Chupa Watney, China vai plantar batatas e criar bicho da seda na Lua

matt-damon-martian-2.jpg.824x0_q71_crop-scale

Depois que Mark Watney provou que ao menos em ficção é possível plantar batatas em Marte, a idéia de cultivar alimentos fora da Terra vem ganhando força. Em verdade é algo inevitável, se quisermos colonizar outros planetas. A alternativa não é viável: se alguém em Marte pedir uma pizza, mesmo que o motoboy envenene a CG-125, vai chegar fria. 

Já foram feitos experimentos com solo marciano simulado, agora a China vai testar algo bem mais próximo e bem mais útil a curto prazo: a Lua.

Na missão Chang’e 4, que deverá ser lançada no final de 2018, uma sonda pousará no lado oculto (não escuro, sorry Pink Floyd) da Lua, e além de um robozinho explorador levará um pequeno habitat de 3 kg. Nele levarão brotos de batatas, sementes de Arabidopsis thaliana, uma frôzinha muito usada em experimentos, e ovos de bichos da seda.

A idéia é que os bichos da seda consumam oxigênio, produzam gás carbônico, que por sua vez alimentará as plantas. Isso minimizaria a necessidade de controle atmosférico. Em grande escala funciona (você está vivo, não?) Em pequena escala é complicado, todo mundo que tem aquário em casa sabe como é difícil manter um meio-ambiente em equilíbrio.

change3-yutu-moon

O mini-habitat terá isolamento térmico e aquecedores, não há detalhes se terá iluminação, o que é provável, afinal com a noite lunar durante 15 dias isso não deve ser saudável pras plantas.

Outra coisa que não está clara é se vão utilizar solo lunar, ou se o habitat será totalmente isolado. Isso tudo será (talvez) explicado até lá. Com a China nunca se sabe. Eles mantiveram a missão da Chang’e 3 quase em segredo, então do nada transmitiram o pouso ao vivo. Logo depois pararam de mencionar e nenhuma imagem foi distribuída. Um mês depois mudaram de idéia e abriram todos os dados pra comunidade internacional.

Agora com a Chang’e 4 anunciaram que o experimento das batatas será transmitido via streaming para o mundo todo. Pensando bem, ver mato crescer na Lua é bem mais interessante que nutelleiros e outras idiotices de YouTube.

Fonte: Russia Today.

Relacionados: , , , , , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz, Calcinhas no Espaço e Do Tempo Em Que A Pipa do Vovô Subia.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto Frio Peças, Cupom de desconto Mundo da Carabina, Cupom de desconto JBL, Cupom de desconto Costa Cruzeiros, Cupom de desconto Loja do Mecânico, Cupom de desconto Staples