Patreon bane pr0n e restringe campanhas com conteúdo adulto

payment

O Patreon tem sido uma mão na roda para artistas e criadores conseguirem monetizar seus projetos, através de planos de assinatura mensais. O usuário contribui com o que pode todo mês e dependendo do valor, tem direito a recompensas diversas estipuladas pelos criadores.

Por muito tempo o Patreon foi visto como uma das melhores maneiras para financiar produtores de conteúdo dos mais diversos tipos, de sites a podcasts, de canais do YouTube a desenhistas, artesãos e cosplayers e etc., e criadores de conteúdo pr0n também o utilizavam. Com ênfase no verbo no passado.

Isso porque o Patreon mudou as regras e agora não mais permitirá o financiamento de qualquer conteúdo que se enquadre como pornográfico, não importa o que seja: o dono ou dona da campanha não mais poderá oferecer nenhum tipo de recompensa de conteúdo explícito, seja uma arte, um vídeo, um ensaio fotográfico ou coisa que o valha. A bem da verdade a plataforma sempre se vendeu como um ambiente com conteúdos para todas as idades, se limitando recentemente a exigir que os donos de campanhas com conteúdo adulto se registrassem como tais e evitam compartilhar amostras de seu trabalho no aberto.

Isso agora mudou. Os usuários do Patreon estão proibidos de utilizar o dinheiro arrecadado para financiar empreendimentos relacionados com pr0n, independente do que sejam; da mesma forma nenhum tipo de material pr0n será permitido (o foco está em derrubar conteúdo ilegal como pedofilia, estupro, bestialismo e similares mas como é difícil separar o que é ilegal e o que é arte, decidiram que não pode nada), bem como as páginas consideradas adultas mas não explícitas, meramente sensuais ou eróticas serão removidas dos resultados de busca e só quem tem o link direto irá encontrar tais criadores. Simplesmente a empresa não quer ser associada a conteúdo adulto e pronto, os incomodados que se mudem.

O chefe do departamento legal do Patreon Colin Sullivan explicou que não é desejo da plataforma prejudicar os criadores, mas ao mesmo tempo irão manter sua política de oferecer conteúdo para todos; isso posto o site irá oferecer meios para que os produtores de conteúdo se adequem e temem manterá um canal para que questionem possíveis punições indevidas.

No entanto, quem deseja ganhar um dinheiro extra com pr0n terá que procurar outro lugar para fazê-lo, já que o Patreon não mais permitirá tal coisa.

Fonte: Patreon, aqui e aqui.

Relacionados: , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    Vai perder metade da receita kkkkk

  • SE eles forem expertos farão um PatreonXXX exclusivo para o público adulto

    • Pr0nteon

    • Braumeister

      Várias AltModels usam o instagram pra chegar a um público maior e divulgar as campanhas no Patreon.
      Sigo uma ruivinha (Amber Rose alguma coisa) que provavelmente sairá perdendo com a mudança.

  • Rodrigo Cavalcante da Silva

    O pr0n sempre acha um jeito…

    • Don Scopel

      e suspeito que será um jeito melhor.

    • SomeReader

      Alguma outra empresa irá assumir a posição. Sem dúvida.

  • Vinicius Zucareli

    Hateon tá ai. Eles aceitam tudo

  • Felipe Braz

    “Aonde ha pr0n, há um caminho”
    Linspector, Albert

  • Bruno Costa

    É bom o Patreon ter feito um bom levantamento das receitas que está abrindo mão, porque não é pouco não… Depois volta atrás e não consegue recuperar os usuários.

  • elliot

    os caras sempre subestimam o poder do pr0n

  • Ivan

    é só fundar o Pr0neon

  • EmuManíaco

    Em 1996 eu pensei… Nossa na internet poderemos fazer de tudos, estudar sobre tudo e teremos liberdade. 2017 metade dos babacas são pudicos e querem destruir a liberdade das pessoas e a outra metade diz que quer liberdade aprendeu a ser mais babaca ainda perseguindo os pudicos e querendo vantagens em vez de direitos iguais. Cara como eu gostaria de viver em uma especie de “feitiço do tempo” preso nos anos 90. Tecnologias já eram acessíveis e a quantidade de imbecil querendo justificar o ódio era bem menor… Maldita inclusão digital.

    • SomeReader

      Cara… não há segredo. Na década de 90… a internet era mais “underground”. Só tinha acesso pessoal mais nerd mesmo. Então a coisa corria de uma forma. Hj qualquer um tem acesso a internet, se tornou algo muito popular. Então começam a querer controlar mesmo.

      não gosto do termo “inclusão digital” pq leva a crer que é culpa dos “”pobres””. Mas não é isto, talvez até o contrário, é culpa mais dos engomadinhos e patys que começaram a ter acesso a internet…

      • EmuManíaco

        A questão nem era ser pobre. Pois muita gente que acessava era eu incluso. Era uma internet realmente colaborativa um ajudando o outro apenas pelo conhecimento. Hoje vemos reflexo oposto como esse monte de babaca do youtube que fica reclamando sobre queda de receita e monetização de video. Fosse naquela epoca ninguem tava nem aí pra isso era tudo no amor.

  • Christiano Nascimento Amorim

    agora vai inaugurar o Fapeon

  • Felipe Rafael

    Deviam mudar para crenteon.

  • Segundo a LewdGamer, parece que por hora, o Patreon estaria suspendendo usuários que criam conteúdos mais polêmicos, tais como envolvendo incesto, sexo não consensual e estas coisas (e pra quem estiver se perguntando: o Patreon bania conteúdo que se promovia como loli / shota desde sempre). Mas como em toda mudança de política, sempre tem tiroteio e bans sem clarificação prévia.
    Err, tô vendo que isso vai criar um flamewar tremendo, visto que a fatia de dinheiro que vinha de conteúdo NSFW era bem gorda…

    Enfim, como é que vai ficar as artes da Sakimichan agora?

  • SomeReader

    Eu não entendo muito disto.
    Se eu (eu = empresários do Patreon) estou ganhando dinheiro prestando este tipo de serviço, e ninguém reclama, nem interfere um produto no outro. Pq vou tirar? E olha que nem vejo pornografia…

    Alguém?

    • Gustavo Bandoni

      O sistema jurídico americano é coisa de louco. Vamos supor que alguém faça uma campanha de porn e durante a transmissão ele ou o parceiro morrem. Nesse caso o parceiro ou a família coloca o patreon no meio do processo e tem uma chance nada desprezível de ganhar . Para não ficar sem exemplo os idiotas que tentaram parar uma bala de desert eagle com um livro estão processando a liveleak (no caso ela , por São Darwin fez seu trabalho)

      • Lui Spin

        Não sabia que ela teve a cara de pau de processar o serviço.

        Mas concordo que o sistema jurídico americano é complexo nesse sentido. Tudo que está envolvido de alguma forma, entra no balaio.

        Se você comete um crime no Brasil, ou na Europa, e em algum momento usou um banco americano para depositar algum valor, mesmo que as claras, já é motivo o suficiente para o FBI ir atrás de você, em qualquer lugar do mundo com ajuda da Interpol.

        • Gustavo Bandoni

          É exatamente o caso . Dado pela matéria eles estão claramente tentando diminuir o risco deles de se envolverem em processos litigiosos dentro dos Estados Unidos. Pensando como público parece ruim , mas pensando como empresa é uma opção sensata, ainda mais se eles perdem um processo desses e tem de pagar tipo 10 milhões em indenização, mais advogados das duas partes.

          Quanto ao casal gênio (agora apenas viúva com criança pequena). É meio que natural acontecer essas coisas , sempre tem um advogado disposto a fazer isso e ganhar uma boa grana

      • Dandalo Gabrielli

        O problema do sistema é que temos isso levado para os 2 lados, o bom e o ruim. Em um acidente, nos EUA, como o da boate Kiss, um dos patrocinadores, foi condenado, por que ele endossava aquele estabelecimento que tinha problemas de segurança.
        Por isso campanhas de automóveis sempre tem avisos que direção irresponsável causa acidentes.

  • Raul Joaquim de Santana

    Meus hentaaaaaaais!!

  • ElGloriosoRangerRojo™

    Vão abrir o PatreonHub.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis