Pode acreditar, o Galaxy Note Fan Edition esgotou na Pior Coreia

galaxy-note-fan-edition

Fato: o Galaxy Note7 explodiu os planos da Samsung em 2016. Além de causar um rombo gigantesco nas finanças da companhia o foblet pirotécnico conseguiu chamuscar a reputação da mesma, que viu muitos de seus usuários premium migrarem para produtos dos concorrentes e não voltarem. O Galaxy Note8 será o teste final, embora muitos acreditem que ele não venderá tanto quanto seus antecessores.

Só que havia outro problema, dar um fim na quantidade de aparelhos encalhados ou devolvidos pelos consumidores e lojistas em todo o mundo. Grande parte do estoque será reciclado, mas a Samsung decidiu também testar a receptividade do público da Pior Coreia frente a um foblet recondicionado, com uma bateria mais segura e pequenas modificações. Esse foi o Galaxy Note Fan Edition (ou FE, para encurtar), que conta com uma bateria de 3.200 mAh no lugar da de 3.500 mAh do Note7 e o SoC Snapdragon 821 da Qualcomm em substituição ao 820, além de atualizações de software e compatibilidade com limitada com o Bixby, o assistente pessoas da empresa.

O Galaxy Note FE chegou às lojas sul-coreanas com um preço sugerido equivalente a US$ 620, ainda caro mas bem mais em conta do que o Note8, que está em pré-venda por cerca de US$ 960 (nos EUA, US$ 929). Inicialmente 400 mil unidades foram disponibilizadas, o que parece pouco em se tratando de quantos Note7 encalharam mas senso realista, é um número bem razoável dada a situação.

Ainda assim os resultados surpreenderam: a Samsung informa que o aparelho só precisou de dois meses para esgotar na Pior Coreia, e embora ele tenha sido bem-sucedido a fabricante não pretende repô-lo no país; logo quem comprou, comprou. O motivo é óbvio, não é interessante manter um dispositivo com um hardware próximo de seu atual top de linha no mercado que custa 35% menos.

Ainda assim a Samsung estuda a possibilidade de lançar o Galaxy Note FE em mais mercados, provavelmente em países em desenvolvimento em que o Note8 não terá muito apelo, e por isso mesmo a Samsung Brasil já adiantou de antemão que o foblet recondicionado não será lançado por aqui. Uma pena, ele seria uma opção interessante aos óbvios R$ 5 mil que pedirão em seu novo flagship, quando ele enfim desembarcar no país.

Fonte: The Korea Herald.

Relacionados: , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • jairo

    Demonstra que se fosse lançado sem a feature auto combustão ele teria sido um sucesso de vendas global ,agora caso o note 8 chegar por aqui a 5K a Samsung estará lançando um gadget com preço totalmente insano , pornográficamente alto , não vale 5K nem a pau , não tem sex appeal para isto.

    • Daniel

      Se fosse pra gastar essa grana em um smart, eu preferia gastar 4k em outras coisas e 1 restante importar algum da china.

      • jairo

        É o que eu faço

  • O Galaxy Note 7 “explodiu” os planos da Samsung em 2016. Além de causar um rombo
    gigantesco nas finanças da companhia o foblet “pirotécnico” conseguiu
    “chamuscar” a reputação da mesma.

    Fazia tempo que eu não ria tanto com uma introdução.

  • Zalla

    Eu comprava fácil

  • Pessoal da Pior Coreia está comprando munição e explosivos para caso de guerra!

  • Raposão do Ártico 🦊

    ces queriam que a samsung jogasse fora os aparelhos em vez de reaproveitar e consertar?

    cada matéria de merda

    • Davos, o lula europeu!

      Ta, volta pro Gizmodo! k.

    • Wendel Schelhan

      A própria matéria abrange a questão de que lançar um dispositivo recondicionado no mercado é incerto quanto a receptividade e vendas.
      Se não houvesse aceitação de mercado, a Samsung teria sim que jogar todos os aparelhos no lixo.

      • Raposão do Ártico 🦊

        Não é aparelho recondicionado.

        • Ivan

          , mas a Samsung decidiu também testar a receptividade do público da Pior Coreia frente a um foblet recondicionado, com uma bateria mais segura e pequenas modificações.

        • Detalhe que tem país que é proibido vender algo recondicionado como novo. Nesse caso, se fosse uma postura global, teria que descartar ou reciclar os aparelhos devolvidos.

  • Rogerio

    Pessoalmente, não pago mais que mil e poko por um celular de jeito nenhum.
    Mas, fora isso, por mais que tente não consigo achar um só motivo pra não comprar esse aparelho.
    A empresa é séria. Fez cagada, assumiu, pagou caro por isso, assimilou o golpe, a vida segue.
    Boas specs por um preço bem abaixo do “normal” para a linha Note.
    O resto é fanboyzice, mimimi e clickbait.

    • SignaPoenae

      Mil e pouco?
      Meu teto máximo para smartphone está hoje nos 700 reais e se for coisa que valha a pena. Estou há 1 ano com um celular pé-duro de 80 reais e só vou abandonar ele quando pifar (o que é quase impossível com esses telefones), ou quando pintar a promoção .

      • Jhonathan Vieira

        Com 700 da pra fzr boas compras da China, um amigo comprou um Mi Note 4x por 600 contando com impostos.

    • Humberto Jorge

      Um celular hoje = Mp3 Player + Chamada + Whatsapp + Facebook e uma câmera aceitável.

      De resto é papagaiada.

      • Defina papagaiada? Eu, por exemplo, não vivo sem NFC, o que já me exclui dos aparelhos da Apple. Posso te citar uma porrada de coisas que eu faço com NFC que facilitam muito a vida. Também sou fã da flexibilidade do Android (troca de launcher, temas, gerenciamento de arquivos etc).

  • HeryckDM

    Gnt, nada contra pagar um custo alto por um equipamento, porém 5k é caro D+ para qualquer smartphone do mercado atual.

  • Bohemia L Fabia

    e compatibilidade com limitada com o Bixby, o assistente pessoas da empresa – vocês estão agora escrevendo texto com o Google Translator?

  • Inquisidor

    ué , mas o capitalismo não é ruim? pq compra os frutos dele? será que o celular tem trava de conteudo ou é livre? isso deve dar uma treta maligna lá

    • DumbSloth87

      do que vc tá falando? a Pior Coréia é um dos países mais livres da região.

    • Alexandre Ribeiro

      Alguém da uma bússola de presente para o amigo

  • Bruno Torres

    Pior Coreia? Ué, mas tá falando que o aparelho chegou nas lojas sul-coreanas. Chega nas lojas da Coreia do Sul e vai pro Norte ou o amigo sugere que a Coreia do Sul é pior que a Coreia do Norte?

  • mario nagamura

    Só nao entendi porque a Coreia do Sul é chamada de Pior Coreia. Tá maluco????

    • Leon

      Olha aí gente, apareceu o primeiro!

    • Alexandre Ribeiro

      Bem vindo à internet…

    • Jaffy

      É um meme usado desde 2008/2009. Google it!

      • mario nagamura

        Po eu googlei antes. Veio dois resultados, ambos de materias do meio bit (uma de 2015). Só em ingles q fui achar a explicação, num reddit.

  • Marcos Silva

    Pensei que tinha esgotada na Coreia do Norte, tive que abrir a materia pra entender, kkkkk

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis