Chupa Watney, China vai plantar batatas e criar bicho da seda na Lua

matt-damon-martian-2.jpg.824x0_q71_crop-scale

Depois que Mark Watney provou que ao menos em ficção é possível plantar batatas em Marte, a idéia de cultivar alimentos fora da Terra vem ganhando força. Em verdade é algo inevitável, se quisermos colonizar outros planetas. A alternativa não é viável: se alguém em Marte pedir uma pizza, mesmo que o motoboy envenene a CG-125, vai chegar fria. 

Já foram feitos experimentos com solo marciano simulado, agora a China vai testar algo bem mais próximo e bem mais útil a curto prazo: a Lua.

Na missão Chang’e 4, que deverá ser lançada no final de 2018, uma sonda pousará no lado oculto (não escuro, sorry Pink Floyd) da Lua, e além de um robozinho explorador levará um pequeno habitat de 3 kg. Nele levarão brotos de batatas, sementes de Arabidopsis thaliana, uma frôzinha muito usada em experimentos, e ovos de bichos da seda.

A idéia é que os bichos da seda consumam oxigênio, produzam gás carbônico, que por sua vez alimentará as plantas. Isso minimizaria a necessidade de controle atmosférico. Em grande escala funciona (você está vivo, não?) Em pequena escala é complicado, todo mundo que tem aquário em casa sabe como é difícil manter um meio-ambiente em equilíbrio.

change3-yutu-moon

O mini-habitat terá isolamento térmico e aquecedores, não há detalhes se terá iluminação, o que é provável, afinal com a noite lunar durante 15 dias isso não deve ser saudável pras plantas.

Outra coisa que não está clara é se vão utilizar solo lunar, ou se o habitat será totalmente isolado. Isso tudo será (talvez) explicado até lá. Com a China nunca se sabe. Eles mantiveram a missão da Chang’e 3 quase em segredo, então do nada transmitiram o pouso ao vivo. Logo depois pararam de mencionar e nenhuma imagem foi distribuída. Um mês depois mudaram de idéia e abriram todos os dados pra comunidade internacional.

Agora com a Chang’e 4 anunciaram que o experimento das batatas será transmitido via streaming para o mundo todo. Pensando bem, ver mato crescer na Lua é bem mais interessante que nutelleiros e outras idiotices de YouTube.

Fonte: Russia Today.

Relacionados: , , , , , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis