Retrocompatibilidade — dados atuais sugerem que 50% dos gamers de Xbox One a usam

Laguna_Xbox_360_games_library

Tenho um PS3 super slim com vários jogos. Estava plenamente satisfeito com ele até precisar deixá-lo guardado durante uma reforma, ano passado. Depois de um mês parado, ligo o console da Sony e volto a jogar Bayonetta nele. Após uns 15 minutos ele se desliga sozinho. Sem paciência, preferi dar atenção ao Wii U pois neste também tenho o Bayonetta.

Depois de algumas semanas, quero jogar Ōkami HD, ligo o PS3 e ele não inicia mais. O LED vermelho pisca verde após pressionado e apaga em menos de um segundo. Retiro da tomada, o LED vermelho liga, aperto o botão Power, mas este só fica verde por um segundo. É, aconteceu comigo. Agora cogito quatro soluções: ou abro o console e tento limpá-lo, trocando-lhe a pasta térmica na torcida que só isso resolva; mando à alguma assistência técnica e gasto uma nota preta; compro um novo PS3 antes que deixe de ser vendido por completo; ou simplesmente vendo todos os jogos de PS3 por uma ninharia e parto para um PS4 Pro, ignorando as dezenas de títulos digitais que só posso jogar no PS3.

Se em vez do PS3 eu tivesse optado por um Xbox 360 no fim da sétima geração, talvez eu não tivesse esse problema: bastaria comprar um Xbox One S ou um Project Scorpio que eu poderia voltar a jogar a maioria dos games que eu já tinha. E aparentemente sou um dos raríssimos gamers que utilizariam a retrocompatibilidade do Xbox One com os jogos de Xbox 360. Isso segundo uma pesquisa bem desatualizada, publicada pelo Ars Technica.

Laguna_Xbox_One_backwards_until_12_fev_2017

Pesquisa de uso dos conteúdos do Xbox One entre 26 de setembro de 2016 e 12 de fevereiro de 2017 (crédito: Ars Technica)

O analista do Ars usou um aplicativo de terceiros para analisar durante quase cinco meses uma amostra de 930 mil usuários ativos do Xbox One escolhidos aleatoriamente. O foco da pesquisa: com o que os jogadores do Xbox One gastavam seu tempo entre os dias 26 de setembro de 2016 e 12 de fevereiro de 2017. Temos então uma boa amostra dos mais de trinta milhões de consumidores do console de oitava geração da Microsoft.

Segundo a tal pesquisa do Ars sobre o Xbox One, temos que metade do tempo gasto pelos jogadores foi com jogos do Xbox One, e um terço desse tempo foi aproveitado no console com os aplicativos de streaming e TV. E o dado que mais agradou à Sony: apenas 1,5% do tempo gasto pelos 930 mil jogadores de Xbox One analisados foi com os jogos do Xbox 360 via retrocompatibilidade.

Reagindo à pesquisa, o vice-presidente da divisão Xbox Mike Ybarra discorda da visão da Sony sobre esta achar que retrocompatibilidade é um recurso que ninguém usa.

Estatística é a arte de torturar números para extrair deles o que queremos vender. Uma amostra com apenas uns 3% do público alvo poderia representá-los totalmente? O tio Laguna acha que não. Além disso, o tal sistema para fazer a análise não seria melhor que os próprios números oficiais da Microsoft.

A gigante de Redmond ainda não apresentou um relatório completo, mas o chefe de marketing da divisão Xbox Mike Nichols diz que quase 50% dos jogadores de Xbox One jogaram algum jogo de Xbox 360 via retrocompatibilidade. O tempo gasto por tais jogadores até aquele dia (7 de junho, meu aniversário) teria somado 508 milhões de horas. São meio bilhão de horas aproveitadas com games velhos. Em novembro de 2016 era menos da metade disso, 210 milhões de horas.

Vamos supor que metade dos jogadores de Xbox One sejam 15 milhões. Ao dividirmos o tempo total gasto por eles, obtemos quase 34 horas. Traduzindo: quem usa a retrocompatibilidade gastou em média quase 34 horas jogando algum game do Xbox 360 desde o lançamento do recurso. E qual jogo seria este?

Segundo o NPD Group, o Call of Duty: Black Ops II (jogo do 360, de 2012) ficou entre os dez jogos que mais faturaram no mês de abril de 2017. Detalhe que a tal pesquisa do Ars terminou a amostra um mês antes da disponibilização do game da Activision na lista de retrocompatibilidade. Portanto a pesquisa do Ars, do jeito que ela está, só agrada aos Sonystas das caixas de comentários dos blogs.

O tio Laguna aguarda mais informações sobre o Project Scorpio (ou Xbox 10 S segundo rumores) e sobre o uso da retrocompatibilidade no evento da Microsoft na E3 2017, amanhã, dia 11 de junho, a partir das 18:00.

Leia também:

Relacionados: , , , , , , , , , ,

Autor: Emanuel Laguna

O “tio Laguna” nasceu no Siará em meio à Fortaleza de 1984. Sempre gostou de brincar de médico com os aparelhos eletrônicos e entender como um hardware dedicado a jogos funciona, mas pretende formar-se como Engenheiro Eletricista qualquer dia. Antes apaixonado pelos processadores gráficos desktop, vê nos smartphones, tablets e outras geringonças mobile o futuro da computação.

Compartilhar

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis