Jogue o Diablo II com algumas mecânicas do Path of Exile

A nostalgia muitas vezes pode ser um sentimento perigoso. Graças a elas achamos que algo foi muito melhor do que de fato vivenciamos e quando se trata de games, onde obras nem sempre envelhecem muito bem, nossa memória costuma nos pregar belas peças.

Basta pegarmos hoje alguns jogos que tanto adoramos antigamente para constatarmos como eles deixaram de ser divertidos, com suas mecânicas tendo sido superadas por títulos mais novos e para algumas pessoas, um desses casos é o Diablo II. Mesmo com tantas pessoas defendendo o jogo da Blizzard hoje em dia, algumas ideias utilizadas neles não funcionam tão bem atualmente e é aí que entra o mod Path of Diablo.

Visando aproveitar alguns dos conceitos implementados pelo Path of Exile, basicamente o que essa modificação proporcionará ao jogador é uma maneira melhor de gerenciar seu inventário e oferecer mais opções para evoluirmos nossos personagens. Ele também nos permitirá filtrar os itens que serão mostrados no cenário, evitando assim que tenhamos que pegar tudo o lixo que os inimigos deixarem cair.

Contudo, uma das melhores inovações trazidas pelo Path of Diablo é mesmo a maneira como ele altera as habilidades que nossos personagens ganham. Aproveitando as reclamações de que muitas deles no jogo original eram inúteis, o que consequentemente fazia com que não existissem muitas variações entre os heróis mais poderosos, o autor fez diversos ajustes em todas as classes.

Outra mudança significativa diz respeito a maneira como o Diablo II passa a se comportar ao chegarmos ao seu final. Isso porque ao atingirmos o nível 80 e terminarmos o jogo na dificuldade Hell, teremos a oportunidade de encontrar relíquias que nos permitirão acessar dungeons ainda mais difíceis. O detalhe é que como esses itens terão um nível, quanto mais alto ele for, mais difícil será o desafio que desbloqueará.

Para conhecer todas as muitas novidades introduzidas pelo Path of Diablo recomendo dar uma olhada nesta lista e para saber como jogar o mod, este vídeo será de grande ajuda.

E como há bastante tempo venho ensaiando iniciar uma nova campanha no Diablo II, acho que farei isso com a utilização desta modificação. Parece valer a pena.

Relacionados: , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Anayran Pinheiro

    D2 é um jogo que envelheceu bem melhor que D3, não a toa PoE se inspirou nele para ser um bom jogo.

    E se um remake do D2 fosse feito, pode ter certeza que pegaria muitos elementos deste mod

    • Felipe Lino

      Boatos que estão fazendo um remaster. Já é alguma coisa.

  • Matheus Lopes (matheuscl)

    Diablo sempre foi um franquia que gostaria de jogar…
    Dizem que a história é muito boa.

    • Pedron

      Eu acho a historia bem mais ou menos… O divertido é jogar mesmo, matar as hordas infindáveis de monstros hauhauhau

      • Matheus Lopes (matheuscl)

        =/

      • Pancho, solo Pancho

        em server gringo com 8 nego fazendo baalrun até dar câembra no mouse…

    • Diablo sempre foi uma de minhas franquias favoritas. Desde o primeiro e sua ideia de ir “descendo ao Inferno” conforme ia aumentando de nível.

      A história que criaram para esse Universo de Diablo é boa, mas teria ficado mais bonito se tivessem colocado as referências: copiaram muita coisa de A Roda do Tempo de Roberto Jordan.

      • Matheus Lopes (matheuscl)

        Essa série de livros é boa?

        • Então… Essa é uma pergunta difícil porque são, sei lá, quatorze livros e só saíram seis até agora no Brasil. A editora se move a passo de tartaruga.
          O desenvolvimento dos personagens principais é meio “mágico” demais, tipo, num livro o cidadão é um camponês que usava um bastão para tocar o gado, no outro, é praticamente um mestre das artes marciais usando esse mesmo bastão…
          Por outro lado, em matéria de cenário e criações de fantasia, basta ler um ou dois livros para entender porque os americanos colocam Robert Jordan no mesmo patamar que Tolkien, afirmando inclusive que Jordan levou o gênero a um nível MAIS ELEVADO.
          São vários mundos: o real, o caminhos dos portais (tem uma fase inteira de Diablo 2 onde você percorre esse caminho!), o mundo dos sonhos e os mundos do que poderia ter sido. Nosso heróis precisam enfrentar inimigos que se organizam em classes, com dificuldade crescente. Tem os Trollocs, humanoides com cabeça de animal (aqueles cabeças-de-bode que você mata as dezenas quando te atacam em horda desde D1). Eles são comandados por espectros, dracares e “abandonados” que são os chefões do final de cada jogo, digo, de cada livro.
          Além disso, Jordan escreveu essa série lá pelos anos 90, nos Estados Unidos, e muitos das características dos personagens lembram poderes dos heróis da Marvel/DC.
          Por exemplo, uma das mais poderosas guerreiras só consegue usar seus poderes quando fica furiosa. Só faltou ficar verde e gigante quando faz isso…
          Enfim, é bom. Não é perfeito, mas é bom.

          • Matheus Lopes (matheuscl)

            Muito bom sua explicação, acredito que vale a leitura…
            Obrigado xD

        • É muito bom, já li todos os que saíram em português e começo a cogitar ler o resto em inglês por que a Ed. Intrínseca demora séculos para lançar um livro novo.

          Agora fiquei em dúvida qual foi a parte do universo de Diablo II inspirado em a Roda do Tempo.

  • Pedron

    O que eu acho mais merda no Diablo 2 é não poder refazer a árvore de skills… Você upa até o 99 (o que convenhamos não é uma tarefa nada fácil) e não tem opção de mudar de build no seu personagem… Isso é foda demais…

    • Kirk

      Isso forçava você a pesquisar sobre as habilidades do personagem, na época quando eu tinha tempo até era legal, mas nada prático. Tanto que eu tinha um editor de personagem para mudar os pontos atribuídos (sem roubar rs).

    • Mateus Caliman

      No caso existe 3 chances de você refazer sua árvore de skills, existe a Quest do primeiro ato que voce reseta seus skills, se não me engano e a primeira ainda.

      • Pedron

        Deixa eu refazer minha frase então huahuaha :
        O que eu acho mais merda no diablo 2 é não poder refazer a árvore de skills quando eu bem quiser (assim como no diablo 3)

        • Eu penso que ajuda na imersão. Coisa mais nada a ver tu lá… lvl 80 maga de gelo e do nada vira uma maga de fogo. No 2 isso obrigava tu a jogar pelo menos duas (geralmente 3) vezes com cada personagem para explorar tudo o que ele tinha a oferecer. Se de um lado facilita, do outro tira fator replay.

          • Pedron

            “Eu penso que ajuda na imersão. Coisa mais nada a ver tu lá… lvl 80 maga de gelo e do nada vira uma maga de fogo.”

            Não vejo problema, seria bem legal poder testar diferentes táticas contra diferentes inimigos… Na minha opinião a imersão que se ganha não vale o arrependimento de ter gasto o ponto de skill no lugar errado…

            “do outro tira fator replay”

            Pra mim o que tira fator replay é justamente ter que reupar um novo personagem pra refazer uma árvore… Se tu quiser testar diferentes árvores, especializadas ou mistas, se quiser ser mestre de um estilo próprio de jogo (sendo que pra isso você deveria testar diferentes tipos de combinações de skills) você está f*dido.

            Mas opinião é igual c* né, cada um tem o seu huahuahu

          • Por isso que eu achava legal. Cara tinha que estudar o jogo. Aprender com erro e recomeçar até aperfeiçoar…ou pular e ir direto pra uma das zilhares de builds online e copiar.

          • Pedron

            “ou pular e ir direto pra uma das zilhares de builds online e copiar”

            Era o que o pessoal costumava fazer por medo de fazer merda na build… Lembro até hoje do famigerado Hammerdin e do Bonemancer hauhauhau

            O que mais se via em jogo online era Hammerdin

  • Só o fato de o cara jogar com um Druid pra apresentar já é um ponto positivo (mesmo sendo no modo normal, aparentemente). Druid melee sempre foi desprezado por não ter dano suficiente, quando comparado com outros melees

  • FTZ

    Parabéns pelo artigo Dori, sempre curte ver você falar de PoE ou aRPG em geral.

  • Pingback: Jogue o Diablo II com algumas mecânicas do Path of Exile | Notícias Legais()

  • Samuel

    Para mim D2 é um jogão até hoje. Envelheceu bem demais

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis