Clássico Flashback será lançado para o Dreamcast

flashback

Ao ver o título deste post e dar uma olhada no avatar deste que vos escreve, é muito provável que tenha pensado que voltamos para o ano 2000. Mas pode ficar tranquilo, garanto que você não encontrou uma maneira de voltar no tempo.

Por mais maluco que possa parecer, o saudoso Dreamcast está mesmo perto de receber um novo jogo (embora não seja tão novo assim) e o escolhido foi o meu tão adorado Flashback. O mais incrível é que tal lançamento não se trata daquele remake que apareceu em 2013, mas sim do jogo que chegou ao Amiga em 1992 e depois apareceu em diversas plataformas.

Outro detalhe que causa ainda mais espanto é que não estamos falando de uma iso que será meramente disponibilizada pela internet, mas sim de uma cópia física para o último console da SEGA e que os interessados poderão adquirir através da loja Play-Asia. Compatível com aparelhos de todas as regiões, o valor pedido por uma cópia é de US$ 39,99; o que representa pouco menos de R$ 126.

flashback-dreamcast

O jogo por si só certamente já seria motivo para atrair a atenção dos fãs, mas esta versão ainda traz algumas melhorias bem interessantes, como por exemplo a possibilidade de jogarmos em tela widescreen e a inclusão de alguns filtros para deixar a imagem menos serrilhada. Além disso, o jogo ainda traz emulações das versões ocidentais e japonesas que apareceram na geração 16 bits. Ou seja, tudo para agradar até os mais exigentes.

Um detalhe que merece ser mencionado é que o pessoal da JoshProd tem autorização para vender o jogo e por tudo isso confesso que mesmo sem ter um Dreamcast estou me segurando para não adquirir uma cópia. No fundo até acho que eles poderiam ter dado uma maior atenção ao acabamento, tanto da embalagem quanto dos menus em si, mas caramba, é Flashback!

Como acho que conseguirei segurar o impulso, o jeito será limpar o pó do meu Mega Drive, tirar o cartucho da caixinha e encarar pela milésima vez a fantástica aventura de Conrad B. Hart.


JoshProd Video Game Producer — Flashback Sega Dreamcast フラッシュバック

Relacionados: , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Adalio Siqueira

    Comprei o remake na uplay, mês passado. Comecei a jogar, e estou gostando muito do “novo” jogo.

    • Meganegão

      Vale a pena? Comprei numa promoção da Live a 6 reais mesmo estando sem um 360 ou one (dei os meus para mais sobrinhos) e nem pude jogar, só testei e achei bem interessante a recriação 3d da primeira fase, aquele modo para jogar o jogo clássico numa máquina de fliperama (sendo que o jogo nunca foi lançado no Arcade) achei horroroso, só me anima mais a comprar o one logo.

      • Gesonel o Mestre dos Disfarces

        por dez reais vale a pena. por cinquenta, nem tanto.

      • Adalio Siqueira

        Estou gostando bastante. Na minha opinião vale a pena sim.

      • O maU elementaU

        Oi tio, me da um xbox one?

  • mr_rune

    Essa capa horrenda não vai ajudar a vender muito não….

    • Meganegão

      Se não me engano, essa é a capa clássica do amiga. Nessa época as capas eram toscas mesmo, tinha jogo que a arte da capa não tinha nada a ver com o produto.

      • Felipe Braz
        • Cocainum

          Os programadores desenhavam, só pode.

          • kkkkkkkkk acho que nessa época, os jogos não tinham nem enredo direito, então o desenhista tinha liberdade pra imaginar oque quisesse, o provavelmente pagar um bom desenhista era mais caro que pagar um programador, então só sai tosqueira mesmo.

          • O que você disse faz sentido, mas existiam muitas capas legais naquela época. Muitas delas verdadeiras propagandas enganosas, mas bonitas.
            E sobre falta de boas histórias, não é o caso do Flashback.

          • O maU elementaU

            Capa do combat e do warlords do atari…

          • No caso eu estava me referindo a essa capa do mega man, na época dos primeiros jogos de nintendinho ainda não havia preocupação com roteiro, a galera tinha acabado de sair de consoles tipo atari, com memoria muito restrita pra se preocupar com outra coisa que não fosse a jogabilidade. Na era 16 bits mudou muito a coisa, flashback , Chrono Trigger, Final Fantasy a partir do 3, Tales of Phantasy, inumeros jogos com otimos roteiros. Agora mestre em propagando enganosa eram as capas dos jogos de atari, as vezes tinha capas bem bonitas mesmo.

          • Meganegão

            Lembro quando era moleque, aluguei inúmeras vezes este jogo para super Nintendo. Sabe como é, pobre sem grana, inviável comprar o jogo não lembro o preço do original, mas acho que era quase 100 (em 1997 era muita grana). Até que encontrei na branquinha de um camelô um alternativo, fiquei uma semana sem comer nada no colégio. Comprei e não funcionava no meu console, lá ele testou e funcionou perfeitamente, meu console era travado (ainda é). Abri o cartucho e vi que faltava um chip que tinha nos outros alternativos que tinha, arranquei o chip de um isssd e soldei, aí foi só festa.

          • Julio Verner

            Famoso CIC… Até hoje rolas uns mod com ele 😀

          • A capa do Mega Man japonês é bem decente. Os americanos é que, em vez de usar a capa original, preferiram fazer essa merda aí.

          • Felipe Braz

            Se eu programasse para jogos e me mandassem fazer uma capa, as opções iriam se limitar a bonecos de palito, arvores, casas e sol.

            Programo mais backend, apis, integração de plataformas, mas quando faço trabalhos pra web, bootstrap me salva =P

          • Vagner Da Silva

            os filhos deles

          • Nilton Pedrett Neto

            Lá na faculdade a gente chama de “arte de programador”.

      • mr_rune

        Cruz credo, a do mega drive é muito melhor.

  • Cocainum

    Fiquei com a impressão de que o Dori gosta desse jogo…

    • cloverfield

      E quem pode culpa-lo?

    • Imagina…

  • André Luiz Dos Santos

    Esse 16:9 não é real, é strech, só esticou a imagem pra caber no quadro, muita distorção …

  • cloverfield

    Se eu tivesse um Dreamquest estaria correndo pelado pelas ruas de tanta alegria.

    • Náviton V. Ribeiro

      Ainda bem que não sou seu vizinho kkkk

      • E ainda bem que ele não tem um Dreamcast!

        • Mauro

          ba so baixa o emulador e roda a rom e pronto o emulador de dreamcast roda 100% ja os games?

  • Tá aí um jogo que nunca dei a devida atenção. Agora que o hype do Sonic Mania passou, bora voltar pro MD e jogar esse game como merece.
    Poderiam portar o Another World pro Dream também né.

  • JORGE_TC

    Sem dúvida, um dos melhores jogos que já joguei.

  • Tiago

    Eu tenho que comprar um Dreamcast. Nem que seja para usar como action figure.

    Action figure o cara***o. O Dreamcast é para ser instalo mesmo. Tenho que comprar um Dreamcast.

  • kenji

    Deve ser só um port de emulador rodando no Dreamcast, pra isso eu jogo a versão do Mega mesmo (aliás, como é difícil, não terminei esse game ainda… mais um pra lista)

  • Ivan Sinigaglia

    Joguei muito. Na época que saiu foi o jogo, assim como “Out of this World”(“Another World”). Esses, mais Full Throttle e Age of Empires, foram os melhor que já joguei até hoje.

  • Samuel

    Ao ver essa notícia tive a impressão de estar vivendo um flashback

  • Maom

    Alooooo devs…. Olha o Nintendo Switch aí pedindo uma cópia pra encher o rabo de vcs de dinheiro.

    • Julio Verner

      E o “Lincesed By Nintendo” como fica? hahahaa

  • radiobrasil

    Esse joguei no Amiga… ô tempo bom!!!
    Era incrível pra época, tanto em gameplay quanto em gráficos/som

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis