Índia vai instalar painéis solares em trens

1447481986_indian_railways_is_the_9th_largest_employer_of_people_in_the_world

O Brasil, você sabe, é um país rico. A gente acha que trem é coisa de pobre, por isso nossa malha ferroviária se resume a transporte de cargas, com pontuais exceções. São 30.129 km de extensão, desses 1.121 são eletrificados. Tá mais que bom: quer viajar vá de carro, taí a Transamazônica pra provar que todo canto é acessível.

A Índia por outro lado não pode se dar a esse luxo, até porque os carros da Tata são muito feios. Eles escolheram então o transporte ferroviário. São 119.630 km de trilhos, 66.687 km de rotas. Desses 37% são compostos de 2 ou mais linhas. 45% das rotas são eletrificadas. São transportados 8 bilhões de passageiros por ano.

Cuidar dessa infraestrutura toda gera empregos (outra coisa que a gente não precisa, todo mundo é Digital Influencer e YouTuber). São 1,33 milhão de funcionários, a Indian Railways é o oitavo maior empregador do mundo. Meh.

O custo em combustível é brutal, claro. Em 2014 foram 2,6 bilhões de litros de diesel, e mais sei lá quantos litros de eletricidade. Parte desse custo vai para geradores dedicados aos vagões, para alimentar luzes, ventiladores, ar-condicionado, sistemas de aviso, sistemas de entretenimento (nem todo mundo viaja na geral) e tomadinha pra iPhone.

O projeto em andamento, que entrou em operação dia 14 com o primeiro trem troca os geradores auxiliares por painéis solares e baterias. A solução evita a emissão de 9 toneladas de CO2 por ano, por vagão. Um trem com 6 vagões, cada um com 16 painéis solares economizará 21 mil litros de diesel por ano.


Indian Railways launches first solar-powered DEMU train | Economic Times

Fonte: Quartz.

Relacionados: , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar
  • Rômulo Catão

    Colocar painel solar bem no assento da Cah Nabis é sacanagem.

  • PPKX XD ✓ᵛᵉʳᶦᶠᶦᵉᵈ

    MeioBitch tá foda hoje, só matéria boa, 10/10
    PS: agora os caras não poderão mais andar no teto do trem pra não tampar os painéis….

  • A economia de 21 mil litros é com ou sem os indianos que ficarão sobre os painéis?

    • Lucas Timm

      Acho que sem. De certo modo é até bom, vai diminuir a margem pra Darwin agir.

      https://youtu.be/xAklbfchq68?t=24

      • E. Bicalho

        E o controle populacional, como fica?

        • ffcalan

          Já não está funcionando muito bem por lá mesmo, não vai fazer diferença!

  • Anayran Pinheiro

    Os surfistas de trens não curtiram essa ideia…

  • rbsouto

    O Brasil preferiu investir em rodovias para cargas. Aí todo ano, é aquele inferno nas estradas pra escoar a safra.

    Ao invés de tentar resolver esse problema, vem a ideia do trem-bala. Então… cadê o trem-bala?

    • Daniel Belini

      Deixaram em cima da pia e, por ser doce, as formigas comeram tudo.
      Sim, sei que a piada foi péssima.

      • rbsouto

        Foi tão ruim q eu ri. Pega aí +1

      • Podre.. podrérrima, mas toma +1 ai.

    • Marcelo Zibell

      Trem-bala é coisa do passado, o negocio é aero-trem.

  • OverlordBR

    Estes indianos atrasados que não conseguem nem lançar coisas ao espaço como nós…

  • Eu imaginei uma “LFB – Linhas Férreas Brasileiras” ou “TFB – Transporte ferroviário do Brasil” e escorreu uma lágrima.

    • Diego Marco Trindade

      RFFSA?

      • Imagina uma Refefe que tivesse dado certo, tomando bons drinks dentro de um Express Rio – São Paulo.

  • Salles Magalhaes

    Ainda sou meio cetico em relacao a isso: a impressao que da e’ que esses paineis nao sao suficientes nem para o ar-condicionado do trem.

    • Julio Cesar Goldner Vendramini

      Deve ser não. No video fala em luzes e ventiladores… Deve alem disso servir para recarregar os iphones.

      • Salles Magalhaes

        Logo, ainda assim vao precisar de geradores (se bem que o ar-condicionado provavelmente e’ acoplado ao motor da locomotiva e, dessa forma, nao deve precisar de gerador).

        O que estava pensando e’: qual a diferenca entre colocar os paineis solares na locomotiva ou coloca-los em algum lugar fixo e usar a energia para, por exemplo, manter os escritorios da IndiaRails funcionando? Talvez uma vantagem de ter os paineis no trem e’ porque o metodo de geracao de eletricidade nos trems (geradores) e’ menos eficiente do que a geracao de eletricidade na India (que e’ usada para manter os escritorios).

        Outra coisa que fico imaginando: qual a diferenca entre isso e colocar paineis solares em um carro para substituirem o alternador (cuja energia e’ usada, por exemplo, nos farois, ventilador, etc)? A economia de combustivel seria significativa?

        • Salviano Lima

          no caso do altternador, não daria uma economia significativa, ate pq nesse caso a energia do motor é usada tanto pra girar o alternador quanto pra movimentar o carro, havendo menos desperdicio de energia, no caso de gerador a diesel, o movimento do motor é usado apenas pra gerar energia, e boa parte da energia é desperdiçada no processo de geração

          tendo boas baterias o painel solar pode ajudar, é possivel por exemplo, carregar as baterias do trem na rede eletrica, e o painel servir pra fazer a carga durar mais tempo

          • Salles Magalhaes

            “tendo boas baterias o painel solar pode ajudar, é possivel por exemplo, carregar as baterias do trem na rede eletrica, e o painel servir pra fazer a carga durar mais tempo” –> Eu tenho minhas duvidas se a quantidade de energia gerada pelos paineis seria significativa perto do consumo de um trem eletrico.

            “o movimento do motor é usado apenas pra gerar energia, e boa parte da energia é desperdiçada no processo de geração” –> Entao por que nao usar uma especie de alternador no trem em vez de um gerador dedicado (com motor separado) ? Inclusive muitos trens sao meio “hibridos” (possuem geradores e usam motores eletricos alimentados por tais geradores)

          • Microamp

            Curiosidade: todos os trens a diesel são hibridos, basicamente porque uma caixa de câmbio que conseguiria aguentar a força do motor teria o tamanho de um vagão.

          • Salles Magalhaes

            Isso que nao entendo: para que geradores dedicandos quando o proprio trem ja possui um gerador?

        • Evandro Oliveira

          qualquer economia vale a pena. outra coisa que poderiam implementar (se é que já não fizeram) é trazer o KERS da F1 pra esse sistema. Basicamente, na frenagem, você tenta aproveitar o máximo de energia cinética pra alimentar uma bateria.

  • MxlBR

    Enquanto isto o Brasil perde trilhões por ano com acidentes em rodovias, depressões causadas por caminhões com excesso de cargas, motoristas com sobrecarga de trabalho, desperdício da produção, morosidade no transporte, porque não investe em uma tecnologia de 3 séculos atrás!

    • Jean Franco

      Rodovias é só um dos problemas, outro entre muitos: Chega no porto e não consegue escoar. Durante a supersafra de 2014 caminhões faziam fila em Santos para tentar despachar a carga, muitas toneladas de soja (acho que era soja) tiveram de ser descartadas.

      • Diego Marco Trindade

        Teve um ano que a fila do porto de Paranaguá chegou a Curitiba… Mas concordo com o @MxlBR:disqus.

        A família da minha esposa mora a 500 km daqui, então a cada uns 3 meses tem 1.000 km de pista simples para dirigir. Nunca sofri acidente, mas espero também nunca fazer parte das estatísticas. Claro que há caminhoneiros bons, mas eu pagaria (talvez já pague o suficiente) para que houvesse mais ferrovias para praticamente acabar com esses caminhoneiros suicidas/homicidas que existem por aí.

        • Jean Franco

          De fato, as vezes vou para Brasilia dirigindo, saindo de São Paulo, e boa parte do trajeto é feito em pista simples, além de trechos onde tem ~100 km sem postos.

          Sou totalmente a favor de transporte sobre trilhos, mas acho que, na questão de logística apenas, a maior urgência é arrumar os portos do país.

      • MxlBR

        Com certeza! Se os governantes investissem em infraestruturas, já ajudaria bastante no problema do desemprego, + obras + vagas de trabalho + consumidores + circulação do dinheiro, é a receita básica que toda grande nação tem de seguir, EUA, Oeste Europeu, Japão e Austrália já seguiram esta receita, atualmente a China está utilizando-a.

        Enquanto isto, aqui se põe a culpa na crise nas investigações sobre a corrupção. “A lavajato quebrou o país e as construtoras, bla, bla,bla… A carne fraca está acabando com o pecuarista e bla, bla, bla…”

        Fala sério!

        • Jean Franco

          É a tradição que temos de matar o mensageiro e ignorar a mensagem.

      • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

        Mas no porto o caso é burocracia, o que por aqui deve ser mais difícil de resolver que o problema dos modais logísticos. A Eldorado Celulose no MS praticamente bancou do bolso (do nosso bolso via BNDES, mas isso é história pra outra hora) um terminal ferroviário inteiro e a revitalização das linhas pra poder reduzir custo.

    • No dia que descobrirem como superfaturar construção de ferrovias aí teremos ferrovias até dizer chega.

      • MxlBR

        Penso diferente. Eles já sabem como superfaturar construção de ferrovias, por isso tem 20 anos que a norte sul recebeu verba para ser construída e até hoje não funciona. Acredito que o povo que não está fiscalizando esta obra, por isso ela não é concretizada.

  • DumbSloth87

    “…e mais sei lá quantos litros de eletricidade.” HUAHUAHUA TE AMO CARDOSO!

    • Márcio Chaves

      Logo vem alguém corrigir… uahuaha

    • Marcio Ferreira

      Esse tal de Cardoso entende muito de guerras e ônibus espaciais e NADA de eletricidade…. desde quando elétrons são líquidos??? Eu hein :p

  • Neto
  • gfg

    Um braço da ferrovia norte-sul iria passar na minha cidade, por indicação, fui fazer uma entrevista de emprego na empresa de sondagem, e o “dono” me explicou como chegava a verba:

    · um órgão federal(não lembro mais os nomes) liberava a verba, que então era repassada pra outro departamento publico, que então contratava uma empresa privada, e esta terceirizava praticamento tudo, no final deveria chegar uns 20% da verba e olhe lá.

    No final não foi feito 1 cm de trilho de uma ferrovia que era para estar pronta ano passado.

  • cesar m

    O trem tá até com o pneu murcho de tanta gente, sorte que indiano é magro, fosse americano (mais de 3) o teto afundava.

  • cesar m

    “Na Índia utiliza-se o sistema métrico decimal, cuja unidade de referência é o metro. Este método é o mais difundido em todo o mundo, devido a sua neutralidade para realizar medições, sejam elas de massa (kg), capacidade (litro) ou comprimento (metro).”
    Portanto o texto está certo, quem pensou que a eletricidade na Índia vinha em Oz ou galão como nos EUA errou feio..

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis