Pode acreditar, o Galaxy Note Fan Edition esgotou na Pior Coreia

galaxy-note-fan-edition

Fato: o Galaxy Note7 explodiu os planos da Samsung em 2016. Além de causar um rombo gigantesco nas finanças da companhia o foblet pirotécnico conseguiu chamuscar a reputação da mesma, que viu muitos de seus usuários premium migrarem para produtos dos concorrentes e não voltarem. O Galaxy Note8 será o teste final, embora muitos acreditem que ele não venderá tanto quanto seus antecessores.

Só que havia outro problema, dar um fim na quantidade de aparelhos encalhados ou devolvidos pelos consumidores e lojistas em todo o mundo. Grande parte do estoque será reciclado, mas a Samsung decidiu também testar a receptividade do público da Pior Coreia frente a um foblet recondicionado, com uma bateria mais segura e pequenas modificações. Esse foi o Galaxy Note Fan Edition (ou FE, para encurtar), que conta com uma bateria de 3.200 mAh no lugar da de 3.500 mAh do Note7 e o SoC Snapdragon 821 da Qualcomm em substituição ao 820, além de atualizações de software e compatibilidade com limitada com o Bixby, o assistente pessoas da empresa.

O Galaxy Note FE chegou às lojas sul-coreanas com um preço sugerido equivalente a US$ 620, ainda caro mas bem mais em conta do que o Note8, que está em pré-venda por cerca de US$ 960 (nos EUA, US$ 929). Inicialmente 400 mil unidades foram disponibilizadas, o que parece pouco em se tratando de quantos Note7 encalharam mas senso realista, é um número bem razoável dada a situação.

Ainda assim os resultados surpreenderam: a Samsung informa que o aparelho só precisou de dois meses para esgotar na Pior Coreia, e embora ele tenha sido bem-sucedido a fabricante não pretende repô-lo no país; logo quem comprou, comprou. O motivo é óbvio, não é interessante manter um dispositivo com um hardware próximo de seu atual top de linha no mercado que custa 35% menos.

Ainda assim a Samsung estuda a possibilidade de lançar o Galaxy Note FE em mais mercados, provavelmente em países em desenvolvimento em que o Note8 não terá muito apelo, e por isso mesmo a Samsung Brasil já adiantou de antemão que o foblet recondicionado não será lançado por aqui. Uma pena, ele seria uma opção interessante aos óbvios R$ 5 mil que pedirão em seu novo flagship, quando ele enfim desembarcar no país.

Fonte: The Korea Herald.

Relacionados: , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • jairo

    Demonstra que se fosse lançado sem a feature auto combustão ele teria sido um sucesso de vendas global ,agora caso o note 8 chegar por aqui a 5K a Samsung estará lançando um gadget com preço totalmente insano , pornográficamente alto , não vale 5K nem a pau , não tem sex appeal para isto.

    • Daniel

      Se fosse pra gastar essa grana em um smart, eu preferia gastar 4k em outras coisas e 1 restante importar algum da china.

      • jairo

        É o que eu faço

  • O Galaxy Note 7 “explodiu” os planos da Samsung em 2016. Além de causar um rombo
    gigantesco nas finanças da companhia o foblet “pirotécnico” conseguiu
    “chamuscar” a reputação da mesma.

    Fazia tempo que eu não ria tanto com uma introdução.

  • Zalla

    Eu comprava fácil

  • Pessoal da Pior Coreia está comprando munição e explosivos para caso de guerra!

  • Raposão do Ártico 🦊

    ces queriam que a samsung jogasse fora os aparelhos em vez de reaproveitar e consertar?

    cada matéria de merda

    • Davos, o lula europeu!

      Ta, volta pro Gizmodo! k.

    • Wendel Schelhan

      A própria matéria abrange a questão de que lançar um dispositivo recondicionado no mercado é incerto quanto a receptividade e vendas.
      Se não houvesse aceitação de mercado, a Samsung teria sim que jogar todos os aparelhos no lixo.

      • Raposão do Ártico 🦊

        Não é aparelho recondicionado.

        • Ivan

          , mas a Samsung decidiu também testar a receptividade do público da Pior Coreia frente a um foblet recondicionado, com uma bateria mais segura e pequenas modificações.

        • Detalhe que tem país que é proibido vender algo recondicionado como novo. Nesse caso, se fosse uma postura global, teria que descartar ou reciclar os aparelhos devolvidos.

  • Rogerio

    Pessoalmente, não pago mais que mil e poko por um celular de jeito nenhum.
    Mas, fora isso, por mais que tente não consigo achar um só motivo pra não comprar esse aparelho.
    A empresa é séria. Fez cagada, assumiu, pagou caro por isso, assimilou o golpe, a vida segue.
    Boas specs por um preço bem abaixo do “normal” para a linha Note.
    O resto é fanboyzice, mimimi e clickbait.

    • SignaPoenae

      Mil e pouco?
      Meu teto máximo para smartphone está hoje nos 700 reais e se for coisa que valha a pena. Estou há 1 ano com um celular pé-duro de 80 reais e só vou abandonar ele quando pifar (o que é quase impossível com esses telefones), ou quando pintar a promoção .

      • Jhonathan Vieira

        Com 700 da pra fzr boas compras da China, um amigo comprou um Mi Note 4x por 600 contando com impostos.

    • Humberto Jorge

      Um celular hoje = Mp3 Player + Chamada + Whatsapp + Facebook e uma câmera aceitável.

      De resto é papagaiada.

      • Defina papagaiada? Eu, por exemplo, não vivo sem NFC, o que já me exclui dos aparelhos da Apple. Posso te citar uma porrada de coisas que eu faço com NFC que facilitam muito a vida. Também sou fã da flexibilidade do Android (troca de launcher, temas, gerenciamento de arquivos etc).

  • HeryckDM

    Gnt, nada contra pagar um custo alto por um equipamento, porém 5k é caro D+ para qualquer smartphone do mercado atual.

  • Bohemia L Fabia

    e compatibilidade com limitada com o Bixby, o assistente pessoas da empresa – vocês estão agora escrevendo texto com o Google Translator?

  • Inquisidor

    ué , mas o capitalismo não é ruim? pq compra os frutos dele? será que o celular tem trava de conteudo ou é livre? isso deve dar uma treta maligna lá

    • DumbSloth87

      do que vc tá falando? a Pior Coréia é um dos países mais livres da região.

    • Alexandre Ribeiro

      Alguém da uma bússola de presente para o amigo

  • Bruno Torres

    Pior Coreia? Ué, mas tá falando que o aparelho chegou nas lojas sul-coreanas. Chega nas lojas da Coreia do Sul e vai pro Norte ou o amigo sugere que a Coreia do Sul é pior que a Coreia do Norte?

  • mario nagamura

    Só nao entendi porque a Coreia do Sul é chamada de Pior Coreia. Tá maluco????

    • Leon

      Olha aí gente, apareceu o primeiro!

    • Alexandre Ribeiro

      Bem vindo à internet…

    • Jaffy

      É um meme usado desde 2008/2009. Google it!

      • mario nagamura

        Po eu googlei antes. Veio dois resultados, ambos de materias do meio bit (uma de 2015). Só em ingles q fui achar a explicação, num reddit.

  • Marcos Silva

    Pensei que tinha esgotada na Coreia do Norte, tive que abrir a materia pra entender, kkkkk

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples