Seagate adianta previsão — HD de 20 TB pode chegar ao mercado em 2019

250mb-hard-disk-drive

Direto de 1979: isto é um HD de 250 MB

A gente sabe que o SSD é lindo e maravilhoso e uma vez que você migra nunca mais quer saber de voltar para discos rígidos, mas a verdade é que para backup ainda permaneceremos presos aos HDs por um bom tempo: o preço das memórias Flash ainda é proibitivo (embora esteja melhorando) e no que diz respeito a aplicações de grande porte, os drives magnéticos ainda possuem a melhor relação custo-benefício.

O problema é que estamos chegando no limite físico da tecnologia, as fabricantes estão apelando para todo o tipo de alternativa para manter a sobrevida dos HDs por mais alguns anos, ao menos até que o preço do gigabyte no SSD se equipare. Seagate e Western Digital são as que estão mais batendo a cabeça principalmente para atender o mercado corporativo, porque empresas que dependem de servidores, NAS e datacenters não podem arcar com os custos elevados de migrar suas soluções para outro formato de armazenamento. Empresas precisam dar lucro e ao menos por enquanto, abraçar o SSD não é uma opção.

Uma das técnicas é rechear os HDs com hélio, e aliado a isso a Seagate utiliza uma nova técnica chamada HAMR (Heat Assisted Magnetic Recording) que utiliza um laser bem fino, menor que um grão de sal para aquecer a superfície dos discos e reduzindo a energia necessária para gravar os dados. Segundo a fabricante o processo é escalável ao ponto de permitir o aumento da densidade de área em 30% por ano (hoje o processo ocupa 1 TB por polegada quadrada, o dobro da densidade do processo tradicional de magnetismo perpendicular), de modo que ela poderá lançar HDs mais espaçosos nos próximos anos.

seagate-helium-12tb-hdd

HDs de 12 TB da Seagate: já disponíveis

Originalmente a Seagate já tem planos para lançar modelos de 14 e 16 TB em 2018, enquanto um de 20 TB apareceria somente em 2020 mas os planos mudaram, a empresa já domina o processo de tal forma que o modelo de HD mais avantajado já poderá dar as caras em 2019 se tudo der certo; a previsão é que modelos ainda mais interessantes, com 40 TB de capacidade sejam apresentados em 2023 mas lembrando, todos esses modelos são destinados a corporações e isso posto, seus preços serão deveras elevados.

A Western Digital está um pouquinho atrás, ela prometeu modelos de 40 TB apenas para 2025 mas afirma que seu processo de gravação é mais confiável; o MAMR (Microwave Assisted Magnetic Recording), que utiliza microondas ao invés de um laser para gravar os dados mas ao que tudo indica, o processo não é tão escalável quanto o da Seagate. Ainda assim as rivais não estão tão distantes uma da outra e somente o tempo dirá quem utiliza o método mais seguro e eficaz.

De qualquer forma, ainda vai demorar um bocado para tais soluções serem liberadas para o usuário final com preços acessíveis e portanto, ainda teremos que nos virar com HDs de menor capacidade para fazermos nossos backups por alguns anos. Mas que o cenário irá mudar é um fato, só restando saber se teremos chance de utilizar esses HDs ou se conseguiremos pular direto para os SSDs

Fonte: Tom’s Hardware.

Relacionados: , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples