Reduzir padrão de velocidade mínima de banda larga é “loucura”, diz comissária da FCC

jessica-rosenworcel

A ideia da FCC (Federal Trade Commission) de reduzir os padrões mínimos de velocidade de banda larga de forma a reconhecer planos móveis como tal, dessa forma evitando forçar as operadoras a porem em prática planos de expansão encontra resistência interna: a comissária Jessica Rosenworcel, em desacordo com a agenda do diretor Ajit Pai (alinhada com o governo atual) disse que tal plano é uma “loucura”, pura e simplesmente.

Rosenworcel, que é afiliada ao Partido Democrata vem batendo de frente com a proposta de Pai para considerar planos de internet móvel como banda larga. Atualmente, para ser considerada como tal o pacote deve fornecer velocidades mínimas de 25 Mb/s para download e 3 Mb/s para upload conforme resolução de 2015. No entanto o atual diretor da Comissão (que fora indicado pelo presidente Donald Trump para o cargo) sempre expressou seu desgosto quanto à mudança nas regras, defendendo a manutenção das velocidades definidas em 2010 de 4 Mb/s e 1 Mb/s respectivamente sob pretexto de que as operadoras ficariam sobrecarregas, ao mesmo tempo que “o usuário não precisa de velocidades maiores”.

Sim, você já ouviu algo similar por aqui.

Ajit Pai defende que uma conexão móvel de 10 Mb/s é tudo que os americanos precisam

Como a FCC tem a obrigação de impor as regras para as operadoras que não podem oferecer sub-serviços aos americanos, bem como não devem negligenciar regiões de difícil acesso e precisam chegar a todos os cantos (as áreas rurais sempre são deixadas para escanteio), Pai tirou uma solução “mágica” da cartola para favorecer seus aliados: ele propôs mudanças de modo a reduzir as velocidades mínimas para 10 Mb/s de download e 1 Mb/s de upload de modo a enquadrar os planos de telefonia móvel 4G/LTE como banda larga, facilitando o trabalho das operadoras que precisarão investir muito menos, ao passo que deixarão os usuários amarrados com planos de dados.

É uma estratégia baixa mas se pensarmos bem, totalmente alinhada com a atual agenda da Casa Branca de dar preferência às empresas e parceiros comerciais em detrimento dos consumidores, como é típico da ala Republicana. Pai também defende a reversão da Neutralidade da Rede, que ele considera “prejudicial ao livre mercado” e em um caso relacionado, o Senado autorizou a venda de dados dos usuários pelas operadoras sem que seja necessário qualquer tipo de autorização.

Só que Jessica Rosenworcel, na posição de também comissária da FCC não concorda com tal abordagem e pode representar a oposição aos planos de Pai dentro do órgão. Embora ela tenha expresso sua opinião pessoal sobre os planos de Pai para a banda larga dos EUA apenas no Twitter, ela já declarou em ocasiões passadas que a atual velocidade mínima para os cidadãos ainda é insuficiente para a maioria dos casos; sob seu entendimento o mínimo aceitável seria de 100 Mb/s e sem perder conexões Gigabit de vista, tal como já são utilizadas em alguns países.

O grande problema é que a gestão da FCC é um reflexo do governo dos Estados Unidos, logo hoje conta com três conselheiros republicanos e dois democratas (durante o mandato de Barack Obama era obviamente o inverso). A votação pelo destino da banda larga do país deverá ocorrer após o encerramento da consulta pública, que avaliará o que a população pensa sobre o assunto mas como a decisão cabe ao conselho, não duvido de um cenário onde todo mundo acabe tendo que se virar com seus planos móveis num futuro próximo.

Fonte: Ars Technica.

Relacionados: , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Pensador Louco

    Mais uma ideia genial desses burocratas.

  • Gaius Baltar

    Agora veremos um tira-teima entre o mercado e a regulação. Se o mercado realmente não precisa de regulação essa posição da comissária será desnecessária e o mercado se auto-regulará.

    • Ivan

      Mercado se regula nesse caso nem sempre pra melhor auheauehu

      • Gaius Baltar

        Se o mercado se regula para pior então é necessária a regulação governamental?

        • Cocainum

          Vai pra Cuba, hehehe…

          • Ivan

            La até o que vc pode ou não falar é regulado

          • Gaius Baltar

            É uma pergunta e não uma afirmação!

          • Cocainum

            Foi uma pergunta mas com uma resposta já conhecida. Eu estava sendo irônico. É óbvio que existe a necessidade de regulação e a tão festejada auto-regulação só funciona nos sonhos de alguns.

          • Gaius Baltar

            Pois é, nem tanto ao estado e nem tanto ao mercado.

        • OverlordBR

          Para garantir um nível mínimo de qualidade em um produtoserviço?
          Sim.

          Liberdade em demasia leva à coisas como cartel, por exemplo.
          Na minha humilde opinião, ausência total de regulação é algo utópico.

          • Gaius Baltar

            Esse é o problema. Até onde deve ir a regulação sem engessar? Eu concordo contigo. O Estado deveria zelar pelo cumprimento das leis e que o consumidor não seja prejudicado. Por outro lado uma excessiva proteção ao consumidor asfixia as empresas.
            Um exemplo desse dilema está na nova legislação trabalhista brasileira. No RN o grupo Guararapes (dono da Riachuelo) subcontratou pequenas empresas do interior do estado para a confecção de roupas. A maioria dessas empresas utiliza mão-de-obra temporária e com menos encargos trabalhistas. O Ministério Público do Trabalho aplicou uma multa de 38 milhões de reais à Guararapes porque considera que os operários são “de facto” funcionários da empresa, pois trabalham exclusivamente para esta. A dona da Riachuelo questiona a multa e ameaça se mudar para outros estados ou outros países. Oito mil trabalhadores ja foram dispensados pelas subcontratadas. Ou seja, no afa de proteger os trabalhadores os MPT causou indiretamente a perda do emprego destes. ¯_(ツ)_/¯

          • Felipe Rafael

            Sabe, é a primeira vez que vejo alguém que não é da esquerda (o que concluo pelo que li até aqui) falar disso.
            Mas veja, se o MPT não faz isso, ao que chegaríamos?
            Hoje, crianças são proibidas de trabalhar e a jornada de trabalho existe, exatamente por atitudes como essa, do ministério público.
            E esse argumento, desemprego, foi utilizado por todos que foram afetados economicamente pela evolução das relações de trabalho, dos escravagistas aos que empregavam crianças.

          • Gaius Baltar

            Cara, eu não sou de esquerda nem direita. Eu me guio por aquilo que acho lógico, ético ou pragmático. Há situações em que minhas opiniões coincidem parcialmente com uma ou outra filosofia, mas nenhuma delas me define.
            Posto isto eu só posso analisar o caso baseado na realidade. Num mundo ideal a Guararapes contrataria todos os trabalhadores ou absorveria as subcontratadas. No mundo real a empresa vai para outras paragens, os trabalhadores ficarão desempregados e os procuradores do Ministério Público continuaram posando de paladinos dos coitadinhos, recebendo salários de 50 mil reais.

          • Mirai Densetsu

            O que não seria muito diferente pra eles, já que o emprego não pagava sequer o suficiente para que eles comessem.

          • Gaius Baltar

            Olha, tenho amigos na região e o que estes me passam é que o descontentamento é geral. Não sei se vc já passou por isso, mas a diferença entre um um pai ou mãe de família ter um salário ou estar desempregado no sertão nordestino é imensa.

          • Cássio Amaral

            Desempregados é que não teriam mesmo o suficiente pra comer. E sabe porque ganham pouco? Por causa dos encargos trabalhistas absurdos. O dinheiro que vai pro governo é o dinheiro que não vai pro trabalhador.

          • Mirai Densetsu

            Fala como se eles pagassem encargos trabalhistas para escravos. Eles não estão pagando nem o salário, o que dirá dos encargos.

            Depois ficam putos quando falo que liberal é paga-pau de empresário.

          • Cássio Amaral

            Eu fico puto na verdade é com esquerdistas pagando pau pro governo, que torna a vida do brasileiro um inferno.

          • Mirai Densetsu

            Isso acontece porque o governo é algo que pode ser tomado pelo povo e é dever dele – está escrito na constituição – zelar pelo bem comum.

            Já empresa privada só serve a seus acionistas. Eles tem zero compromisso com a sociedade. Tanto que as maiores empresas do mundo usam trabalho escravo, poluem e ativamente fazem lobby contra direitos dos trabalhadores para aumentar as suas margens de lucro.

            Aliás, o caso da crise de 2008 mostra muito bem isso.

          • Ivan

            Ao que chegariamos não sei, mas essas pessoas ainda teriam empregos.

          • Ivan

            Vamos com calma cara, sem falacias, agora se não multar e acabar com esses empregos que o MPT acha que não está certo a empresa vai contratar crianças e escravos.

          • Mirai Densetsu

            Mas o MPT multou a empresa porque esses empregos estava bem parecido com trabalho escravo.

          • Ivan

            Qual a fonte disso? Só vi que eram terceirizado e por isso quiseram multar, afinal era terceirização da atividades-fim

          • Mirai Densetsu

            Pior que eu consigo ver os liberais de hoje dizendo que seria um absurdo proibir o trabalho escravo porque afeta o livre mercado. Eles fazem isso hoje.

          • Felipe Rafael

            Fora, que muito provavelmente, um escravo negro atualmente, custaria mais caro para a guararapes, do que um empregado desses aí.

          • Ivan

            Estado fazendo estatisse.

          • Mirai Densetsu

            Só esqueceu de mencionar que a multa foi aplicada pelo MPT porque os trabalhadores estavam trabalhando em regime de semi-escravidão. O que eles estavam fazendo era manter trabalhadores na fábrica das 7 as 22 horas pagando 480 reais, sem o pagamento de horas extras e com diversos abusos físicos e psicológicos.

            É pra isso que os liberais querem abolir as leis trabalhistas?

          • Gaius Baltar

            Seria melhor você perguntar às pessoas da região ao invés de acreditar no que diz a imprensa. É só ir no Facebook de funcionários das subcontratadas e ver o quão contentes que eles estão por terem sido libertados de seus empregos pelo MPT.

          • Cássio Amaral

            Mas deixa os alienados continuarem defendendo esse excesso de direitos trabalhistas, acreditando que é vantagem. Bom é ter esse monte de direitos e continuar desempregado, fazer o que.

    • Ivan

      Mas ai tem que ver, seriam todas as operadoras que jogaram o limite pra baixo? Não existiria concorrência?

      • Gaius Baltar

        Exato. Se a concorrência realmente funciona a diminuição dos limites mínimos é desnecessária, pois o mercado rejeitará as operadoras que baixarem seus limites e promoverá as que mantiverem (ou aumentarem) esses limites. Por isso falei que era um tira-teima.

        • Felipe Braz

          Livre mercado só funciona quando tem ampla concorrência, supermercado por exemplo que tem um em cada esquina e tu vai no mais barato (ou no mais conveniente).
          O problema do livre mercado, são áreas que exigem investimentos estratosféricos como telecom, são poucas pessoas/empresas que tem dinheiro suficiente pra montar uma infra que englobe um pais inteiro, dai acaba virando algo como aqui no brasil, aonde duas ou tres empresas dominam e fazem o que bem entendem.

          • Victor

            e temos que lembrar que não é livre mercado quando o governo mete o bedelho adoidado. lembrar que la, como aqui, eles tem q garantir infra em área rurais tbm, que exigem alto investimento e baixo retorno. quem acaba pagando a conta no final são todos os outros.
            seria livre mercado tambem se não houvesse a famosa neutralidade da rede. hoje um cara q deixa torrent ligado 24/7 paga a mesma coisa q um cara q só lê site de fofoca, sendo q um sobrecarrega a rede e o outro não.
            tem vários pontos ai a serem considerados

          • Alexandre Machado

            Ou seja, deixa os caipiras se virarem com internet discada, afinal eles só produzem comida, e multa o cara que assiste netflix em HD, já que 480p tá mais que bom.

          • Ivan

            Não cara, ele quer dizer que é injusto cobrar 100 reais pra alguem que gasta 4gb por mes e outro que usa 2tb por mes.

          • Gaius Baltar

            Essa é a discussão, saber os limites da regulação do estado, para não engessar a economia ou da livre regulação do mercado, para não prejudicar os consumidores. Não há uma panaceia, como muitos gostariam.

          • Felipe Braz

            Em tempo, achei um índice medindo o quão livre é o mercado de cada pais, atualizado anualmente.
            http://www.heritage.org/index/ranking

          • Gaius Baltar

            Massa. Vale a pena guardar e consultar antes de postar algo sobre o assunto. Obrigado Felipe.

          • Mirai Densetsu

            Esse índice só serve para fazer propaganda. Ele deixa de fora critérios que representam bandeiras liberais. Esse ranking não mede, por exemplo, a participação do Estado na economia em relação ao PIB, proporção entre a participação das empresas privadas e estatais/economia mista na economia local, privatização dos serviços públicos e liberdade cambial.

            E, graças a isso, há alguns países no topo desse ranking que tem tradição social-democrata. Tal como a França ou a Noruega, por exemplo.

          • Rodrigo M

            Pois é, eu concordo com você e com o Felipe. São muitos casos envolvidos e meu problema e essa afirmação que a mão invisível vai resolver tudo em todos os casos sem prejuízo para as pessoas.

          • Gaius Baltar

            É isso, Rodrigo. Não existe fórmula perfeita. Sou totalmente a favor do mercado, mas por vezes é preciso haver um contraponder para equilibrar a balança ao nosso favor. Nem tanto ao mercado nem tanto ao estado. Mas a turma prefere o binarismo.

          • Felipe Rafael

            Tem um terceiro aí, o povo.
            Note, esse binarismo é tão idiota, que na treta aparece ESTADO vs MERCADO.
            Os defensores de ambis esquecem um detalhe importante: PESSOAS.
            O debate está tão pobre, que no fim nis esquecemos de defender o único lado que merece ser defendido.

          • Gaius Baltar

            O embate é bináriamente idiota mesmo, Felipe. Mas veja que em ambas linhas de argumento o pressuposto é que o objetivo é ser melhor para o povo…

          • Ivan

            E as pessoas entram como nessa equação?

          • ochateador

            As pessoas esquecem de escolher o que é melhor para elas e deixam o mercado/governo decidir por elas.
            No fim mercado/governo andam juntos e as pessoas se fodem porque não fizeram a escolha a tempo.

            vulgo ditado que li em uma entrevista do pelé: “faça suas decisões por conta própria antes que alguém decida para você”

          • Ivan

            O mercado é justamente as pessoas, mercado não é um Ente pensante, ele é o resultado das ações das pessoas e empresas, quando vc prefere comprar bolacha recheada de chocolate no lugar de menta vc está falando pro mercado que de menta é ruim, logo as empresas irão parar de fazer de menta se não vender.

            O mercado são as pessoas.

          • Felipe Rafael

            Não sei ivan.
            Mas acho que é o caso de pensarmos né?
            Talvez, essa seja a melhor hora de pessoas como nós, nos fazermos exatamente essa pergunta, perfeita, por sinal, então, me ajuda: e as pessoas, onde entram nessa equação?

          • Ivan

            Elas já estão, fazem parte do mercado.

          • Alberto Prado

            Na real, seria PESSOAS vc MERCADO, tendo o ESTADO como mediador.
            Mas as vezes esse último costuma tomar partido para um lado na maioria das vezes. Por isso o povo clama por ele. Mas correto, seria que ele fosse neutro e trabalhasse no benefício de ambos.

    • Rodrigo M

      Carteis são formados justamente para que não haja briga de concorrência que force um serviço melhor e mais barato para o consumidor.

      Um dia desses li um artigo muito interessante sobre o que aconteceu depois do furacão, quando vendedores subiram o preço da água para $100 e um cara disse que isto era bom para o livre mercado, que não deveriam ter leis impedindo esses preços abusivos.

      Segundo um cara da Forbes isto era uma coisa muito boa, porque ia fazer com outras empreses tivessem interesse em levar água para o desastre. O problema é que pra esse pessoal é tipo uma hora o mercado se regula e que morra quem não pode pagar esse preço.

      https://civicskunk.works/hurricane-harvey-and-the-failure-of-the-free-market-4a9f89c3967

      • Gaius Baltar

        É o que veremos nesse caso. Se o mercado funcionar como pregam os seus defensores, empresas mais eficientes irão manter ou até aumentas esses limites e ganharão mercado às empresas que optarem por diminuir os limites.

        • Rodrigo M

          Mesmo que o mercado se regule, o quanto as pessoas serão prejudicadas?

          O problema desses artigos que vejo de defensores do livre mercado total é que eles ignoram as consequências pras pessoas.

          No caso de internet não é algo que vai matar ninguém (não ter banda larga), mas falta de água em uma catástrofe sim e mesmo assim o cara escreve o artigo dele sem levar em consideração isso.

          • Gaius Baltar

            Essa é a discussão. Existe pacote fechado? Sempre o mercado ou sempre a regulação governamental? Onde é conveniente cada coisa? Até onde vai a concorrência?

          • Davos, o lord cebolito!

            Ignoram as pessoas nessa equação supondo que a auto regulação do mercado atenderá as necessidades das pessoas naquele contexto histórico específico. O problema é que se você der a mão pro mercado, na minha opinião, e disser a ele : ” Me leve pra onde você acha que devo ir ” ele vai seguir o caminho que ele considerar adequado pra ele, lidando com os percalços do caminho, inclusive vai até criar novos caminhos, sem perceber, no meio do processo, que já largou sua mão em algum lugar do caminho enquanto seguia. Dai, o mercado, nessa nossa historinha, vai virar pra trás, tentar te ver no caminho, e não te encontrando ele vai dizer: “Foda-se, eu fiz o caminho, uma hora ele vai me alcançar, pro bem dele “. Na minha opinião, deve sim haver regulação governamental, se a instituição dita como governamental estiver REALMENTE representando os interesses das pessoas. Do contrário, melhor parar de joguinhos, entregar tudo ao mercado e esperar pelo melhor!

          • nayara

            mercado não é um velho sentado no sofá

          • nayara

            A grande questão é encontrar o meio termo. Não pode ter regulação demais, mas precisa tomar cuidado com os abusos.

      • E se a água, que se tornou escassa, fosse vendida pelo mesmo preço baixo de sempre, não iria garar um consumo elevado pelos primeiros clientes, levando à falta de água e fazendo com que pessoas morram? O preço alto indica que ela se tornou valiosa, e passa a ser interessante comercializar este produto, tornando novamente mais barato conforme o abastecimento aumenta.

        • Rodrigo M

          1. Em tempo de crise deve ser feito racionamento para que todos tenham, limitando a venda de água por pessoa. Lojas fazem isso em promoção, então é a coisa mais normal do mundo.

          2. Sua segunda parte do argumento é a mesma do cara lá, então com esse preço super alto, quem for rico compra as águas o resto morre de sede até que chegue mais água. Mas esse argumento não leva em consideração que água vai chegar de qualquer maneira, antes de uma empresa conseguir levar água para vender em uma área de desastre o governo já levou antes em caráter emergencial.
          O problema é o gap inicial em que os com dinheiro compram água e os outros ficam sem. Com racionamento todos tem um minimo até que chegue mais.

          • Mirai Densetsu

            O problema é que liberais são contra o governo levar água emergencialmente. Aí sem o governo entregando água aos necessitados, as pessoas serão atendidas de acordo com o interesse das empresas.

            E quem não conseguir pagar US$ 100 por litro de água? Vai morrer de sede.

    • Julio da Gaita ✔

      Mas o mercado lá é regulado abiguinho….

      • Gaius Baltar

        Então, esse é o teste. Se realmente o mercado se auto-regula as operadoras irão ignorar essa baixa de limites e manterão um serviço de qualidade, independente da atuação da FCC.

        • Julio da Gaita ✔

          hum, entendi agora.. valeu é tudo bem complicado e ainda tendo q levar em consideração as agendas politicas dos dois grupos + mercado.

          • Gaius Baltar

            É tudo muito complexo. Não existe um “lado” completamente certo ou errado nessa história, como de resto em várias outras. Sou tendencionalmente a favor do mercado, mas admito que certas horas nós consumidores podemos ser prejudicados se não houver alguém que refreie a galera.

          • Julio da Gaita ✔

            Sempre fui a favor do liberalismo também, mas não tem como negar que existem distorções e problemas como esse, talvez um liberalismo equilibrado com regulações extremamente necessárias como no caso seja o ideal.

          • Gaius Baltar

            É isso o que penso. Aproveito bastante a concorrência em vários aspectos, mas é bom saber que há como recorrer quando uma empresa quer sacanear o consumidor.

          • Fabio_Galdino

            Senhores, parabéns pela discussão sadia…

          • Gaius Baltar

            O ambiente aqui favorece. A turma sabe a diferença entre bater boca e discutir. Argumentar baseado em pontos de vistas diferentes é altamente produtivo e nos ajuda a expandir conceitos. Ter uma opinião é essencial, mas sair do âmbito da discussão e partir pra agressão é burrice. Costumo dizer que os comentários do Meio Bit são tão interessantes quanto o texto em si. E até a zueira aqui é melhor! 😄

          • Felipe Rafael

            Também acho.
            Quando comecei a ler o site fiquei surpreso.
            O negócio tomou tal proporção que fiquei meses sem comentar nada na internet, tinha até excluído o perfil do disqus, porque está insuportável tentar debater algo por aí.

          • Felipe Rafael

            Digo o mesmo porque está foda na selva aí fora.

          • Ivan

            EUA não tem defesa do consumidor e lá é infinitamente melhor o relacionamento empresa-cliente.

          • Felipe Rafael

            Um livre-mercado regulado, com tais salvaguardas, é socialismo.

            Em outros fóruns, menos educados e sensatos, você seria taxado de comunista e etc.

            Pensa, o que seria do mundo com o liberalismo absoluto, que muita gente por aí prega, sem a FCC, sem a FDA, sem qualquer agência reguladora.

            Pensa no mercado de medicamentos e alimentos.

          • Ivan

            Num mercado regulado quem ganha são justamente as maiores empresas, elas compram reguladores, compram politicos, quem perde são os players menores e a população.

            Caso da JBS demonstrou isso, conseguia financiamentos do BNDS que nenhum outro conseguia e saia comprando outros frigorificos, quem ganhava? Sò a JBS,

            “Quando compra e venda são reguladas por lei, a primeira coisa a ser comprada e vendida são os legisladores.”
            ― P. J. O´Rourke

          • Julio da Gaita ✔

            é amigo, tem nego que discute o assunto como se fosse um time de futebol, e advoga favor de quem defende os próprios interesses acima de tudo e a prejuízo de todos.

            As vezes você não sabe se é deficiência intelectual ou desonestidade mesmo, e mesmo procurando um equilíbrio você é taxado de radical.

          • Luiz

            Existe um lado definitivamente errado, as operadoras de telefonia, elas sempre estão erradas.

        • DumbSloth87

          Mas lá o mercado não é livre pra se auto-regular. As operadoras possuem monopólios locais e contam com a ajuda dos governos locais pra suprimir qualquer tentativa de criação de concorrência. Veja o caso do Google Fiber por exemplo, tem muita dificuldade de se estabelecer em muitos lugares por regulações ridículas dos governos locais.

          • Gaius Baltar

            Nenhum mercado é livre. Mas a questão aqui não é tão ampla, prende-se à diminuição do limite mínimo de serviços imposto às operadoras. Isso teoricamente é uma liberalização à favor das operadoras. Elas têm a opção de manter os serviços que oferecem atualmente, aumentá-los ou diminui-los para o novo nível mínimo. Veremos o que acontecerá.

    • Convidado

      Teu argumento é valido, mas nesse exemplo a barreira burocratica e de dinheiro é um bloqueio ao livre mercado.
      Se empresas inovadoras pudessem entrar de verdade neste mercado iam mudar o jogo.
      Telecons hoje são muito fortes, eles terminam com iniciativas que lhes façam ameaça, inclusive com lobby politico, como estamos vendo agora.

      • Gaius Baltar

        Existem casos e casos. Numa área em que são necessários investimentos pesados e longo prazo como as de telecomunicações é difícil uma empresa entrar com força de uma para outra. Vemos isso claramente no caso brasileiro. O estado (não necessariamente o governo) deveria prezar para que as leis sejam cumpridas e não cercear a liberdade de iniciativa.

        • Convidado

          Só tinha uma telecom nos eua que foi obrigada a se dividir.
          Não faz sentido você dizer que este mercado é livre, estão aparelhados até os dentes.

          • Alexandre Machado

            Caso não houvessem as divisões forçadas pela empresa ser grande demais, elas transformariam o governo num mero fantoche. Veja como era na época do Reckefeller. Não há monopólio bom, nem privado nem estatal, e oligopólio idem.

          • Convidado

            Exato, esse é justamente o exemplo. E agora aprenderam a nunca mais deixar um monipolio e sim cartel sendo que uma é gigante.

          • Gaius Baltar

            Mas eu não disse isso! Au contraire, disse que é difícil haver liberdade num mercado de acesso tão difícil, pelo investimento necessário. É possível uma empresa entrar num mercado onde o investimento físico seja menor e concentrado, como por exemplo no agenciamento de transporte ou na reserva de hospedagem. Mais difícil é entrar num mercado com alto investimento espalhado em uma grande área, como no cado das telecomunicações, energia, água, etc.

          • Convidado

            Você disse na base da hipotese que “se o mercado não precisa de regulação”, mas são justamente a regulação, influencia política que dificultam a concorrência neste mercado. Obrigando os novos concorrentes a ter uma cobertura grande e infraestrutura que força entrar com sociedades junto as outras.

            Usar a telecom para aferir a validade do livre mercado como tira teima, deveria ter a conclusão oposta, foi isso que quis dizer?

          • Gaius Baltar

            Se o mercado funcionar como muitos apregoam então as companhias não só manterão os limites de velocidade e dados como poderão aumenta-los para criarem um diferencial. Porém se os limites descerem para o nível que a FCC quer estabelecer então fica provado que é a regulação do estado que impede que o consumidor seja (ainda mais) penalizado. Por isso é um tira-teima.

        • Ivan

          Ainda mais com a ANATEL ajudando a manter o cartel, é praticamente impossivel outra entrar.

          • nayara

            Porque a Anatel serve às operadoras. Por isso elas nadam de braçada

          • Ivan

            Sim, quando o mercado é regulado a primeira coisa a ser comprada são os reguladores.

          • nayara

            Daí as operadoras ficam livres e a regulamentação é nula.

          • Ivan

            Sim, mas no caso não se cria regulamentação que prejudica os menores, criando um oligopolio de grandes empresas

      • ochateador

        Google tentu entrar no mercado de telecom (oi google fiber) mas desistiu por causa da falta de retorno rápido. Pode ver aí que nem temos mais notícias sobre isso.
        Ele (o google) esqueceu que investimento em infra-estrutura é alto e o retorno é lento (o oposto do que ocorre nas área que o google opera, onde uma simples mudança de vírgula pode render milhões do dia para a noite).

    • Abdenego Santos

      Não se não houverem opções. Como as Teles são cartéis não há espaço para existirem novos players. Veja o absurdo daqui em quererem nos impor banda larga com limite de volume de dados mensais. Inviabiliza o stream de vídeos de alta resolução.

      • Gaius Baltar

        É verdade. O que complica é que dificilmente uma companhia pode entrar nesse mercado sem um investimento alto e geograficamente disperso, algo ao alcance de pouquíssimas empresas.

        • Luiz

          O problema do geograficamente disperso é melhor solucionado por empresas pequenas, dai o investimento nem é tão alto. Exceto que existe uma Anatel no meio, vai lá tentar montar um provedor pequeno, o problema é concessão. Uma coisa é o governo fiscalizar e regulamentar o mercado, isto tem que ser feito para manter o nivel de serviço. Outra coisa é quando o governo faz a divisão das capitanias hereditarias, que é como o mercado telefonico funciona. Tem que banir concessões, concessões são uteis para o espectro eletromagnetico, que é limitado e sofre de interferencia, não para provedores operando por cabo, tu sempre pode passar um cabo novo, fibras opticas são bem mais baratas tambem.

          • Gaius Baltar

            É verdade. Havia que separar o que é limitado e precisa ser gerido com parcimônia (espectro eletromagnético) do que deve ser regulamentado mas não tolhido (cabo e fibra ótica).

          • Alberto Prado

            Cara, o investimento é sim alto. Se você deseja lança 100 Km de fibra para liga uma cidade pequena no interior a capital, você vai desembolsa no mínimo R$ 700.000,00. Só fibra. Não estou nem colocando na conta roteadores nas pontas e cabos que você vai passa pela cidade e que ainda terão que paga um aluguel de espaço no poste a concessionária de energia que pode varia de R$ 1,00 a R$ 10,00 por poste/mês dependendo da concessionária.
            E para banda larga, vc não precisa de concessão. Isso é só para grandes operadoras. Pequeno provedor precisa de licença SCM e outras coisas. Com R$ 10.000,00 você regulariza quase tudo com a Anatel. O problema maior é quase sempre as prefeituras e a concessionária de energia que é chata pra burro pra aprova o seu projeto.

    • Wallacy

      No ultimo Nerdologia sobre Delação premiada e Teoria dos Jogos, o Atila da um excelente exemplo usando o Dilema do Prisioneiro aplicado ao Mercado, no caso em especial, literalmente dois Supermercados. (alguém aqui até disse que esse é um bom exemplo de libre mercado… sei…)

      Funciona assim: (Transcrevendo em parte o que ele disse)

      Considere o mercado A e B vizinhos (adicionar distancia aqui tornaria tudo mais relativo).
      – Se o mercado A oferece descontos agressivos na bolacha, por mais que o lucro em sí da bolacha caia, isso não significa que o lucro da loja vai cair, já que novos clientes, que poderia ter ido ao mercado B vão a sua loja e por sua vez podem vir a comprar outras coisas, como leite ou pão de forma. Dessa forma o mercado A ganha mais, e o mercado B ganha menos.
      – Mas se o mercado B também da desconto nas bolachas, ele recupera os clientes, e os dois saem prejudicado (afinal, ambos perderam lucro na bolacha e continuam com a mesma quantidade de clientes).
      – Se tivessem formado um cartel, e combinado um preço mais alto pelas bolachas, ambos lucrariam. Porém é por isso que existem leis antitruste para proibir empresas combinarem preços.
      – Porém mesmo sem combinar preço, concorrentes podem mandar mensagens, de forma legal e discreta, afim de maximizar seus lucros. (ele cita o livro The Art of Strategy)

      – Uma das formas de fazer isso é ter uma politica de cobrir o preço da concorrência.(Isso mesmo).
      – Pro consumidor, parece ótimo! Pois parece garantir que estamos pagando sempre o preço mais barato.
      – Porém o recado real é para as lojas concorrentes: Se você tentar descontos para conseguir mais clientes, eu também vou dar.
      – Com isso a loja garante que os concorrentes também vão cobrar o maior preço possível e ninguém vai tentar (ou se tentar irá ser por uma margem insignificante).
      – E ainda usam você (consumidor) como detector de trapaça.

      Existe uma grande complexidade na interação entre empresas, e quanto maior o mercado (Telecomunicações, Energia, etc) menor a capacidade de se opor a qualquer mudança. Mesmo em países onde você tem liberdade de escolher inclusive qual companhia elétrica você vai contratar para sua casa, esse não é um serviço que você muda da noite pro dia, e provavelmente vai aceitar calado diversas variações no preço antes de chegar a um nível insustentável, e irá mudar, se, somente sí o concorrente não perceber que também pode subir o preço e ganhar mais sem ter que fazer novos investimentos.

      Quando falamos de bens de consumo secundários, livre mercado funciona bem, pois entre não adquirir e adquirir a um preço que não seja condizente, a pessoa pode invariavelmente não vai adquirir. Porém diversos serviços e produtos não entram nessa categoria, nesse caso, livre mercado não ajuda.

      • Gaius Baltar

        Colocação perfeita, Wallacy. Ainda não vi esse Nerdologia, mas sua transcrição me fez querer muito assistir. Concordo integralmente com o seu raciocínio.

      • Kheiron

        Trabalhei em rede varejista, é assim mesmo. Também há acordos de cavalheiros entre lojas da mesma região e semanalmente um funcionário (de cada loja) é deslocado para as lojas concorrentes para pesquisar preços e realizarem a equiparação.

        • nayara

          E mercados que usam produtos cancerígenos pra disfarçar produto vencido?

    • 🦊 RaposaDoida 🦊

      Livre mercado de c- é r-la.
      Simples assim, sem o governo para regulamentar tudo vira quartel, os Rockefellers que o diga.

      • 🦊 RaposaDoida 🦊

        O que pode existir é mercado com liberdade.

      • O governo valida o cartel, como a anatel. Sem a regulamentação, quem se fechar em carteis perdem para pequenas empresas inovadoras. Mas com o Estado, as pequenas são punidas por excesso de regras, dando o mercado para as grandes de sempre, ineficientes, mas com o governo nas mãos.

        • 🦊 RaposaDoida 🦊

          O problema da Anatel é o sistema político que coloca uma pessoa despreparada para toma conta do órgão, o certo seria o presidente da Anatel ter grande conhecimento de causa e principalmente está do lado do consumidor, porém isso não acontece por que os ministérios são tratados como moeda de troca e existe lobby das operadoras(acontece no mundo todo).
          A Anatel recentemente tentou aprovar algumas leis que favorecias a operadoras e foi só o povo fazer pressão popular e ameaçar de uma auditoria que eles voltaram atrás.
          Em resumo se em todos os pontos que existe uma má gestão política o povo reclamar de forma efetiva a tendência é melhorar.
          Sobre o excesso de regras não é bem assim, existe hoje vários incentivos para formação de pequenas empresas, com inclusive a liberação de credito.

        • Mirai Densetsu

          Até porque quem paga as campanhas dos políticos espera retornos.

          E não sei porque os liberais negam até a morte que a corrupção começa nas empresas.

          • Ivan

            KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

            Amigo não força….

            http://blogmarcosfrahm.com/delator-diz-que-geddel-vieira-cobrou-propina-para-liberar-credito-da-caixa-para-jf/

            http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/bendine-pediu-propina-na-vespera-de-assumir-petrobras-diz-lava-jato/

            http://www.gazetadigital.com.br/conteudo/show/secao/3/og/1/materia/514575/t/policial-pediu-propina-para-recuperar-caminhonetes-denuncia-funcionario

            http://www.valor.com.br/politica/5089106/agripino-cobrou-propina-para-ajudar-oas-obter-credito-conclui-pf

          • Mirai Densetsu

            Quem procurou o Geddel para ter o crédito liberado? Quem procurou o Agripino para obter o crédito?

            Ele poderia ter procurado um banco privado pra conseguir o financiamento. Ele poderia ter oferecido garantias reais para o BNDES. Mas não! Ele procurou o político e pagou a propina pra conseguir o empréstimo.

            E você ainda insinua que um bandido desses é honesto? Vá chupar o pau do Marcelo Odebrecht, vá.

          • Ivan

            Não, ele que cobrava era pagar ou não ter o credito liberado….

            Cara, diferente de vc não estou defendendo bandido, falando que politicos são os honestos e quem corrompe são os empresarios.

            Não sei se vc tem algum noção de lingua portuguesa, mas cobrar proprina é EXTRAMENTE diferente de aceitar proprina, consegue compreender a diferença? Se não procure um dicionario mais proximo.

            Serio vc tem Síndrome de Estocolmo, não sei como consegue defender politicos com tanta vontade assim, tanto quem corrompe quanto quem é corrompido tem que ser punido, não vá achando que os politicos são os coitadinhos da historia, nem esses empresarios são, Odebrechet quanto os irmãos Batistas merecem apodrecer na cadeia assim como o Lula, Geddel e companhia….

          • Mirai Densetsu

            Mais uma vez, ele poderia ter procurado um banco privado. O Geddel não mandava no Bradesco ou no Itaú ao ponto de impedir a empresa de conceder o empréstimo, mesmo escondido dele. Mas ele optou pelo ilícito.

            E eu não estou defendendo bandido. Não estou falando que o Geddel seja inocente. Mas você está dizendo que o empresário em questão é “vítima” de corrupção, sendo que ele, junto com o político, saqueou os cofres públicos. Você é quem está defendendo bandido.

            Não existe santo nessa relação. Para cada político corrupto existe um corruptor. Para cada político recebendo propina, há um empresário pagando a propina para se dar bem. Nenhum empresário é honesto só porque é empresário.

            E aí? Já foi lá chupar a benga dos donos da OAS?

          • Ivan

            Não estou falando que empresario é inocente, é tudo corporativismo, contra o livre mercado que defendo, esse BNDS é uma aberração.

            “Para cada político corrupto existe um corruptor.”

            Ah cara, na moral, serio? SERIO? acabou de falar que não defende politico agora ta falando que politicos são corrompido e nunca corruptor, fala serio cara na moral…..

            O cara cobrava prorpina e vc vai ainda falar que ele que foi corrompido?

            E vc já deu o rabo pro Lula hoje? Quando ele for preso vc vai fazer visita conjugal? Cuidado que ele gosta de jogar a culpa na esposa morta, quem sabe ele joga a culpa em vc depois.

          • Mirai Densetsu

            Não estou falando que empresario é inocente

            Você vive passando pano pra empresário e agora fala que não está falado que empresário seja inocente? Vá mentir pra outro!

            Ah cara, na moral, serio? SERIO? acabou de falar que não defende politico agora ta falando que politicos são corrompido e nunca corruptor, fala serio cara na moral…..

            Viu como você está falando que o empresário é inocente?

            O cara cobrava prorpina e vc vai ainda falar que ele que foi corrompido?

            * facepalm*

            A corrupção política acontece do mesmo jeito que os crimes de furto/roubo, onde o assaltante rouba o celular e o vende a um receptador. O que eu estou dizendo é que o bandido só rouba o celular porque tem gente que compra celular roubado. Se não houvesse quem comprasse produtos roubados, provavelmente o bandido se engajaria em outras atividades ilegais que não fossem especificamente roubo de celulares.

            Na política, os políticos corruptos só cobram propina para que empresários consigam facilidades ilegais porque existem empresários que pagam propina para conseguir essas vantagens.

            Entendeu agora, bebê? Ou preciso dizer que empresários soltam pumzinho com cheirinho de rosas e são as pobres vítimas da sociedade malvada onde ele – oh, tadinho! – é atacado de forma injusta por todo mundo?

          • Ivan

            Não passo pano pra empresario, tanto ele quanto o politico estão envolvidos em esquemas de corrpução, não falo que empresario é sempre o corruptor como vc adora falar e que o politico é a ovelhinha que foi corrompida pelo empresario malvadão….

            Facepalm pq fera? Cobrar proprina é diferente de aceitar, ta na lei, mas pra vc ele cobrava proprina pq o empresario que queria……

            Agora sim fez uma boa analogia poderia ser melhor mas explico depois, no caso que vc citou o ladrão é o poltiico que controla alguma estatal e o receptador é o empresario, mas vezes o ladrão chega oferendo o protudo as vezes o receptador pede por um produto especifico, no caso os 2 são culpados….

            Poderia ser melhor pq um ladrão rouba pq tem oportunidade, no caso o politico rouba pq tem poder pra isso, muitas vezes não tem empresario na jogada, o politico rouba estatais apenas para beneficio proprio, espero que não diga que tinha um empresario oculto por trás do roubo….

            Não cara, não tava indo bem, politicos cobram prorpina para ganhar mais dinheiro, é logico, eles não estão fazendo um serviço comunitario, não fazem isso para ajudar empresarios, porra cara, para de achar que politicos são bonzinhos e os empresarios que os corrompem, para que ta feio.

            Tem N casos de politicos cobrando proprina para liberar obra, para vender facilidade, nem sempre é o empresario que vai oferecer propina….

            Amigo quem acha que alguem solta pum com cheiro de rosa e é vitima dos empresarios malvadões é vc, parece que o politico é SEMPRE o inocente e foi corrompido….

            Pra resumir para acabar com isso tem que punir todos, politicos e empresarios, mas por causa das nossas leis politicos são dificilmente punidos, só ver o caso do Aécio agora, então temos que tirar o poder dos politicos, sem produto pra vender não tem empresario para comprar.

          • Começa nas empresas com ligações com o governo. Geralmente estatais ou prestadoras de serviços para elas.

          • Mirai Densetsu

            Deixe-me corrigir para você:

            Começa nas empresas com ligações com o governo.

            Sabe o por quê? Porque as empresas criam essas ligações com o governo, seja pagando a campanha com políticos ou pagando propina para ganhar uma licitação.

            E nessa história, empresas estatais são as vítimas, pois as empresas prestadoras de serviço roubam os recursos das estatais. Como aconteceu na Petrobrás, que foi saqueada por meia dúzia de empresários, que receberam a ajuda de políticos cujas campanhas foram pagas por esses mesmos empresários.

            Nenhuma empresa se torna prestadora de serviço do governo sem que o empresário decida participar de uma licitação. Então tudo começa na empresa.

            Pare de ser paga-pau de empresário e veja a realidade.

          • Cássio Amaral

            Empresas grandes, envolvidas em esquemas com o governo. O mercadinho da esquina que não se envolve em nada disso é corrupto também pra você?

          • Mirai Densetsu

            Mas a padaria tava envolvida em esquema de cartel. O posto na outra esquina lá adultera a gasolina. O outro posto mais adiante clona cartão. E os dois firmes e fortes no cartel.

            Se isso não é ser corrupto, o que seria?

          • Cássio Amaral

            Mas é exceção empresa pequena e média fazer isso, pois ese fizer, ela não tem dinheiro pra pagar multa, contratar advogado ou comprar político, e simplesmente fecha. Mas que padaria que você tá falando? Você está pondo no mesmo balaio o seu Zé da esquina, que tem um mercadinho e só quer levar seu negócio de maneira honesta.

            É tão difícil entender que empresário, como um todo, não é vilão no Brasil? Empresário é quem faz a economia se mover gerando empregos.

            Os verdadeiros vilões são o governo, impondo burocracia e carga tributária absurdas,e os sindicatos, que querem viver as custas do trabalhador sem prestar contas e que infernizam a vida dos empregadores.

          • Mirai Densetsu

            Com a variação de preços que eu vejo normalmente, tenho minhas dúvidas se é exceção mesmo. Na verdade, o que é fácil de ver é que, na verdade, o seu zé da esquina é a exceção, já que o negócio dele é engolido pela galera do cartel e pelas grandes empresas.

            Quem faz a economia girar é outra pessoa. Essa pessoa se chama CONSUMIDOR. É em função dessas pessoas que existem as empresas e o mercado, não o contrário. Se você abrir uma empresa em um mercado que não tem consumidores, a sua empresa vai falir.

            Outra coisa, emprego não é favor que empresário faz porque tá com peninha ou porque está fazendo sua parte no social ou mesmo fazendo um “programa social”. Emprego é um tipo de serviço que o empregador contrata. E ele contrata porque precisa atender a seus consumidores. Preciso mesmo constatar o óbvio por causa de seu vitimismo barato?

            E quanto ao governo, quem paga as campanhas de quem está lá mesmo? Os interesses de quem mesmo estão sendo representados no governo? Pois é. Não é do povo, não é do pequeno empreendedor. É do GRANDE EMPRESÁRIO, aqueles mesmos que vocês, libertards, adoram louvar como deuses. Esses empresários, que tem renda maior do que a metade mais pobre da sociedade, são os verdadeiros vilões.

    • RafaRiff

      Mercado é um termo muito genérico. Operadoras de telefonia estão num mercado de monopólio natural, por ter ganhos de escala crescentes e custos marginais decrescentes. Entrar no mercado é muito difícil, mesmo com muito dinheiro.
      Mesmo a Economist critica a privatização de monopólios naturais.
      O ideal seria manter uma sociedade de economia mista como proprietária da infraestrutura e deixar a operação de última milha para empresas privadas, que agiriam em um ambiente de muito mais concorrência, com possibilidade de menores empresas, locais, com melhor atendimento e mantendo usa lucros na região.
      O mercado é muito bom, mas não é uma panaceia, tem imperfeições que devem ser combatidas. Do mesmo modo, empresas públicas não são um mal por si próprio, devemos separar incompetência e má gestão (que também são frequentes nas iniciativa privada) do tipo de propriedade.

      • Gaius Baltar

        Concordo contigo. Manter a estrutura separado da prestação de serviços seria uma ótima forma de alavancar a concorrência sem implicar em gastos descomunais. Excelente observação.

  • Por isso que sou ateu! Sempre pedem pra eu seguir o “Pai” (entonação do Inri Cristo) e eu nunca achei uma boa ideia!

  • Convidado

    Um país do futuro precisa em investir em infraestrutura de comunicação digital.

  • Gesonel o Mestre dos Disfarces

    O mercado é livre, mas os Consumidores estão presos em presepadas!

    • Ivan

      queria saber onde o mercado é livre?

      • DumbSloth87

        nem o Mercado Livre é livre!

        • O maU elementaU

          Esse é o pior de todos, aquilo parece china!

          • Ivan

            Já vi muito vendedor reclamando, fechando conta com dezenas de milhares de reais sem nem darem explicação.

      • nayara

        E o que seria livre pravoce?

        • Ivan

          Sem o Estado ditando tudo é criando agências reguladoras

          • nayara

            Então você concorda com o cara: ninguém deve definir limite de internet alto pras operadoras investirem?

          • Ivan

            Livre mercado de verdade cuidaria disso, agora com regulação isso não é possivel.

          • nayara

            e como cuidaria? As operadoras distribuiriam da forma que elas quisessem, inclusive combinando preço ou fazendo dumping.

          • Ivan

            Através de concorrência

          • Alberto Prado

            Existe uma diferença bem grande entre você estimula a concorrência em setores como por exemplo, comida, bebida, vestuário, saúde e outra na prestação de serviços públicos de grande escala. Como é o caso de energia, água, comunicação… São serviços que demandam investimentos maciços e know-how. Eles não surgem da noite para o dia, ainda que o governo torne o ambiente favorável. Ainda mais quando já se tem players gigantes, que consegue economia de escala na compra dos seus “insumos”.

          • Ivan

            Sim, mas o ambiente tem que ser favoravel para que as empresas queiram se instalar aqui e não o contrario.

    • Yskar

      Seria lindo se realmente fosse livre em algum lugar.

      • nayara

        Mas é o que o Pai defende: as operadoras sejam livres pra definirem seus próprios limites de internet e a população se não gostou, é livre pra mudar de plano ou de Estado.

        • Ivan

          Com certeza

        • Yskar

          Não se as operadoras fizerem cartel como fazem, sem falar que se não existisse regulamentação alguma, só se combatesse os carteis aí sim teríamos competição de verdade entre eles.

          • nayara

            E quem combateria os carteis? De que forma?

          • Yskar

            Estados ou no ancapistão o conselho de consumidores.
            De que forma? Sanções econômicas, multa, prisão, fechamento de estabelecimentos, alternativas é o que não faltam.

            Você tem de aprender a separar capitalismo de corporativismo, corporativismo só acontece com negligência governamental.

          • Alberto Prado

            Quando ela perguntou de que forma… Acredito que ela quis dizer. Como provar o cartel…
            Você tem que esperar até dar alguma merda, alguém abrir a boca, dedurar e processar.
            Até lá, já entrou dois metros de jeba no orifício do consumidor.

          • Gaius Baltar

            Desde o início do século XX existem leis anti-trustes nos EUA. O problema em saber dosear o remédio. Regulação excessiva atrapalha a livre iniciativa, já liberalização total desprotege os consumidores.

        • Antonio Felix

          mudar pra onde ,Cara Pálida , para outro Planeta ?

          • nayara

            mas isso é livre mercado

        • Luiz

          Tem que assassinar tudo esses putos.

  • Armando Augustus Freire

    No caso FCC seria Federal Communications Commission e não Federal Trade Commission como está na matéria, certo?

    • Davos, o lord cebolito!

      No primeiro link mencionado no texto desta postagem, a sigla também foi escrita como Federal Trade Commission, postagem de mesmo autor no blog, cabe observação, nobre Gogoni!

  • Abdenego Santos

    tão se inspirando no PT que para retirar milhões de pessoas da pobreza reduziu os intervalos de renda das classes sociais para baixo, e para colocar milhares de pessoas que não tem condições de resolver uma regra de três numa universidade obrigou os professores a não reprovarem ninguém…

    • 🦊 RaposaDoida 🦊

      Pode detalhar de forma clara como o PT fez isso.

      • Ivan

        Resposta acima

        • 🦊 RaposaDoida 🦊

          E sobre os professores tem alguma formula de bolo pronta também?

          • Ivan

            Fórmula pronta é com o PT, que resolve problema de pobreza na canetada

          • 🦊 RaposaDoida 🦊

            Pq gráficos globais indicam uma redução na pobreza no Brasil? o PT está pagando outros países também?

          • Ivan

            Tem dados de 2016 pra ver como tá?

          • 🦊 RaposaDoida 🦊

            Os dados que estou questionando são os do período antes de 2016.
            Mas principalmente a questão da obrigatoriedade que o PT segundo o colega falou de aprovar alunos assim com a responsabilidade do PT pelo problema das faculdades no Brasil.

          • Ivan

            PT colocou alunos que mal sabem ler e escrever nas universidades

          • 🦊 RaposaDoida 🦊

            Sim, ok, posso concordar mas preciso de provas para essa afirmação.
            Quero entender como o PT “destruiu” o pais, para isso preciso de informação concretas.
            Não vou ficar insistir Ivan, se você que odiar alguma coisa você tem que saber o pq está odiando.
            Do contrário é algo irracional.

          • Ivan

            Nova matriz economica.

            Essa crise vc acha que veio da onde? Não, não foi a crise internacional.

          • 🦊 RaposaDoida 🦊

            Você tem quantos anos? sério?
            Que dizer que a baixa no preço do petróleo mas a explosão da bolha chinesa não teve NADA A VER?????????????????????????????????????????
            Ivan pessoas estão enganando você, procure informações, tem pessoas que datava a crise no Brasil em 2008 dando essa data de 2016 como ponto central da crise, não é tão simples como parece ser, não existe mal e bem, não se trata de defender um partido se trada de dar a culpa na medida do erro.
            E sim foi a crise internacional.

          • Ivan

            A explosão da bolha chinesa que não explodiu, ainda não explodiu, baixa no preço do petroleo o que tem a ver?

            Que pessoas datavam essa data pra 2016?

            Para de ser desonesto a crise não começou em 2016, já tinha sinais em 2014, mas Dilma escondia os dados, o que vi foram pessoas criticam a matriz economica adotado pela Dilma, até uma funcionaria do Santander foi demitida por alertar os clientes das burrices que a Dilma iria fazer.

            Caso queira ver como a Nova matriz economica acabou com o pais de uma olhada, não julgue a fonte antes de ler, tem dados bases e fontes na materia.

            http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2120

          • 🦊 RaposaDoida 🦊

            Meu Deus, estou lidando com uma criança, o que tem a ver a baixo do preço do petroleo, nossa, desisto, a crise aconteceu ao longo de vários anos sendo 2016 o ponto mais profundo, eu sei disso pq eu era uma das pessoas que em 2000 já avisa outras pessoas que isso iria acontecer.
            MISES, pq sempre as informações vem desses sites.
            Você também gosta do Olavo né, você vem consumindo informação viciada e não quer pensa de forma diferente.
            Cansei de perder tempo você, acredita no que você quiser!!!
            Seja feliz aí no seu mundo lutando contra comunistas onde todo o mal é proveniente do PT.
            Não vou mais da replay.
            Até nunca mais, sayonara!!!

          • Ivan

            Eu que sou criança cara? Só me atacou, não deu fonte nenhuma, nem olhou o site com as fontes, já julgando antes de ler.

            Para de idiotice cara, Olavo? KKKKK Foda-se aquele velho escroto….

            Sim cara o que tem a ver o preço do petroleo? Brasil não é exportador de petroleo pra quebrar por causa da queda do preço nem os paises da OPEP quebraram, imagina o Brasil.

            Vamos lá cade fontes? ou vai ficar só nas falacias?

          • 🦊 RaposaDoida 🦊

            Quebrou nosso pré-sal seu creep, acorda, não vou mais explica nada, tenho trabalho para fazer.
            O tempo de mostrar as fonte já passou era no começo do debate.
            Depois que eu desisto você vem com esse papinho de busca fontes!!! olha o histórico seu escroto passei várias postagem querendo debate as fontes e você vem com essa agora, vai pra merd- seu noob creep e leva junto essa “fontes” do mises ou seria miss.

          • Ivan

            Uau quebrou o pré-sal e levou a economia do pais inteiro pro buraco? HAHAHA

            Vc não demonstrou nada, ignorou fontes pq não gosta do site e nem se deu o trabalho de ler.

            Uau olha o ad hominem ai genteeeeeee

          • Ivan

            Ain foi o preço do petroliu que quebrou a petrobraissss

            http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/petrobras-e-o-segundo-maior-escandalo-de-corrupcao-do-mundo-aponta-transparencia-internacional/

          • Ivan

            Não faz menor sentido, estarmos bem enquanto o mundo estava em crise e quando o mundo se recupera entrarmos numa crise.

          • 🦊 RaposaDoida 🦊

            Acredite no que quiser então. tchau sayonara.

          • Ivan

            Pombo enxadrista.

          • 🦊 RaposaDoida 🦊

            Dois dias pesquisando informação viciada e eu sou o Pombo enxadrista.
            Tirei até print.
            auhuahuahuahuahuahuahuahuahuahu flw

          • Ivan

            Simplesmente ignorou a fonte pq não gosta, todo o texto está repleto de fontes, e cadê as suas fontes? Vc e a sua fonte? Hahaha

          • Ivan

            Pode tirar print e postar em paginas de esquerda onde os retardado que dizem “Fora golpistas” mostrando a bunda vão bater palmas.

          • 🦊 RaposaDoida 🦊

            Passei dois dias esperando fontes para realizar um debate aberto e talvez até mudar de opinião, sim posso está errado e estou disposto a admitir isso, caso me seja apresentado argumentos racionais.
            E ele me vem com “Nova matriz economica” só isso…
            Quando questiono sobre uma possivel influência do petroleo, ele me diz que não tem nada a ver….
            Meus prints são testemunha que eu tento argumentar, mas minha paciência e meu tempo tem limite.
            Quem sabe na próxima.

          • Ivan

            Pobreza caiu milhões viraram classe média por canetada e vc foca antes de 2016, pq?

          • 🦊 RaposaDoida 🦊

            Pq é o período que o PT ficou no governo.
            Eu não vou dar mais replay para você, se você é esperto vai se questionar se realmente tudo que te falam é verdade mesmo.
            Grande abraço Ivan e tudo de bom sempre para você e sua família.

          • Ivan

            PT ficou no poder até meio de 2016, pode pegar até 2015, quando pobreza cresceu

          • Ivan

            Tudo de bom pra vc tbm, não esqueça de questionar os dados que o PT passa tambem

    • nayara

      Não, o intervalo de renda o Brasil sempre seguiu o da ONU, que é muito baixo pros nossos padrões, não foi exclusivo do PT.

      E não ter reprovação foi criado em 1997, o PT não estava no poder.

      Mania do pessoal de querer achar inimigo único.

      • Ivan

        http://mobile.valor.com.br/brasil/2682174/nova-definicao-da-classe-media-abrange-54-da-populacao-brasileira

  • Felipe Rafael

    E depois, pessoal aqui vem bater nis esquerdistas.

    Quando o livre mercado dá no rabo, aí vem a choradeira.

    • Ivan

      Verdade regulação é boa, monopolio estatal é lindo, proibir inovação como uber é maravilhoso.

      • nayara

        Justificando um extremo com o outro. Típico

        • DanielBastos

          A thread já começou assim. Só o extremo que muda.

    • Kheiron

      Em um cenário sem regulação, igual alguns deliram de vez em quando se quer existiria essas velocidades, seria menor e só em cidades +100 mil habitantes. Quem mora em cidades afastadas e na zona rural que se lasque …

      • Ivan

        CIdades pequenas já se lascam, tem lugar que até hoje só tem Oi e vende 1mb por 120 reais.

        • nayara

          Isso é livre

          • Ivan

            Não, telefonia é extremamente regulado, não tem como falar que é livre

          • nayara

            No exemplo que dei, boy. Cada operadora oferece o serviço e preço que quer.

          • Ivan

            Não foi vc que falou que cidades pequenas iriam sofrer?

          • Cássio Amaral

            Cara, se aceita conselho, não adianta discutir com esse povo. São alienados e não conseguem enxergar a realidade, não tem jeito, é dar murro em ponta de faca. Eu também era assim, tentava explicar a realidade de maneira clara, sempre justificando as minhas colocações. No final, vi que estava perdendo meu tempo e minha sanidade.

            Não tem jeito não, quando têm essa mentalidade, é porque o estrago já foi feito, é irreparável. Vão continuar acreditando na ilusão de Socialismo, Comunismo, Estado regulador, direitos do trabalhistas etc. e não há quem os faça aceitar a realidade, perda de tempo.

          • Ivan

            Eu sei, mas sou meio masoquista com isso….

          • Cássio Amaral

            Entendo :/

  • Felipe Rafael

    Fernando Horta

    Esquerdopata” é como uma parte do corpo: você só sente falta quando perde
    Enquanto você ataca os que lutam pelos direitos de todos, aqueles que ganharam dinheiro defendendo os que eram contra você estão em casa, descansando

    Quando você tiver sido molestada ou estuprada e ninguém estiver ao seu lado, sabe quem vai lutar com você? As feministas, aquelas esquerdopatas.

    Quando você for demitido sem direitos e sem receber absolutamente nada para que possa sustentar sua família, sabe quem vai te defender? Os trabalhistas, aqueles esquerdopatas.

    Quando você sofrer violência policial, for agredido, intimidado, sequestrado… Sabe quem vai te ouvir, acolher e ajudar nesta luta? Os defensores dos direitos humanos, aqueles mesmos esquerdopatas.

    Quando tirarem de você as escolas públicas ou a oportunidade de um ensino superior gratuito e de qualidade, sabe quem vai estar lá fazendo greve e apanhando da PM pelos teus direitos? Os professores, aqueles esquerdopatas.

    Quando passarem a te servir comida transgênica sem pesquisas suficientes e inundadas de agrotóxicos, sabe quem estará lá para te defender e lutar pela tua saúde alimentar? O MST, aqueles esquerdopatas.

    Quando os juros forem tão altos e os salários tão baixos que você tenha perdido a dignidade social, sabe quem estará lá em greves, fazendo piquetes, organizando estudos contrapondo os absurdos? Os partidos de esquerda, obviamente esquerdopatas…

    Quando você estiver sendo agredido ou prejudicado em função do Deus que você ora, sabe quem estará lá ao seu lado encarando os fundamentalistas? Os ateus e defensores do estado laico, aqueles esquerdopatas.

    Quando você estiver sem forças para negociar aumento de salário ou melhorias necessárias para o teu trabalho, sabe quem estará lá na linha de frente tomando bomba e gás na cara? Isso mesmo, os sindicalistas, aqueles esquerdopatas.

    Quando você não acreditar que o governo, o Judiciário o Legislativo estejam retirando teus direitos, tua aposentadoria e vendendo as riquezas do teu país, sabe quem estará lá votando contra, xingando, travando votação e etc.? Os partidos de esquerda, cheios de esquerdopatas.

    Enquanto isto, sabe onde estão o teu deputado defensor da “família”, o teu pastor defensor de “cristo”, o teu senador defensor da “liberdade” ou o teu ídolo defensor do “livre mercado”? Estão em casa descansando, aproveitando o dinheiro que ganharam defendendo os que eram contra ti e prometendo continuar te entregando em troca de mais dinheiro e poder.

    “Esquerdopatas” são como as mãos, os pés, ou qualquer outro membro que você só sente falta quando perde. E este é o momento em que todos estamos perdendo. Pense.

    PS.: E antes que comece a chorumela, esquerda não se resume ao PT e o PT não é a esquerda.

    • DanielBastos

      Não cara. Isso é só apelo sentimental pela perda de um grupo.

      Esse negócio de luta pelos direitos ser monopólio dos “esquerdopatas” é besteira.

      O mundo é muito maior do que só um único conjunto de ideias.

      Inclusive vc vai ver o intercâmbio de ideias entre várias vertentes de vários pensamentos.

      A não ser que vc tenha caído na ideia “só minha turminha é do bem e todas as outras são malvadas”.

      • Felipe Rafael

        Lindo o que você disse.

        Até porque, acredito muito mais no anarco-sindicalismo que foge à ideia tradicional da esquerda estatal e se aproxima muito ao que hoje alguns grupos hackers propagam.

        Obrigado pela resposta educada, coisa rara nesses tenpos, mas comum aqui mo meio-bit.

        • DanielBastos

          Depois relendo eu até achei até agressivo demais. Principalmente a primeira frase.

          Mas não foi a intenção. E nem era puxar a discussão para um grupo oposto.

          A minha ideia era expor que ficar preso a um único grupo de pensamento limita a melhorar a discussão, além de impedir as pessoas de procurar as melhores soluções para os problemas atuais.

          Tem várias decisões que pode ser considerada liberais de governos do PT, assim como tem várias decisões que pode ser consideradas socialistas dos governos militares.

          Eu acho que tem muita gente procurando o que quer no grupo que lhe agrada. Tipo um viés de confirmação.

          E, no mais, eu evitava falar aqui sobre política pq não era o foco, mas ando vendo muita gente divulgando os extremos por aqui tb. O que é bom por um lado, pq as pessoas estão falando mais de política, mas tb é ruim pelo radicalismo.

          Minha opinião é que radicalismo só interessa pra político ganhar voto. E isso independe da vertente ideológica.

          • Ivan

            Vc toma pra si como paladino de tudo que é bom, se não fosse seu grupo viveriamos oprimido por tudo e por todos, e não quer puxar discussão pro grupo oposto?

          • DanielBastos

            Eu não. E muito menos que seja eu a ter todas as respostas para a política, pra vida, o universo e tudo mais.

            Só acho que tem muita gente aderindo a um conjunto de ideias fechadas. E muita gente fazendo pressão pra que isso aconteça. Mas aderir a esses pacotes não é vantagem pra ninguém.

            Tem um problema naqueles pacote que vc não concorda? “Leva junto pq no geral, é melhor”. E eu acho que é o tipo de coisa que diminui a discussão.

            E quando vc fecha esses conjuntos, fica bem mais fácil pra alguém se por como “o defensor” dele.

            Vc pode até dizer talvez “vc quer ser o isentão”. Mas é diferente. É tomar partido, mas de ideias, não de esquerda/direita. As vezes apenas coincide sem ser mais de um lado ou de outro.

          • Ivan

            Confundi, era pra ser pro Felipe Rafael

          • nayara

            Discurso extremista contaminou todos os forums.

      • Ivan

        Esquerditas acham que só eles lutam por direitos, hahaha….

        Quando PT estava no poder era, PT seu lindo, PT é Esquerda, PT representa a esquerda no poder, agora que saiu e viram a merda que fizeram PT não é mais esquerda, é a boa falacia do deturparam Marx

        • Mirai Densetsu

          Sim, o PT é um partido de esquerda. Mas a Esquerda não se resume ao PT. Foi isso o que ele disse.

          • Ivan

            Jurava que ele tinha falado que pt não era de esquerda, mas se vc esta falando isso ok…

  • Marcelo Santos

    Enquanto que aqui o governo estadual vende os dados da Nota Paulista sem ter perguntado pra ninguém se podia e não vejo alguém que ligue para isso. Isso fora os funcionários das operadoras que faturam algum por fora vendendo histórico de assinantes e até grampeando telefones.

  • bruno torrente

    Sendo um site de tecnologia gostaria muito de um texto ala Cardoso falando sobre limitações de espectro, throughput de rede, pois claro tenho minhas ressalvas, mas como bem apontado diversas vezes em comentários por aqui também existe limitações de infra estrutura.

    Absurdo não se tem qualquer segurança jurídica, a qualquer momento meia
    duzia de pessoas podem simplesmente destruir bilhões de dólares
    investidos ( vide JAC motors e outras Asiaticas no Brasil com o maravilhoso SuperIPI)

    Sim eu adoraria ter 5G 100 MBps ilimitado, mas não adianta nada se isso sair por 1.000 Reais ao mês ( lembrando uma pessoa pagar não quer dizer que todos pagariam ou se necessariamente a infra se pagaria dentro de um tempo útil ) , e como já se mostrou se for interessante o mercado vai implantar soluções melhores ( vide o uso disseminado de fibra ótica principalmente por pequenos provedores ).

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis