ad

Rumor: Google pode pagar US$ 3 bilhões à Apple para continuar como o motor de busca do iOS

Em 2012 o Google se viu em uma situação desagradável: a Apple abriu o leque de opções do motor de busca do iOS e do Safari no macOS para a Microsoft introduzir o Bing, e isso foi entendido como uma séria ameaça a seus negócios: a gigante pode ter uma série de produtos e dominar o mercado de smartphones, mas mais de 90% de sua renda bruta vem de buscas e logo, não estavam dispostos a dividir o bolo.

Na época se cogitou que o Google topou pagar uma suntuosa quantia anual à maçã para manter o Google Search como motor padrão, que giraria um torno de US$ 1 bilhão. A Apple não deu um pio, Mountain View também não mas para infelicidade de todos os termos do acordo vazaram em 2016 quando do processo movido pela Oracle por causa do uso do Java no Android. E vejam só, o valor pago em 2014 bateu direitinho com o mencionado pelas fontes quatro anos antes.

O motivo? Todo mundo gosta de dinheiro, a Apple faz caixa com um bilhãozinho por ano sem esforço e o Google continua dominando o mercado de busca. O usuário também ganha, com a parceria mantendo a experiência de uso que Cupertino tanto defende e oferecer o Bing como padrão seria menos que o ideal.

Só que o tempo passa, o tempo voa, a poupança Bamerindus não existe faz tempo e os preços, obviamente inflacionaram. Na época do acordo original estipulava-se que um terço da receita do Google de buscas realizadas em dispositivos móveis vinham de iPhones e iPads. Hoje, de acordo com estimativas da Bernstein, uma companhia de investimentos e seguros esse número já é de 50%. Um em cada dois smartphones ou tablets que fazem consultas utilizando o Google Search é um iGadget e por causa disso, a plataforma iOS se tornou vital para Mountain View.

Com a Apple tendo a faca e o queijo na mão, ela abusou: segundo análises a empresa pode pedir nada menos que US$ 3 bilhões para renovar o contrato com o Google por mais um ano, sob a mesma ameaça de adotar o Bing como padrão. E sendo sincero é quase certo que o acordo será fechado mesmo assim, temendo perder público e obviamente, muita grana.

Por outro lado o Google pode fazer uma jogada perigosa: recusar o acordo, deixar a Apple abraçar o Bing e contar com a fidelidade de seus usuários que mudariam as opções do Safari para voltar a usar o Google Search. É um movimento arriscado principalmente por permitir que os donos de iGadgets experimentem o serviço da Microsoft e claro, uma boa parte deles não vai alterar as configurações por uma série de fatores (preguiça inclusive).

Assim sendo, o Google pode ter que se obrigar a gastar muito dinheiro para não perder dinheiro. Já a Apple conta a grana como sempre: em caso positivo os US$ 3 bilhões responderiam sozinhos por 5% de sua receita operacional projetada para o ano fiscal de 2017.

Fonte: CNBC.

Relacionados: , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Gaius Baltar

    Fantardados:
    – Aí iSheep de [email protected], o Google é o rei do segmento móvel!
    – É seu robozinho do [email protected]@1e0, mas a Apple tem mais lucro!
    Empresas:
    – Vamos fechar um acordo comercial para você manter meu sistema de buscas como pré-definido?
    – Ok, são 3 bilhões
    – Muito caro, eu pagava 1 bi
    – Mas a cota de buscas nos meus dispositivos representa 50% do seu faturamento, que tal 2 bi?
    – Fechou, foi bom negociar com vocês.
    – Igualmente.

    • Paçaro

      É tipo pessoal obcecado por futebol. Enquanto se matam por um time, jogadores e dirigentes estão jantando juntos.

      • É tipo quem torce por político. Enquanto um xinga o outro os políticos mesmos tão almoçando todos juntos.

        • Maom

          “Roubando” todos juntos. Eles gostam de comer sozinhos pq tem medo que as imagens deles chupando sangue das vítimas possam vazar.

          • Já esqueceu daquele almoço do Maia com todo mundo junto e misturado?

          • Maom

            Marketeiros que recebem 2 bi que fazem essas fotos.

    • Danilo

      Concordo! Apesar de achar muita coisa esses 50% do faturamento das pesquisas vindo de Mac/iPhones, deve ser uns 30% no mundo (e 50% nos EUA) 🙂

      • Gaius Baltar

        – Lino, Danilo x Consultora Bernstein
        Os dois estimando a receita do Google de buscas realizadas em dispositivos móveis, tu acha que vai ficar um do lado do outro?
        – Claro que não arromado, uma é uma companhia de investimentos com analistas profissionais que passam o dia estudando dados e efetuando projeções, o outro é uma pessoa emitindo sua opinião baseada em whatever.
        – Lino, creio que vc tem razão.

        • Danilo

          Você sabia que existem varias consultoras e que elas avaliam de forma independente, logo, uma pode ter conclusões diferentes de outra, certo? O Marketshare dos Android/Windows são gigantescos demais para não duvidar que os Apple são responsáveis por 50% das pesquisas no Google.

          Ah! Eu escrevi no achismo e deixei bem claro no texto.

          • Gaius Baltar

            Eu estou brincando contigo, Danilo. Perco o like, mas não perco o meme. Eu acho o mesmo que você, pois em geral essas empresas levam em conta só o mercado americano. #PAS

  • Três Bilhões para o estagiário da Apple fazer isso:

    _____________________________________
    Selecione o motor de busca padrão:
    ( ) Bing
    (x) Google

    | Atualizar todos os iGatgets | | Cancelar |
    _____________________________________

    • Alvaro Carneiro

      kkk isso é que é triste kkkk

  • Atrollando Natuacara

    “Com a Apple tendo a faca e o queijo na mão, ela abusou: segundo análises
    a empresa pode pedir nada menos que US$ 3 bilhões para renovar o
    contrato com o Google por mais um ano, sob a mesma ameaça de adotar o
    Bing como padrão.”

    É uma oferta irrecusável…

    https://uploads.disquscdn.com/images/c870c195a124bc7329008ad5f39004581ee20c19dbce1f23f76bff9c9c43bc3e.gif

    • Gaius Baltar

      Nem li o que você escreveu, mas cena do Padrinho já ganhou o meu like.

  • Bruno

    Se fechar com o Bing, a Microsoft vai pagar quanto?

    • Nada, porque o iOS ficaria sem sistema de busca, a não ser que a Apple ameace a Microsoft dizendo que vai manter o Google. 😆

  • Alexandre

    Está demorando pra Europa jogar agua nesses acordos e obrigar as empresas a não ter um padrão, como fizeram com o windows e ie

    • Alvaro Carneiro

      sorte que a europa não manda no mundo. ela apita só no lado deles, sorte.

      • Alexandre

        Acaba afetando o mundo, pois é mais facil ter um sistema unico a ter um exclusivo por região.

      • Gaius Baltar

        Deixa ver se eu entendi: você acha errado o usuário poder escolher qual browser ou sistema de busca no início da configuração do sistema?

    • Padrão ? Normalmente ela estimula é a livre escolha e concorrência, bate de frente como monopólio.

      O que ela vai fazer é obrigar que tenha uma interface de configuração para o usuário poder escolher o search engine de sua preferência e que os sistemas venham como pelo menos X opções de mecanismos. Mas isso já existe, então acho que está tudo OK para a união europeia. Talvez ela force que quando ativamos/instalamos o celular, seja dado ao usuário a decisão de qual mecanismo de busca escolher.

      • DanielBastos

        Vc se enganou meu caro. Ele disse não ter um.
        Tipo o windows nas zoropa, que abria a opção de escolha do navegador

      • Alexandre

        Exatamente o que eu quis dizer quando escrevi obrigar a não ter um padrão

  • Quem se importa com o motor de busca ??????

    Estou um pouco adiantado no comentário, a realidade ainda não é bem assim, mas….

    1) Assistentes de casa como Echo/Alexia, Apple/HomePod, Google/Home.
    2) Painel do carro com Carpay e Android Auto
    3) Smartphone ou tablet com interface de busca na web por digitação ou voz

    O povo ainda digita http:// www. google .com no navegador da internet no computador que fica em cima da mesa. Mas isto cada vez acontece com menos frequência e faz menos sentido.

    Nesses cenários (1), (2) e (3) fazemos cada vez mais buscas e pesquisas por sites, imagens e vídeos, sem nem tomar conhecimento na engine usada…

    No iOS, coloco o que quero procurar e vem os resultados. Se mudar do Google para outro, não me interessa, só quero que o resultado da pesquisa venha. Acho que é por aí………..

    • Maom

      Faz diferença pro google, não pra vc. E no meio das buscas que eles vendem propagandas e recolhem dados. Por isso o Google que pagar 3bi e não receber 3 bi pra Apple usar o motor de buscas deles.

      • Sim né…

        Estou representando nozes, os uzuários ! Comentei que pra nozes não fazes diferença alguma. E cada ano que passa vai fazer menos.

        Para “eles” faz toda a diferença.

        • Claudio Roberto Cussuol

          Faz diferença pra nós, a medida que o Bing não é capaz de achar o que queremos, enquanto o Google parece que lê pensamento (as vezes eu acho que lê mesmo).

          Outro dia eu estava com um servidor recém instalado, só tinha Internet Explorer, que por default vem a busca no Bing. Eu procurei por um download DA PRÓPRIA MICROSOFT (Sql Server) e o Bing não achou a página certa.

          • Acabei de sair de quase seis anos no WP…. imagine um cadeirante que redescobriu como andar… ou saiu debaixo da pedra…

          • Paul

            Passou por isso pq quis né? Que eu saiba, até o WP 8.1, era possível deixar o Google como mecanismo padrão do IE.

          • E acha que não o fiz?

            O problema é que em todo lugar, sem ser no IE/Edge tinha de ser pelo Bing…
            Mas fazer pesquisa era no PC mesmo…. no WP era uma desgraça, quando o navegador (qualquer um, mas o Edge era o mais estável) não fechava sozinho ou atendia uma ligação ou mensage e a página tinha de carregar de novo, quando carregava… isso desde o 8…

          • Com certeza, o Google é melhor. Mas “ninguém” vai nessa abordagem mais nova de fazer buscas, se preocupar com o mecanismo.

            O que faço, é que se a busca nessas ferramentas não darem certo, se realmente estou fazendo uma pesquisa mais complexa (a maioria das vezes é só bobagem que tanto faz a qualidade da busca), então vou realmente digitar Google e pesquisar. Senão, vai no default da Alexia, do iOS ou da Cortana, que não me interessa saber qual é.

    • Jean

      Você vai sentir a diferente quando perceber que está com dificuldade para encontrar alguma coisa. Passei pela mesma coisa usando o Edge. Percebi que direto tinha que ir no Google para encontrar alguma coisa.

      Edit: percebi que o amigo abaixo já argumentou algo parecido e vc já respondeu. Foi mal

  • ochateador

    Coloca apenas o duckduckgo 😛

    • netbus.exe

      Seria uma ótima solução se não fosse fraco de mais ao anexar novas informações.
      Mas na minha opinião, muito difícil que algo alcance o google no quesito de buscas disponíveis,
      o google praticamente é exponencial nessa questão,
      qualquer outro buscador que começar a partir de agora levará anos até que seja bom,
      e quando isso acontecer, o google terá multiplicado de tamanho varias vezes, cobrindo qualquer concorrente.

      • ochateador

        Coloque 100 milhões de pessoas que usam apenas o google search para usar apenas o duckduckgo.
        Veja a diferença nele depois de 1~6 meses.

        Quando mais as pessoas usarem algo, melhor ele fica a longo prazo.

        • netbus.exe

          Pode ser, mas convenhamos, pra grande maioria da população isso não vai acontecer, querendo ou não o duckduckgo ainda é algo pra outsiders.

          Na minha opinião?
          Deveriam criar um buscador universal, descentralizado, baseado em inteligência artificial, com código aberto e transparência no quesito sobre quem utiliza os dados.

          • Cuil? Era uma solução desenvolvida por ex-engenheiros de pesquisa do Google. Inclusive tinha um sistema de pesquisa de imagens muito mais eficiente que o Google Images.

  • Felipe Braz

    Esses dias chegou até mim um caso estranho aonde um cliente tomava um internal server error, mas só quando vinha da busca do google, pra testar enviei um tail nos logs, fui no google e digitei na busca “www.sitedocliente.com.br” cliquei no primeiro link (ignorando as propagandas) e acompanhei os logs.

    Em determinado momento pensei em ver se era qualquer referer que disparava o erro ou só o google, fui no bing, digitei o endereço do site, e não achei nas 4 primeiras paginas de busca, duduckgo idem.

    Pode ser um caso isolado, mas percebi que o google não conseguiu um monopólio por nada, eles são basicamente o mais foda no que fazem e ponto.

    • Jean

      Cara, esses dias buscando um assunto no Microsoft virtual academy, não achei no Bing e no Google era o primeiro link.
      Já disse aqui uma vez, bing está muito atras do Google ainda. Usar um pior só para ser descolado não vira.

      • Bing = Bing Is Not Google
        Então não espere que ele seja tão eficiente quanto a empresa evil…

      • Lui Spin

        Já tentei usar como alternativa mesmo, para ver se era bom. No começo fiz um esforço, não queria desistir nas primeiras buscas ou nos primeiros dias. Mas não deu.

    • netbus.exe

      E descobriu o motivo do erro no servidor?
      (suspeito de algo no .htaccess do site)

      • Felipe Braz

        Kra o pior é que não descobri o que era, o cliente sequer tinha htaccess. Mas percebi que era algo que ocorria com todos os clientes daquele servidor. Tentei desabilitar modulos do apache, trocar diretivas e nada. Depois de muito bater cabeça, fiz deploy de outra maquina e passei pro pessoal de operações migrar os clientes.
        O mais estranho nisso tudo, é que essas vms são clones de um único template, mas só acontecia naquele servidor!

        • netbus.exe

          Bota estranho nisso!
          Já passei por coisa semelhante mas era relativo a módulos do apache e o.htaccess.
          Bom, se ainda estiver interessado em saber o que houve, achei no fórum de webmasters do google varias informações sobre, pesquise “error 500” lá, (não posso inserir o link aqui)
          boa sorte!

          • Felipe Braz

            Eu perdi quase uma tarde nisso, botei o log do apache em trace6, não tinha nada de anormal lá. Tentei desabilitar coisas como modsecurity, limit_ipconn, nada.
            O problema é que as outras coisas começaram a acumular, então cheguei num ponto que o tempo que iria levar pra achar (se é que iria conseguir no final das contas) não valia a pena.
            A vantagem de trabalhar com vm, é que criar uma nova é questão de minutos dai só copiar os dados por rsync e transportar o IP pra máquina nova que ta novinho em folha, totalmente transparente pro cliente. =)

          • Dou uma e se for bom dou mais

            Erros de driver/hardware também causam erros estranhos em software (tive uma placa de rede que limitava conexões no driver dela foi um porre descobrir porque os clientes caiam do nada do servidor ou não conseguiam conectar). E VMs podem ser corrompidas assim como qualquer disco físico.

          • Felipe Braz

            É uma teoria com certeza. naquele caso eu acredito que era alguma lib compilada de forma errada ou corrompida.
            Era uma maquina que já estava a alguns anos no ar e tinha um tempo no passado que o pessoal compilava qualquer coisa que o cliente pedia, e sem documentar nada… Isso foi um dos pontos que levei em consideração pra embasar a criação de outra maquina.

          • Felipe Braz

            em tempo. pode por links com a tag code, como no exemplo abaixo (só tirar os espaços)
            seu link aqui

    • Gaius Baltar

      Monopólio é quando, por imposição, só uma empresa atua num mercado, sem a possibilidade de outras empresas entrarem nesse segmento.
      O que o Google tem é uma posição dominante no mercado de buscas.

      • Felipe Braz

        Ótima definição, não tinha pensado por esse ponto de vista.

        • Gaius Baltar

          De resto é o que você falou. Não foi uma posição imposta e sim conquistada pela competência dos caras.

          • Dou uma e se for bom dou mais

            Competência no começo… agora é só uma caralhada de grana mesmo.

      • Yskar

        Nesse caso o termo correto seria “Monopólio natural”.

        • Gaius Baltar

          Discordo. Não é MONOpólio, pois outras empresas podem atuar no mercado. E não é natural, pois na gênese do monopólio está a sua natureza impositória, logo nunca é natural. Nesse caso trata-se de uma posição de mercado conquistada com competência, e mantida por todos os meios possíveis, além da competência claro.

          • Yskar

            Basicamente é como o Google e Netflix por exemplo, existem outras empresas que oferecem um produto semelhante mas os consumidores decidem privilegiar essa empresa em detrimento das outras por escolha própria, sem grandes esforços da empresa para tal.

            Dá uma googleada sobre “Monopólio natural” que você vai entender melhor o que esse termo quer dizer.

          • Gaius Baltar

            A etimologia da parada é errada. Monopólio implica UMA empresa exclusiva em um setor do mercado. Os Correios têm MONOPÓLIO na distribuição de cartas, pois outras empresas não podem exercer a atividade, e têm POSIÇÃO DOMINANTE no setor de encomendas, pois embora seja a maior empresa no setor existem concorrentes. Não existe “monopólio natural”. Existem empresas que são líderes destacadas de seus setores, seja por competência, concorrência desleal ou falta de atrativos.

          • Yskar

            A etimologia é irrelevante para conceitos, só aproveitaram um termo já existente para significar “Predominância por preferência do consumidor por excelência de serviço”, podiam chamar isso de “PPPCPES”, tanto faz, mas preferiram chamar de “monopólio natural”, tanto faz o nome, o que importa é o conceito que ele descreve, é só um termo que “pegou”.

            Por que “mouse” é “mouse”? Por que é melhor que “dispositivo de manipulação de cursor em ambientes computacionais de paradigma desktop”, tanto faz a etmologia.

          • Gaius Baltar

            Nesse caso a etimologia é extremamente importante pois o termo é errado na nascença, já que não é uma adaptação e sim uma distorção do termo original. O problema aqui não é o “natural”, ainda que seja discutível o quão natural pode ser cada dominação por cada empresa. O termo errado aqui é “monopólio”. Não se pode falar em monopólio quando há diversas empresas atuando no mercado. Se as pessoas não usam o português corretamente o problema é delas, mas se “monolugar” é um veículo com apenas UM assento, “monóculo” é um dispositivo com apenas UMA lente, “monopólio ” continua sendo o domínio de UMA empresa. Não existe o monopólio de Schrodinger. Ou é ou não é.

    • Tá no DNA da Alphanet, search engine é a essência deles! Youtube e Waze foram comprados depois, já eram produtos consolidados, até o Android foi comprado (ainda inacabado)… isso tudo foi estratégia comercial. O negócio que são imbatíveis mesmo, que projetou a empresa, está no motor de busca, foi a fundação e até hoje é a base sólida.

      • O Android é da OpenHandset Alliance (é um conjunto de empresas unidas por um acordo), da qual o Google é a maior patrocinadora.

  • Pato Abaixe Vai!

  • O Bing em inglês é bem melhor que em português. Uso com bastante frequência no Bing gringo.

    • Paul

      O Bing Americano nem se compara ao Bing do resto do mundo(NÃO MSM). Pra MS, o resto do mundo não importa e é por isso que nunca vai chegar perto do Google globalmente.
      Lá nos EUA, o Bing tem quase 25% do share. Fora o resto, pois o Yahoo usa o Bing tbm. Kkkkkk

  • Marcelo Eiras

    Em suma, a burrice os usuários de iTrecos superfaturados em não saber mudar o motor de busca padrão vai fazer a google torrar 3 bilhões.
    Daqui a pouco os Europeus vão vir com um passaralho multando as duas.

  • Dou uma e se for bom dou mais

    Não entendi… 50% dos smartphones/tablets então seriam da apple? Porque android praticamente é google nativo e sem conversa. Até pra peidar tem que consultar o google. Só que as pesquisas dizem que android tem marketshare de 85% (Fonte IDC primeiro trimestre de 2017). Mesmo que marketshare não signifique exatamente a distribuição de mercado são fucking 85%.
    Tá com um cheiro enorme de pesquisa comprada pra valorizar.

    • Não é isso. É a qualidade do usuário que conta nesse caso. Você pode ter na sua plataforma 1 milhão de usuários, mas NENHUM clicar em anúncio. Já em outra plataforma você pode ter 100 mil usuários e esses serem consumistas inveterados. Quem vai dar mais lucro?
      Os 100k claro…

      • Dou uma e se for bom dou mais

        Não foi falado em clicar em anúncio e sim em usuários do sistema de busca.

    • Lui Spin

      Parece que os 50% correspondem só ao mercado americano, e não ao mundial.

  • J_Eduardo

    Queria mesmo o Google assistant no meu IOS…Aquela mula manca caolha e vesga da SIRI pqp ninguém merece. Uma das poucas coisas que sinto relamente falta de quando usava Android era o Google now, que no IOS se limita a pesquisar na internet, não fazendo nada do sistema…

    • Esse é o abismo de diferença entre Siri e Google Now. Este último é pró-ativo. Você não precisa pedir, ele te dá a informação sem você sequer precisar lembrar de pedir.
      Agora o Google tá usando inteligência artificial pra aprender o que tem no teu Gmail. No meu ele tá identificando faturas que são enviadas por e-mail e sugerindo um lembrete pra pagamento ou então informando com gráficos o consumo de determinada conta (por exemplo TV a cabo)… eu gosto muito dessa invasão de privacidade a meu favor.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis