Google fecha um acordo de cooperação com a HTC por US$ 1,1 bilhão

google-pixel

Os rumores foram (parcialmente) confirmados: o Google e a HTC fecharam de fato um acordo de cooperação mútua como algumas fontes informaram, mas diferente do que aconteceu com a Motorola não se trata de uma aquisição: a companhia taiwanesa receberá um aporte de US$ 1,1 bilhão enquanto o Google ficará com uma parte do time de funcionários da parceira, em especial muitos dos responsáveis pela linha Pixel.

Vamos combinar que apesar de líder no segmento de sistemas operacionais móveis, o Google em si perdeu força como fabricante de Androids desde que se desfez da Motorola. Apesar de ter pago caro por ela, após absorver seu know-how, patentes e principais cérebros a empresa vendeu o que sobrou para a Lenovo a preço de banana, visto que mesmo tendo lançado bons produtos durante sua gestão (as duas primeiras gerações das linhas Moto X e G, além do Moto Maxx) a divisão não deu tanto lucro.

Agora o Google apela para o meio-termo: ao invés de comprar uma empresa inteira ela fechou um acordo benéfico tanto para si quanto para a HTC, que não só receberá uma grande quantia em dinheiro pelos funcionários como o contrato inclui um licença não-exclusiva de suas propriedades inelectuais, embora os termos não tenham sido esclarecidos.

A migração do time de hardware para o Google será benéfico para centralizar o esforço em produzir novos smartphones com seu DNA impresso, 100% produzidos em Mountain View e que não sejam versões alternativas de outros produtos. Isso tembém reduz a necessidade da gigante de contar com desenvolvimento externo para a linha Pixel como acontecerá neste ano: enquanto os modelos Pixel e Pixel XL de 2016 foram ambos fabricados pela HTC, neste ano a fabricante taiwanesa só garantiu o modelo menor; já a segunda geração do XL será manufaturado pela LG.

A médio prazo, o Google terá mais uma vez uma equipe de profissionais à sua disposição que poderá enfim satisfazer um antigo desejo da empresa, o de desenvolver seus próprios SoCs e se livrar de uma total dependência da Qualcomm e outras fabricantes, bem como começar a produzir TPUs (Tensor Processing Units) para smartphones e torna-los máquinas mais inteligentes, prontas para executar tarefas de aprendizado de máquina. Já os negócios da HTC não serão de todo afetados, visto que ela continuará lançando seus próprios aparelhos e investindo na plataforma Vive de Realidade Virtual (e permanecerá não atuando no Brasil).

No mais basta mencionar que a escolha da HTC foi um tanto óbvia: foi ela que lançou o primeiro smartphone com Android puro, o HTC Nexus original bem como continuou apresentando novos dispositivos da linha antes de apresentar os novos Pixel em 2016. Se há uma companhia que entende o Google no que diz respeito a smartphones, essa é a HTC.

Resta saber se essa nova fase do Google se refletirá em melhores dispositivos Android e se um dia veremos os futuros lançamentos da linha Pixel por aqui (eu não apostaria nisso).

Fontes: Google e HTC.

Relacionados: , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Magnosama

    Ou seja,
    não muda muita coisa,
    os aparelhos do Google vão continuar aparentando ser meia boca, com alto rendimento e visual tosco…

  • Wallacy

    Deviam apenas ter ficado com o Motorola…

    Fico imaginando o que seria do Google se não tivesse a renda do Adsense.

    • Thiago Cururu

      O bom é que eles arriscam bastante do que ganham, o que aumenta as chances de criarem coisas inovadoras.

  • Bruno Costa

    No fundo os Pixels são como as placas de vídeo referência da AMD e NVidia. Tipo uma Founders Edition. Não são ruins, muito pelo contrário, mas as parcerias tem soluções melhores e muito mais elaboradas.

    • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

      Sério que vc acha os LGs mancos e os Samsungs cheios de bloatware e bugs melhores que os aparelhos referência da linha Nexus e Pixel? Acho que vc nunca teve um então… estão sempre atualizados, raramente travam ou ficam lentos, não ficam obsoletos ou lentos em 1 ou 2 anos te forçando a uma troca, não explodem, etc, etc.

      • Bruno Costa

        Ou você nunca teve um S, Note, V, XZ e generaliza como se todos fossem iguais aos de entrada, o que é bem provável. Android Puro é legal até você ver que não tem funcionalidade prática nenhuma e que mais da metade das atualizações são liberadas em beta e precisam de atualizações para corrigir as atualizações. Tive um Nexus 4, embora isso não faça diferença alguma pra discussão.

        • Maom

          Concordo. Antes os nexus eram legais por serem leves e responsivos mas vc tinha que na unha ir baixando alguns apps para suprir a simplicidade extrema do sistema, ao passo que numa samsung vinha trocentos apps inúteis que ninguém usava como o “whatsapp” deles e outras coisas.
          Hj, a personalização dos celulares tem funções úteis e apenas algumas coisas inúteis que podem ser desativadas. Atualização, sinceramente não muda muita coisa mais uma atualização do android como era no passado. Vc quase não sente diferença. Oq importa mesmo hj em dia é a atualização do google play services.
          Falar hj em dia que um LG, Samsung ou qualquer outra marca no modelo top é manco… Isso sim é preconceito de quem nunca teve um.

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            Olha eu acho que atualização melhora muito em performance e traz essas coisas para suprir a simplicidade que você comentou, e por isso acho importante, até o Android 4 acho que faltava muita coisa que precisava instalar apps, hoje em dia acho que não falta quase nada.
            E quando digo manco (porque já tive LG G e Samsung S) é porque ficam lerdos com o tempo, tem que ficar fazendo restore, limpando, qdo recebem uma versão nova do S.O. ficam ainda piores, parece obsolescência programada.

          • Maom

            Não mexo mais num nexus desde o 4 e talvez vc não deve ter tido nenhum outro top de outras marcas. Não critico o nexus, mas acho simples demais o google puro, mas aí é questão de gosto. Agora falar que um top de outra marca ainda engasga ou trava… Nisso posso te falar que vc está enganado.
            Quanto as atualizações, eu não vejo diferença alguma de um android recente pra outro. Do 5 pra cá ficou tudo igual parece.

          • Danilo

            Infelizmente ele não está enganado não.

            Eu vejo o S8 lagar nas animações… eu vejo o LG G6 dum amigo tendo q reiniciar pq tava um lag-fest, e ainda tendo dificuldade pra reiniciar DE TANTO LAG.

            Óbvio que está bem melhor do que era há 3 anos, mas a experiência nos tops samsungs/lgs ainda não está próxima da experiência dos Nexus/Pixel (INFELIZMENTE).
            Entendo seu ponto de vista, e concordo que tem muita feature boa nesses celulares, mas isso aumenta o lag (principalmente de animação, mas as vezes de troca entre apps tb).

            Ou talvez eu que seja muito mais sensível que você pra “dropped frames”. Como amigo meu gosta de falar, ele tem o S8 e fala que nem percebia as engasgadas até eu ficar “apontando” toda vez que engasga rs

          • Maom

            Pode ser tb. Mas se for só queda de frame rate… O iphone 7 plus da minha mulher tb apresenta. Nexus não sei… Como falei meu último foi o 4. Tive o nexus one q foi uma bomba que nao cabia nada e antes do xperia z3 tive um z1 e o galaxy s4 de androids. S4 era foda mesmo. Hj o s8 voa menos no app galeria q no android nao tem jeito.

          • Danilo

            Experimenta o piktures como galeria! Ele funciona bem melhor que o nativo do meu z3c.

            Antes eu usava o quickpik que eh ainda mais rápido. Mas o piktures eh tao bonito!

          • Maom

            vou ver. Valeu!

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            Do 5 pra cá mudou pouco mesmo, mais questão de usar menos bateria e performance, eu já tive S3, S5, e como disse, quando compramos estão ótimos, um ano e meio depois não é a mesma coisa… e o bloatware como eu já disse me incomoda…

          • DumbSloth87

            Me diz uma coisa q dá pra fazer num celular desses q não dá pra fazer num Nexus/Pixel.

        • Gesonel o Mestre dos Disfarces

          Já tive dois aparelhos da linha S. embora fossem bons à sua época, não eram nada perto dos nexus que tive. NADA.

        • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

          Tive S3 e S5, não curti, o S3 ainda aguentou mais, meu cunhado tem toda série S, só compra isso, vive reclamando e eu tenho que dar uma geral no aparelho… parece ter vida útil pré-definida, tive nexus 4, 5 e agora 5X, e duram entre 2,5 e 3 anos sem trocar numa boa, talvez até mais… sem ficar lento ou não poder usar alguma coisa que eu quero…
          “Android Puro é legal até você ver que não tem funcionalidade prática nenhuma”… não acho, pra mim a funcionalidade prática é não ter apps toscos customizados só pra forçar você a usar algo do fabricante, o app de câmera nativo do Android, por exemplo, é muito melhor que os outros (pra mim que tiro fotos, não uso aquelas frescuras de foto com som, foto com movimento),
          Sem contar as coisas inúteis que não se pode desinstalar como loja própria, chat, agenda, notas, e bla bla bla, se eu quisesse essas coisas eu instalaria, eu paguei por um aparelho (e a fabricante deveria sobreviver deles e não de apps chatos).

        • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

          Esqueci ainda de comentar sobre as Homes lentas tipo a Touchwiz, que pra mim pioram a experiência…

          • Danilo

            Eu tive um S4, e sou bem “sensivel” aos lags de animação. Que eu vejo desde a época do S2 até o S8, infelizmente.

          • Bruno Costa

            Se fosse antes de S6, V20, XZ eu concordaria. Mas depois deles, tudo balela e besteira sem sentido. Quase não há apps proprietários, as interfaces estão excelentes, inclusive o Android Puro está copiando várias funções delas desde o N. Copiando mesmo, já que ele não tinha. As atualizações tem ficado cada vez mais genéricas e só são relevantes quando atualiza o Google Play Services que todos os aparelhos recebem juntos. As OEMs tem câmeras melhores, telas melhores, hardware melhor e funcionalidades melhores. Esse papo de Nexus/Pixel e Android Puro ser melhor é coisa de geek de 5 anos atrás que criou “preconceito”.

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            Hahahha tá bom…
            O core trouxe novas formas de execução de apps, novas engines, coisas que não vem via play services e dependem de atualização de versão (ART, Material, toda parte nova de segurança e notificações, Doze, PiP, Criptografia, Smart Lock, JIT, etc)
            Claro que o Android copia funções das TouchWiz da vida, assim como copia de iPhone e vice-versa, sobre não ter o bloatware, realmente não posso falar dos últimos porque não vi o S7 pra frente, ainda assim vejo reclamações…
            Hardware é melhor mesmo, os aparelhos do google são mais básicos mas mesmo assim são rápidos, e um pixel/nexus não implementa muitas “besteirinhas” de OEMs que dependem de hardware.
            Sobre a câmera creio que vc não entendeu, eu me referia ao app mesmo não ao hardware, tá cheio de app por aí cheio de frescurinhas mas que não faz um foco decente e não dá o mínimo de autonomia ao usuário que sabe tirar uma foto.
            Esse papo de OEM desatualizado e com obsolescência programada ser melhor é coisa de fanboy de marca.

      • Muitos problemas na sua argumentação aqui. Em dois anos, o software pode não estar obsoleto, mas o hardware já começa a ficar. A bateria dura menos, já surgiram outros modelos com câmeras melhores, baterias melhores, inovações como leitores de íris, processadores mais rápidos, etc..
        Além disso, muitos planos na civilização já preveem estímulos para que o cliente atualize seu aparelho de tempos em tempos. Você se espantaria ao saber o preço de alguns aparelhos top dentro de planos que, mesmo em conversão direta para a moeda brasileira, são baratos.
        Por fim, um modelo da Samsung teve um grave problema com a bateria. Isso não serve para generalizar nem mesmo para os demais modelos da Samsung, que dirá para fazer uma comparação “Um Nexus não explode como outros modelos que tem por aí, etc, etc…”.

        • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

          Explode foi um sarcasmo, mas a linha Nexus não teve problemas sérios de hardware como a linha Samsung, e não me refiro só à bateria.
          Eu acho que se o hardware suporta o software (ou seja, se foi atualizado oficialmente) o aparelho não deveria ficar lento, e muito menos ficar lento com apps mais novos mesmo quando NÃO estão sendo executados, essa estória de “tem muito app instalado por isso está lento” não existe… é coisa de quem não manja nada de TI, SO’s, etc.

          Eu tenho um plano pré-pago tipo controle porque uso muito pouco o telefone para ligações, uso basicamente 4G, não entro nesses “descontos maravilhosos” de planos que custam 200 reais ao mês e nem acho que isso justifica trocar de aparelho todo ano ou a cada 2 anos.
          As pessoas se acostumaram a trocar as coisas sem necessidade, o mercado quer isso e estimula isso, eu só troco as minhas coisas quando acho necessário ou quando não me servem mais, não troco só porque há uma promoção ótima de um produto em versão mais recente… porque nem todas as “inovações” me são necessárias, acho ótimo o leitor de digital mas não vejo necessidade de trocar por outro modelo só porque saiu com leitor de íris.
          Se eu compro um aparelho Nexus excelente a 1700 no mercado livre pagando um plano de 50 reais ao mês, estou melhor que alguém que pagou 2000 num S8 (não sei o preço, é um chute) num plano de 200 reais ao mês em promoção e com fidelidade de 12 ou 24 meses e “garantia de troca de aparelho daqui 1 ano”.
          Prefiro gastar a diferença em bares, viagens, investir o dinheiro porque aposentadoria do governo não serve pra nada, e etc.. mas as pessoas no Brasil valorizam muito os bens depreciáveis (alguns idiotas chamam carro e celular bons de “investimento” e se esquecem que é puramente despesa e depreciação) e se esquecem do próprio futuro.

    • Alice Woodstock

      Eu não tenho muita opinião formada sobre o hardware da concorrência, mas eu realmente prefiro um S.O. puro e com atualizações recentes do que um android cheio de firulas. Eu gosto de escolher os aplicativos que vou usar e até hoje é um dos motivos que ainda tenho um celular moto G (mesmo que hoje não seja tão puro ou atualizado assim) e passo longe de qualquer modelo da samsung.

      • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

        Eu acho que quanto mais nos distanciamos do “usuário final padrão”, como quem trabalha na área de TI por exemplo, menos procuramos Androids customizados… pode ser só impressão minha mas é o que mais vejo aqui no escritório.

        • Eu acho que aqueles que trabalham na área de TI tem o hábito de super-valorizar problemas que, para o usuário comum, às vezes nem chegam a ser problemas.

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            Será que não são problemas porque não os enxergam? Ou porque pastam como ovelhas do mercado? Como eu disse em outro comentários, escuto diversas reclamações dos celulares top de linha, não é simplesmente minha opinião, até porque não os compro desde 2012

          • Não enxergam o problema? Difícil, né? Como alguém “não enxerga” um travamento? Como alguém deixa de notar uma lentidão que impede o uso de algum app? Muito mais provável que esses problemas não sejam relevantes ou graves o suficiente para fazer com que as pessoas troquem de telefone.

            Tratar o público consumidor como “ovelhas que pastam” não é uma boa ideia, até mesmo porque essas “ovelhas” podem processar empresas caso se sintam ludibriadas, como, por exemplo, nos informa o Engadget:

            “A federal class action complaint has been filed accusing Google and Huawei of fraud, breaching warranty and improperly handling customer complaints after a number of Nexus 6P
            smartphones unexpectedly shut down and became trapped in “boot loop”
            cycles. The suit was filed in the United States District Court for the
            Eastern District of Texas, and it claims Google and Huawei have never
            publicly admitted there were issues with the Nexus 6P, even while they
            continued to sell the phone.”
            (…)
            “The Nexus 6P joins a handful of other past-gen Android phones embroiled in lawsuits over dysfunctional devices, including LG’s G4, V10, G5, V20 and even the Nexus 5X.”

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            Não enxergar no sentido de não achar que seja um problema como vc mesmo falou, achar que é normal trocar de device pq já tem coisa nova no mercado ou já “está na hora de trocar” de novo…
            Esse caso do boot loop eu já vi, botão de power, e vi nos LGs dos quais o Nexus 5 e 5X se originaram também.
            Os consumidores são tratados como ovelhas quer queiramos ou não, decidem que apps são obrigatórios, ou como você deve usar seu device e quais apps são default (no caso da Apple por exemplo). Eu só acho que com um Android puro eu tenho um pouco mais de opção, escolha e controle sobre isso…

  • To nem aí 😎

    Parceria interessante , a médio prazo acredito que gadgets interessantes virão

    • Raposão do Ártico 🦊

      com certeza esse 1 bilhão vai ser usado diretamente no desenvolvimento

      pq por enquanto só é um copy/paste do iphone e hardware reaproveitado dos HTCs não vendidos

      • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

        que é um copy/paste do android com hardware praticamente igual ao ano anterior e um nome novo e brilhante por um preço mais alto… tirando o X, quem comprar o iphone 8 está sendo muito enganado

        • Raposão do Ártico 🦊

          você prefere pagar 700 dolares num pixel 2 ou num iphone 8 ?

          • Maom

            Boa pergunta afinal nem saiu o pixel 2. Agora entre pagar 700 dólares num iphone 8 ou num mi mix 2, galaxy s8 (o note 8 tá mais caro) ou lg g6, prefiro os androids. Entre pagar 700 dólares num iphone de bordas grossas e hj em dia feias, prefiro pagar 500 num oneplus 5 que é tão feio quanto o iphone 8 mas é melhor e mais barato. Só perde na câmera.

          • Raposão do Ártico 🦊

            você prefere pagar mais caro um galaxy S8 que mal receberá 1 update?

          • Maom

            Mais caro? Paguei 1990 reais no meu na pre venda onde levei ainda uma máscara de VR com o controle. Convertendo e adicionando a taxa municipal de compras lá fora + IOF, eu paguei:
            1990 -6,38% (IOF) -6% (taxa em Orlando) converter pro dólar a 3,27 (valor do dólar na fatura do meu cartão que fechou ontem)
            Resultado, paguei aproximadamente 540 dólares. O preço de um iphone 7 de 32 gb sem iof e sem a taxa local. É bem verdade que paguei 1990 por desconto no meu plano. Mas no meu mesmo plano um iphone 7 na época de 128 não ficaria por menos que 3 mil.
            Quanto a update. Antes desse s8 eu tinha um Sony xperia z3 e se vc me perguntar qual a versão do android q ele parou eu nem sei. E pior, se me perguntar a diferença da versão do android dele para o atual android 7 do meu novo… Não sinto a menor diferença. Oq mudou e muito evidentemente é a diferença de hardware de um celular de 2013 pra um de 2017.
            O iphone é um excelente celular, mas é muito dificil alguma vez na vida vencer uma disputa de custo benefício. Só vai valer a pena talvez considerando preço de revenda pra quem é muito zeloso que até é o meu caso.

          • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

            Pixel…

  • Germano

    Saudades da Motorola nas mãos do Google. E pena que a HTC nao esta por estas bandas.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis