Rumor — Kanye West estaria desenvolvendo seu próprio serviço de streaming

Ao que tudo indica Kanye West, o peixe gay, o maior gênio intermídias de nossa geração (segundo quem mais entende do assunto, o próprio Kanye West) cansou de brincar no parquinho dos outros e estaria desenvolvendo uma solução de streaming própria, de modo a bater de frente não só com Spotify e Tidal como também com YouTube, Netflix, iTunes e diversas outras plataformas de conteúdo.

Quem acompanha as peripécias de Kanye West nos últimos anos sabe que apesar de ser um hipócrita e mentiroso, ele é deveras ambicioso e já tentou de várias maneiras deixar sua marca em vários empreendimentos que não o musical: em 2013 ele patenteou uma tecnologia que envolvia múltiplas telas para uma experiência de áudio e vídeo imersiva, que embora não tenha saído do papel foi utilizada em um festival que ele promoveu em 2012, realizado em uma pirâmide interativa; não muito tempo depois West tentou pegar carona na onda das criptomoedas e lançou a sua própria, chamada Coinye West que apesar da tentativa, foi considerava morta poucos meses depois.

Agora West está de olho no mercado de streaming, e tem seus motivos: nos últimos tempos ele e Jay-Z se desentenderam feio sobre o dinheiro que o último estaria devendo a respeito das execuções do álbum Life of Pablo no Tidal, serviço que West era co-proprietário junto com outros artistas (e cujo um terço dela hoje pertence à operadora Sprint). Segundo informes o rapper empresário deve US$ 3 milhões e dessa forma, West não só pulou fora do barco como estaria disposto a criar seu próprio serviço, com blackjack e prostitutas.

E parece que é exatamente o que ele está fazendo agora: o site The Blast conseguiu ter acesso a documentos em que os representantes legais de Kanye West apresentaram uma patente de uma nova plataforma de streaming, chamada Yeezy Sound (onde “Yeezy” é o apelido de West, obviamente):

A descrição na patente do que viria a ser o Yeezy Sound mostra que o intuito de Kanye West não é só concorrer com o Tidal, Apple Music, Spotify e outros serviços de streaming de música, e sim oferecer um hub que compartilhe conteúdo de áudio, vídeo, imagens e quaisquer outros formatos multimídia, o que faria dele um adversário de plataformas como YouTube, iTunes, Netflix e todas as outras similares.

A patente descreve fornecimento de conteúdo por streaming ou download, disponibilização de serviço de chat, BBS (?!), fóruns e até mesmo retransmissão de programas de TV aberta ou cabo e rádio, de uma forma similar ao que o Hulu já faz nos Estados Unidos; em suma, Kanye West quer bater em todo mundo.

Não se sabe o quanto dessa empreitada é verídica e o que um golpe de publicidade, mas em se tratando do peixe gay é melhor esperar por qualquer coisa.

Fonte: The Blast.

Relacionados: , , , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples