Drones da Melhor Coréia usando tecnologia Made In Japan

kim-jong-il-team-america15

Que a Melhor Coréia não é exatamente um bastião de alta tecnologia a gente já sabe, mas o isolacionismo deles os fez cair tanto nos rankings que, se em algumas áreas usam tecnologia de 50 anos atrás, em outras usam tecnologia moderna… para hobbystas.

A Melhor Coréia espiona o Sul constantemente, usando drones. Isso não é segredo. Eles até veicularam vídeos na TV mostrando que sabem a localização das baterias THAAD de mísseis anti-balísticos que em teoria deteriam ataques vindos do Norte.

dcs0p8hwaaatko4

Esses drones viajam bastante dentro do território inimigo. Alguns já foram mandados em missões suicidas e achados a 500 km da fronteira.

dcnelkvxoaaj3ku

… bem parecido com outro encontrado em 2014…

dcohyv2xgauuv7q

Se não parece grande coisa, e você acha que quase tem cara de brinquedo, bem… você não está muito longe da verdade. Ao menos foi o que descobriram examinando o drone.

dc4l4fsxsaeahrm

dc6-n9twaaangwt

Exato, sistemas de navegação da canadense MicroPilot, e rádios da japonesa Futaba, velha conhecida de todo mundo que já brincou com aeromodelos. Ah, os motores são comprados de uma empresa checa de aeromodelismo.

dc7nbghxyaarnhd

Ah Cardoso mas o importante é que funcione deixe de ser chato os caras são criativos e se viram com o que tem

O problema, querido floquinho, é que isso não é o bastante. Se essa é a tecnologia da Melhor Coréia, eles serão trucidados em qualquer conflito. Aeromodelos e drones montados com peças da Deal Extreme funcionam bem, quando deixados em paz. Em guerra, a coisa muda de figura.

Esses equipamentos cairão como moscas ao primeiro contato com contra-medidas eletrônicas. Como não são remotamente controlados nem tem capacidade de transmitir nada a 500 km de distância (nem a Melhor Coréia acredita em Terra Plana) dependem de voltar à base para descarregar seus dados, e isso não vai acontecer.

Um único Prowler voando em patrulha perto da fronteira nega acesso a qualquer drone vagabundo, basta usar este brinquedo aqui:

jammer

É um AN/ALQ-99, módulo de guerra eletrônica, capaz de identificar, analisar, decodificar e anular todo tipo de sinal de rádio. A energia vem daquela turbina na frente, ela alimenta os circuitos que geram 10,5 kW de sinal; deixando os drones inimigos doidos. Ao menos os vagabundos.

Fonte: Twitter.

 

Relacionados: , , , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar
  • Poxa, mas nem um arduininho nesses caras?

  • Decodificar e anular sinais de rádio pode não ser suficiente. Mesmo aeromodelos amadores podem ser muito resilientes… Perder a comunicação com o rádio controle não é um problema, o aeromodelo pode continuar com a sua missão mesmo sem o rádio. Perder o GPS temporariamente também não é um grande problema, pois o aeromodelo pode usar navegação inercial ou mesmo usando câmeras para navegação visual… Um software bem caprichado rodando num Intel Edison é suficiente para isso.

    Mas não deixa de ser uma porcaria inútil nos dias de hoje.

    • Bem, uma coisa eu dou crédito pra Melhor Coréia.

      Não entraram na onda do Intel Edison

      http://meiobit.com/367623/intel-fim-modulos-edison-galileo-joule-concorrencia-raspberry-pi-prejudicou-adocao/

  • Henrique Ramos

    Incrível não optarem pelo APM, seguindo o exemplo do que o Irã faz/fazia há alguns anos para esses UAV menores.

    Pelo visto na Melhor Coréia ninguém liga para dead reckoning, contra-medidas para MITM nos protocolos de comunicação, ou mesmo lembrar de colocar tanques de combustíveis extras.

  • Claudio Roberto Cussuol

    Provavelmente a maior função militar na Coréia do Norte é fazer propaganda interna, para manter os tapados acreditando que tem uma super potência.
    Nesse caso, esses drones seriam mais do que suficientes.
    Claro que numa guerra de verdade eles não tem a menor chance, e eu imagino que eles saibam disso.
    Ou são só burros mesmo….

    • Diego Marco Trindade

      Para quem vive praticamente na idade média, e acredita que o líder deles nasceu na montanha sagrada, com arcoíris duplo e que junto com ele nasceu uma nova estrela e que possui unicórnios, qualquer coisa que voe é de outro mundo.

      • Zalla

        Peraí, estamos falando da Coréia ou da Apple??

        • Gesonel o Mestre dos Disfarces

          Entendeu agora porque Países não podem, em hipótese nenhuma, funcionar como empresas privadas?

    • Waltenydsam Câmara

      Sabe o moleque pentelho que arruma confusão se confiando no irmão mais velho pra ajudar?
      A China “dá sinais para Coreia do Norte” mas nunca faz nada quanto a aliança de defesa mútua.

      • Gui

        Ou seja: intervenção direta na Melhor Coreia somente se a China e o Estados Unidos combinarem.

        • Luandersonn Airton

          Seria meu sonho que isso realmente acontecesse. Mas sendo realista, não vai.

          • Gui

            Ou talvez possa, na remota possibilidade em que Coreia do Norte vire um fardo para os chineses e não compense mais mantê-los a salvo naquela região.

        • Waltenydsam Câmara

          E a Russia também.

    • Christian Oliveira

      Numa guerra de verdade, eles teriam praticamente a população inteira com uma AK47 na mão, já seria o suficiente pra torrar o saco de muito general.

      • Felipe Braz

        Isso se tiverem AK47 suficientes pra população inteira.

        • Luandersonn Airton

          E munição paras armas…

          • Felipe Braz

            E flango flito

        • Christian Oliveira

          A ak47 é o fusca das metralhadoras, qualquer forja de fundo de quintal consegue produzir algumas centenas. Sem contar que o projeto além de rudimentar é OEM. O único contra é que todo mundo atira como storm trooper com ela, mas da para fazer muita merda.

          • Felipe Braz

            Deve precisar só um pouquinho de insumos (e tempo) pra construir em forja de fundo de quintal 25,16 milhões de ak47

          • Christian Oliveira

            Que tal 2017 – 1947 = 70 anos, deve ter dado tempo para fabricar umas 10 milhões.

          • Felipe Braz

            Certo. E munição pra essas 10 milhões d armas? Só lembrando que pólvora tende a não funcionar direito depois de uns 2 ou 3 anos.

          • Christian Oliveira

            Contrabando da… …China.

          • Felipe Braz

            Claro. A China nem iria perceber toneladas de pólvora cobtrabandeadas de seu território.

      • Luiz Antonio

        Se além de AK47, eles tivessem um estrategista e líder como o HO Chi Minh, já dariam um bom trabalho para qualquer oponente. Pergunte aos generais americanos na época da Guerra do Vietnam (e olha que não sou de esquerda).

        • Guzats

          Uma Moab da bem mais dor de cabeça hehe

          • Luiz Antonio

            Não sei se o espírito do povo e a crença ideológica dos norte-coreanos é igual a que os vietcongs tinham, mas no Vietnã os americanos despejaram milhões de bombas e ainda assim perderam a guerra.

          • Christian Oliveira

            Uma MOAB precisa cair na cabeça de alguém, duvido muito que alguém enfrente os americanos como lordes ingleses e com todos os protocolos de uma batalha “honrada”.

        • Marcelo Eiras

          O problema da guerra do Vietnã não foi nenhum general com nome esquisito e sim a imprensa esquerdista americana jogando contra.

          • Luiz Antonio

            Marcelo, sou desconfiado com os extremos, tento ficar no centro.
            Concordo que a imprensa americana teve importância para o final do conflito, mas seria simplório indicar apenas esse fator.
            O principal foi a grande maioria dos americanos ficarem contra a continuação do conflito e o envio de soldados, agora, se os militares americanos tivessem liquidado a fatura rapidamente, como no Kuwait e Iraque, não haveria tempo para a reação contrária da população.
            E essa demora tem que se creditar não apenas as condições de combate diferente que os americanos encontraram no Vietnã (guerra de guerrilha, terreno, clima, etc), mas também a tenacidade dos vietcongs e a esperteza de seus comandantes, e claro, com o recebimento de ajuda vindo da China.
            Não concordo com a ideologia de esquerda, mas desmerecer o líder Ho Chi Minh não é o caminho, lembre-se que ele combateu os japoneses, os franceses.e depois os americanos, não é pouca coisa.

  • Christian Oliveira

    Jabour é vc?

    Enfrentar os norte coreanos deve ser algo parecido como enfrentar qualquer grupo insurgente, vc mata um vem dez.

    É uma guerra sem fim, que tecnologia nenhuma resolve, ou seja infinitamente abundante em recursos para se manter ao longo dos anos.

    Tecnologia não se ganha guerras mais hoje em dia.

    • Então tá champs.

      • Christian Oliveira

        Vietnã, Afeganistão, Iraque, Siria.

        Só para ficar nos mais recentes.

        • Então tá champs

          • Christian Oliveira

            Então tá Champs, tem mais alguma frase de efeito pronta? Ou tem algum própria?

        • André Luiz

          Em todos estes citados pelo amigo foram obtidas a vitória militar devido a vantagem tecnológica.

          Isso porque não era guerra total, não se usou um décimo do poder militar para não escalar o conflito

          • Christian Oliveira

            Nenhuma vitória, tanto não é, que até mesmo os eleitores do Trump não consideram vitória, imagina os não eleitores que costumam ter bem mais que os tico e teco dos eleitores do Trump.

          • Luiz

            O Vietnã foi puro pretexto para queimar armamento e girar a industria belica. Eles não “perderam” realmente, não tinha sentido em continuar a guerra para sempre, a população Americana estava considerando perca dos soldados, mas eles não admitem que não perderam, o objetivo não era ganhar de qualquer forma, não tinha nada lá para se obter economicamente, exceto a propria gurra. Nos outros foi mais ou menos a mesma coisa, exceto que Afeganistão, Iraque, Irã, Siria todos fazem parte do caminho do petroleo.

          • Christian Oliveira

            Fazer corpo mole em qualquer disputa, é entrar para perder.

    • gfg

      hsasahsahsahsa, faz tempo que não lia tanto bullshit tão condensado assim.

      • Christian Oliveira

        Bom dia Vietnã!

        Benga

        Iraque, benga

        Afeganistão, benga

        Benga, benga, benga

        • AHSOliveira

          Só vi vitórias $$$ para os fornecedores de tecnologias que não resolvem guerras… que na verdade resolvem e bem rápido só deixar brincar.

          • Christian Oliveira

            Não confunda mercado armamentista, com conflito armado, a guerra fria nunca foi uma guerra, nem por isso o mercado armamentista ficou inerte.

            Na questão de conflito armado,EUA não conseguiu estinguir nenhum destes conflitos.

            Além de torrar dinheiro do contribuinte.

          • AHSOliveira

            Não confunda os objetivos declarados de guerra com os objetivos de guerra.

          • Mas na área foi ótimo para ambos os lados! Economicamente falando… pros governos…

          • Christian Oliveira

            Foi ótimo para empresas e lobistas, para o estado foi dinheiro vazando pelo ladrao. Ou seja, o contribuinte além de morrer num conflito que sequer entende sua origem e objetivo ainda paga a conta que é cobrada pela indústria armamentista.
            E depois a propaganda Norte Coreana é que é foda.

          • Eles são old school…. só isso… a merda é a mesma…

          • Luiz

            Exceto que tudo é parte de um plano bem antigo da CIA de controlar o caminho do petroleo até a Europa. kwait, iraque, irã, afeganistão, siria, crimeia (mas os russos chegaram antes) e depois turkia.
            Perceba que por outro lado existe muita propaganda de energia verda, mas é obvio que nenhuam fonte de energia revolvavel consegue substituir completamente a necessidade do oleo, exceto o nuclear, que é bem controlado e é complicado criar o combustivel.
            A Europa está na mão disto tudo. Exceto talvez a Alemanha, que tem muito carvão e esta pouco se fodendo em para de queimar carvão.

          • Christian Oliveira

            Lobistas não se restringem apenas ao congresso.
            Que é pelo petróleo todos nós temos essa quase certeza, que é para se comercializar mais armas, também é uma outra quase certeza.

        • Coréia….. benga?

          • Christian Oliveira

            Claro que não, conseguiram um tratado antes da merda virar mais merda, como aconteceu no Vietnã. E foi a última guerra com ameaça real de uso de bombas nucleares, tanto que Vietnã, jamais se cogitou o uso. De lá para cá mudou-se a forma de entrar em conflito, quase nunca existe uma governo central que possa ser bombardeado, quase sempre o que se faz é o uso de guerrilha, insurgentes, etc. Coisa que os Russos fazem desde sempre, e também foi usado na segunda guerra mundial. Não se entra de cabeça na guerra, se coloca um cordão de isolamento, sem comando centralizado, sem uma identidade, isso praticamente anula o uso de armamento tecnológico, tornando a estratégia de ataque muito mais um jogo de xadrez que apenas mirar e apertar o gatilho.

    • Mega Mota

      Caramba hein??? tá sabendo legal…

      • Christian Oliveira

        Sério mesmo?
        Explique sucintamente a atual situação do Iraque.

    • OverlordBR

      Tecnologia não se ganha guerras mais hoje em dia.

      Droga… então aquela maldita bomba nuclear que eu tenho lá no porão de casa não serve mais para nada!

      • Christian Oliveira

        Claro que serve, se tiver ku para detonar, o máximo que ira conseguir será criar uma guerra.
        Coisa que ninguém tem é ku para detonar uma, exatamente por que traria mais problemas que soluções.
        A forma mais rápida e barata de se resolver qualquer guerra é na canetada.
        De nada importa se sua bomba é maior ou menor que a do grande lider.

      • Cocainum

        Réveillon já está quase aí…

      • Luiz

        Já que é inutil, voce bem que poderia contar como enriqueceu uranio. é que meu reator esta ficando sem combustivel e não está facil conseguir mais.

  • Hemeterio

    Kit Revell. Os nCoreanos tambem pintavam os drones depois de montados e…

  • Cocainum

    Como não são remotamente controlados nem tem capacidade de transmitir nada a 500 km de distância (nem a Melhor Coréia acredita em Terra Plana) dependem de voltar à base para descarregar seus dados, e isso não vai acontecer.

    Se eles não são controlados remotamente, eles se baseiam em coordenadas via GPS? O sistema de contramedidas consegue interferir no sinal de GPS a longas distâncias?

    • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

      Em caso de conflito aberto os USA podem simplesmente ir lá e “desligar” o sinal de GPS, já que detêm o controle do sistema.

      Mas sim, o sinal de GPS de uso civil sofre interferência muito fácil, qualquer contramedida militar faz com que os receptores passem a enxergar as coordenadas com alguns quilômetros de erro.

      • Cocainum

        Imagino que eles usem o GLONASS Russo e não o GPS tradicional.

        • Caipiroto, o Capeta Caipira 😈

          Sei não. Se usam peças voltadas pra hobbystas, 99% delas usam o sistema híbrido (que combina GPS+GLONASS) ou usam só o GPS mesmo, se for um design mais antigo.

          A questão é que ambos são altamente influenciáveis por contramedidas. Li inclusive um artigo um tempo atrás sobre um cara que conseguiu manipular deliberadamente o sinal pra distorcer as coordenadas que chegavam no receptor.

          • Cocainum

            Voando acima da altitude dos drones, ficando “entre” eles e o satélite, realmente não deve ser difícil interferir no sinal. Nesse caso, só algum tipo de navegação inercial para ficar imune, mas aí a precisão fica bem prejudicada.

        • Gesonel o Mestre dos Disfarces

          Ou o Beidou.

    • José Carvalho

      O alcance (por motivos óbvios) não é divulgado, mas sim, pois o GPS utiliza radio para transmitir e dados, há relatos de sinais de GPS civis (operam em banda diferente do militar) sumirem quando os aviões Americanos estão no ar na Síria e Iraque, indicando que a função de bloquear uns sinais e liberar outros funciona bem

    • Zalla

      é o primeiro que derrubam, pois as frequencias são conhecidas

  • Vagner Da Silva

    Fiquei inspirado, vou vender bala e paçoca no semáforo pra financiar minha guerra civil contra o governo golpista. Acho que o orçamento vai ser o mesmo.

    • Mas será mais caro para adquirir a “tecnologia militar” Melhorcoreana™… o AliBaba tá ali do lado…

      • Nada tem frete grátis, o problema e se você ainda vai estar vivo quando o pessoal de Curitiba liberar todas as peças.

        • Ânusritiba possui um vórtex de correspondências…

          • Cocainum

            É mais uma loteria. Tem coisa que pede depois e chega bem antes. Tem coisa pedida antes que a gente até já tinha esquecido quando finalmente chega.

          • Bahia também….

  • Rodrigo Santos

    Esses F-18 modificados pra guerra eletrônica são maquinas formidáveis, pena q só Austrália e EUA tem acesso a esses brinquedos.

  • Maximus_Gambiarra

    Para mim, o que pareceu o ápice tecnológico é o fato daquela hélicezinha gerar 10kW.

    • Forno de microondas: em média uns 1400W.
      AN/ALQ-99: não aqueça sua pizza nele.

      • Luiz

        1kw , chuveiro 5kw, não é tanta energia assim. Eu tenho computadores na faixa de 1kw de consumo.

    • Henrique Silveira Steinmetz

      É realmente interessante essa potencia em um gerador eólico com uma hélice de alguns centímetros… ta certo qu a velocidade do jato ajuda… mas ainda assim não deixa de ser interessante…

      • Zalla

        deve girar em uma velocidade absurda, olha o passo dela

        • Henrique Silveira Steinmetz

          Conheço pouco de hélices.. passo é o angulo dela? Ainda não vi todos os videos do Aviões e musicas…

      • Maximus_Gambiarra

        Quem só dirige até 110km/h subestima um pouco a força aerodinâmica.

        • Henrique Silveira Steinmetz

          180km/h…

        • Luiz

          ue, é um motor 2 tempos, qualquer carro gera facil 70kW
          .

  • Anayran Pinheiro

    Melhor Coréia sendo a melhor Coréia

  • Jefferson Viana

    Vendo a imagem do filme team American,os criadores do South park são sem sombra de dúvidas melhores analistas sociais, econômicos e financeiros (Stan quebrando a máquina de sucos e mítico) que qualquer um desses que aparece em jornais, revistas e “blogs”.

  • Ivan

    Os drones da Melhor Coreia são melhores dos portugueses

    • Gesonel o Mestre dos Disfarces

      Droga, e eu sem uma imagem do capitão américa pra usar rapidamente.

  • Carlos
  • Pingback: Drones da Melhor Coréia usando tecnologia Made In Japan | Notícias Legais()

  • Marcelo Eiras

    Na verdade com um arduplilot e o mission planner ele já decola com todo o trajeto programado e aterrisa autônomamente. O rádio futaba seria usado quando muito na decolagem e pouso como backup, pois como disse o ardupilot faz isso com direito a GPS/Glonass e mini tubos de pitot.


    https://youtu.be/WGE3Zqa5beA

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis