The Developers Conference — você deveria estar aqui

20171109_100454

O evento me foi apresentado como uma Campus Party low profile. Eu concordo com a parte de low profile, mas isso aqui não é Nerdstock. Imagine um evento para estudantes e desenvolvedores, sem frescura, com gente de mercado, cases reais e os mais variados temas de tecnologia.

Essa é a The Developers Conference.

Anual, são três eventos: em São Paulo, Porto Alegre e Florianópolis. Veja a grade do evento de Porto Alegre:

screenshot-2017-11-09-at-10.57.43

Cada trilha dessas é um dia inteiro de apresentações, ou seja: impossível assistir tudo de interessante, o que é minha definição de bom evento: você termina frustrado por não ter conseguido ver tudo.

Outro ponto interessante é que há stands de várias empresas grandes, tipo Oracle e SAP fazendo… recrutamento. O foco são estudantes mas profissionais recém-formados podem se infiltrar fácil, nem precisa ter currículo gamer.

A DEVCONF é interessante mesmo pra profissionais mais rodados, se você superar os flashbacks estilo Vietnã de voltar a uma sala de aula. Ontem assisti uma apresentação sobre machine learning onde pela primeira vez vi exemplos reais de código e produção de soluções, inclusive em algo bem pitoresco: previsão de tempo de entrega.

O pessoal da Movile, empresa que desenvolve essa solução para a iFood, entre outros clientes, leva em conta de dia da semana ao tempo médio de resposta dos motoboys disponíveis. O fascinante é que mesmo depois que o sistema é treinado com dados reais e passa a fazer previsões bem precisas (mas não tanto quanto as de Agnes Nutter), ele ainda é retroalimentado com os últimos 10 minutos de dados, assim um acidente de trânsito na região rapidamente é incorporado ao modelo de previsão, sem nenhuma intervenção humana.

Também vi um exemplo de reconhecimento de imagem em tempo real usando Yolo, uma biblioteca específica bem versátil e otimizada, a ponto de me dar vontade de brincar com ela quando chegar em casa.

Pro pessoal que já é macaco velho talvez não seja tão interessante, a palestra sobre ESP8266 e Internet das Coisas foi bem básica, mas pra iniciantes, estudantes? É o nirvana.

O próximo TDC será em abril de 2018, em Florianópolis. Recomendo muito, é uma desculpa para viajar e você vai aprender muito, pagando pouco.


O MeioBit viajou para a The Developers Conference a convite da Elo.

Relacionados: , , , , , , , , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar
  • Henrique Silveira Steinmetz

    Eu moro literalmente do lado de Florianópolis e nunca tinha ouvido falar disso… Me pareceu deveras interessante

    • Luma Macagnan

      É ótimo, sempre vou no TDC de floripa. Gosto da qualidade das palestras, eles estão ficando cada vez melhores.

  • caio.

    O comparativo com a campus party foi suficiente pra me convencer a ir nessa TDC ano que vem…

    • Humberto Jorge

      Eu fui pra Campus em 2015, pra ser a ultima, queria ver as palestras de IoT, acabou sendo um bando de moleque dançando Just Dance no palco.

      • Reinaldo Matos

        Não sei quanto ao Campus Party, nunca fui em uma, mas em relação ao TDC, vale a pena… Como o foco não é games, então, tem bastante coisa legal.

      • caio.

        Por isso que gostei do comparativo… nunca tive a menor vontade de ir na campus party, justamente por essa imagem de lan party gigante cheia de gente jogando e compartilhando produtos da livraria do paul rabbit. A TDC pareceu algo que pode ser levado a sério

  • Reinaldo Matos

    Ohhh Cardoso… Se eu soubesse que estaria aqui por Porto Alegre, eu te levava pra tomar umas Gin Tonica…

    Mas em relação ao evento, realmente é muito bom… Não faço comparação com Campus Party porque nunca fui em uma.
    O interessante é que qualquer um (tanto estudantes quanto profissionais) podem palestrar. bastando submeter sua palestra dentro da trilha desejada, que eles avaliam e podem ou não aceitar.

    Infelizmente este ano não pude participar pois estou no meio de um projeto casca, mas fui no ano passado.

    Ano que vem pretendo apresentar algo sobre DevOps, cases, etc…

    • ASSIM SIM!

      …tem de pagar o jantar antes…

      • Vin Diesel

        tem pessoas que gostariam de pagar um jsntar para o sr em campinas city

        • Cássio Amaral

          hauhauhauhua

      • Reinaldo Matos

        Tem um lugarzinho carinhosamente chamado de “Tia Carmem”, que é bem pra comer umas coisinhas… É ponto de encontro bem conhecido… Principalmente de jogadores de futebol…

        Se um dia que estiver em Porto Alegre te chamarem para ir conhecer as primas… É aí que querem te levar…hahaha

    • Lucas Timm

      Fun Fact, eu reconheci a foto da galeria da Ritter e completo esquecí que tava tendo a DevCon. 😛

  • Também vi um exemplo de reconhecimento de imagem em tempo real usando Yolo, uma biblioteca específica bem versátil e otimizada […]

    Então você vai pirar com o Amazon Rekognition, que identifica não só as coisas/objetos numa imagem, mas também o humor, características das pessoas e a própria pessoa (assim como o Google Fotos faz, quando você digita seu nome e ele mostra todas as suas fotos). Também consegue identificar o cenário, se é urbano, rodovia, floresta etc.

    A vantagem do Rekognition é que quanto mais empresas utilizam, mais ele ganha experiência e mais as outras empresas se beneficiam, pois a contribuição da aprendizagem é compartilhada entre todos, por exemplo, se tem uma empresa que usa muito o Rekognition pra identificar cachorros, então quando eu for usar (que nunca identifiquei um animal sequer) ele utiliza a aprendizagem para me dar resultados melhores.

    Outro ponto genial é que o Rekognition identifica se uma pessoa está com óculos escuros, com a boca aberta, piscando os olhos, se está feliz, triste, zangada e ainda consegue reconhecer a mesma pessoas em diversas posições inclusive de lado e de óculos.

  • Rodrigo Dias Javornik

    Compareço aos TDCs aqui em Floripa e garanto que é um excelente evento.

  • Gertrudes, a Lhama

    Fui duas vezes em Porco Alegre (2015, 2016) e uma vez em Floripa (2017). Peguei um ano ruim (2015) e dois bons. A de Floripa é bem maior, e no geral as palestras são de melhor qualidade.

    Acho que a qualidade do evento depende da trilha que pegar. Analise bem as palestras de cada uma antes de escolher

    • Diego Ritzel

      Tem umas palestras que são bem fracas… Geralmente estudantes que nunca apresentaram nada com 4 slides de foto e um projeto que na hora não funciona. Mas é bom porque incentiva a ir atrás do tema.

      E depois que se inscreve em uma edição, dá pra assistir ao vivo via web as seguintes.

  • E aí, Cardoso, cadê aquele seu livro com histórias de programação? Eu leria.

    • Toni Filho

      Ressuscitou?

  • André K

    Off-Topic, o Arduino morreu?

  • Pedro_SS

    Na empresa onde eu trabalho um pessoal foi n quarta-feira e no geral acharam bem fraco o evento.
    Relataram problemas de organização e que as palestras foram muito curtas e por isso os assuntos foram passados de forma muito superficial

  • Well Dias

    Metade dessas palestras no FISL e ele não teria morrido nem mendigado dinheiro. Mas não, preferiram palestras de inclusão social, financiamento público, propaganda eleitoral e os “baba ovos” para administrarem o evento.

  • Jonatas Afonso

    Poxa, eu nunca fui em uma 🙁

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis