Novas restrições do YouTube cortarão monetização de vídeos ofensivos ou de “pegadinhas”

youtube

O YouTube teve que apanhar feio para entrar na linha. A fuga em massa dos anunciantes fez com que a plataforma passasse a filtrar agressivamente o conteúdo de vídeo de seus parceiros e aqueles que fossem minimamente críticos ou duvidosos perderam a monetização sem dó nem piedade. Só que as diretrizes ainda não haviam sido anunciadas, não se sabia exatamente quais conteúdos eram liberados e quais seriam passíveis de corte na grana.

Isso até esta semana, quando a guia de boas práticas foi finalmente revelada.

O YouTube expandiu suas regras de conteúdo aos criadores de modo a esclarecer de uma vez por todas o que é considerado um vídeo “amigável aos anunciantes”, aqueles que serão ligados a campanhas dos parceiros comerciais do Google que em primeira instância não querem ver seus produtos sendo oferecidos por canais com discursos nocivos ou conteúdo controverso, por mais leve que ele possa vir a ser considerado pelo público e YouTubers. A bem da verdade é que os anunciantes não querem mais que qualquer coisa faça dinheiro às suas custas e como o Google não está em posição de negociar, pois depende de propaganda para viver a conta foi repassada para os canais, que serão obrigados a entrar na linha.

Basicamente três são os tipos de conteúdo banidos dos vídeos. São eles:

  • discurso de ódio: qualquer vídeo que parta para ataques ou humilhe um indivíduo ou um grupo de pessoas tendo como base sua etnia, nacionalidade, religião, condição física, idade, orientação sexual, gênero ou quaisquer outras características. A verificação é manual e por algoritmos;
  • uso inapropriado de personagens voltados para a família: esta cláusula bate de frente com a polêmica que atingiu diretamente o YouTube Kids, canais piratas que criavam animações com personagens infantis e os colocavam em situações fora de contexto: vídeos com violência, apologia às drogas, conotações sexuais e por aí vai. Vale para todos os canais que fazem animações de personagens fora de situações esperadas, o que indiretamente afeta os criadores de vídeos com personagens de Minecraft que existem aos montes no YouTube; a identificação será manual e quem for pego pisando no tomate perderá automaticamente a monetização;
  • conteúdo “incendiário” e/ou degradante: este é um tipo de conteúdo mais abrangente e merece uma melhor explicação. Segundo o VP de Gerenciamento de Produto do YouTube Ariel Bardin, vídeos que apresentam situações degradantes sem propósito caem nessa classificação. O executivo deu o exemplo de um vídeo com linguagem desrespeitosa ou degradante que não necessariamente se enquadre em discurso de ódio contra uma pessoa ou grupo, mas há um caso bem mais simples de se utilizar aqui: vídeos de pegadinhas. Produções que mostram pessoas em situações de desespero por conta de uma brincadeira besta dos criadores de conteúdo não mais serão passíveis de monetização, pois o YouTube entende tais coisas como exposição de terceiros a situações vexatórias e humilhante. Logo, canais que investem pesado em vídeos “trolei fulano, trolei cicrano” não mais farão dinheiro.

Essas são as principais, mas há uma série de outras orientações do YouTube e o Felipe Neto destrinchou como elas vão funcionar:


Felipe Neto — YOUTUBE MUDOU! CANAIS GRANDES VÃO PERDER DINHEIRO!

Basicamente, canais com vídeos de sexo (obviamente se focando nos que se vendem como educativos) ou simples menções terão a grana podada sem dó, e a verificação será via algoritmos que analisará título, thumbnail, descrição, tags, vídeo e áudio. Logo, o vídeo que conta com peitos ou bundas na capa, utiliza palavras sexuais na chamada ou nas tags perderá a monetização automaticamente e sem direito à apelação.

As novas regras também são automáticas para vídeos que contenham violência gratuita ou gráfica pesada, só que isso também inclui gameplays: os YouTubers gamers que produzem obras baseadas nas franquias Grand Theft Auto, Call of Duty, Battlefield, Outlast e outros têm grandes chances de perder grana, e embora isso não seja 100% garantido (haverá uma avaliação individual) o pau já está cantando, vários YouTubers estão fazendo muito menos dinheiro e o entendimento do YouTube é que violência virtual é violência do mesmo jeito, logo sem direito à monetização.

Mais: vídeos que fazem apologia a drogas, mesmo lícitas como cigarro e álcool também serão desmonetizados. De cara isso vai afetar grandes canais que ganham dinheiro fazendo degustações de bebidas, desafios etílicos e outras coisas dentro dessa categoria. O YouTube decidiu que não vai mais apoiar conteúdo que lide com dependência química, mesmo de substâncias legalizadas e controladas. Vídeos onde o autor incentiva o consumo, mesmo que ele não apareça bebendo serão entendidos como apologia e cairão na malha fina, sem dó.

Por fim, canais que costumam subir vídeos em que o autor adora falar 53.483 palavrões por minuto e num tom que beira à agressão física também serão desmonetizados, mas aqui cabe a questão do contexto. O vídeo será avaliado manualmente e caso a palavra de baixo calão esteja inserida numa construção de frase que faça sentido, sem ser agressiva nada acontecerá; por outro lado isso vai machucar e feio YouTubers que só sabem se expressar xingando a torto e a direito, esses verão a grana escoar pelo ralo em ritmo alucinante.

Em suma, o YouTube vai passar a promover canais que contenham conteúdo original e de qualidade, como o Aviões e Músicas, o Micro Sobrevivência e tantos outros que não precisam apelar e trazem entretenimento para os espectadores. Esses continuarão a receber campanhas e o que é melhor, poderão inclusive fazer mais dinheiro; produtoras independentes também estão seguindo o fluxo e controlando melhor seus associados, como é o caso da Disney que agora exerce total controle sobre a Maker Studios e podou centenas de canais que não seguiam sua cartilha.

E sobre isso, o YouTube vai disponibilizar uma ferramenta aos anunciantes que permitirá que eles próprios filtrem os vídeos e canais que não querem ligados a seus produtos, o que pode no fim das contas afetar vídeos com temáticas não discutidas aqui; embora não sejam o alvo das diretrizes, eu diria que vídeos de nuteleiros em geral correm sério risco de também perderem campanhas, por parte dos parceiros que não querem ver seus produtos ligados a tais materiais.

No fim, as regras do YouTube deixam bem claro que só vão permanecer financeiramente viáveis os canais que se adequarem às regras; os demais poderão continuar a fazer o que desejarem mas cientes de que deixarão de lucrar com isso.

Fonte: The Verge.

Relacionados: , , , , , , , , , , , ,

Autor: Ronaldo Gogoni

Um cara normal até segunda ordem. Além do MeioBit dou meus pitacos eventuais como podcaster do #Scicast, no Portal Deviante.

Compartilhar
  • Luiz Claudio Eudes Corrêa

    Só em podar vídeos que o sujeito só fala palavrão gritando já me vez querer desativar o adblock.

    • D-E-S-C-E A L-E-T-R-A, esse grita uhauhUHaSa.

      Bom saber que canais assim vão tomar na rabeta.

      • Fico puto da cara em ver como tem gente que paga pau para esse gordo depressivo e deprimente.

        É a idiocracia. Só pode

  • Se banissem thumb falsa, ou melhor… Se só permitissem thumbs realistas (tiradas de dentro do vídeo), o YouTube melhoraria muito.

    Tem muito nego fazendo clickbait com thumb e com tag, mas o YouTube se faz de cego e finge que não vê.

    • É exatamente uma das coisas que as novas diretrizes pretende banir da monetização.

    • Paulo Teixeira

      Concordo ,click bait deveria ser punido com expulsão e 40 chibatadas

    • Mas acredito que alguns canais farão o seguinte pra tentar burlar: colocar uma imagem em 1 frame do vídeo e tentar selecionar esse frame. Aí que cabe o sistema de IA do Google entrar e identificar a conotação desse thumbnail, se tiver cunho sexual, entra na blacklist de monetização.

    • Leon Rocha

      Isso é muito foda… vc ver um peitão lá na tumb e no vídeos nem aparece!

  • André Luiz

    Então o Nando Moura e o canal um dois podem perder dinheiro?
    Isso vai ser engraçado

    • ricms

      Já sofro com as indicações do dando boura como sugerido. Mas jamais o perdoarei por me fazer conhecer esse canal dos maconheiros.

    • Ele não monetiza pelo o que dizem. Sad.

  • Fernando Rodrigues de Sousa

    Puxa, minha filha não vai mais ver os crossover entre a elsa e o homem-aranha de massinha? kkkkkkkkkk só vai sobrar videos de playdoh então, que aliás, tem excelente trilha sonora kkkk

    • SignaPoenae

      Cara, quando fui visitar meu irmão, vi minha sobrinha assistindo só uns vídeos do Homem aranha interagindo com princesas da disney. Na hora pensei WTF?!? Mas depois de pesquisar um pouco, vi que é um canal muito popular entre as crianças.

  • Wallacy

    Finalmente vou poder abrir meu canal… xD

  • cloverfield

    Será o fim dos Irmãos Piologo?

    • Eles já colocam a propaganda dentro do vídeo.

      Nossa sorte é que sempre tem uma galerinha nos comentários indicando o momento em que o vídeo “realmente começa”. Pule para o minuto xx:xx.

      • cloverfield

        Digo mais por causa da linguagem que alguns podem achar ofensiva e agressiva.

        • Microamp

          Dinheiro do YouTube eles provavelmente não vão receber já que os vídeos “inadequados” só foram retirados do AdSense e não banidos do YouTube. Como eles tem patrocinadores diretos (entre eles e as empresas, sem o Google como intermediário) o máximo que vai acontecer é uma diminuição da renda, mas nada que eles não possam contornar.

          • cloverfield

            Faz sentido.

      • Sophos Nsm

        mas a solução dele é realmente a melhor. eu nao suporto esses caras desde o negocio com a nintendo mas youtuber tem que aprender a procurar anunciantes eles mesmos sem depender de adsense

  • Opa, adeus vídeos de “Trolei minha mãe, meu pai e meu tio”!

    • @raverbr

      O THUG Life também entra nessa

      • Claudio Roberto Cussuol

        Não vai ter mais Partoba? Chatiado!

    • Amem!

    • Vinícius

      Por outro lado, os vídeos do tipo “ENCHI UMA PISCINA COM AMENDOCREM E OLHA NO QUE DEU” vão continuar firmes e fortes…

      • Diego

        “ENCHI UMA PISCINA COM AMENDOCREM E O RESULTADO FOI INCRÍVEL”

      • Amendocrem > Nutella

  • Jorge Dondeo

    A geração floquinho pira. Agora ninguém vai mais ferir seus sentimentos. Bando de afrescalhados.

    • worldchanger

      Nesse caso o problema são as anunciantes. Ninguém quer a sua imagem associada a imbecis falando merdas. Bom, quase ninguém, porque existem os fãs do Nando Moura.

      • Zalla

        liga não, esse aí nem leu a matéria, só o título

      • Jorge Dondeo

        Sim, acho justo. Mas não enquadro degustar cerveja, ou falar sobre guerra em falar merda. E é meio engraçado pensar que fazem coisa muito pior na televisão e os anunciantes estão bem tranquilos.

        Vide pânico, programas de fofoca, bbb e outros lixos da tv.

        • Zalla

          o anunciante paga pelo horário e tipo de publico que vai assistir, e não estão nada tranquilos…quando algum astro se envolve em besteira, os anunciantes são os primeiros a correr..
          Lembra do cara nas olimpiadas? Perdeu milhões de dólares…anunciantes ligam sim pra imagem…não é essa zona que vc imagina..o YT que era uma zona e agora está se organizando

  • Anayran Pinheiro

    Canal umdois vai ser finalizado em breve com estas novas regras do YT, hahaha!

  • Alberto Prado

    “YouTube vai disponibilizar uma ferramenta aos anunciantes que permitirá
    que eles próprios filtrem os vídeos e canais que não querem ligados a
    seus produtos…”
    Não era mais fácil só ter feito isso? Se tiver anunciantes que não se importe com o conteúdo a qual vai ser “vinculado” e só quer o máximo de visualizações possível, qual o problema? Deixe que se monetize a todos.
    De forma indireta, isso é tipo como se restringisse o que as pessoas irão assistir pois esses canais vão morrer. E não to falando isso por ser fã de algum canal do gênero, mas por simplesmente podar a liberdade das pessoas de maneira indireta.

    • Gustave Dupré

      Acredito que é algo mais ou menos como o motivo que não é aceito pornografia, mas sem limitar a liberdade de expressão, para não haver nenhuma associação ou pensamento que o Google é conivente de alguma forma.

    • EmuManíaco

      a plataforma é de alphabet. ela decide o funcionamento. apenas aceite.

      • Alberto Prado

        Você deve ser novo no meiobit né?! Te apresento os comentários daqui. É um lugar onde as pessoas podem discutir ideias, expor pontos de vista, opinar, entre outras coisas.

        O “apenas aceite”, “lacre”, “berro” é lá pelos lados do papelpop e fica pra aquele lado ali cara. =>

        • Zalla

          deve achar que está no gizmodo….

          • EmuManíaco

            To aqui se bobear antes de vcs. parem de graça.

        • EmuManíaco

          Não sou novo não senhorito apenas mudei de conta.
          Discutir ideias ok. Querer impor sua visão não.
          Quem manda é o dono da casa.

    • Zalla

      o cara vai anunciar e contratar uma equipe pra fazer isso?
      Youtube tem que fazer sim, e AINDA deixar a ferramenta como um plus…
      Agora vai valer mais a pena ter um canal culinário com 100 mil assinantes do que um de minecraft com 1 milhão..

      E isso está correto

      Ninguém quer o máximo de visualizações possíveis….não adianta nada ter um anuncio da BMW em vídeo do minecraft….propaganda tem que ser direcionada para um publico alvo

    • Marcio Ferreira

      Eu acredito que eles deveriam tagear os videos direitinho e deixar os anunciantes decidirem para quais temas seus anúncios alcançariam.

  • paulokdvc

    Resumão para gameplays de guerra (COD, GTA, Battlefield e etc.). Irão todos para Twitch.

    Pelo menos lá, acredito que seja melhor assistir Playerunknown’s Battlegrounds (PUB para os íntimos), e os caras não perdem tanto com isso.

  • Isso é meio perigoso, pois quando o Facebook monetizar o vídeos e conseguir procurar os canais de lá, a galera que não se enquadra no youtube vai migrar.

    • Michael Loeps™

      Não adianta o criador de conteudo mudar, se as marcas nao migrarem, se o facebook nao adotar politicas parecidas ele simplesmente nao tera anunciantes.

      • Sophos Nsm

        ou até tera anunciantes mas serão do tipo: tens o que é preciso pra esmagar minha rata.

        • Michael Loeps™

          Exatamente.

        • Michael Loeps™

          E ai os CDC entrariam em outro dilema, se adequar a diretrizes rigidas e perder uma porcentagem do lucro, ou deixar seus espectadores vulneraveis a anuncios intrusivos e/ou potencialmente perigosos. Mesmo correndo risco de perder uma parcela da userbase, eu arriscaria apostar que eles escolheriam a segunda alternativa….

    • Rafael Rodrigues

      Só vai reforçar a minha justificativa em não ter facebook, ajudando a manter o chorume todo lá na rede do Zuckerberg​.

      • Microamp

        THIS! Convenhamos que esses vídeos apelativos tem tudo a ver com o Facebook.

        Pensando por esse lado o tio Zuck é na verdade o salvador da internet…

        • Narciso

          Por mim cerca e declara zona de contenção.

    • O player do facebook é um lixo, um lixo!

      Fora que muito conteúdo lá exposto é roubado descaradamente do YouTube. Acho pouco provável que ele abaixe as calças pra ganhar essa leva de descontentes, até porque o grupo de investidores deve ser o mesmo para ambas Facebook/Google no que tange ao ADS.

      • Zalla

        fora que não consigo forçar a resolução…

      • Levi Leal

        Mas como o Face contém praticamente a vida de todos, ele conseguirá gerenciar muito melhor quem vê e quem não vê os anúncios… É claro que a nutela vai querer seus ads nos vídeos dos nuteleiros, assim como a Yamaha vai querer seus anúncios em quem posta muito sobre motos.
        O Face tem a faca e o queijo na mão, só falta o dinheiro pra dar a motivação de cortar.

      • Qualquer coisa que venha do facebosta é um lixo.

    • Sophos Nsm

      como eu gosto mais do youtube e esses lixos só servem pra ter mais gente a dividir o bolo com os bons canais eu digo: já vão tarde

    • Urso Azul

      Migrar para onde?
      Só a Google é grande o suficiente para bancar o Youtube, dinheiro já não dá.

    • Inquisidor

      bom, o facebook já é uma piscina de lixo, jogar uns papel cagado de banheiro por cima não muda nada.

  • Alexandre Salau

    Achei bastante justo, quem quiser continuar fazendo baixaria pode continuar, só vai ficar sem grana, mas é artístico. Quem faz conteúdo de qualidade vai faturar mais porque a grana vai ser dividida entre menos gente, nada mais justo.

    • Você só errou em “vai ser dividida entre menos gente”. Isso não vai acontecer. O Google não faz caridade, se ele paga 0,0000000001 por visualização hoje, vai continuar pagando a mesma coisa depois desses cortes.

      • Alexandre Salau

        Mais ou menos. Não é o Google quem paga e sim os anunciantes. O Google não vai reduzir o que cobram dos anunciantes, talvez até aumente os lances do anúncios já que a audiência vai ser mais qualificada. Como o bolo não vai diminuir e o percentual do lucro certamente vai se manter o mesmo já que é interesse dos anunciantes, então vai ter menos gente pra receber, o que resulta em um valor maior por impressão.

        • Não funciona assim. Quem faz o intermédio é a Google, seja com o anunciante, seja com o canal que gera a audiência. Mesmo a Google cobrando mais dos anunciantes, posso apostar que o valor remunerado pros canais será o mesmo, dessa forma ela aumenta o ganho dela. Se fosse desse método que você falou, o rendimentos dos canais mais assistidos já teria caído, pois a cada dia surgem novos canais no YouTube, porém a remuneração continua a mesma.

          • Zalla

            Ele pode passar a cobrar mais alegando que a propaganda é direcionada, “irei passar o seu comercial de facas em canais culinários e não em canais de terroristas degolando pessoas”

          • Organizações Tabajara™

            Comercial de faca em vídeos degolando pessoas é anúncio direcionado, não?

          • Zalla

            sim, bug no sistema….not in (‘conteudo de ódio’)
            faltou o comando…
            é um direcionado, mas o fabricante não quer….

        • Ivan

          Acho que terá menos propagandas

        • Rodrigo Arnoud

          “já que a audiência vai ser mais qualificada” Por que você pensa isso? A audiência de amanha é a mesma de hoje! As pessoas não vão acordar amanha e decidir assistir o Pirula ou o Space Today.

          • Zalla

            Porque EU penso assim???
            O mundo publicitário pensa assim, vc acha que colocam anuncios de BMW no shopping largo 13???
            acorda pro mundo real

  • Michael Loeps™

    O youtube se tornou uma bolha, a monetização fez crescer essa onda de cancer que faz qualquer bobagem por views e consequentemente dinheiro (não estão errados, era assim que o sistema funcionava), o bom é que essa bolha não estourou, apenas desinflou, se tornou algo concreto, e não graças ao google, esse quer que tudo se foda, não importa onde as propagandas irão aparecer, só apareçam, assim o tio google ganha dinheiro, o criador do conteudo ganha dinheiro e a marca tem a ilusão de estar sendo vista, todo mundo feliz e bola pra frente. Se devemos agradecer a alguem, esse alguem é o PewDiePie, que serviu de bode expiatorio para essa merda toda e abriu os olhos dos anunciantes, que por sua vez abriu O OLHO do google.
    Um salve ao messias.

    • Ivan

      Bem irônico falar em Messias e pewdiepie

  • Rin Tezuka

    E isso é ótimo.

  • Espero que mate os canais Tulla Luana da vida.

    • Esse câncer ainda existe?

      • Sim, pior que vi é um câncer antigo. Só vi a conhecer agora.

        • Maximus_Gambiarra

          E acabou de receber minha visualização​ também.

  • ricms

    Espero q funcione para aquele pseudo tudo dando boura que só sabe vociferar ódio no seu canal. Sempre coloco “sem interesse” nos sugeridos e do nada aparece de novo.

    • Somos dois

    • Maximus_Gambiarra

      Pois é. Em compensação, nunca vi um desses “nuteleiros” na minha sugestão de vídeos.

      • Theuer

        Eu também vejo a expressão aqui no meiobit e não sei do que se trata.
        Claaaaaro que nuca nem pesquisei sobre, sei que seria um caminho sem volta! 🙂

      • Também nunca vi.

        Em alguma coisa a gente tem que dar sorte.

    • O problema é que o pelo que sei, o Nando Moura já não monetiza seus vídeos. Ele faz questão de fazer sua ofensa ser gratuita.

      • Então ele é filho da puta de graça?

        • Exato! Sabemos muito bem que quem adora defecar pela boca achando que está sendo um bastião da moral geralmente dispensa remuneração. Pelo que saiba, ele mesmo se mostrou contra (de forma hostil) quem pede doações, dizendo que é “mendingagem”.

          • Olha, com relação à mendigagem, vendo o jeito como os produtores de conteúdo têm usado o Patreon é algo que eu até que concordo com ele.

            Mas eu juro que é só isso que eu concordo com ele. Eu juro.

    • Carlos Taylor

      O Nando não se importa com a grana, só quer o alcance. E deixa de ser discurso de ódio quando é bem feito com argumentos construtivos.

      • worldchanger

        Nando com argumentos construtivos? Ok, então.

      • F4v3r0

        Então continua sendo discurso de ódio né? Ou você considera fazer voizinha e xingar por meia hora argumento construtivo?

        • Carlos Taylor

          Desculpa, mas eu sinto muito se você só da atenção pra vídeos de treta ou coisa parecida. Tá ligado naqueles vídeos com um intuito mais sério chato pra caramba que não da nem vontade de clicar? pois é, as coisas realmente boas estão ali..
          Eu não ligo pros memes do canal, aquilo só serve pra primeira coisa que eu falei: alcance. Ele ta ligado que esse tipo de coisa é o que mais é comentado, então ele usa isso pra chamar a atenção do público mais jovem pro canal. É o famoso (ou não rsrs) “falem bem, falem mal, mas falem de mim”. Pelo jeito funciona não acha? 🙂

      • ricms

        Malakoy malakoy, sair gritando isso pela rua é muito construtivo. E xingar do carro as pessoas que pensam diferente também. Pior que o culpado não é quem põe essas besteiras no YT, é quem se presta a assistir.

        • Carlos Taylor

          Chamou a atenção de muita gente não chamou? Ninguém é santo pô, e o Nando faz isso pra soar de uma forma bem rude mesmo. Infelizmente as pessoas são atraídas por isso.
          E o que eu disse não é que quem assisti está errado, é quem se presta a assistir apenas aquele conteúdo. Antes do “malakoy”, por exemplo, teve um horror de vídeos falando sobre o Felipe Neto, com ele explicando o porque de ser contra várias de suas ideias (ou parte delas).

      • Zalla

        tá que não se importa com a grana, essa semana fez um vídeo de uma loja do ML pro dia dos namorados…vc acha que ele faz video pra que?? pra se sentir importante????

        • Maximus_Gambiarra

          Pior que há uma quantidade grande de pessoas que faz coisas apenas para sentirem se importantes mesmo. Não sei se é o caso.

          • Zalla

            não é pq ele faz propaganda direto

        • Carlos Taylor

          Por acaso ele fez a propaganda de uma forma indireta? Como por exemplo dentro de um vídeo no qual onde a gente menos espera: visite isso! acesse aquilo! compre isso! Mas não se esquece de checar o link de fulano que está na descrição!

          • Zalla

            O que eu estou dizendo é que ele faz videos para ganhar dinheiro sim, se não fosse não se importaria em arranjar anunciantes, se é de forma indireta ou direta são só formas diferentes de se fazer a mesma coisa..monetizar conteúdo

          • Carlos Taylor

            Sim, você está certo, mas ele só monetiza conteúdo monetário (vídeos sobre sons, ou o que você citou). Seus vídeos idealistas , falando sobre política ou algo to tipo só são monetizados por conta da network. Ele não mede suas palavras com medo de perder a monetização.

          • Zalla

            deixa ele levar uns strikes…

          • Carlos Taylor

            vamos ver no que vai dar.. rsrs

    • Mariosan Jorge

      Isso sem mencionar as propagandas sem relação alguma com o conteúdo que você quer assistir.

      • Roger D. C. Delboni

        E também a mesma propraganda repetida 1238546484684 mil vezes seguidas…

        • Diego Marco Trindade

          “Os deuses são reais, se você acreditar neles…”

  • Já estou vendo lá na frente alguns canais sobre games (um em especial) rodando bonito nessa.

    • Ivan

      Qual?

    • Daniel Silva

      ei como se coloca imagem no comentário?

      • No ícone de imagem, na parte de baixo do comentário…. apenas upload, não o link….

        • Daniel Silva

          vlw

  • Flávio Pedroza

    O youtube somente é pago por cada view monetizado? Se ele restringir muito a monetização, o próprio Youtube não acabará perdendo dinheiro também?

    • YT recebe normalmente, quem recebe pelo view monetizado é o criador, 55% para ele, isso se n for parte de uma network que piora ais ainda. vou exemplificar:

      Criador tem apenas monetização com YT:

      YT fica com: 45%
      criador fica com: 55%

      Criador tem monetização com YT & network:

      YT fica com: 45%
      Criador fica com: 55%
      Network: dos 55% do criador fazemos que seja virtualmente 100% e disto depende do contrato com a network, vamos supor que seja 30%

      cada vez menos o cara tem, então pessoal que quer isso seja seu ganha pão real, no minimo ai teria que er umas 90k views TODOS OS DIAS sendo que no minimo destas 90k visualizações elas tem que ser no minimo 20% a 40% tem de ser monetizadas ou não há gente que viva.

      • Flávio Pedroza

        O Youtube só receber se a propagando for divulgada. Penso assim: se deixarem de monetizar 1.000,000 de vídeos, com 100.000 mil views cada. Vão deixar de vincular 100.000.000.000 de propagandas, perdendo a receita, mas tendo prejuízo por conta da banda e recursos consumidos. Estou errado?

    • Alexandre Salau

      Quem paga são os anunciantes, o YT é só o meio para veicular o anúncio.

      • Ivan

        Mas no caso o YouTube deve vender pacote de views, tipo 50 dólares 1000 propagandas, se passar menos vendem menos

        • Zalla

          Vc tem ideia de quanto o YT perdeu com esse modelo errado??
          Agora está acertando…propaganda direcionada..

          Basta entender pq o minuto de comercial da novela das 22 na globo custa 300.000 e no programa do ratinho 50.000

    • Zalla

      Não pq esses videos não terão anuncios…

  • Lucas Ambrosio

    Que delícia! Agora talvez canais de qualidade, com conteúdo relevante, científicos ou não, talvez tenham chance de crescer com seus belíssimos trabalhos.

    • Flávio Pedroza

      Vc acha que de uma hora pra outra o povo vai começar a assistir esse tipo de vídeo? Eu prevejo que quem vai se lascar nessa é o Youtube: os canais lixo vão continuar de uma forma ou de outra, consumindo banda e recurso$ do site sem dar nada de retorno. Os de qualidade vão ficar na mesma, com suas views modesta e retorno igualmente modesto para a plataforma.

      • SignaPoenae

        O que vai dar de canal de minecraft e pegadinhas bostas choramingando patreon não vai ser brincadeira, mano.

      • Zalla

        Sem dinheiro, o que vai ter é um monte de video reclamando do YT…mas realmente o povo vai continuar assistindo…a vontade de produzir é que vai diminuir

      • Lucas Ambrosio

        Por isso eu falei “Talvez tenham chance” meu brodinho :3

    • É muito mais fácil o YouTube fechar do que isso acontecer. lembre-se: o povo só quer bacalhau.

  • Uma bela facada nas criaturas auto intituladas youtubers…

  • Lucas Ambrosio

    Porquê o Youtube não cria um sisetma onde os usuários (que veem os vídeos) possam comprar “YouTube Coins”, e quando acharem que vale a pena, ofertar a Youtube Coin para algum produtor de um vídeo que gostou.

    Os Youtubers teriam outra forma de ganhar dinheiro, ainda vinculada ao Youtube (que seria bom para eles também, afinal de contas, uma parte do valor da Youtube Coin ficaria para o Youtube).

    Os usuários teriam uma facilidade ENORME para ajudar os canais ou vídeos que realmente gostaram, sem ter que ficar depositando em contas físicas sempre que quer, e nem tendo a obrigação de fazer um pagamento mensal.

    Os Anunciantes continuam felizes colocando seus anúncios apenas onde querem.

    • pra isso temos o YT Red, nao exibem mais ads pra quem assit e os criadores que recebem views de pessoas que possuem o red ecebem uma % deste valor que ela paga ao serviço YT Red. em resumo:

      pessoa paga e nao exibem-se mais anúncios, e tem conteúdos exclusivos para assistir, o criador recebe aprte do valor pago ao YT pelo serviço.

      • Metalmacumba

        se o yt red fosse barato no br hue valeria muito a pena. junto com ele vem a assinatura do play music e vá por mim, depois que se começa a ver youtube sem propaganda até assusta quando entra sem estar logado. vai assistir um video de 45 segundos e tem um ad de 30 segundos…

      • Lucas Ambrosio

        Vocês não entenderam o coração da ideia.
        Não é para os produtores VENDEREM seus vídeos como fazem no YT Red.
        Eles vão continuar fazendo normalmente e quem quiser vai ofertar as Youtube Coins por achar que o cara merece.

        Nao vai pagar uma mensalidade escrota, nem pagar obrigatóriamente para ver um video, sem nem saber se o vídeo presta ou se os vídeos do mês vão prestar.

    • Ivan

      Tem outros jeitos,padrin patreon e outros

    • Inquisidor

      por que o pessoal vai juntar milhares de yt coins e revender na poloniex.

      • Lucas Ambrosio

        Então aí abre-se a possibilidade de eles além de criarem esse sistema, ainda criarem sua própria moeda virtual, e encontrar uma maneira criativa de vincular a mineração à visualização / produção de vídeos.

  • Jefferson Viana

    Achei engraçado um tuber brasileiro dizendo que os canais de tv se tornaram irrelevantes com produção de vídeos na internet,o problema é que eu nunca vi nenhum programa feito por tuber tão bom como clube da ciência do finado canal BBC earth, ou documentário ao estilo cosmos, ou Os números da mudança climática, esse muito bom pois explica a matemática que leva aos resultados de que a causa das mudanças são humanas, entre outros programas. O fato de terem enorme audiência não os torna obrigatoriamente relevantes.

    • Odilon Costa Neto

      A pegada e (principalmente) o orçamento é outro. Mas posso dizer que tem bons canais por ai como por exemplo o Nerdologia, Hoje no Mundo Militar, Engineering World, CivilizationEx, SciShow, ScienceAtNASA, entre outros.

      • SignaPoenae

        Cara, o Socrastica era acima da média, e astronomicamente melhor do que alguns programas de TV pena que morreu.

        Outro que gosto bastante é o Space Today e o Papo de Primata.

        • Theuer

          Cara, “Papo de Primata” já terá minha visita só pelo nome!

    • Claudio Roberto Cussuol

      Para quem sabe inglês tem MUITA coisa boa no youtube. Ex: Veritasium.

      • Diego

        Sim! Veritasium é muito bom, com 4MM de assinantes. E outro na mesma linha é o Vsauce, com meros 12MM de assinantes. Ou seja, ambos com um alcance gigantesco.

    • Matheus O.P.

      Tem o CGP Grey, Veritasium, Smarter Everyday, Geography now e muitos outros.

    • Zalla

      ele quis comparar com programas estupidos no gnt, multishow, etc…que não tem nem 10 mil espectadores…dão traço de audiência

  • Fabio_Galdino

    Li todos os comentários só pra ver se descolava um canal de ciência, tecnologia, qq coisa interessante realmente sério..

    #decepcionado

    • Jesus Negão

      Eu acompanho o Manual do Mundo, acho bacana demais, tem muita coisa interessante

    • Tom

      tem sempre o physics girl

    • Ivan

      Blablalogia é muito bom

    • Rodrigo M

      Que eu lembre no momento:
      Eu, Ciência
      Canal do Pirula
      Manual do Mundo (voltado pro publico infantil, mas tem coisas bem legais)

    • SignaPoenae

      Manual do mundo;
      Nerdologia;
      Hoje no mundo militar;
      Hoje na Segunda Guerra Mundial;
      Papo de Primata;
      Space Today;

      Também tenho incrição no Science Vlogs ( que é um hub de canais de divulgação científica), mas como preciso filtrar o que vou assistir por causa do meu pouco tempo livre, acabo preferindo esses.

    • Zalla

      nerdologia

    • Goodtimes

      Qual aquele canal que o Cardoso gosta de um cara que fala sobre tecnologia antiga?

      • Daniel Silva

        Primitive Technology?

      • Leonardo

        Techmoan

        • Goodtimes

          Esse mesmo!

    • Roger D. C. Delboni

      Nerdologia
      Manual do Mundo
      Pirula
      PhysicsGirl (em inglês)

    • Tem o canal do nosso colega comentarista daqui, André Carvalho, o ceticismo . net

      E um que o pessoal não disse, o Aviões e Músicas, do Lito.

  • Tom

    ué, vi um vídeo do moura cauê faz tempo dizendo que ele não monetizava uma série dele porque tinha alcool, wtf

    • Ivan

      Se ele não gritasse tanto até que daria pra ver os os dele

      • Tom

        A muito tempo eu cheguei a conclusão que o conteúdo é mais importante que o meio, então a parte dos gritos eu meio que dou risada, acho cômico um cara daquele tamanho fazendo cena kkkk

        • Ivan

          ja vi alguns mas me incomoda então parei de ver.

          • Zalla

            Sei nem quem é

      • Tom

        ele tá mais contido, perto do que era antes.

        • Ivan

          verei algum pra confirmar vlw

  • Narciso

    Quem não gostou pode ir para o Youku a versão xing Ling.

  • Bruno França

    os Digital Influencers vão a loucura!!!

    • André Pessimista

      esse termo é do perú bengaleco……

  • Gaius Baltar

    Acho que o You Tube finalmente está separando quantidade de qualidade. De que adianta a Audi ou a Tag Heuer anunciarem em um vídeo com milhões de visualizações de Felipe Neto? Os adolescentes retardados (desculpe o pleonasmo) que fazem o público do Felipe não são público para essas marcas. Da maneira burra como o You tube exibia as propaganda os anunciantes gastavam à toa. É mais produtivo investir em um expectador do Nerdologia ou do Aviões e Músicas, por exemplo.

    • Zalla

      Sim, essa é a grande evolução, acho que é o caminho pra afundar esses canais idiotas

    • Maximus_Gambiarra

      Você está considerando que todo rico é intelectual. Posso estar errado, mas não duvidaria se me dissesem que uma parte do potencial de divulgação dessas marcas esteja entre os canais adolescentes. Aliás, rico que é rico é pão duro…

      • Gaius Baltar

        Não foi isso que eu falei. Há uma diferença entre ser da elite intelectual e da elite financeira, uma pessoa pode ser de uma ou de outra ou de ambas. O que eu falei é que canais com melhor conteúdo atraem um público com mais massa cinzenta que tende a ser um público com melhor potencial consumidor. Um jovem pobre porém antenado, que está batalhando para subir de vida é um potencial consumidor que vale muito a pena investir, mesmo para marcas premium.

        • Maximus_Gambiarra

          “público com mais massa cinzenta que tende a ser um público com melhor potencial consumidor”.
          Eu não discordo completamente dessa afirmação. Gosto bastante desses canais que você citou, mas acho que seu público não é (não sou) bem o padrão de consumidor alvo da Tag Heuer. Mas já comprei camiseta!
          Se o típico milionário self-made também não deve gastar muito tempo vendo Youtube, sobra quem para comprar as coisas caras? Acho que o adolescente filho do milionário talvez ocupe esse espaço.

          • Gaius Baltar

            Eu citei essas marcas como exemplo, mas aqui na Zooropa Audi, BMW e Mercedes é carro de profissional liberal ou cargos superiores e não de ricos. É aquele lance, só no Brasil é que Zara, iPhone ou Corolla são produtos premium, nos mercados relevantes são marcas classe média.

      • Zalla

        estatisticas não levam em conta exceções…
        Não estou falando em intelectualidade e sim poder de compra, quando uma BMW prefere anunciar no shopping JK ao invés do shopping Largo 13, não é pq lá só tem rico e no outro só pobres, mas a MAIORIA..é

        • Maximus_Gambiarra

          É claro que interessa ao anunciante mirar no público com poder de compra “adequado” ao seu produto. Mas você realmente tem conhecimento de uma estatística que indique que majoritariamente rico vê Nerdologia e pobre vê Felipe Neto? Não que faça diferença para mim. Eu apenas acho que essa divisão não é tão provável.

  • Raul Joaquim de Santana

    Cauê Moura se lascou😂😂😂😂

  • José Carvalho

    Eu sempre evito o YouTube JUSTAMENTE por ele ser injusto com conteudos de qualidade e originais, ainda não olhei as regras publicadas pelo Google, nem vou tão cedo pq não sou YouTuber(Arrghhh quem diria que isso viraria profissão?!), mas acho que o YouTube peca apenas por não permitir (de acordo com o que eu entendi) que o anunciante veicule suas propagandas SE QUISER naquele vídeo inadequado… Vai que a 51 quer anunciar com o Cocielo?

    • Zalla

      Se a anunciante quiser anunciar no canal, ela conversa com o canal e insere diretamente no video…

      • José Carvalho

        Video “XYZ Babe pinga até cair” virou viral e o mundo inteiro está vendo este video, que por acaso, viola várias das novas regras e apesar de ser recordista mundial de views, não pode monetizar… mas mais de 20 anunciantes pelo mundo querem ser vinculados àquele video por motivos diversos, querem anunciar nele enquanto é viral… Não digo anunciar no canal, mas NAQUELE video… Vai fazer o quê? Apagar o video e reupar um com anúncios perdendo os views únicos?

        • Zalla

          pode ser que no futuro o YouTube reconheça esse seu argumento, que é muito bom…e abra um espaço pra empresa clicar na pagina do video “anuncie nesse video”

          No momento eles estao atulhados de coisa tentando consertar a cagada que fizeram com a monetização errada…

          Mas eu acho que se um video viralizar eles vao colocar um anuncio lá, não vao perder a boiada…

  • Pessoal acreditou REALMENTE que YouTube vai colocar um monte de estagiários para ver todos os canais, VÍDEO-A-VÍDEO?

    HAHAHAHUSAHSUASHUSAHUSASHUSAHUSAHUASHUA

    not gonna happen

    • Zalla

      Sim, pra isso serve a India, China, etc..o Facebook já faz isso tem anos…em que caverna vc vive?

  • F4v3r0

    Como assim não vai ser mais possível comprar um Porsche bebendo tubão feito no liquidificador porque um inscrito desafiou?

  • Pingback: Novas restrições do YouTube cortarão monetização de vídeos ofensivos ou de “pegadinhas” | Notícias Legais()

  • SomeReader

    Será o fim do youtube?

    Brincadeiras a parte, eu acho tudo isto muito esquisito. Será se alguém realmente se importa se a propaganda aparece em um estilo de vídeo ou não? Quem assiste a um vídeo de violência (?) gosta daquele assunto, e não vai se incomodar em ver a propaganda. Quem não gosta deste tipo de vídeo, bom… não irá assistir. Sei lá… eu não entendi o sentido disto tudo, sinceramente.

    • Goodtimes

      Quem assiste ao vídeo pode não se incomodar mas quem paga (e muito bem) para aparecer, com certeza se incomoda.

    • Zalla

      Pra mim é o começo

    • Zalla

      Caraca,…o foco não é a pessoa, e sim o anunciante…o ANUNCIANTE não quer o video dele em videos “errados”, tendeu? quer que desenhe?

      Mais uma dica..o YT cobra pra veicular os anuncios…e cobra caro…então a BMW paga para ter 5 milhoes de visualizações, e antes aparecia anuncio dela em video de tudo, inclusive improprios, que era algo negativo pra marca…

      Hoje o YT não vai mais dar dinheiro pra tubers que fazem videos idiotas e vai preferir dar mais dinheiro pra quem faz video bom…e pra Tramontina é mais interessante anunciar suas panelas em videos de culinária do que de GTA

      • SomeReader

        Sim, entendi. Mas o que importa para o anunciante é quem vê a mensagem, saca?

        Se eu vejo um vídeo idiota, e passa a propaganda de um carro, e eu gosto do carro. Bom, a propaganda cumpriu seu papel. A propaganda relacionada a temática do vídeo já está implementada. (mais ou menos, claro… Mas não é isto que trata a questão…)

        • Zalla

          propaganda não cumpre seu papel quando voce gosta dela, e sim quando voce vai e compra o produto…

  • Zalla

    Eu to achando uma boa isso, acredito que agora o youtube possa se encaminhar a se tornar um bom canal de entretenimento, não dando espaço a um monte de babaquice…tinha que entrar na linha memso

    • Goodtimes

      Frutas podres sempre vão existir, mas agora elas não terão dinheiro no bolso…

      • Zalla

        e com isso diminuirão as frutas podres, e melhor ainda, não serão promovidos

  • Levi Leal

    Quem pode ganhar com isso é o Facebook. Os descontentes saem do YT para o Face. Os anunciantes não querem gastar milhões para ter pouca visualização, eles querem o máximo do público alvo.
    E público alvo é o que o Face tem. Com praticamente toda sua vida de alguns anos para cá, o Face é capaz de saber suas preferências.
    A nutela certamente gostaria de seus ads nos vídeos de nuteleiros.
    A Yamaha gostaria de seus ads para quem compartilha/consome sobre motos.
    A United Airlines gostaria de bater em pessoas dos ads para quem fala muito sobre viagens.

  • jack_snowstalker

    Temo por muitos canais de games que gosto. Pelo menos o EEVBLOG, o electroboom, LGR, linus techtips (esse tenho minhas duvidas), Leandro felipe, bronziocre, e alguns outros que vejo aparentemente estão salvos. Já passei dessa fase de Felipe neto, nando moura e afins há muito tempo, só vejo caue moura as vezes pra rir um pouco. Mas gente, não era melhor o youtube classificar os canais é fazer os anunciantes definirem onde querem alcançar? Aí os canais ofensivos iam ficar sem grana, mas o youtube tira a culpa das costas dele.

  • Inquisidor

    se felipe neto e caue moura falirem ,vai ser é lucro para a raça humana.

  • RôShrek

    Achei muito do bom e acho que veio tarde. E o legal é que não tem nada de censura, é só: seu vídeo é uma bosta e não vou te dar um centavo por isso. É perfeito.

  • YouTube for Floquinhos?

  • Davi Leichsenring

    Entenderam, galerinha, porque até hoje filme dublado (ou legendado) não tem palavrão? Quem diz as regras não é o produtor nem o veiculador, e sim os anunciantes. Easy cheese.

  • Aquele mendigo asqueroso com vozinha de viado do Otário Asnonymous tá fudido. ÓTEMO!!

  • arakawa

    Uma coisa q tenho visto recentemente, no youtube e podcasts, é o próprio criador correr atrás de anunciantes e inserir as propagandas direto no conteúdo. Tira completamente o youtube da jogada e diminui a necessidade de clickbait.

Aproveite nossos cupons de desconto:

Cupom de desconto Locaweb, Cupom de desconto HP, Cupom de desconto Descomplica, Cupom de desconto Nuuvem, Cupom de desconto CVC, Cupom de desconto Asus, Cupom de desconto World Tennis