizações rapidamente. Um amigo meu comprou um chinês LETV. Okay, o hardware era muito bom, tinha 6GB de RAM. Mas o meu amigo penou para tentar atualizar aquela rom toda chinesa… Mas voltando ao Nexus. Posso dizer que ele me decepcionou. Sim, eu esperava uma experiência fluída a maior parte do tempo. Mas percebo que ele engasga com frequência. Essas coisas estão me fazendo pensar seriamente em ir para o iPhone. Acho engraçado que algumas pessoas me dizem que eu deveria continuar com o Android porque eu posso comprar um aparelho com 8GB de RAM! Eu estou começando a dizer: por quê eu não deveria testar o iPhone que possui bem menos do que isso e oferece uma experiência bem fluída? Rápida e responsiva?

      • O que eu acho ruim no iPhone, além do SO irritante, é que ele não vale o preço que cobram aqui. Microsoft matou o Windows Phone que ela nunca teve interesse em deslanchar, e Android está a cada dia impraticável. Eu tenho um G4 Plus e pelo menos uma vez por dia eu tenho que reiniciá-lo. Seja porque ele surta com o app do telefone, seja pq ele simplesmente não funciona com a Internet por motivos de sei lá.

        • Antonio Meirelles

          Concordo com relacao ao preco. No meu caso, eu tenho a opcao de adquirir fora do Brasil entao isso nao ira pesar como no Brasil. Com relacao ao SO eu acho que posso me acostumar. Eu tambem tenho um iPad e apesar do meu uso casual nele nao tenho do que reclamar. Mas, no meu caso em particular eu tambem possuo um motivo a mais para migrar. Eu uso aparelhos auditivos. E o modelo do meus aparelhos auditivos consegue receber audio via streaming diretamente do iPhone. Com isso eu consigo atender chamadas diretamente pelos aparelhos auditivos. O streaming nao eh perfeito mas funciona. Isso nao eh possivel com o Android por motivos de especificacoes de Bluetooth. Mas isso eh um motivo muito particular. Fora isso, creio que consigo me acostumar com o iOS ate porque o meu uso de celular eh moderado: jogos casuais (em especial o Xadrez), leitura e navegacao/e-mail. Nao muito mais do que isso.

          • Sim. Se os preços fossem equivalentes, irritante por irritante, usa-se o iOS que é menos bugado

        • Leonardo

          Pelo que você ta falando a rom do G4 deve ser bem bugada, estou com um Xperia Z2 e não lembro de ter precisado reiniciar nenhuma vez, mas é um aparelho com 3GB de ram, que eu considero o mínimo pra rodar o android 100% liso. Acho que meu desktop dell de 10 anos atrás funciona melhor com Windows 10 e 2GB de RAM do que esses android com 2GB,. Não acho que seja mérito da Apple fazer o iOS rodar bem com menos RAM, é o mínimo que se espera de um sistema mobile.

          • Mas é Android puro, a Motorola falou. Não tem customização, a Motorola falou

            E tem mais: O Android Puro 7 do G4 é diferente do Android Puro 7 do G5

      • Engraçado, tenho um nexus 5x e nunca tive nenhum travamento nem problema de velocidade. Talvez o conjunto de aplicações que você tenha conseguem travara o android e os aplicativos que eu tenho são mais leves. De todo jeito mais de um ano com ele e nenhum travamento.

        • Antonio Meirelles

          Eu tambem acho que tenha apps culpadas. Mas nao acho um jeito facil de
          identifica-las. Por exemplo, eu ja tentei olhar na configuracao de
          bateria a lista de apps que mais usam. Nada conclusivo. Ja cheguei a
          remover o Facebook e o Messenger; okay pode ter melhorado um pouco mas
          nada expressivo. Eu deveria efetuar um factory reset. Notei que no
          Android 8.X nao existe mais a possibilidade de apagar o cache dos Apps.
          Eu lembro uma vez que o meu Nexus 6P estava muito lento apos algumas
          atualizacoes do Android 7.X. Eu fui verificar o tamanho do cache dos
          APPS e estava mais do que 5GB ?! Creio que por mais que a memoria flash
          do aparelho seja rapida ela deve penar para procurar alguma coisa dentro
          deste cache enorme! Ai eu fiz duas coisas:

          (1) Dentro do Android eu apaguei TODO o cache dos APPs;
          (2) rebootei o aparelho e entrei no modo recover; deletei a particao do cache;
          (3) Desliguei o aparelho (POWER OFF);
          (4) Liguei o aparelho, esperei o boot completo;
          (5) POWER OFF de novo;
          (6) Por fim liguei o aparelho mais uma vez e usei normalmente.

          Apos isso o aparelho voltou a operar mais rapido novamente. Agora no Android
          8.X nao existe mais essa opcao de excluir o cache dos Apps.

          Eu vou acabar tendo que efetuar um factory reset. So nao fiz ainda porque
          preciso dar um jeito de registrar o token to Itau em outro aparelho.

  • ElGloriosoRangerRojo™

    Não acho bom nem ruim. Muito pelo contrário…

  • Porque o Google não otimizou o Android 8.1 ao invés de criar outra variante?
    Só prevejo fabricantes comemorando, pois vão fabricar modelos com 1GB de RAM e vender pelo dobro.
    Aguardando mais informações, e limitações desse “novo” sistema.

    • Se for com 1GB de RAM vai ser ótimo, prevejo muitos celulares com 512MB e 4GB de armazenamento, custando em torno de 300 reais e com muita gente comprando em 10 vezes por 380 reais no total nas casas bahia e achando que estão fazendo vantagem.

      • Verdade, aí começam a reclamar quando o whatsapp e facebook “travam demais”.

  • Nilton Pedrett Neto

    Quero pro meu s7

  • Theo Queiroz

    Finalmente uma ROM que não vai rodar como uma carroça no meu, já cansado, Nexus 7. Espero que a galera do XDA disponibilizem uma instalação logo.

  • Antonio Meirelles

    Eu tenho um Google Nexus 6P. Eu recebi a atualizacao em 06/12 via OTA. Ainda vou observar se algo mudou em relacao ao rendimento, por exemplo.

    • Antonio Meirelles

      Sinceramente? Nao senti diferencas expressivas… Claro que ha diversas mudancas internas… Mas a sensacao de uso continua basicamente a mesma…. Nao senti ganho de velocidades… Ou esta na hora do Factory Reset ou esta na hora de eu substituir esse Google Nexus 6P….

  • Vai precisar ter um whatsapp go e varios aplicativos go pro celular funcionar direito, senão vai ficar igual aqueles windows phone com 512MB de RAM, sistema operacional super otimizado, mas aplicativos pesados, oque resultava em celular sempre lento.

  • … um smartphone ou tablet Android com menos de 3 GB hoje seja um pesadelo…

    Particularmente, eu chamo de peso de papel.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis