IA da Microsoft agora é melhor que humanos jogando Ms Pac-Man

pac-man-pixels

Desde Wargames que sabemos que jogos são usados para ensinar computadores a pensar. E eles têm aprendido, ao menos em áreas específicas. A cada dia novos jogos são dominados por eles. Xadrez, já era. Go, idem, Tetris, nunca consegui vencer a máquina. O mais novo a perder a supremacia humana é… Ms Pac-Man.

O feito foi obra da Maluuba, uma start-up de Deep Learning adquirida recentemente pela Microsoft. Eles escolheram o Ms Pac-Man por ser um jogo até então impossível de ser zerado por humanos. Ninguém até então havia conseguido chegar à pontuação máxima de 999.900, no Atari 2600.

A estratégia deles foi literalmente dividir e conquistar. Em vez de instruir um programa para jogar Pac-Man como um todo, eles criaram 150 agentes inteligentes independentes, cada um focado em um determinado objetivo, seja escapar dos fantasmas, seja comer os pontinhos, seja comer os power-ups e ir atrás dos fantasmas.

Cada um dos 150 agentes contribuía com um peso para a decisão do movimento e da estratégia da Ms Pac-Man. Faz sentido. Se cada parte cumpre sua função corretamente as coisas funcionam melhor do que se alguém tenta micro-gerenciar cada movimento de cada peça do tabuleiro.


Divide and conquer: How Microsoft researchers used AI to master Ms. Pac-Man

A pesquisa, claro, não foi feita por causa do Pac-Man, mas para testar o modelo de decisão distribuída, e resultou no paper Hybrid Reward Architecture for Reinforcement Learning. Isso tem aplicações em incontáveis áreas, de planejamento urbano a controle de drones e mercado financeiro.

Fonte: Microsoft.

Relacionados: , , , , ,

Autor: Carlos Cardoso

Entusiasta de tecnologia, tiete de Sagan e Clarke, micreiro, hobbysta de eletrônica pré-pic, analista de sistemas e contínuo high-tech. Cardoso escreve sobre informática desde antes da Internet, tendo publicado mais de 10 livros cobrindo de PDAs e Flash até Linux. Divide seu tempo entre escrever para o MeioBIt e promover seus últimos best-sellers O Buraco da Beatriz e Calcinhas no Espaço.

Compartilhar
  • gfg

    Skype + .NET + A.I, já vi esse filme, literalmente.

    • Lucas Linki

      Só a possibilidade de um SkypeNet dominando o mundo já me aterroriza…

      • DanielBastos

        Menos ruim que MsnNet

    • -_-

      A MS adquiriu o Xamarin e incorporou no Visual Studio. Agora você pode devolver para Android usando o .Net

      (Não ganhei nada com essa propaganda)

  • Rômulo Catão

    Agora só falta vencer o Battletoads.

    • Julio Cesar Goldner Vendramini

      Em dois jogadores ainda!

  • Caninobranco

    Innovative Online Industries its coming!

  • RôShrek

    Quero ver zerar o E.T. do Atari.

  • Pingback: IA da Microsoft agora é melhor que humanos jogando Ms Pac-Man | Notícias Legais()

  • Alexandre

    Ja desenvolvemos IA melhores que jogadores. Qual a próxima meta?

    • Desenvolver humanos melhores…

      • Felipe Braz

        Mas daí como os G1 e afins teriam comentários?

      • Paulo Henrique Pfitzner

        Eu desenvolvi um modelo de consciência artificial para I.A. Chamado ARQUITETURA DA Lâmpada da consciência do S.E.R. Estamos cada vez mais próximos

  • O jogador depende de ver a cena, a informação chegar na retina, passar pro nervo óptico, ir pro cérebro, o cérebro tomar a decisão, enviar o comando pro setor certo dele, a informação viajar pelos nervos, chegar nos músculos, que por estimulação elétrica farão o movimento.

    Diferente de Go, que é apenas estratégia, do grego strategos. Ganhar dos humanos no Pac-man não me impressiona

    • Fora que são 150 “agentes” contra 1 que tem que se dividir em todas as tarefas.

      Concordo que a IA para GO (que bateu o campeão mundial) faz mais sentido, apesar de não conhecer os detalhes por trás da máquina.

      Por outro lado, a questão que vemos aqui é a possibilidade de criar ferramentas que ajudem a melhorar a roteirização de veículos, filas, etc. Eu vejo diversas aplicações práticas para trânsitos caóticos, como em SP por exemplo.

    • Gustavo B.

      Acho que o foco de atenção não é “ganhar de humanos no pac man”.

      O pulo do gato está na estratégia, a transformação de um grande problema complexo em inúmeros outros de menor complexidade parece eficaz nesse problema.

      Não se isso aproxima ou constrói na direção de uma IA generalista, mas com certeza não é um passo para trás.

      Vai saber em quantos cenários esse tipo de abordagem pode ser bem sucedida.

      • em termos de estratégia, Go é muito, mas MUITO mais complexo

        • Gustavo B.

          De acordo.

          Mas são ferramentas diferentes para problemas diferentes. Isso não torna a conquista dessa equipe em algo trivial.

          A impressão que me passa é que a rede alpha GO tem bastante força bruta, mas não seria, talvez, a melhor ferramenta para esse problema.

    • jairo

      Pois é , enquanto a Google desenvolve IA para vencer campeonato de Go e xadrez a MS desenvolve para Pacientes Man, o próximo desafio de ser Candy Crush

  • Quando uma IA conseguir zerar Dark Souls sem tomar dano já posso correr para as montanhas?

    • Carlos Ferreira

      Acho que não é possível. Blightown.

  • CtbaBr©

    Que ótimo, logo não precisaremos mais jogar, basta deixar uma IA fazer isso por nós…

  • PugOfWar

    “..Em vez de instruir um programa para jogar Pac-Man como um todo, eles criaram 150 agentes inteligentes independentes…”

    basicamente eles criaram o Legion

  • Iuri Santos

    Em qualquer lugar onde haja tomada de decisões e seja possível quantificar o resultados a partir dos impactos. Na teoria em tudo, na prática, não será interessante financeiramente em tudo (por enquanto).

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis