SSD HyperX Savage 480 GB — testes no PS4

ssd-savage-hyperx

Desde que peguei o PlayStation 4, uma das minhas maiores curiosidades era em relação a como o console se comportaria com um SSD. Como no videogame tudo funciona a partir do HD, inclusive com os jogos em disco tendo que ser instalados, um dispositivo como esse poderia fazer uma grande diferença e por isso fiquei feliz ao saber que poderia testar um SSD Savage da HyperX.

O modelo que recebi foi o de 480 GB, apenas um pouco menos do que os 500 GB que vem junto com o PS4, mas diferença esta que seria compensada pela velocidade que ganharia. Com um acabamento belíssimo, chega a dar uma dor no coração pensar em esconder um SSD como este no interior de um console, mas como o dever me chamava, cometi o sacrilégio e fiz a troca dos discos.

Antes é importante dizer que para esta comparação usei um HD Seagate Mobile (modelo ST2000LM007, com 2 TB e 5.400 rpm) e após a instalação do firmware e da preparação do console, tratei de colocar para baixar os jogos que serviram como teste, dando início então ao processo.

Primeiro quis ver como o videogame se sairia na inicialização e embora tenha ocorrido uma boa queda no tempo que o PS4 levava para ficar disponível (partindo de totalmente desligado, não em repouso), não posso dizer que com o HD a espera era algo que me incomodasse muito. A diferença foi de praticamente 7 segundos, nada que vá mudar profundamente a vida de alguém.

Partindo para os jogos, o primeiro título que testei foi o Horizon Zero Dawn e ali comecei a acreditar que o Savage realmente mostraria a que veio. Se no HD da Seagate o jogo levou quase 1 minuto e 24 segundos para carregar meu save, no SSD o tempo necessário foi de apenas pouco mais de 35 segundos. Com quase um minuto de diferença, não tinha como não ficar empolgado.

O próximo testado foi o Assassin’s Creed IV e aí o desempenho voltou para o patamar do boot. Como o jogo levava apenas 16 segundos para iniciar no disco antigo, vê-lo abrir em pouco mais de 11 segundos não chegou a ser um grande ganho.

Chegava a hora de testar o Bloodborne, jogo que se antes eu levava quase 30 segundos para começar a jogar, com o Savage a espera s passou a ser 10 segundos menor. Sem dúvida é uma diferença considerável, mas novamente, nada que justificasse a fama que esse tipo de dispositivo de armazenamento ganhou nos computadores.

Por fim, quis ver como ficaria o The Last of Us, título que ficou conhecido no PlayStation 3 pelo seu irritantemente longo carregamento e que não melhorou muito ao ser remasterizado para o console da oitava geração. O curioso aqui é que no HD o loading foi menor do que o visto no SSD e sinceramente eu não sei explicar o porque disso acontecer.

Para ilustrar melhor como o SSD Savage se saiu, montei um gráfico que mostra o tempo registrados nos testes. Só esclarecendo que fiz sempre duas tentativas em cada caso e o que verá abaixo foram os menores tempos registrados. Basta passar o mouse sobre a imagem para ver os segundos de cada teste.

Os testes serviram para comprovar algo que já havia lido anteriormente, que apesar de um SSD dar um considerável ganho de desempenho aos consoles, o alto valor cobrado por essas unidades não justificam o investimento para este tipo de aparelho. Na minha opinião, ainda é melhor ter um HD com muito mais espaço de armazenamento — ainda mais com os jogos ficando cada vez maiores — do que ganhar alguns segundos no carregamento.

Por outro lado, ao colocar o Savage da HyperX no PC eu pude ver do que este SSD é realmente capaz. Mesmo em num computador fraquinho que uso diariamente, o salto de desempenho foi absurdo, fazendo com que eu tivesse a impressão de estar utilizando uma máquina muito mais poderosa do que ela realmente é, com quase todos os programas abrindo quase que instantaneamente. Detalhe: e isso mesmo conectado em SATA II.

Abaixo deixarei duas imagens comparando testes que fiz no computador com o programa ATTO Disk Benchmark. À esquerda temos o resultado do SSD Savage, enquanto que na direita temos o de um HD Samsung.

ssd-atto hd-atto

Ou seja, enquanto o alto investimento em um SSD como o Savage 480 GB da HyperX pode não dar no PlayStation 4 o resultado que gostaríamos, no PC o dispositivo entrega um desempenho tão sensacional e oferecendo tanto espaço, que torna-se difícil pensar em viver sem um instalado na máquina.

Também vale dizer que o Savage vem com o Acronis True Image, programa que poderá ser utilizado para fazermos cópias de maneira mais rápida e segura dos arquivos que temos nos nossos HDs antigos para ele. Pode ser que nem todos o utilizem, mas não deixa de ser um extra bem interessante e dependendo do caso, muito útil.


SSD HyperX Savage – Alto desempenho, grandes capacidades

PS: o produto nos foi gentilmente cedido pela fabricante para que pudéssemos fazer a análise.

Relacionados: , , , , ,

Autor: Dori Prata

Pai em tempo integral do pequeno Nicolas, enquanto se divide escrevendo para o Meio Bit Games, Techtudo e Vida de Gamer, tenta encontrar um tempinho para aproveitar algumas das suas paixões, os filmes, os quadrinhos, o futebol e os videogames. Acredita que um dia conseguirá jogar todos os games da sua coleção.

Compartilhar
  • Felipe

    PS4 é SATA II?

    • Vinícius Cordeiro

      Sim, o PS4 é SATA II.

    • Alvaro Carneiro

      Sim, o PS4 nasceu com especificações obsoletas: Sata 2, Wifi N, 1080p, etc.

      Quando nasceu já existia Sata 3, Wifi AC, 4K, etc.

      Nada no PS4 era atual quando foi lançado.

      E eu comprei um, no dia do lançamento. Que otário.

      • Germano

        Specs a parte, que outro jeito para jogar os exclusivos do console? Não acho que tenha sido tão otário. Ou eu fui mais que voce ja que comprei o meu cerca de 1 ano depois de lançado, numa loja daqui (brasileira).

      • E o XBO consegue ser ainda pior que ele…

        Essa 8a geração é uma piada em termos de hardware.

        • Germano

          Ao menos o preço salva um pouco. O XBO esta na faixa de 1300,00 no varejo oficial. Que computador voce consegue com isto incluindo tambem um gamepad?

          • Pela configuração porca dele, deve dar pra conseguir por uns 1500,00 a 1800,00, isso se você não apelar pra usados. Um PS4 não ficaria muito atrás (ou na frente, dependendo do ponto de vista) disso, mas esse já tem alguns exclusivos, bem…, exclusivos. 😉

            Claro que a grande vantagem seria o Steam, que dá surra de gato morto na loja dos dois e essa diferença de preço entre console/PC se pagaria em menos de um ano.

          • Germano

            1500 a 1800 esta bem acima dos 1300 que falei… e não sei se incluiu o gamepad na compra. Considerando que o gamepad do Xbox One gira em torno de 250, voce teria que achar um computador na faixa de 1050 na verdade, e que rode pelo menos as versões de PC dos mesmos jogos, mesmo que na configuração mínima. Taí algo que eu gostaria de ver.
            Note que nao sou pro ou contra console nem PC. Ja fui PC gamer, hoje prefiro consoles por ter me enchido de ficar acompanhando evolucao de specs alem de nao ter mais tanto tempo para jogos; mas posso vir a mudar de ideia novamente. Pois ja disse e repito, plataformas são só um meio para um fim que são os jogos. Um dia posso virar entusiasta de jogos mobile, quem sabe.

          • Tem razão, não coloquei o gamepad na conta (a menos que você PRECISE muito do controle do XBO, encontra-se opções bem abaixo dos 250,00). Citei a faixa 1500 a 1800 por conseguir algo mais parecido com o hardware dos consoles caso você fosse uma graphic whore, o que não parece ser o caso.

            Tirando a parte do “posso virar entusiasta de jogos mobile”, faço minhas as suas palavras. Também já fui gamer de PC e também enchi o saco de ficar mendigando fps com hardware mais antigo enquanto junto grana pra comprar hardware novo.
            Hoje em dia tenho um XBO e um PS4, e só não tenho um Switch porque a Nintendo não colabora. Depois que você “envelhece”, acaba percebendo que gráfico não é tudo e o que importa são os jogos.

      • Diego Diego

        Cara…mais ou menos. Comprei o meu PS4 uns 3 ou 4 meses após o lançamento (trauma adquirido na época que comprei um X360 de primeira geração). Quem usa VG’s normalmente não tem essa neura com hardware. Meu pc tem specs ridiculamente mais altos que o ps4, porem eu acabo jogando a maior parte do tempo no ps4. É muito mais prático.

        • O maU elementaU

          Justiça seja feita: Depois que eu troquei minha placa de video (GeForce 650TI por R9 290X) e 3 dos meus jogos mais importantes pararam de funcionar (rage e os dois wolfeinstein) e a bethesda nem ligou, eu to começando a so querer saber de videogame 😛 Troço chato esse de ficar caçando bug em PC.

    • O PS4 Pro é SATA III, mas pelo jeito não muda muita coisa.

      https://www.vg247.com/2016/11/17/ps4-pro-sata-3-0-ssd-vs-hdd-comparison-ps4/

    • Sander Manzoli

      Não importa, pois no PS4 é apenas um adaptador interno USB->SATA … o HDD do PS4 conversa com a CPU via barramento serial e por isso o SSD não teve muito ganho de performance no teste.

  • Germano

    Belo artigo. Li so ate voce começar a falar do PC, pois o PS4 era minha grande curiosidade tambem para uso deste tipo de HD. No PC eu não tinha duvidas de quanto seria o ganho já que já vi por experiencia propria – não este modelo claro.
    Resumo: não vale muito a pena por um SSD no PS4 se entendi bem, melhor investir em um HD padrão e com mais espaço.
    Fica agora minha duvida como comparam os HDs USB? Estou em duvida se compro um desses e mantenho tambem o antigo, ou troco o antigo.

    • Eu acho que sim. O ganho que temos no PS4 existe, mas considero pequeno. É claro que em jogos como o HZD a diferença, mas depois que o jogo inicia, funcionará da mesma maneira em ambos os discos.
      Para mim, SSD é um negócio excelente, mas no PC.

    • ElGloriosoRangerRojo™

      No máximo, coloca um HD de 7200 rpm no PS4. Acima disso já perde o custo-benefício…

      • Germano

        Estou seriamente pensando em por um USB. Principalmente para não ter o trabalho de fazer backup, trocar o HD, instalar tudo de novo. Deixo o HD original no lugar e vou usando o USB nas novas instalações de jogos. Não me importo em ter algo espetado ali no console.

  • Mateus Silva

    Existe uma explicação razoável para o pequeno ganho de desempenho HD vs SSD no PS4. A conexão sata do PS4 está ligada no processador por barramento USB(não tenho certeza mas deve ser 3.0) esse fato limita brutalmente a velocidade do SSD. Fonte: hacker que fez patch no kernel linux para rodar no PS4.

    • Germano

      Dai imagino se se eu plugar nele um HD USB ou trocar o HD interno, vai dar mais ou menos na mesma? Estava querendo muito saber isso.

      • Mateus Silva

        Se o HD for de boa qualidade creio que sim

      • Diego Diego

        Sim. Coloquei um HD externo de 1TB no meu PS4 e não senti nenhuma diferença considerável em termos de tempo de carregamento e desempenho do HD externo para o interno.

    • SacoCheio

      Aí só tem um jeito, esperar o PS5

      • Mateus Silva

        não parei para estudar a arquitetura do PS4 Pro ainda mas creio que deve ser a mesma do PS4 normal.
        O PS4 faz o seguinte caminho para ler escrever no HD/BLURAY CPU >barramento PCI >SOC ARM >barramento USB > Conversor USB Sata > Disco

    • Felipe Braz

      Eu ia comentar agora mesmo algo do tipo. Eu consigo tornar pcs/notebooks antigos perfeitamente usáveis nos dias contemporâneos atuais dos dias de hoje só instalando ssd. me parecia mais algo relativo ao barramento do ps4 do que do ssd em si.

  • Custo-benefício por aqui ainda vou de HD normal…

  • Kirk

    SSD no PC é uma experiencia ótima, depois que você usa algumas vezes fica muito difícil voltar para qualquer coisa HDD. Tempo de boot, carregamento de programas, etc… tudo parece uma eternidade.

  • Mesmo o SSD mais vagabundo ainda é uma maravilha para o pc, o meu é um V300 e a velocidade de boot me deixou mal acostumado

    • Germano

      Endosso isso.

  • ElGloriosoRangerRojo™

    SSD é vida!

    Troquei um HD Seagate bichado por um SSD WD Green (o mais simples mesmo) e o salto de desempenho no meu notebook foi gigantesco.

  • Dá ultima vez que observei os arquivos do PS3 (imagino que no ps4 seja similar), os jogos são arquivos de imagens e não são arquivos espalhados numa pasta como num PC. Esse tipo de otimização privilegia qualquer transferência, tente copiar no windows 1 arquivo de 1G e comparar com 1000 arquivos de 1K e verá a diferença gritante que há. Por essa razão o desempenho no PS4 não foi tão espetacular como se esperava quando comparado a um PC.

    • Mateus Silva

      Como você conseguiu visualizar o filesystem do PS3 ?

  • Jeferson José de Farias

    Agora pensando em fps… gostaria de saber se houve alguma diferença, no notebook do meu irmão.. hibrido com hd e ssd instalados, a diferença é gigante em termos de fps quando você instala o game direto no ssd, em alguns casos ele ganha 20 fps… No ps4 será que há algum ganho?

    • Até onde sei, SSD não faz diferença em FPS, mesmo no PC. Já testei diversos jogos no PC com SSD e a única diferença foi no loading.

  • Daniel

    Quando comprei meu primeiro SSD de 64GB (quase vendi um órgão para comprar) , o maior incentivo na época foi justamente poder jogar TESV Skyrim no PC, não tinha condições os loading no HD era sempre mais de um minuto, quando instalei o game no SSD, caiu absurdamente para coisa de 12 a 20 segundos, não marquei exatamente mas na época a diferença foi brutal, e não só para games, melhorou como um todo. Já nos consoles a experiência que tive mais próxima disso foram jogos gravados em HD no ps2 FAT, que também dava uma grande diferença dos dvds.

  • Pingback: SSD HyperX Savage 480 GB — testes no PS4 | Notícias Legais()

  • Vocês devolvem o “produto gentilmente cedido pela fabricante” ou ficam com ele após o teste?

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis