YouTube diz que vai enfim dar um jeito nos vídeos infantis falsos

O YouTube tem um problema: há uma série de canais piratas que infestaram a plataforma com vídeos em que personagens infantis são tirados de contexto, ligados a conteúdos como sexo, violência, consumo de drogas (lícitas ou ilícitas, não importa) e outras situações, e o algoritmo que não é tão inteligente quanto deveria acaba classificando tudo como material para toda a família.

Isso não só permite que crianças tenham acesso a material impróprio no app principal como os mesmos vídeos vão parar no YouTube Kids, que deveria ser uma plataforma segura (pero no mucho) para os pequenos mas não o são nem de longe, visto que o sistema reconhece os personagens e palavras-chave para fazer a classificação. De uns tempos para cá o YouTube vem sendo malhado pela imprensa porque sejamos sinceros, se na nossa época a TV era a nossa babá hoje quem cumpre esse papel são os apps de vídeo, da Netflix ao YouTube e são poucos os pais que realmente monitoram o que seus filhos consomem.

Claro que daí descambaríamos para uma enorme discussão sobre de quem é a responsabilidade sobre o que as crianças assistem (spoiler: são os pais), mas divago. Voltando ao assunto principal, o YouTube decidiu resolver esse problema com apps piratas (e outros que não necessariamente o são, como os de canais de tutoriais de maquiagem de personagens da Disney que claro, não é material para crianças, entre outros) primeiro cortando a monetização, e agora restringindo o seu alcance implementando classificação indicativa nos vídeos; logo de cara apenas vídeos livres para todas as idades entram no YouTube Kids, o que de pronto pulverizará do app tudo o que não for verdadeiramente qualificado para crianças.

O YouTube informa que trabalhará com três linhas de defesa: primeiro, o algoritmo da plataforma será aprimorado para melhor identificar tais vídeos inadequados; a segunda camada é o usuário, pois ele poderá denunciar vídeos inadequados no app/serviço principal para o time de segurança e nisso um time de moderadores os revisará manualmente, para determinar a classificação etária mais adequada. Caso ele seja identificado como inapropriado ele receberá a restrição por idade, independente de qual seja já é o suficiente para ele ser removido do YouTube Kids.

O YouTube precisa não só resolver esse pepino com os vídeos impróprios para crianças não só pelas implicações de expo-las a material impróprio, mas também para tentar recuperar uma parte dos anunciantes que fugiram da plataforma. Ainda que o YouTube Kids não devesse exibir anúncios, o serviço oficial ainda o faz e é importante fazer algo para passar a mensagem de que são todos bonzinhos que se preocupam com os pequenos. Ainda assim, é fato que esses canais piratas se tornaram uma praga e para os pais mais desatentos, que não acompanham seus filhos é importante ao menos minimizar o acesso delas a tais materiais.

Claro, o certo seria o YouTube atomizar esses canais mas esse já é outro problema.

Fonte: The Verge.

Relacionados: , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Julio da Gaita ✔

    Uso o youtube na falta de um concorrente real mesmo. Ja faz um tempo que o youtube deixou de ser, se é que um dia ja foi uma plataforma de videos, pra ser uma plataforma de anuncios com videos.

    A ganância é tão grande, que os caras perderam a mão.

    • Davos, o lord cebolito!

      Ja me deparei com anúncios de 2 minutos que eu não podia pular! Ai você pensa: “só dar “reload” na página que a time line do vídeo vai estar salva e o anuncio desaparecerá”. NAHHH! F5, o anuncio voltou do começo e o vídeo voltou pro inicio, com a mesma marcação de anuncio já na time line.

      E nem vou falar das pesquisas que eles obrigam a responder ……

      • Vin Diesel

        sorte que com ublock isso ainda nao aconteceu aqui…

      • Julio da Gaita ✔

        Cara o pior é ver videos educacionais (não é p0nr não, e sim tem no YT) ou relacionado a cultura, e mesmo assistindo o anuncio de 2 minutos, rola outro no meio do video quebrando todo raciocínio e prejudicando a visualização do conteúdo.

        Pra cair o furico da bunda mesmo, e com anúncios totalmente diferentes do conteúdo em exibição.

        Tirando outras atitudes comerciais deles, como por exemplo desmonetizar videos de joguinhos “violentos” ou mesmo educacionais sobre guerras e conflitos por ser algo “violento, ou em apologia a).

        E a merda dos videos recomendados também ser totalmente arbitrária, mas enfim a plataforma é deles, e como não há concorrentes sérios no cenário.

        • Maom

          Adblock faz com que eu nem saiba oq vc está falando.

          • Julio da Gaita ✔

            adblock consegue “excluir” os anuncios de video do yt?! serião? tenho mas nunca travou anuncios no youtóba não…

          • Maom

            Falei adblock mas devo ter uns 3 instalados… Não sei qual deles que consegue de fato a proeza, mas sim, funciona no meu mac em casa. Aqui no trabalho uso PC tenho só um adblock de leve mas não navego muito no youtube pra saber se funciona. Em casa tenho certeza que sim.
            Mas se não me engano tem que fazer uma gambiarrazinha tb na configuração pra bloquear esses videos… Acho… Um tempo atrás eu fui atrás disso e lembro de ter feito umas alterações, não lembro quais nem em qual dos ad blocks q uso, mas sei que funcionou.

          • ElGloriosoRangerRojo™

            Então teu adblock deve estar mal configurado ou desatualizado. Instalei semana passada no meu notebook e funciona lindamente bloqueando os anúncios escrotos do YT…

          • Julio da Gaita ✔

            oia, bom saber…

          • E sabendo fuçar um pouco mais, há scripts que usam o Greasemonkey / Tampermonkey que até permitem criar whitelists para liberar ads somente para canais que você se inscreve. É uma coisa bonita.

          • Julio da Gaita ✔

            isso é realmente legal, uma forma de escolher quem merece o seu tempo!

          • Inquisidor

            eita, o meu não deixa nem aparecer as “marquinhas ” amarelas no video, o meu é o adblock , não é o plus, nem o video nem nada, só adblock, não sei postar link aqui, se não ja mandava o link.

          • Julio da Gaita ✔

            valeu, obrigado irmão, hoje mesmo já dou uma olhada no aviões e musicas e outros canais decentes sem propagada…

          • Theuer

            Pois é, estou nesta também.
            O que me chama é que não tenho em todas as máquinas(nem na TV, claro) e mesmo assim dificilmente entra um ad na tela.
            Não entendo direito…

        • O maU elementaU

          Depois que eu instalei o ublock origin, nunca mais vi anuncio do youtube…

    • Concordo contigo: O YouTube precisa de um concorrente!

      • O youtube tem vários concorrentes. O problema é que são piores. Vários deles ainda existem, como metacafe, dailymotion e vimeo. Os 2 primeiros, provavelmente para se diferenciarem do yt, aceitam vídeos mais eróticos. Se abrir a página inicial deles, parece quase um site porno.

        • Tirando o VIMEO o resto eu nem conto como concorrente, pois são todos ruins.

        • Maom

          O maior concorrente deles hj deve ser o do facebook videos… É por uma rede social mas deve ser o meio distribuidor de videos amadores depois do youtube, pelo menos em termos de alcance.

        • Theuer

          O Vimeo acabou virando o YouTube Pro. Muitos anos já com facilidade de pagamentos para compra de conteúdo, melhor codec, etc.

    • Rodrigo Primon Savazzi

      O YouTube é o MercadoLivre dos videos.

  • EmuManíaco

    Eu me pergunto pq isso é considerado errado.
    Obrigação é dos pais de filtrar o que do filho assiste e não dos outros em zelar pela falta de capacidade do mesmo.

    • Gaius Baltar

      É dos dois. Se o You Tube qualifica algo como apropriado para crianças dá um selo de segurança aos pais, mas isso não exime esses pais de monitorarem os que os filhos vêem.

    • Germano

      Correto. Mas convenhamos que, se a unica ferramenta que existe para exercer esse filtro e assistir a totalidade de cada video e dizer “esse pode, esse não”, um por um, fica meio impraticável. E dever do canal classificar (corretamente) seu conteúdo, de forma que pais e responsáveis possam exercer seu papel usando essa classificação.

      • Felipe Rafael

        É isso o que acabo fazendo.

    • Felipe Rafael

      Mas vem no meio, cara.
      Eu fico atendendo, mas se sair pra dar uma mijada já fica perigoso.

      • EmuManíaco

        coleira de ate 3 metros serve pra isso.

        • Felipe Rafael

          Coleira em casa de cachorro.
          Na minha é amor e confiança.

    • Se o Youtube fala que o criou um ambiente seguro para as crianças ele tem a obrigação de cumprir a palavra. Ele não é obrigado a prometer, mas se prometeu tem que cumprir, senão não tem por que ganhar a audiência. Pais precisam deixar suas crianças assistindo alguma coisa enquanto fazem outras tarefas da casa.

      • EmuManíaco

        nao. nao tem pais tem que cuidar das crianças 1OO% do tempo. por nao terem feito isso criaram essa geração milenial.

        • Julio Verner

          Terceirização da Educação é o nome… Explica muita coisa… Mas quem se importa? Se ofendem com a realidade que já enforcaram com a mamadeira do homem de ferro.

          • EmuManíaco

            sim. pais apenas na certidão. na vida real largam na mao de terceiros. essa galera deveria ter sido castrada.

    • E. Bicalho

      De fato, a obrigação é dos pais de filtrar e, observe, eles filtram permitindo que os filhos acessem apenas sites que eles julgam seguros. Em outras palavras… O youtube deseja essa massa gorda de visualizações? Então terá que filtrar o conteúdos da plataforma. Simples assim.

  • Márcio Chaves

    Senti isso na pele uns anos atrás. Tenho uma filha de 6 anos hoje, e há uns 2 anos atrás proibi ela terminantemente de ver youtube. Sim, totalmente, ela não abre mais o app no meu celular sob pena severa de castigo e tudo mais. Tudo por causa desses vídeos. A criança vai pulando de vídeo em vídeo e vai caindo em umas coisas extremamente obscuras sem controle algum. Ela estava vendo coisas como Elsa Frozen namorando (calientemente) o Homem Aranha, morte de personagens, personagens comendo fezes etc.. Tudo nesses vídeos de teatrinho como na imagem que abre o post. Fora outros vídeos de “unboxing” onde a pessoa abre dezenas de produtos como ovinhos, massinhas e bonecas, que são propagandas de extrema lavagem cerebral. Oras, se as propagandas infantis na tv que tinham 30 segundos, foram proibidas no país, imagine como um vídeo de 10~15 minutos de exibição de um produto pode ser danoso pra uma criança. Eu tive que compra uma boneca Baby Alive pra minha filha de tanto ela ver esses vídeos, ela estava ficando doente, e falava na boneca todos os dias durante meses, mesmo depois de eu ter proibido de ela ver os vídeos. Por tanto, eu sempre faço uma contra recomendação do youtube pra amigos que tem filhos pequenos. Minha filha, só Netflix, que é seguro.

    • Renato Oliveira

      Esses vídeos aí que tu falou são bem tensos, psicodélicos. Já tive que desviar da minha sobrinha também

    • PauloRicardo☣SikapaN

      Meu filho comumente procura vídeos de brincadeiras e desenhos no yoputube. Um dos que ele caiu na armadilha foi o tal do Sonic Exe. Torço para que removam essas coisas o quanto antes.

      • O tenso é que nesse caso, ao contrário dos vídeos escatológicos que foram feitos para lucrar descaradamente com a falha do filtro do YouTube, o Sonic.EXE cai na categoria de creepypastas, uma coisa inerente da internet e da cultura gamer, coisa que nunca teve intenção de ser voltada pra crianças.
        Concordo que o YouTube deveria melhorar seu filtro para que pelo menos entendesse o contexto da coisa, mas não acho que essas coisas que chegam a até ser memes sejam atomizadas.

        • O maU elementaU

          Po, eu tive que ver o que era o sonic.exe…ADOREI 😀

    • Felipe Rafael

      E o foda é que aparece no meio de listas.

      Outro dia na sequência de vídeos das chiquititas tinha uma bundona pelada, classificado como chiquititas.

      • Márcio Chaves

        Exato.. aí a criança entra nisso e vai se afundando em videos cada vez piores sem que ninguém veja.

        • Felipe Rafael

          Muito foda.
          A minha filha só vê comigo.
          Mesmo no kids.

      • Maximus_Gambiarra

        Ninguém mais cai nesses click baits…

        • Felipe Rafael

          Minha filha tem 6 anos cara.

          • Maximus_Gambiarra

            Era uma piada com o fato de os vídeos que colocam imagens apelativas no thumbnail não terem equivalência no conteúdo. Na prática significa que os vídeos com thumbnail da Frozen e Homem Aranha são provavelmente mais perigosos que o da “bundona pelada”.

          • Felipe Rafael

            Isso eu concordo.

    • João Ribeiro

      n sei se serve ou se já usa, mas o netflix kids deve ser um bom substituto

      • Márcio Chaves

        Sim, ela fica mais no netflix kids mesmo, que tem muuito conteúdo. Até ela ver tudo aquilo já vai ter 18 anos. kk

    • Maom

      Sinceramente meu segundo filho assiste bastante desses vídeos no youtube kids (no youtube normal tb já é mais fácil colocar no xvideos)… Sem nada escatológico ou sexual. Geralmente são “gameplays” daqueles Disney Infinity com musiquinhas infantis… Ele adora ver o Hulk quebrando carros, dançando, apostando corridas e afins com os demais personagens disney. Tudo ao som ininterrupto de Baby finger, baby finger… Where are you? Here I am , here I am, how do you do? Momy finger….
      Sinceramente não consigo ver mal nisso, nem nos unboxing de kinder ovo e massinhas. Afinal ele nunca me pede nada disso. O irmão mais velho de 5 anos que não via esses videos que é viciado em kinder ovo, ou melhor na surpresinha pois não gosta muito de chocolate. Mas esse mais novo só gosta de chocolate e nem liga pro kinder ovo.
      Ainda não consegui identificar mal algum nesses vídeos comparados a um episódio de Teletubies por exemplo. Mas por via das dúvidas vou começar a trancar a porta do meu quarto quando for dormir. kkk

      • Márcio Chaves

        Esses unboxing não são entretenimento, não comerciais exclusivamente na minha opinião. Até porque muitos desses canais são patrocinados pelos fabricantes de brinquedos.

        https://economia.uol.com.br/noticias/bloomberg/2015/12/18/revelando-os-videos-unboxing-os-canais-do-youtube-para-criancas.htm

        • Maom

          Não sei de todos mas meu filho pega um aleat´rio de kinder ovos genéricos de inumeros modelos pelo mundo… E fica assistindo como se fosse uma filme mesmo…. Ele fica curioso pra saber oq vem e como fica… sei lá… ve uns 5 minutos aperta o botão do microfone e muda pra um outro video de musiquinha de tubarão… Sinceramente não vejo nada de mal. E ainda fico impressionado como um moleque de 2,5 anos comanda, procura e escolhe oq quer ver. You tube kids me passa bastante confiança… fico ao lado vendo e nunca vi nada demais… Quanto aos unboxings… Geralmente são de brinquedos que nem tem nas lojas, pelo menos do Brasil. Não vi nenhum efeito colateral negativo pra ele. Eu assistia comercial dos comandos em ação se mexendo ficava louco e mesmo assim gostava de brincar com os meus velhos bonecos que não se mexiam. O consumismo tá acho que vai da pessoa e não só das influências externas.

          • Márcio Chaves

            Pode ser, concordo. Ou talvez seu filho seja ainda muito novo para pedir algo. Com 2 anos minha filha só via videos musicais e animados, esse tipo de video de teatrinho e unboxing só começou a prender a atenção dela com mais idade. Se seu filho só 5 minutos e muda, ok, não tá prendendo a atenção dele, é um bom sinal.

      • Também tenho um menino de 3 anos que viaja nesses vídeos dos personagens brincando com o “Baby finger, baby finger…” Ele adora quando o homem aranha começa a correr de carro junto com dinossauros coloridos. Acho que se parece muito quando a gente ficava brincando com carrinhos em casa e a certo momento a gente “batia” um no outro pra sair do monótono! Mesmo assim, acho que não custa nada passar o olho de vez em quando no que o pimpolho está assistindo.

      • Will

        Outro dia um youtuber/streamer de Hearthstone estava falando um pouco de como funciona essas paradas de monetização e patrocínios no YouTube. Ele disse que os vídeos de unboxing de brinquedos são os mais lucrativos da internt, essa galera ganha rios de dinheiro, pois o conteúdo é para um público mega impressionável, não contém palavrões ou qualquer coisa de temática mais madura, o que não espanta anunciantes do AdSense e atrai uma quantidade absurda de patrocinadores. Essa galera é tão ou mais rica e muito menos famosa do que Youtubers Teen.

        • Márcio Chaves

          Exato!! Obrigado pelo complemento.

    • Léo Simas

      Por mais que você proíba, as amigas dela tem acesso.
      E quanto mais proibido, mais elas gostam de mostrar os vídeos uns para os outros.

      É uma guerra perdida.

      • Márcio Chaves

        Entendi. Mas eu não só proibi, eu expliquei pra ela o porque. Espero que ela tenha entendido até porque ela nunca reclamou ou contestou, não foi autoritário, falei pra ela que os videos eram muito feios e tal, que não era pra ela ver, ela entendeu na boa. Ela ainda não fica sozinha com amigas, tem só 6 anos, ta sempre com um adulto, então isso que eu fiz com certeza já ajudou muito. O que vem daqui pra frente a gente vê o que faz.. rsrs

    • Inquisidor

      kkkkkkkkk, uma vez eu deixei uma sobrinha (7 anos) vendo pepa pig, e não vi que o reprodução automática estava ligado, quando voltei ela estava vendo ytpbr (youtube poop brasil), kkkkkkkkkkkkkkkkkk, o video é até engraçado, mas é totalmente inapropriado , o video em questão é o YTPBR – Peppa Pig – Queimando Uma Rosquinha, vai saber que mehrdas ela não viu até chegar nisso.

      • Márcio Chaves

        Carai que merda ein uahauhaua tem que ficar esperto mesmo

    • Lui Spin

      Baby Alive, uma tal de Reborn…

      PQP que bonecas caras. E o Youtube está cheia dessas porcarias.

      • Márcio Chaves

        Comprei pra minha filha, ela brincou uns 3 dias, depois voltou pros brinquedos baratos dela.. e eu fiquei pagando por 3 meses kkkkkk

  • Ai as criança vão parar de ver o Youtube… ué

    • Maom

      E vão pegar suas bolas, carrinhos de rolemã e vão brincar na rua igual a gente fazia. No dia seguinte teremos um grande velório mundial de crianças mortas atropeladas, sequestradas e estupradas.

      • Sequestradas e estupradas se eles andarem em bandos igual na minha infância acho que não vai ser tantos, por que no grupo da brincadeira sempre tinha crianças pequenas e os irmãos mais velhos, as vezes até de 16 anos que ficavam de papo com seus amigos da mesma idade, e os irmãos mais novos que brincavam perto, no minimo uns 30 meninos, formávamos uma turma por rua, tinha até disputa de futebol contra a turma de outra rua. Mas atropelamento seria toda hora, minha rua passava um carro por dia, tinha até rede de volei na rua, que a gente só subia nas raras vezes que passava um carro. Hoje passa carro o tempo todo, ônibus de 5 em 5 minutos. Pra compensar tem 2 parques no meu bairro, mas que ficam vazios, exceto na hora do exercicio da terceira idade, por que as crianças estão todas em casa jogando ou vendo vídeo.

        • Maom

          Mas além do trânsito a violência escalou e as crianças são tão malandras no mundo real quanto um velho excitado conversando com Gauchinha18aninhoscarente na sala de bate papo do Uol.
          A molecada hj em dia não sabe mais dar bom dia e mandar um estranho tomar no cu e falar que o “pai esta no portão vendo ele” se precisar. Se um estranho abordar essa criançada hj em dia elas vão pedir pra ele se ele pode seguir o canal delas e deixar um like.

          • Léo Simas

            Compartilha aí, tio!

      • Exato, eu não sei como vivíamos sem internet antes….

        todo avanço que não permite volta pode ser pior que um retrocesso

  • Renato Oliveira

    O YouTube era uma alternativa para a TV aberta em qualidade de conteúdo porém de uns anos para cá o nível da audiência é bem ruim. Só o que se vê é Youtubers desesperados caçando cliques sem se preocuparem com a qualidade do conteúdo.

    • Othermind

      os videos bons continuam lá… não é pq apareceu um monte de tranqueira que eles sumiram… Basta saber o que vc quer e saber usar a busca..

      • Renato Oliveira

        Eu sei usar a busca. Mas eu digo isso por causa das crianças, dos jovens. Eles não usam e geralmente se prendem a conteúdos ruins.

    • Meganegão

      Igual a TV aberta?

  • Fernando Rodrigues de Sousa

    Espero que não tire os videos e canais de personagens feitos de massinha, meus filhos adoram

    • Cuidado com o que eles veem no Youtube, pq de vídeo de massinha podem virar ‘massa de manobra’ dos ‘influenciadores’ digitais….

      Não existe criador que não esteja preocupado com view, hj em dia a maioria só se preocupa com isso

      • Fernando Rodrigues de Sousa

        os de massinha são todos patrocinados playdoh kkkkk mas independente disso, acho os videos mt bons, cabe aos pais dizer não a qualquer tipo de compra de filho qd ver algo na rua

  • Falando nisso, eu quero ver quem vai ser o responsável por atomizar aqueles games em flash que nasceram da cabeça de um desenhista de fetiches do DevianArt, que percebeu que a desatenção dos pais é um bagulho deveras lucrativo.
    Quando eles vem em forma de app de Android, o Google vira e mexe até consegue meter o martelo de ban. O problema mesmo são aqueles site dedicados “play girls games” da China que até tem um ecosistema de ads próprio!

  • David Matheus

    Uma solução um pouco cara mas mais segura: pagar 19,90 e usar a Netflix com perfil para crianças.
    E daqui a pouco, o novo serviço de streaming da Disney…

  • Marcelo Paz

    Estão censurando a arte novamente! Malditos fascistas taxistas!!

    • Jefferson Viana

      Ahahahah, racistas taxista, ahahahah

  • Julio Verner

    Canais piratas vão educar… Canais paspalhos vão só alienar assim como os pais zumbis já são. Mundo acaba logo por favor?

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis