Oh the humanity! Dirigível gigante sofre (outro) acidente

thumb-1920-244541

Existem algumas tecnologias que são becos-sem-saída, mas por motivos desconhecidos caem no imaginário popular, e aí não importa quantos exemplos de que aquilo não é uma boa idéia: de tempos em tempos alguém vai desenterrar e tentar de novo, de preferência com dinheiro dos outros.

Há vários exemplos: videofones (não, colocar seus filhos pra conversar com a avó via Facetime não conta), carros voadores, jetpacks, telefones de pulso estilo Dick Tracy (pergunte à sua avó quando ela terminar de conversar com o Cléverson Carlos no iPad) cidades submarinas, prédios cobertos de vegetação e… dirigíveis.

Eu entendo o romantismo, todo aquele luxo e glamour dos navios, transportados para o ar, em uma aeronave futurista que por natureza flutua acima de icebergs e não cai se os motores pararem, mas a Realidade não liga pros nossos delírios românticos.

Dirigíveis vem não dando certo antes e depois do Hindenburg, fora os acidentes, eles levam bem menos carga que navios e são muito mais lentos que aviões. Não há uma justificativa mercadológica, por mais que o Gizmodo diga que são o futuro da aviação.

Mesmo assim, insistem. Tipo o Exército dos EUA, que gastou US$ 154 milhões desenvolvendo um dirigível que depois de cancelado foi vendido por US$ 5 milhões, e virou o Airlander.

20160824z207-07_1023vs.0

Em 2016 ele, que seria o maior dirigível do mundo, sofreu um acidente. Agora, mais um. Esse aqui foi um dos antigos. Não parece muito dramático mas a cabine ficou destruída:


Earl J. Norris — Airlander 10 crash (close-up & slow motion)

O mais recente foi bem pior. Uma ventania soltou o bicho das amarras, o que desencadeou um mecanismo de segurança que libera o hélio, para que o Airlander não avoe (linguagem de pipeiro). Sem integridade estrutural, ele se partiu em dois e caiu, ferindo levemente uma funcionária da empresa.

98808810_airlander
98808816_sbna_airlanderaccident1
98808818_sbna_airlanderaccident2

Já disseram que tudo vai ser consertado e o Airlander continuará a ser testado até revolucionar a aviação mundial ou o dinheiro dos investidores secar, o que acontecer primeiro.

Minha sugestão é que voltem a usar hidrogênio, ao menos os vídeos serão mais interessantes.

Fonte: BBC.

Relacionados: , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples